© 2014 - Todos os Direitos Reservados ao Blog Negócios e Informes. Tecnologia do Blogger.

sábado, 19 de janeiro de 2019

Estado reforça ideia de Suape ser porto de uso privado

Foto: Arquivo/Folha de Pernambuco
Secretário de desenvolvimento econômico, Bruno Schwambach disse que ideia será avaliada e pode ser tocada depois da autonomia

A autonomia dos portos não será o único gatilho de atração de investimentos do Complexo Industrial e Portuário de Suape. Segundo o novo secretário de desenvolvimento econômico de Pernambuco, Bruno Schwambach, esta é apenas a primeira etapa da consolidação do ancoradouro pernambucano no cenário internacional. É que, mesmo depois de formalizada a autonomia, o governo pode dar seguimento ao projeto de transformar Suape em um Terminal de Uso Privado (TUP) fazendo parcerias com a iniciativa privada.

“A autonomia pode acelerar as decisões. Mas nós teremos que percorrer o mesmo caminho de licitações e legislação. Então, é um passo importante, mas ainda insuficiente em relação ao que Suape pode ser. Imagina-se que, percorrendo esse caminho, poderíamos ter um parceiro privado para o porto, transformando-o em um Terminal de Uso Privativo (TUP)”, revelou Schwambach, destacando, porém, que essa possibilidade ainda está sendo avaliada pelo governo. “É uma intenção, um direcionamento que pensamos em trabalhar. Mas tudo vai depender dos nossos estudos”, ponderou. 

Ele adiantou, por sua vez, que, ao invés de só conceder áreas de exploração comercial para empresas, como acontece hoje com as indústrias que se instalam no complexo, o Suape poderia buscar um parceiro privado para os trabalhos portuários. É a formatação adotada por Pecém, no Ceará, onde a operação de embarque e desembarque é feita por empresas privadas credenciadas pela administração portuária. “O estado continuaria tendo uma participação relevante, mas o parceiro privado poderia alavancar as conexões internacionais, seja através de novos investimentos ou de parcerias com portos internacionais que pudessem colocar Suape em uma rota internacional”, justificou o secretário. 

Isso tudo, porém, só será avaliado depois que o Estado efetivar a autonomia dos portos. Afinal, muitos projetos estavam no aguardo dessa medida para serem executados. As licitações do Pátio de Veículos e do segundo Terminal de Contêineres (Tecon 2) de Suape, por exemplo, ainda não foram realizadas, mas podem ganhar celeridade agora, já que a autonomia, anunciada no fim do ano passado, devolve para os portos a responsabilidade da exploração das áreas portuárias. E a missão de destravar esses e outros projetos será do economista Leonardo Cerquinho, que assume nesta sexta-feira (17) a presidência de Suape.

Da Folha de PE

Produção de leite cresce 14% em Pernambuco

Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco
A produção de leite em Pernambuco cresceu 14% no ano passado. Na análise do diretor presidente da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro), Paulo Roberto, o dado indica que a bacia leiteira do Estado está em plena recuperação. No início de 2018, a produção diária era de 1,68 milhões de litros de leite por dia. Em dezembro, o número chegou a 1,8 milhões. Já em 2017, não ultrapassava 1,4 milhões. A Adagro credita o salto ao aumento no rebanho, que de 2017 para 2018 cresceu 2% no Estado.

Apesar na melhora, os produtores enfrentam entraves no escoamento do produto. O setor se reuniu, nessa quinta (17), com o novo Secretário de Desenvolvimento Agrário, Dilson Peixoto, para apresentar as suas principais demandas. A maior queixa é com as indústrias de gênero lácteo instaladas no Estado, que, segundo o presidente do Sindicato de Produtores de Leite de Pernambuco (Sinproleite-PE), Saulo Malta, deixam de comprar o leite produzido localmente para utilizarem leite em pó importado, mesmo recebendo incentivo fiscal do governo. 

“Tem indústria que era isenta de até 95% do ICMS. A gente quer saber se, quando as indústrias apresentaram os projetos, disseram se iriam usar leite em pó. Porque se diziam que iam usar leite de produtor local, então estão burlando o fisco estadual”, questionou Malta.

No final de dezembro, o Governo definiu que a isenção do ICMS só seria concedida às indústrias que utilizassem ao menos 50% do leite dos produtores locais. Para a categoria, no entanto, a medida é insuficiente. “Temos leite para vender. A cada 100 litros de leite, você gera um emprego direto. Se a indústria compra leite, gera emprego. Mas sabemos que tem indústria que está utilizando 100% do leite em pó”, revelou o produtor. O Secretário se comprometeu a levar a questão para ser discutida com o Governo Federal. “O que nos mantém em pé são as queijarias artesanais. Se a gente fosse depender das indústrias, já teria acabado o que resta da produção de leite do Estado”. 

O Sinproleite estima que 1,1 milhões de litro de leite produzido diariamente estão nas queijarias. Nesse sentido, uma medida do Governo foi elogiada, ontem, pelos produtores: um decreto estadual que facilita o registro dos estabelecimentos junto à Adagro. Ao passo que desburocratiza a vinculação, a ordem assinado em agosto preserva o que trata das condições sanitárias. Desde a sanção, a Adagro já realizou 168 visitas a queijarias. Dessas, 38 já estão com licença de comercialização e acompanhamento e assistência técnica. Às queijarias regulamentadas, o Governo isenta em 100% o pagamento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços.

Da Folha de PE

sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Em Surubim, AKIGARANTE está com oportunidade de emprego para Auxiliar Administrativo

Em Surubim, a Associação AKIGARANTE Clube de Benefícios está com oportunidade de emprego, a função será para Auxiliar Administrativo. Requisitos: 2º Grau Completo e com experiência comprovada. Interessados (a), podem entregar o currículo na sede da empresa, o endereço é na Rua Euclides Mota, 149, Centro, Surubim - PE.
Imagem: Divulgação/Reprodução

Intenção de consumo das famílias cresce 5,1% de dezembro para janeiro

Foto: Marcello Casal/Agência Brasil
A Intenção de Consumo das Famílias (ICF), medida pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), cresceu 5,1% de dezembro de 2018 para janeiro deste ano. Na comparação com janeiro do ano passado, o avanço foi 14,7%.

Com a alta, o indicador chegou a 95,9 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos. A pontuação, ainda abaixo de 100 pontos, demonstra uma insatisfação dos consumidores.

Na comparação com dezembro, os sete componentes do ICF tiveram alta, sendo a maior delas na avaliação dos consumidores sobre se eles consideram que momento é bom para a compra de bens duráveis (11%). Também tiveram crescimentos importantes os quesitos perspectiva de consumo (5,8%) e perspectiva profissional (5%).

Na comparação com janeiro de 2017, também foram registrados aumentos nos sete componentes, com destaques para o nível de consumo atual (24,6%), a perspectiva de consumo (20,5%) e momento para duráveis (15,9%).

Da Agência Brasil

João Alfredo firma parceria para ofertar exames de visão gratuitos

Imagem | Divulgação
Parcerias que melhoram a vida da população. Com essa visão, a Prefeitura de João Alfredo, por meio da secretaria municipal de Saúde, firmou parceria com a Associação Olhar pelo Próximo para ofertar a população exames oftalmológicos (exames de vista) gratuitos para todas as idades. A triagem dos pacientes ocorrerá no período de 21 a 25 de janeiro, nas 11 Unidades Básicas de Saúde (UBS) distribuídas pela cidade e zona rural. De acordo com a secretaria, serão distribuídas 1.000 fichas para as unidades – conforme cronograma abaixo. 

Segunda (21): Jenipapo (Manhã) | Melancia e Campos do Borba (Tarde)
Terça (22): Lagoa Funda (Manhã) | Frei Damião (Tarde)
Quarta (23): Roque (Manhã) | Osvaldo Lima (Tarde)
Quinta (24): Olho D’água (Manhã) |Neco de Léo (Tarde)
Sexta (25): Brejinho (Manhã) | Boa Vista (Tarde)

O objetivo do projeto é levar aos pacientes mais carentes exames que possam diagnosticar de forma precoce algum problema de visão. Os atendimentos acontecerão nos períodos da manhã (8h às 11h) e da tarde (13h às 16h). Entre os serviços ofertados estão: avaliação de acuidade visual, refração completa (medida de grau), exames dos movimentos oculares, exames da parte anterior dos olhos, exames de biomicroscopia, medição da pressão intraocular e teste do olhinho em bebês (de 0 a 2 anos).

Solidariedade – A Associação Olhar pelo Próximo foi criada no Estado de Goiás, com o intuito de atender a população carente na área de oftalmologia, fomentando parcerias e ideias inovadoras para que toda a estrutura de exames e consultas cheguem aos lugares mais distantes do Brasil. A entidade conta com profissionais altamente capacitados e equipe completa para atender os mais diversos casos e complexidades, além de banco de dados completo para auxílio nos pós atendimento, auxílio nas dúvidas, acompanhamento e encaminhamento cirúrgico.

Da Assessoria

Pis/Pasep começa a ser pago nesta quinta-feira (17)

Foto: Marcello Casal/Agência Brasil
Cerca de 3,4 milhões de trabalhadores começaram a receber o pagamento do sétimo lote do abono salarial dos programas de Integração Social (PIS) e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) 2018-2019, ano-base 2017. Podem receber o benefício os trabalhadores da iniciativa privada nascidos em janeiro e fevereiro e os servidores públicos com final de inscrição 5. A estimativa da Secretaria do Trabalho do Ministério da Economia, é que mais de R$ 2,8 bilhões sejam pagos.

A partir de hoje (17), trabalhadores da iniciativa privada podem procurar a Caixa Econômica Federal. A consulta pode ser feita pessoalmente, pela internet ou pelo telefone 0800-726 02 07. Para servidores públicos, a referência é o Banco do Brasil, que também fornece informações pessoalmente, pela internet ou pelo telefone 0800-729 00 01.

Os correntistas da Caixa Econômica Federal, instituição bancária responsável pelo pagamento do PIS (iniciativa privada), tiveram os valores depositados em suas contas nessa terça-feira (15).

Tem direito ao abono salarial ano-base 2017 quem estava inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos, trabalhou formalmente por pelo menos 30 dias em 2017, teve remuneração mensal média de até 2 salários mínimos e seus dados foram informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

O valor do benefício é proporcional ao tempo trabalhado formalmente em 2017. Assim, quem esteve empregado o ano todo recebe o valor cheio, equivalente a um salário mínimo (R$ 998). Quem trabalhou por apenas 30 dias recebe o valor mínimo, que é de R$ 84 %u2013 ou 1/12 do salário mínimo %u2013, e assim sucessivamente.

Para os trabalhadores nascidos entre julho e dezembro, o Abono Salarial ano-base 2017 começou a ser pago em 2018. Os nascidos de janeiro a junho realizam o saque em 2019. O prazo final de recebimento para todos os trabalhadores favorecidos pelo programa é 28 de junho de 2019.

Da Agência Brasil

quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

Comércio varejista cresce 2,9% de outubro para novembro, diz IBGE

Foto: Tânia Rêgo / Agência Brasil
O volume de vendas do comércio varejista cresceu 2,9% na passagem de outubro para novembro de 2018. O dado é da Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), divulgada nesta terça-feira (15) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A alta veio depois de duas quedas: 0,7% de agosto para setembro e 1,1% de setembro para outubro.

O indicador também teve altas de 0,4% na média móvel trimestral, de 4,4% na comparação com novembro de 2017, de 2,5% no acumulado do ano e de 2,6% no acumulado de 12 meses.

Seis das oito atividades varejistas pesquisadas tiveram alta na passagem de outubro para novembro, com destaque para outros artigos de uso pessoal e doméstico (6,9%), móveis e eletrodomésticos (5%) e artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos e de perfumaria (2,8%), que foram beneficiados por promoções anunciadas em novembro.

Também tiveram alta os segmentos de hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (1,7%), tecidos, vestuário e calçados (1,7%) e combustíveis e lubrificantes (0,1%). Por outro lado, dois setores tiveram queda no volume de vendas: livros, jornais, revistas e papelaria (-1,9%) e equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (-0,2%).

O varejo ampliado, que também considera os segmentos de veículos e peças e de materiais de construção, teve crescimento de 1,5% de outubro para novembro. A alta foi menos intensa do que a do varejo por causa das quedas de 2,2% nos setores de veículos, motos, partes e peças e de 0,7% nos materiais de construção.

Na média móvel trimestral, o varejo ampliado teve queda de 0,1%, mas nas outras comparações teve alta: comparação com novembro (5,8%), acumulado do ano (5,4%) e acumulado em 12 meses (5,5%).

Da Agência Brasil

Município de Frei Miguelinho deve evitar festas enquanto salários estiverem atrasados

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou à prefeita de Frei Miguelinho que não realize festas que impliquem contratação de bandas, montagem de palco, iluminação ou outro gasto público enquanto a folha de pagamento de pessoal estiver em atraso, inclusive nos casos em que a inadimplência esteja atingindo apenas servidores comissionados e temporários.

Segundo a recomendação, a prefeitura deve cancelar ou rescindir qualquer processo licitatório, bem como não autorizar a realização de despesas com festas, confraternizações e eventos similares, sob pena de incidir em desvio de finalidade de recursos públicos. A prefeita deve ainda se abster de realizar transferências de recursos públicos para associações, clubes e outras entidades que tenham objetivo de realizar festas.

“Nos municípios com dificuldades financeiras, que sofrem com a carência de recursos públicos, se impõe ao administrador o dever de otimizar a alocação de recursos na satisfação das necessidades mais prementes da população. É fato público e notório que os servidores estão recebendo sua remuneração em atraso”, afirmou a promotora de Justiça Wanessa Kelly Silva.

Por fim, o poder público deve apresentar, em dez dias úteis, um calendário de pagamento dos servidores municipais ativos e inativos, efetivos ou contratados, referentes aos meses de novembro e dezembro de 2018. (Gerência de Jornalismo do MPPE | Imagem Reprodução Internet - Rádio Olho D'Água FM)

Secretaria de Saúde de PE abre seleção simplificada com 23 vagas para Regulação Estadual

Imagem: Divulgação/Reprodução 
Inscrições seguem até o dia 28.01. Cargos terão remuneração de R$ 3,6 mil

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) inicia nesta segunda-feira (14.01), e segue até 28.01, as inscrições dos interessados em participar da seleção pública simplificada de Apoiadores Institucionais de Regulação. Ao todo, estão sendo ofertadas 23 vagas, sendo 18 para a Central de Regulação Ambulatorial e 5 para a Central de Regulação Hospitalar. Desse total, 5% são destinadas a pessoas com deficiência. O edital foi publicado no último sábado (12.01) no Diário Oficial do Estado (www.cepe.com.br) e também está disponível no portal.saude.pe.gov.br.

As vagas de apoiadores de Regulação Ambulatorial estão espalhadas por todas as 12 Gerências Regionais de Saúde (Geres). Já as para Regulação Hospitalar estão fixadas na I Geres, com sede no Recife. Todas as funções cumprirão uma carga horária semanal de 40 horas. O salário é de R$ 3,6 mil.

As inscrições podem ser realizadas via Sedex, com aviso de recebimento,  ou presencialmente, nos endereços descritos no edital. No Recife, as inscrições presenciais devem ser realizadas no Complexo Regulador do Estado, localizado na antiga sede da SES (Praça Oswaldo Cruz, S/N, Boa Vista).

A seleção será feita por meio de avaliação curricular, de caráter classificatório e eliminatório para todas as funções. O resultado preliminar da seleção será divulgado em 14.02. Os recursos poderão ser realizados nos dias 15.02, 18.02 e 19.02. Já o resultado final sairá em 12.03.

O prazo de validade da seleção será de 24 meses, podendo ser prorrogado pelo mesmo período.

QUEM PODE PARTICIPAR: O apoiador de Regulação Ambulatorial precisa ter diploma ou declaração de conclusão de graduação superior em qualquer área, emitido por instituição oficialmente reconhecida, autorizada pelo órgão competente. Também é preciso ter certificado ou declaração de pós-graduação Lato Sensu ou Stricto Sensu em Saúde Pública ou Coletiva ou Regulação, emitido por Instituição oficialmente reconhecida, autorizada pelo órgão competente; ou diploma ou declaração de conclusão de graduação de bacharelado em Saúde Coletiva.

Já para Regulação Hospitalar há duas especificações. Em uma delas, é preciso ter diploma ou declaração de conclusão de graduação em Enfermagem, além de registro no conselho de classe e comprovante de experiência de, no mínimo, 12 meses em Central de Regulação Hospitalar. Também há vagas para quem tem diploma ou declaração de conclusão de graduação superior em qualquer área e comprovante de experiência de, no mínimo, 12 meses em Central de Regulação Hospitalar. As atribuições para cada cargo estão descritas no edital.

Do Governo de PE

quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

Receita Federal exclui 521 mil empresas devedoras do Simples Nacional

Foto: Pillar Pedreira / Agência Senado
A Receita Federal excluiu 521.018 micro e pequenas empresas que não quitaram os débitos com o Simples Nacional, regime especial de tributação para as pessoas jurídicas de menor porte.

Em setembro, 732.664 empresas haviam sido notificadas de débitos previdenciários e não previdenciários com a Receita e a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional. Quem não regularizou a situação foi excluído em 1º de janeiro.

As empresas excluídas devem R$ 14,46 bilhões ao Simples. Elas podem pedir a reinclusão no regime especial até 31 de janeiro, desde que quitem os débitos antes dessa data. A dívida pode ser paga à vista ou seguir o parcelamento ordinário, em até cinco anos, com pagamento de multas e juros.

A consulta à situação fiscal da empresa e os pedidos de regularização podem ser feitos por meio do Portal do Simples Nacional na internet.

Regime simplificado de pagamentos de tributos federais, estaduais e municipais, o Simples Nacional beneficia micro e pequenas empresas que faturam até R$ 4,8 milhões por ano.

Da Agência Brasil

Tesouro quita R$ 4,82 bi de estados e municípios inadimplentes em 2018

Foto: Reprodução / Pixabay
Em todo o ano passado, o Tesouro Nacional pagou R$ 4,82 bilhões em dívidas atrasadas de estados e municípios, informou hoje (15) o órgão. Do total, R$ 4,03 bilhões referem-se a débitos não quitados pelo estado do Rio de Janeiro, R$ 777,7 milhões dizem respeito a mais quatro estados (Minas Gerais, Goiás, Roraima e Piauí), e R$ 17,49 milhões deixaram de ser honrados pela prefeitura de Natal.

Apenas em dezembro, a União quitou R$ 613,95 milhões de pagamentos em atraso pelos entes subnacionais. Desse total, R$ 604,47 milhões cabem ao estado do Rio; R$ 9,48 milhões, ao estado de Roraima; e R$ 4,36 milhões, à prefeitura da capital do Rio Grande do Norte.

As garantias honradas pelo Tesouro são descontadas dos repasses da União aos estados e aos municípios. Ao longo do ano passado, no entanto, decisões do Supremo Tribunal Federal (STF) impediram a execução de algumas contragarantias do estado do Rio de Janeiro, que tem atrasado salários dos servidores e pagamentos a fornecedores.

Em relação aos demais estados inadimplentes, o Tesouro quitou garantias de R$ 553,1 milhões de Minas Gerais no ano passado, R$ 126,95 milhões do Piauí, R$ 64 milhões de Roraima e R$ 33,6 milhões de Goiás.

Com a adesão do estado do Rio ao pacote de recuperação fiscal, no fim de 2017, o estado pode contratar novas operações de crédito com garantia da União (nas quais o governo federal cobre atrasos em parcelas), mesmo estando inadimplente. Os demais governos locais enfrentam restrições para pegarem empréstimos com aval da União.

Goiás e Piauí estão impedidos de contrair empréstimos com garantia do Tesouro até setembro; Minas Gerais, até agosto; e Roraima, até dezembro. Para a prefeitura de Natal, o impedimento vai até 28 de dezembro de 2019.

Da Agência Brasil

Prefeitura de Surubim inicia colocação de gramado no Estádio Carlos Alberto de Oliveira

Imagem: Divulgação/Reprodução - Ilário Pio
Iniciamos uma importante etapa da reforma do Estádio Carlos Alberto de Oliveira: o plantio do gramado. O serviço foi iniciado na tarde da última quinta-feira (10) com a mistura de fertilizantes e adubos na areia. Posteriormente, as placas que totalizam 4.400m de grama serão colocadas. A Prefeitura de Surubim está requalificando um espaço que está no coração dos surubinenses com uma estrutura propícia à prática esportiva.

Da ASCOM SURUBIM

Ipea vê inflação em dobro para população de baixa renda

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil
Pressionada pelos aumentos nos preços dos alimentos e do reajuste dos aluguéis, o Indicador Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada) de Inflação por Faixa de Renda referente a dezembro do ano passado apontou inflação em dobro para classes de rendas mais baixas.

Divulgada hoje (15), pelo Instituto, o indicador mostra que as famílias de menor poder aquisitivo “foram as mais afetadas pela inflação de dezembro, embora a alta de preços tenha se intensificado em todas as classes”.

Segundo o levantamento, a inflação nos segmentos de renda mais baixa foi 0,21% ( com salário menor que R$ 900), mais que o dobro dos 0,9% verificados na variação de preços das classes mais ricas (maior que R$ 9 mil).

O Indicador Ipea de Inflação por Faixa de Renda, é calculado com base nas variações de preços de bens e serviços pesquisados pelo Sistema Nacional de Índice de Preços ao Consumidor (SNIPC), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A influência do aumento dos preços dos alimentos decorreu, sobretudo, do aumento dos preços de alimentos, principalmente produtos in natura como legumes, que chegaram a subir 9%; verduras (2,3%); frutas (3%); e carnes (2%). “Itens que pesam na cesta de consumo das classes mais baixas”, ressaltou o Ipea.

O Ipea avaliou que a alta de itens de vestuário, como roupas femininas (2,3%), e o reajuste de 0,5% nos preços dos aluguéis “também exerceram pressão maior sobre a inflação das camadas de renda mais baixa, anulando, inclusive, o alívio proporcionado pela deflação de 2% das tarifas de energia”.

Em contrapartida, O Ipea aponta a queda de 4,8% no preço da gasolina como “o principal fator de descompressão inflacionária nas faixas de renda mais alta, que também se beneficiaram, ainda que em menor proporção, da redução das tarifas de energia elétrica”.

A avaliação é que, em dezembro, a inflação das famílias mais ricas só não foi ainda menor devido aos aumentos das passagens aéreas (29,1%) e dos planos de saúde (0,8%).

No acumulado de 2018, a inflação cresceu em todos os segmentos de renda, resultado do aumento dos preços dos alimentos a partir do 2º semestre e, sobretudo, dos reajustes dos combustíveis e da energia elétrica entre junho e outubro.

Embora as famílias mais pobres tenham sofrido mais em dezembro, no acumulado de 12 meses a alta de preços neste segmento foi 3,5%, contra 3,9% nas faixas de renda mais alta.

Para a técnica de planejamento e pesquisa do Ipea, Maria Andreia Parente Lameiras, em dezembro, embora o Indicador Ipea de Inflação por Faixa de Renda tenha registrado uma aceleração no ritmo de crescimento dos preços em todas as classes, esta foi bem mais intensa nos segmentos de renda mais baixa.

Por: Agência Brasil

terça-feira, 15 de janeiro de 2019

93ª Festa de São Sebastião | Prefeitura de Surubim anuncia Gyl Masseta e Davi Firma

Imagem: Divulgação/Reprodução
Faltando 05 dias para o término da 93ª tradicional Festa de São Sebastião de Surubim, as especulações quanto às atrações encerraram na tarde desta terça-feira (15). As animações ficarão por conta de Gil Massêta e Davi Firma, conforme divulgado nas redes sociais da Prefeitura de Surubim. É incalculável a quantidade de postagens nas redes sociais com comentários negativos com relação as atrações contratadas.

Publicado em outubro de 2018, o Decreto Nº 052/2018  na sua ementa, estabelece medidas de contingenciamento, redução e de controle das despesas de custeio e de pessoal no âmbito da Administração Pública do município de Surubim e dá outras providências.

De 13 a 19/01 após a missa, acontecerão apresentações culturais na praça da igreja. Veja a programação:

13/01 – Liturgia Infantil;
14/01 – Grupo de Dança Stellar;
15/01 – Pedrinho Sanfoneiro;
16/01 – Eugênio Sá;
17/01 – Grupo de Dança Stella Duce e Balé Municipal de Surubim;
18/01 – Arrematação;
19/01 – Noé da Ciranda.

Com a realização da festa, um trecho de 650 metros da Avenida São Sebastião fica com trânsito de veículos interditado para a instalação de parques de diversões e barracas. Os condutores precisam seguir pela Rua Mário Estanislau e outras vias paralelas à avenida.

Da Redação (Negócios & Informes) / Correio do Agreste

Soft Academia contrata Professoras de Educação, do Infantil ao 4º Ano

Em Surubim, a Soft Academia está contratando Professoras de Educação, do Infantil ao 4º Ano. A profissional tem de ser formada em pedagogia com ou sem experiência. 

Interessadas, devem enviar o currículo até próximo dia 21/01, via e-mail: softacademia@hotmail.com ;  ou entregar  na recepção da Academia, que fica localizada na Rua João Batista, nº 311, Centro, Surubim.
Imagem: Divulgação/Reprodução (Negócios & Informes)
Da Redação (Negócios & Informes)

Atividade do Varejo fecha 2018 com crescimento de 2,8%, apontam CNDL/SPC Brasil

Imagem: Divulgação/Reprodução
É a maior alta registrada para o mês de dezembro desde 2014, no acumulado de 12 meses. Indicador confirma a tendência de retomada do setor varejista

Após um período de forte recessão no país, a atividade econômica segue em ritmo de recuperação. E no comércio varejista não tem sido diferente. É o que revela o Indicador de Atividade do Varejo, lançado este mês pela Confederação Nacional de Dirigentes (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). A sondagem aponta um crescimento de 2,8% nas consultas para vendas a prazo em 2018, na comparação com 2017. É a maior alta para o mês de dezembro desde 2014, quando houve um aumento de 2,2%.

O Indicador de Atividade do Comércio é construído a partir das consultas de CPFs e é um termômetro da intenção de compras a prazo por parte do consumidor, abrangendo os segmentos de supermercados, lojas de roupas, calçados e acessórios, móveis e eletrodomésticos.

O índice confirma a tendência de retomada do varejo, que segundo dados do IBGE relativos ao terceiro trimestre de 2018 mostram um avanço de 3,3% no PIB do comércio no acumulado de quatro semestres. Muito embora o volume de vendas do varejo não tenha alcançado os patamares anteriores à crise, os números começam a distanciar-se daqueles observados nos piores momentos.

“A melhora dos níveis de confiança e o clima de otimismo para uma retomada mais forte da economia ajudaram a impulsionar a atividade varejista. Mesmo considerando apenas uma parcela das vendas, aquelas feitas a prazo, o Indicador sugere avanço das vendas do varejo ao longo do último ano”, analisa a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti.

Do SPC Brasil

segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

Sesc inscreve para cursos de Cultura; Há vagas para Surubim

Imagem: Divulgação/Reprodução
Unidades de Arcoverde, Belo Jardim, Buíque, Caruaru, Garanhuns, Pesqueira e Surubim têm vagas para todas as idades. Entre os cursos, violão, teatro, balé, pintura, canto e dança

Estão abertas as inscrições para os cursos e oficinas de Artes do Sesc Pernambuco. Os interessados em participar devem procurar o Ponto de Atendimento das Unidades de Caruaru, Garanhuns, Arcoverde, Belo Jardim, Surubim e Buíque.

As aulas começam em fevereiro e há opções de cursos para crianças, adultos e idosos. Os preços, populares, variam de acordo com a linguagem escolhida. “É importante ressaltar o papel que o Sesc tem cumprido no campo da formação e da qualificação de artistas no Brasil, assim como a formação de públicos nas diversas faixas etárias”, afirma o gerente de Cultura do Sesc Pernambuco, José Manoel Sobrinho.

O Sesc Caruaru dispõe de vagas para o curso de Pintura em Tela. Ao final das aulas, as obras produzidas pelos alunos são expostas na Galeria Mestre Galdino. Nas Artes Cênicas, tem aulas de Teatro para Criança e Iniciação ao Teatro, além de Dança de Salão nos níveis Iniciante e Intermediário, e Violão para todas as idades.

Em Garanhuns, o Sesc tem vagas para Literatura, Teatro e Música. As turmas de Música estão divididas em Violão para Crianças, Violão para Jovens e Adultos, Técnica Vocal, Flauta para a Terceira Idade e Educação Musical para Crianças. As de Teatro são para Criança, Jovens, Adultos e Terceira Idade.

Já o Sesc Arcoverde oferece os cursos de Dança, com vagas para Baby Class, Balé Infantil e Balé Iniciante, Dança de Salão e Dança para Terceira Idade; de Teatro para Crianças, Teatro Iniciação, Teatro Avançado e para os grupos Pé de Vento e da Terceira Idade; e de Música, sendo Técnica Vocal, Musicalização Canto e o Coral da Terceira Idade; ou Violão, Musicalização Instrumentos e Prática em Conjunto.

No Sesc Belo Jardim, há inscrições para turmas de Literatura, novidade este ano, e Musicalização Infantil, Iniciação ao Violão Infantil e Violão para Jovens. Há ainda Iniciação em Teatro para Jovens, Teatro para Crianças e para a Terceira Idade e Teatro Intermediário para Jovens. Também tem Dança para Crianças e Terceira Idade e Dança Contemporânea e Brasileira para Jovens.

O Sesc Ler Surubim oferece vagas para os cursos de Teatro, sendo para Crianças, Iniciação ao Teatro e para o Grupo Proscênio, que se reúne há mais de 10 anos, promovendo atividades artísticas. Mas, para participar deste curso, o aluno precisa ter experiência teatral e idade superior aos 15 anos.

E no Sesc Buíque, as inscrições são para o Núcleo de Literatura. A Unidade promove encontros em que são discutidas obras importantes da literatura brasileira com o objetivo de despertar nos alunos o interesse pela produção literária.

Sesc - O Serviço Social do Comércio (Sesc) foi criado em 1946. Em Pernambuco, iniciou suas atividades em 1947. Oferece para os funcionários do comércio de bens, serviços e turismo, bem como para o público geral, a preços módicos ou gratuitamente, atividades nas áreas de educação, saúde, cultura, recreação, esporte, turismo e assistência social. Atualmente, existem 20 unidades do Sesc do Litoral ao Sertão do estado, incluindo dois hotéis, em Garanhuns e Triunfo. Essas unidades dispõem de escolas, equipamentos culturais (como teatros e galerias de arte), restaurantes, academias, quadras poliesportivas, campos de futebol, entre outros espaços e projetos. Para conhecer cada unidade, os projetos ou acessar a programação do mês do Sesc em Pernambuco, basta acessar www.sescpe.org.br.


Serviço: Inscrições para os Cursos de Cultura do Sesc
Local da inscrição: no Ponto de Atendimento das Unidades

Sesc Caruaru – Rua Rui Limeira Rosal, s/n, Petrópolis
Informações: (81) 3721.3967
Sesc Garanhuns – Rua Manoel Clemente, 136, Centro
Informações: (87) 3761.2658
Sesc Arcoverde – Av. Cap. Arlindo Pacheco de Albuquerque, 364, Centro
Informações: (87) 3821.0864
Sesc Ler Belo Jardim – Rua Pedro Leite Cavalcante, s/n, Cohab II
Informações: (87) 3726.1576
Sesc Ler Surubim – Rua Frei Ibiapina, s/n, São José
Informações (81) 3634.5280
Sesc Ler Buíque – Rua Projetada, s/n, Frei Damião
Informações: (87) 3855.2230

Da Assessoria

Pernambuco | 26 atividades ficarão fora do MEI; confira

Balanceador de pneusFoto: Divulgação
Os Microempreendedores Individuais (MEIs) do Estado precisam ficar atentos. A Resolução nº 143, de 11/12/2018, do Comitê Gestor do Simples Nacional altera a redação de algumas atividades do MEI, e suprime outros meios de atividade. Os empreendedores terão que informar no portal do Simples Nacional do Microempreendedor Individual (SIMEI) o desenquadramento do programa ou fazer as alterações necessárias. Com isso, terão uma nova carga tributária, mais pesada.

Entre as modificações da Resolução, está prevista a exclusão de 26 atividades integrantes da lista de ocupações do MEI como comerciante de extintores de incêndio independente e de fogos de artifício.[Confira a lista das 26 atividades ao fim do texto] Com a exclusão, os empresários desses setores irão migrar para a categoria de Microempresa (ME).

Só em Pernambuco, cerca de 5% do total de empreendedores dentro da categoria no estado serão impactados, o que corresponde a 12,5 mil empresários. Segundo a analista do Sebrae/PE, Priscila Lapa, as 26 categorias serão suprimidas e os empreendedores precisam entrar no Portal para ter acesso a essa informação e o processo pode ser feito durante o ano. “Não existe um canal de comunicação para informar isso e os que não optarem para não fazer isso agora, eles terão até o final do ano ou fazer de forma antecipada. Essa alteração impacta muito, ele pagará até no mínimo 6% a mais de impostos”, disse.

O empreendedor de uma das atividades excluídas da categoria pode permanecer como MEI em 2019, porém ele deve comunicar o seu desenquadramento no Portal do Empreendedor até o final do ano, para que em 2020 já não atue mais como MEI.

As ocupações que terão que realizar alterações no CNPJ sem sair do MEI são: proprietários de bar e os comerciantes de peças e acessórios para motocicletas e motonetas. Com isso o microempreendedor não deverá deixar de ser MEI, mas terá que fazer no Portal do Empreendedor a alteração no ramo da atividade até o dia 31 de janeiro deste ano para que permaneça recebendo os benefícios do Simples Nacional.

Nesses casos, Priscila Lapa conta que o empreendedor pode alterar a qualquer momento, e que não vai exigir muito dele. “Eles terão que fazer alteração da composição empresarial, da sua atividade. Mas isso é uma alteração simples feita pelo próprio Portal do Empreendedor”, disse.

Dúvidas
O Sebrae/PE está oferecendo orientações aos empreendedores que estiverem com dúvidas para realizar o processo. O empresário pode procurar a sede do órgão no bairro da Ilha do Retiro, de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h e poderá ser atendido por um contador, que vai auxiliar na alteração da categoria MEI para ME.

Atividades que não integram mais o MEI

- Abatedor de aves independente
- Alinhador de pneus independente
- Aplicado de agrícola independente
- Balanceador de pneus independente
- Coletor de resídios perigosos independente
- Comerciante de extintores de incêndio independente
- Comerciante de fogos de artifício independente
- Comerciante de gás liquefeito de petróleo (GLP) independente
- Comerciante de medicamentos veterinários independente
- Comerciante de produtos farmacêuticos homeopáticos independente
- Comerciante de produtos farmacêuticos, sem manipulação de fórmulas
- Confeccionador de fraldas descartáveis independente
- Coveiro independente
- Dedetizador independente
- Fabricante de absorventes higiênicos independente
- Fabricante de águas naturais independente
- Fabricante de desinfetantes independente
- Fabricante de produtos de perfumaria e de higiene pessoal independente
- Fabricante de produtos de limpeza independente
- Fabricante de sabões e detergentes sintéticos independente
- Operador de marketing direto independente
- Pirotécnico independente
- Produtor de pedras para construção, não associada à extração independente
- Removedor e exumador de cadáver independente
- Restaurador de prédios históricos independente
- Sepultador independente.

Da Folha de PE

Obra para implantação do Sistema de Esgotamento Sanitário de Surubim está na reta final

Interiorizar o saneamento básico tem sido o grande desafio do Governo de Pernambuco, que vem realizando obras para implantação de sistemas de esgoto em vários municípios. Por isso, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) comemora o início da operação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de Surubim, no Agreste, ainda em fase de testes, para coletar e tratar o esgoto nos primeiros bairros da cidade - Centro, São José, Salgado e Coqueiro - beneficiando 12 mil pessoas. A obra para construção do Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) de Surubim está 90% concluída, e para finalizar todo projeto, ainda falta implantar sete mil metros de rede coletora e cinco mil ligações intra domiciliares.

Imagens: Divulgação/Reprodução
Quando terminar essa fase, prevista para março, a Compesa irá ampliar o atendimento dos serviços de esgoto para mais 30 mil pessoas em Surubim. A obra já realizou a implantação de 60 mil metros de rede coletora e 110 mil metros de ramais de calçada, além de oito Estações Elevatórias (bombeamento) e a ETE, esta última, com a capacidade de tratar 50 litros de esgoto por segundo - suficiente para atender a população contemplada na primeira fase do projeto. Segundo o presidente da Companhia Pernambucana de Saneamento- Compesa, Roberto Tavares, “Surubim é mais uma cidade que terá a realidade do saneamento básico transformada em Pernambuco, a partir dos investimentos conquistados pelo governador Paulo Câmara”.

O diretor Técnico e de Engenharia da Compesa, Rômulo Aurélio, aproveita para esclarecer que, ao longo da execução da obra, a companhia encontrou maior dificuldade nas ruas centrais da cidade onde se concentram o comércio, bancos, órgãos públicos, feira livre e, consequentemente, um maior fluxo de pessoas.  “A infraestrutura dos bairros, com casas compartilhadas e a incidência de pisos dos mais diversos tipos dificulta um pouco a execução do serviço. Contamos com a colaboração da população para desempenhar o trabalho e preparar as residências para a coleta e o tratamento adequados dos resíduos domésticos”, explica.

De acordo com o diretor, a companhia tem recomendado à empresa executora da obra que as ações necessárias sejam planejadas e realizadas buscando minimizar os transtornos aos moradores. "Uma obra de engenharia sempre gera algum tipo de incômodo para a população, mas pedimos a compreensão de todos para essa fase temporária", argumenta Rômulo Aurélio, pontuando que os moradores têm sido informados das ações através de um trabalho porta a porta desenvolvido pela equipe social da Compesa. O diretor também lembra a importância de uma obra de esgoto para a saúde das pessoas. O projeto recebe um investimento de R$ 93 milhões, recursos do Governo do Estado, Compesa e Banco Mundial e é uma das ações que integram o Programa de Despoluição do Rio Capibaribe.

Da Assessoria

domingo, 13 de janeiro de 2019

Surubim | Emoção e alegria marcam formatura da segunda turma de Administração da Faculdade Duarte Coelho

Imagem: Divulgação / Monica Souza
A conclusão do curso superior é certamente um momento marcado por muita emoção e alegria. Familiares, professores e amigos puderam prestigiar, junto as formandas Fernanda Arruda, Isabel Fyamma e Rafaela Arruda (foto - E), esse momento de grande comemoração.

A colação de grau e baile de formatura da segunda turma do Curso Superior de Administração da Faculdade Duarte Coelho aconteceram no Angel Recepções. O cerimonial foi conduzido por Roberto Pessoa, e contou com os serviços do competente DJ Davidson. 

O editor deste blog, Luís Fernando Germano foi o paraninfo da turma. De acordo com trecho do discurso, foi um grande honra o convite . "Me sinto muito honrado pela lembrança e pela escolha de meu nome para ser paraninfo da turma. Muito obrigado por fazer parte deste momento tão especial na vida de cada uma das formandas." finalizou Germano.

A Faculdade Duarte Coelho é a única instituição de ensino que oferece este curso presencial na capital da vaquejada.










Imagens: Divulgação/Reprodução







Juros baixos e combustível caro aquecem vendas de motos

Quase 1 milhão de motos, que invadem as avenidas, foram
produzidas no polo de Manaus em 2018, até novembro, com
crescimento de 19% em relação ao ano anterior.
Foto: Lenadro Couri/EM/D.A Press
Um dos símbolos da expansão do aumento do consumo da classe C durante o início dos anos 2000, o mercado brasileiro de motocicletas viveu tempos difíceis na última década. As vendas caíram pela metade, afetadas pelo maior rigor dos bancos na liberação de crédito durante a crise e pelas bem conhecidas turbulências na economia.

Esse cenário, porém, parece ser agora apenas uma imagem no retrovisor. De acordo com os números mais recentes da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo), as 968.860 motos produzidas entre janeiro e novembro do ano passado representam 19% de aumento sobre a mesma referência medida na temporada anterior.

“Não chegávamos a esse patamar há anos”, diz o presidente da Abraciclo, Marcos Fermanian. Segundo ele, o ritmo produtivo apontava para uma alta de 10%, mas a recuperação da economia trouxe resultados melhores do que inicialmente se imaginava.

As cifras mostram que o mercado de duas rodas reencontrou a estrada do crescimento. Dos R$ 67,8 bilhões no faturamento do Polo Industrial de Manaus (PIM) — onde estão concentrados 98% da produção de motocicletas e bicicletas, com 14 empresas — mais de R$ 9 bilhões vieram das motos. Só em novembro foram entregues exatas 90.108 motocicletas, 8,4% acima do que se viu no mesmo mês de 2017, com 83.106 unidades.

Embora a grande estrela do setor tenham sido as exportações, 2018 foi um ano de retomada do mercado interno. Segundo os números divulgados pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), o setor fechou o ano passado com alta de 10,47% em relação a 2017, totalizando 940.362 unidades emplacadas.

Foi a primeira vez desde a crise de 2008 que o setor obteve um resultado positivo. “A queda da inadimplência trouxe, como consequência, uma maior oferta de crédito e o aumento de aprovação de fichas cadastrais para financiamentos de motocicletas, principalmente de baixa cilindrada, que representam a maior fatia do mercado”, afirma o vice-presidente da Fenabrave, Carlos Porto. “Outro fator que ajudou a puxar as vendas foi a participação do segmento de consórcios, que representa mais de 30% sobre os créditos concedidos”, completa

Para a Fenabrave, a previsão é de nova alta no setor de motos para este ano. A entidade aposta em expansão de 7,3% em 2019, enquanto no geral, incluindo automóveis, a Fenabrave acredita no avanço de 10,1% dos emplacamentos na comparação com 2018. “Tudo dependerá dos rumos a serem dados pelo novo governo, como a aprovação das reformas necessárias”, afirma Alarico Assumpção Júnior, presidente da Fenabrave. “A sinalização nesse começo do governo já se mostra positiva, com uma agenda de intenso trabalho proposta para os primeiros 100 dias.” 

Confira na íntegra, AQUI.

sábado, 12 de janeiro de 2019

Dólar cai pela 4ª semana e real é a moeda que mais se valoriza no mundo

Foto: Arquivo/Agência Brasil
Na visão de estrategista, os investidores ficaram 'otimistas demais' com o novo governo e o andamento das reformas não deve ser tão fácil como esperado

O dólar chegou em sua quarta semana consecutiva de queda, acumulando baixa de 5,12% nos últimos 30 dias. O real, por sua vez, é a divisa que mais se valorizou diante da moeda americana neste começo de 2019, considerando um ranking de 143 países preparado pela Austin Rating. Nesta sexta-feira (11), a moeda americana teve um dia de instabilidade, em dia de fraca liquidez, acompanhando o movimento do dólar no exterior, que subiu ante o euro e moedas de alguns emergentes, como o México e a Turquia, em meio a preocupações sobre o fechamento do governo americano, que já dura três semanas, a desaceleração da economia mundial e os rumos das conversas comerciais entre a Casa Branca e Pequim.

Pela manhã, o dólar chegou a superar os 3,72 reais, refletindo um fluxo de saída de recursos do país por conta de uma operação de uma grande empresa. O dólar à vista fechou o dia em alta de 0,16%, a 3,7135 reais.

Após a queda de 4% nas duas primeiras semanas de 2019, a dúvida é se o dólar tem fôlego para cair mais no Brasil nas próximas semanas. O estrategista para emergentes do banco de investimento americano Brown Brothers Harriman (BBH), Win Thin, avalia que melhora adicional do real será difícil até que ocorra “progresso concreto” nas reformas. Para o executivo, os investidores ficaram “otimistas demais” com o novo governo e o andamento das reformas não deve ser tão fácil como esperado. 

O banco alemão Commerzbank avalia que boa parte das perspectivas positivas com Bolsonaro já está nas cotações do câmbio e, portanto, só a implementação das medidas pode ajudar o dólar a cair mais. No curto prazo, o diretor da Wagner Investimentos, José Faria Junior, avalia que há espaço para o dólar subir “um pouco mais em meio ao movimento de correção técnica”. Para ele, caso a cotação fique entre 3,74/3,80 reais, pode ser um ponto que atraia vendedores da moeda, como importadores.

Na quarta-feira, Bolsonaro comemorou no Twitter o bom desempenho da Bolsa brasileira, que bateu recordes nesta semana. Ele atribuiu o desempenho ao otimismo com seu governo. “A Bolsa de valores atingiu mais uma máxima histórica. O cenário mundial somou-se ao otimismo no Brasil com o novo governo. Com saúde fiscal e liberdade econômica, vamos resgatar a confiança em nosso país!”

A avaliação dos especialistas em câmbio é que a dinâmica sobre a reforma da Previdência e o cenário internacional devem seguir ditando o comportamento do câmbio. Nesta sexta-feira, a novidade sobre a reforma foi a declaração do ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, de que na segunda-feira (14), o governo terá uma discussão preparatória sobre a reforma antes de apresentar a proposta para Bolsonaro, prevista também para a semana que vem.

Na avaliação do economista sênior para a América Latina da consultoria americana Continuum Economics, Pedro Tuesta, um dos riscos é que o governo, apesar do esforço do ministro da Economia, Paulo Guedes, só consiga aprovar uma versão desidratada das medidas para mudar a aposentadoria.

Por: Estadão Conteúdo

Acompanhe-nos no Facebook


Publicidade


!

!
!
!

!

!

!

!

!

!

!

!

!
!
!
!
!

!

!
!

Você é o Visitante:

Acessos em Tempo Real

Previsão do Tempo em Surubim

Blogs e Sites Parceiros

Curta Nossa FanPage - Muito Obrigado!

Internautas On Line

(81) 9925.8297 // negocioseinformes@gmail.com