© 2014 - Todos os Direitos Reservados ao Blog Negócios e Informes. Tecnologia do Blogger.

quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

Final do Miss Pernambuco acontece nesta quinta-feira (31); surubinense Alice Marianna concorre ao título

Alice Marianna é a candidata de Surubim 
na disputa (Imagem: Divulgação/Reprodução)
Nesta quinta-feira (31), vamos conhecer a mais nova Miss Pernambuco. A etapa final da 64ª edição do concurso acontece a partir das 20h no Teatro Luiz Mendonça, no Parque Dona Lindu, em Boa Viagem. O Miss Pernambuco 2019 traz como tema "Superação: A Trajetória de Frida Kahlo", e vai abordar elementos da história da pintora mexicana que se tornou uma das figuras mais representativas do século XX através da luta pelo direito das mulheres. A obra de Kahlo estará presente em diversos elementos do concurso, como no cenário e nas roupas usadas pelas candidatas na disputa pela coroa. A vencedora desta etapa vai representar Pernambuco no Miss Brasil 2019, que será sediado em São Paulo, no dia 9 de março.

As 18 candidatas passam quatro dias confinadas no Hotel Ramada, em Boa viagem, até o dia do concurso. No espaço, elas recebem aulas de postura, oratória e passarela. Além da beleza, esses serão justamente os pontos que os jurados irão avaliar. Segundo a organização do evento, o júri procura a candidata que seja autêntica, com opinião própria, carismática, que não se limite apenas à beleza física. A disputa acontece em duas fases. Das 18 jovens, apenas dez passam para a semifinal. Já para a decisão final vão cinco candidatas, e apenas uma sairá com a coroa e a faixa representando a conquista.

Alice Marianna Lima, de 19 anos (foto), representante da Capital da Vaquejada foi aclamada no dia 19 de janeiro, no Auditório Alexandrina Pessoa, no Edifício Natália Pessoa, em evento coordenado pelo cerimonialista e relações públicas Roberto Pessoa.


Do OP9 / Negócios & Informes

Caixa pretende vender subsidiárias de loterias, seguros e cartões

Foto: Tânia Rêgo/ Arquivo/ Agência Brasil
O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, informou nesta quarta-feira (30) que pretende vender todos os ativos que não fazem parte da atividade principal do banco. Segundo Guimarães, serão vendidas quatro subsidiárias do banco nas áreas de loterias, seguros, cartões e gestão de recursos (asset management).

Em evento do banco Credit Suisse para investidores, em São Paulo, Guimarães explicou que a ideia não é vender 100% da participação da Caixa, mas fazer uma abertura de capitais aos poucos.

Ele afirmou que pelo menos dois ativos serão vendidos ainda este ano e que o primeiro deve ser o de loterias. O presidente da Caixa destacou que, até junho de 2020, em uma previsão que ele mesmo considera conservadora, as quatro subsidiárias estarão com o capital aberto. Segundo Guimarães, a venda de subsidiárias ajudará a Caixa a pagar aportes da União no banco no total de R$ 40 bilhões.

O presidente da Caixa acrescentou que pretende abrir capital dos ativos nas bolsas de valores de São Paulo, a B3, e na de Nova York.

De acordo com Guimarães, o objetivo do governo com a venda de ativos é preparar a Caixa para o futuro. “Para que os próximos governos consigam ter uma Caixa mais sólida em termos de capital, mais rentável”, explicou.

Durante o evento, Guimarães disse também que a Caixa tem a meta de fazer R$ 100 bilhões em securitização (venda de direitos a receber) de crédito imobiliário, investir no mercado de maquininhas de cartão e cartão de crédito consignado.

Da Agência Brasil

BNB libera R$ 4,4 bilhões para Pernambuco em 2018

Ernesto Lima Cruz, superintendente do BNB em PernambucoFoto: Rafael Furtado / Folha de Pernambuco
O empresário pernambucano já voltou a investir, deixando para trás a crise e a desconfiança dos últimos anos. Pelo menos é isso que indica o saldo de contratações do Banco do Nordeste (BNB). É que o banco registrou 63,1 mil operações de crédito no Estado em 2018, liberando R$ 4,4 bilhões ao setor produtivo local através do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) - o maior volume de financiamentos da história do FNE e do BNB no Estado.

“Registramos o recorde de aplicações do FNE em Pernambuco. Saímos de R$ 1,3 bilhão em 2017 para R$ 4,4 bilhões em 2018. E o que motivou esse resultado foi a retomada da confiança do empresariado na possibilidade de sair da recessão”, revelou o superintendente do BNB em Pernambuco, Ernesto Lima Cruz, durante visita à Folha de Pernambuco nessa terça-feira (29). Ele veio com o gerente de negócios e assistente da superintendência, Marcelo Santos e Ana Paulo Amorim, respectivamente, para mostrar os bons resultados do banco ao diretor operacional da Folha, José Américo Góis. 

“Esses recursos vão repercutir na economia nordestina, principalmente na geração de emprego e renda, que é o que precisamos estimular em Pernambuco”, explicou Cruz. Ele contou que, dos R$ 4,4 bilhões financiados pelo FNE em Pernambuco, R$ 2,6 bilhões foram para os setores produtivos tradicionais - agronegócio, indústria, comércio e serviços. Já o outro R$ 1,8 bilhão foi para obras de infraestrutura. E, com isso, Pernambuco registrou o segundo maior volume de empréstimos do FNE em 2018, atrás apenas da Bahia. 

“Também superamos a meta de aplicações na área de atuação do banco. Saímos de R$ 16 bilhões para R$ 32,6 bilhões aplicados no Nordeste. Mas Pernambuco contratou três vezes mais que em 2017”, afirmou o superintendente, dizendo que essa alta fez com que todos os recursos do FNE que ficaram represados no BNB durante os anos de crise fossem tomados pelo setor produtivo em 2018. 

Com isso, o orçamento deste ano do FNE é de R$ 23 bilhões, dos quais R$ 3,2 bilhões estão reservados para Pernambuco - recurso que, se depender da confiança do empresariado estadual, será pouco, segundo Cruz. “Já temos demanda suficiente para esse orçamento. Nosso desafio, então, é atender a todos esses projetos”, revelou o superintendente, garantindo, porém, que se faltar dinheiro, o BNB pode aumentar a verba destinada a Pernambuco, remanejando recursos de estados que têm menos demanda.

Da Folha de PE

quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

Sesc Ler Surubim abre inscrições para o Grupo Raio de Sol

Imagem: Divulgação/Reprodução
Projeto voltado para idosos acima dos 60 anos tem encontros todas as segundas-feiras 

Estão abertas as inscrições para o grupo Raio de Sol, voltado para o público da terceira idade do Sesc Ler Surubim. Os encontros acontecem sempre às segundas-feiras, das 14h às 16h. Os interessados podem procurar o Ponto de Atendimento do Sesc Ler, que fica na Rua Frei Ibiapina, s/n, no bairro São José. As atividades de 2019 já começam na próxima segunda (4/2). Para a matrícula, é preciso apresentar cópias do RG e CPF, comprovante de residência e de renda e uma foto 3x4. 

O grupo é composto por 75 integrantes com mais de 60 anos de idade e tem como principal missão resgatar a autoestima e promover a independência dos idosos. Nas reuniões, eles participam de ações de lazer, cultura e saúde. São oficinas, aulas de dança, confecção de artesanato, excursões, palestras e atividades de saúde. “Todo o trabalho é acompanhado por uma equipe multidisciplinar, com profissionais das áreas de assistência social, educação e saúde, que auxiliam no estímulo das atividades motoras e mentais dos idosos”, explica Amanda Roberta de Souza, assistente social do Sesc Ler Surubim.

Terceira idade – O trabalho social do Sesc com os idosos é reconhecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) e tem como objetivo resgatar o valor social dos idosos, estimulando o desenvolvimento individual e coletivo da pessoa da terceira idade na sociedade. Além disso, promove a autoestima e integração deste público em diferentes ambientes e com pessoas da mesma idade e também de outras gerações, reconstruindo a autonomia do participante por meio de cursos, esportes e atividades.

Serviço: Inscrições para o Grupo Raio de Sol  
Local: Ponto de Atendimento do Sesc Ler Surubim – Rua Frei Ibiapina, s/n, bairro São José
Horário: das 8h às 12h e das 14h às 18h 
Início dos encontros: 04 de fevereiro de 2019, das 14h às 16h
Informações: (81) 3634-5280

Da Assessoria

Agreste Tex deve movimentar R$ 280 milhões em Caruaru

Imagem: Divulgação/Reprodução
As inscrições para a Agreste Tex são gratuitas e já podem ser feitas através do site oficial da feira

Em sua quarta edição, a Agreste Tex, feira de máquinas e serviços para o setor têxtil e de confecção do Agreste pernambucano, deverá movimentar mais de R$ 280 milhões e trará 300 marcas expositoras nacionais e internacionais para Caruaru entre os dias 19 e 22 de março. O evento teve sua última edição em 2016, no ápice da crise, e após o hiato de três anos, terá a sua maior edição em 2019, com 50% a mais de área. O valor do investimento da feira será superior a R$ 1 milhão e são esperadas mais de 10 mil pessoas de todo o Nordeste na exposição.

"Estamos muito otimistas para a Agreste Tex deste ano pois os participantes estão confiantes e há uma demanda reprimida desses três anos em que não fizemos a feira na região. Já temos delegações da Paraíba, Bahia, Rio Grande do Norte e Minas Gerais confirmadas. O polo de confecções de Pernambuco tem muito potencial, mão de obra em abundância e pessoas que já nascem com a confecção no DNA. A feira colocará à disposição dos profissionais e empresários o que há de mais tecnológico na área e permite que os negócios sejam fechados olho no olho", afirma o diretor-presidente do Febratex Group, Hélvio Pompeo Madeira.

O empresário destaca que a feira é a maior do segmento em todo o Nordeste e acontece em Caruaru pelo fato de a cidade ser uma das 23 que compõem o Polo de Confecções do Agreste, o segundo maior do país. "Durante os quatro dias da Agreste Tex, produtores, varejistas e pequenos empresário terão acesso às novidades nas áreas de fiação, tecelagem, beneficiamento, confecção e acabamento. Na exposição, eles poderão ver máquinas que custam de R$ 1,5 mil até R$ 12 milhões, para os micro e para os grandes empreendedores, e haverá ainda uma extensa programação com palestras e qualificações", completa Madeira.

As inscrições para a Agreste Tex são gratuitas e já podem ser feitas através do site oficial da feira: www.agrestetex.com.br. Os visitantes que fizerem seu credenciamento antecipado e comparecerem ao evento concorrerão a uma viagem para a Febratex 2020, em Blumenau/SC, considerada uma das mais importantes feiras têxteis do mundo. A feira é promovida pelo Febratex Group e patrocinada pelas empresas Avil, Makital e Vicunha Têxtil. O evento conta ainda com o apoio da ABIMAQ, Abit, ABTT, ACIT, ASCAP, Cativa, Denim School, NTCPE, SEBRAE, Sistema FIEPE, SENAI e Sinditêxtil Pernanmbuco. O evento será realizado no Polo Comercial de Caruaru.

Do Diario de PE

Promocional | Oficina do Ricardo realiza sorteio de troca de óleo

Imagem: Divulgação/Reprodução
A Oficina do Ricardo Auto Peças e Mecânica em Geral, em Surubim, prepara mais uma promoção para seus clientes. Dessa vez vai presentear um sortudo com uma troca de óleo (contando com até 4 litros de óleo e um filtro lubrificante)

Para participar é muito fácil, confira as regras:

1. Curta o Instagram da Oficina do Ricardo (clique AQUI);

2. Compartilhe essa imagem no seu storie;

3. Tire uma selfie com algum brinde da Oficina do Ricardo (vale tudo: boné, flanela, porta documentos, copo, adesivo ou qualquer objeto que tenha nossa marca) e publique no seu instagram com a #OficinadoRicardo.

Pronto, você já está participando. O sorteio será realizado no dia 23/02/2019!


terça-feira, 29 de janeiro de 2019

Banco do Brasil permite pagamento de IPVA pelo WhatsApp

Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil
O Banco do Brasil vai permitir que seus clientes façam o pagamento do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e outras taxas cobradas pelo Detran, diretamente pelo WhatsApp. A transação passou a fazer parte do rol de serviços de atendimento a clientes do banco por meio do aplicativo de mensagens instantâneas.

Para efetuar o pagamento do IPVA e outras taxas, incluindo multas de trânsito, o cliente do banco deve informar o código do Renavam, a placa do veículo e o CPF do proprietário. A utilização do WhatsApp como um canal de atendimento do BB requer o cadastramento prévio do telefone do cliente em suas informações cadastrais registradas no banco.

A operação, por enquanto, só está disponível nos estados do Maranhão, Pernambuco, Rio Grande do Sul e no Distrito Federal. Nos demais estados, o uso do WhatsApp deverá estar disponível nos próximos meses, após a adequação de sistemas das secretarias de Fazenda com a tecnologia do banco, informou a assessoria da instituição.

O atendimento pelo Whatsapp foi lançado para todos os clientes em setembro de 2018, com opção para 14 transações. Em dezembro, o BB foi o primeiro banco a permitir saque pelo WhatsApp. Com mais essa solução, já são 16 transações que podem ser realizadas pelo aplicativo de mensagens, incluindo rastreio de cartão, consulta de limite, extrato, saldo e fatura do cartão, poupança e conta-corrente, além de recargas de celular e transferências entre contas.

O banco informou que, em menos de quatro meses, já foram realizadas mais de 100 mil transações (financeiras e consultas) pelos clientes via WhatsApp. Os saques e transferências realizados por meio do aplicativo são limitados até R$ 300.

Como funciona
A solução alia o uso da inteligência artificial, por meio de chatbot (uma máquina que conversa com o cliente), e as mensagens são criptografadas de ponta a ponta. Para acessar o Banco do Brasil no WhatsApp é necessário salvar o telefone [+55] 61 4004 0001 no celular e iniciar uma conversa. O aparelho e o número do cliente precisarão estar cadastrados previamente.

Quando um serviço de informações, como solicitar um extrato de conta-corrente, for solicitado pelo cliente, um código de confirmação será enviado pelo banco via push ou SMS. Para as outras transações, os clientes também deverão digitar sua senha. Depois, o cliente receberá uma resposta confirmando a transação, tudo em texto. Se houver necessidade de atendimento humano, o cliente passará a ser atendido por um funcionário do BB.

A tecnologia de assistência virtual vem sendo utilizada pelo BB desde 2017, utilizando inteligência cognitiva. Segundo o banco, o chatbot responde por meio de uma linguagem natural e aprende constantemente com base nas interações dos usuários. "Após o lançamento do seu Assistente Virtual, o Banco do Brasil aumentou 71% suas interações com os clientes via mídias sociais", informou o BB.

Da Agência Brasil

BARRAGEM: Chuvas acendem alerta sobre problemas estruturais em Jucazinho

Engenheiro informou que construtora vai retomar imediatamente a obra e que será feito um cronograma para conclusão até julho de 2019

O clima chuvoso que se espera na região de Surubim, no Agreste de Pernambuco, chegou. Mas o que poderia significar alívio, na verdade acendeu um alerta. A dúvida é se a estrutura da barragem de Jucazinho aguentaria reter uma boa quantidade de água depois de entrar em colapso, em 2016. Dos 327 milhões de m³ de água que o reservatório pode armazenar, restam pouco mais de 3%. Ou seja, está quase voltando ao volume morto. Dezenas de peixes mortos se acumulam às margens da barragem. Uma situação que preocupa tanto quanto a falta de obras no paredão da barragem. Jucazinho é o maior reservatório para abastecimento humano do Agreste, e o terceiro maior de todo o estado.

Confira a íntegra da reportagem da TV Asa Branca clicando aqui

Fotos: TV Asa Branca/Reprodução
De acordo com um relatório sobre segurança em barragens, divulgado no fim de novembro de 2018 pela Agência Nacional de Águas (ANA), problemas estruturais foram identificados no local. Conforme consta no documento, entre os problemas estruturais identificados, foram observadas fissuras nos vertedouros laterais e nas ombreiras, e a bacia de dissipação não seriam capazes de sustentar a vazão de água do rio. A expectativa dos moradores da região é que as obras sejam concluídas e a barragem volte a ter segurança para operar. "Que dá medo, dá viu? Do que jeito que está aí, oferece risco. Agora, no momento, não, porque não está cheia. Mas com a chegada do inverno, pode ficar pior", disse Zenildo Cabral, que trabalha há mais de 20 anos em um bar que fica próximo de Jucazinho.

Para o corpo técnico do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), em um cenário de rompimento em jucazinho, o estrago poderia ser grande. Caso estivesse com o reservatório cheio, atingiria comunidades próximas como Xéu, Malhadinha e Salgadinho, além de que poderia se estender até o Recife. O relatório da ANA ainda apontou que o Dnocs não tem um plano de ação de emergência para o caso de uma possível tragédia e que a situação de risco da barragem já é conhecida pela diretoria geral desde 2004. Órgãos ligados ao Governo de Pernambuco também estão cientes da situação.

OBRAS

Em 2016, o Governo Federal, durante a gestão de Michel Temer, prometeu soluções. Um total de R$ 12 milhões seriam investidos. A previsão é de que as obras fossem entregues em junho de 2017, mas não há nada sendo feito no local atualmente. Na área onde seria feito uma espécie de tobogã para diminuir o impacto da água no solo no caso da barragem transbordar, tem apenas a estrutura formada por ferros. Em março de 2018, uma equipe de reportagem da TV Asa Branca entrou na estrutura interna do paredão de Jucazinho. Na época, um engenheiro do Dnocs explicou os reparos que estavam sendo feitos.

Sobre o motivo da paralisação das obras, o presidente da Comissão de Fiscalização das Obras de Recuperação da Barragem Jucazinho, Jackson Carvalho, explicou que alguns reparos foram feitos, mas a segunda etapa da obra que, segundo ele, começou em junho de 2018 e serviria pra dar segurança na hora em que a barragem verter, foi paralisada por ordem do Tribunal de Contas da União (TCU). Por meio de nota, o TCE informou que o assunto foi discutido em uma sessão plenária no último dia 23 de janeiro, e que a medida cautelar que suspendia a obra foi revogada. Sendo assim, o Tribunal autorizou a retomada das obras. Depois de tomar conhecimento da decisão do TCU, o engenheiro Jackson Carvalho destacou que a construtora vai retornar imediatamente a obra e que será feito um cronograma para conclusão até julho de 2019.

Do G1 - Por ANDERSON MELO, da TV Asa Branca

Associação Comercial e Industrial de Limoeiro empossa nova diretoria

Imagem: Divulgação/Reprodução
A nova diretoria da Associação Comercial e Industrial de Limoeiro (ACIL) tomou posse na noite da última sexta (25) para o biênio 2019-2020. A chapa composta por 13 sócios foi eleita por aclamação em outubro de 2018. Em seu primeiro discurso como presidente empossado, Alexsandro Aragão prometeu manter e buscar novas parcerias, enfatizando que pretende manter o alinhamento com a Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL).

Além de falar em fortalecimento do comércio e da indústria, o novo presidente também afirmou manter uma entidade imparcial. “Não vamos permitir política partidária na ACIL. Vamos seguir defendendo os anseios dos empresários”, citou. Seguindo o estatuto, o empresário Nilo Queiroz, eleito na chapa como tesoureiro, não assumiu o cargo, tendo em vista, ter assumido no início deste ano o comando da secretaria executiva de Indústria e Comércio de Limoeiro.

Presidente: Alexsandro de Souza Aragão
Vice: Roberto Alves da Silva
Secretário: Arnaldo Cavalcanti Aragão
Vice-Secretário: Danilo Vasconcelos Albuquerque
Tesoureiro: Carlos Henrique Lourenço de Araújo
Vice-Tesoureiro: José Nicolau Teixeira Neto
Diretor de Patrimônio: Pedro Adriano Souto Maior Veloso
Diretora Jurídica: Tarciana Maria Costa Magalhães Santana
Diretor de Relações Públicas: Adelino Francisco dos Santos Júnior
Conselho Fiscal: Alessandro Machado Negromonte, James Ataíde de Morais Filho e João Moura Cavalcanti
Suplente do Conselho Fiscal: Adriano Vitor Paulino da Silva

Do Blog do Agreste

Mercado reduz projeção de crescimento da economia para 2,5% em 2019

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Instituições financeiras, consultadas pelo Banco Central (BC), reduziram a projeção para o crescimento da economia, neste ano e em 2020. A projeção para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) – a soma de todos os bens e serviços produzidos no país – foi ajustada de 2,53% para 2,50%, em 2019.

Para o próximo ano, a expectativa caiu de 2,60% para 2,50%. Em 2021 e 2022, a projeção segue em 2,50%. Essas são as previsões de instituições financeiras consultadas pelo BC todas as semanas sobre os principais indicadores econômicos.

A inflação, calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), deve ficar em 4% este ano. Na semana passada, a projeção para o IPCA estava em 4,01%. A estimativa segue abaixo da meta de inflação (4,25%), com intervalo de tolerância entre 2,75% e 5,75%, este ano.

Para 2020, a projeção para o IPCA segue em 4%, há 82 semanas seguidas. Para 2021 e 2022, a estimativa permanece em 3,75%.

A meta de inflação é 4%, em 2020, e 3,75%, em 2021, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para os dois anos (2,5% a 5,5% e 2,25% a 5,25%, respectivamente).

O BC usa como principal instrumento a taxa básica de juros, a Selic, atualmente em 6,5% ao ano, para alcançar a meta da taxa inflacionária.

De acordo com o mercado financeiro, a Selic deve encerrar 2019 em 7% ao ano e continuar a subir em 2020, encerrando o período em 8% ao ano, permanecendo nesse patamar em 2021 e 2022.

O Comitê de Política Monetária (Copom) aumenta a Selic para conter a demanda aquecida, e isso causa reflexos nos preços porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança. Quando o Copom diminui a Selic, a tendência é que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, reduzindo o controle da inflação.

A manutenção da taxa básica de juros indica que o Copom considera as alterações anteriores suficientes para chegar à meta de inflação. A previsão do mercado financeiro para a cotação do dólar permanece em R$ 3,75 no final deste ano, e em R$ 3,78, no fim de 2020.

Da Agência Brasil

segunda-feira, 28 de janeiro de 2019

João Alfredo vivencia Semana de Prevenção da Gravidez na Adolescência

No período de 28 de janeiro a 07 de fevereiro, o município de João Alfredo vivencia a I Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência, tendo como tema: “Gravidez na adolescência não é brincadeira”. Coordenada pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SDSDH), a programação contará com palestras, abordagens rodas de diálogo, reuniões, capacitações, além de divulgações nas redes sociais.

O evento terá o apoio das secretarias municipais, Unidades Básicas de Saúde (UBS), escolas, CRAS, CREAS, Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), Conselho Tutelar e Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente. De acordo com a SDSDH, as ações serão realizadas na sede e nas comunidades rurais. A I Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência terá como público alvo, em especial, as adolescentes de João Alfredo, porém, as famílias também serão convidadas para participar das atividades.

A Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, por meio do CRAS, realizará palestras na escola Novo Horizonte e com grupos do PAIF, abordando o tema; o CREAS organizará palestras na Escola Nossa Senhora Auxiliadora e com os públicos do Programa do Leite e do Cadúnico; O Programa Criança Feliz fará buscas ativas e convite para participação dos grupos do PAIF.

A Secretaria de Saúde promoverá atividades nos “postos de saúde” junto ao NASF sobre a temática. Os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) farão busca ativa e convite para os adolescentes participarem de palestra na Escola Jarina Maia. O COMDICA, NUCA e Conselho Tutelar ficarão com a articulação dos adolescentes do NUCA e capacitação sobre a temática. Do Blog do Agreste (Imagem | Divulgação)

Arrumadinho do Lério é campeã do Campeonato Municipal de Futebol de Campo Amador de Surubim 2018 - 2ª Divisão

Aconteceu na manhã desse domingo a Final do Campeonato Municipal de Futebol de Campo Amador de Surubim 2018 - 2ª Divisão


A competição teve participação de 18 equipes surubinenses.

Representando as comunidades rurais e os bairros da cidade, foram cerca de 450 atletas envolvidos, disputando o título e o acesso à 1ª divisão.

A final foi decidida entre as esquipes do Arrumadinho do Lério e a Portuguesa dos Pinhões, que, depois de um empate em 1 a 1, levaram a decisão para os pênaltis, nos quais a equipe do Arrumadinho saiu campeã.

Com o resultado final, subiram de divisão o Palmeiras de Lagoa Nova, o Grêmio Esportivo São José, o Arrumadinho do Lério e a Portuguesa dos Pinhões.

Durante as premiações, uma homenagem foi prestada ao árbitro Willam Giliard, conhecido como Bagage.

Após o seu falecimento precoce, a Secretaria de Juventude e Esportes dedicou o campeonato a ele por ter sido um ícone da arbitragem surubinense e ter contribuído com o futebol amador do município.

Imagens: Divulgação/Reprodução
Da Ascom Surubim

Adesão ao Simples Nacional pode ser feita até esta quinta

Para aderir ao Simples Nacional, empresários precisam
acessar o portal
Foto: Divulgação
As empresas que pretendem optar pelo Simples Nacional em 2019 devem se apressar, porque o prazo para aderir ao regime tributário encerra na próxima quinta-feira (31). O prazo também vale para os empresários que foram excluídos da modalidade, e pretendem regularizar a situação. O Simples é um regime especial de tributação para as microempresas, empresas de pequeno porte e médias empresas criado em 2006, para facilitar o recolhimento de contribuições. 

Entre as empresas que devem aderir ao Simples Nacional estão as que contam com débitos com o regime, ou as que foram excluídas por conta de pendências financeiras. 

Em setembro de 2018, cerca de 732 mil empreendedores haviam sido notificados por conta de débitos tributários e previdenciários e não previdenciários com a Receita Federal e a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional. Posteriormente, no último dia 15, a Receita Federal excluiu 521.018 empreendedores do regime por não terem quitado os débitos com o Simples Nacional, e estavam devendo mais de R$ 14 bilhões.


As empresas podem voltar ao regime tributário desde que quitem os seus débitos antes do dia 31 de janeiro. A dívida pode ser paga à vista ou seguir um parcelamento ordinário, em até cinco anos, recebendo o acréscimo de multas e juros. Segundo a auditora fiscal da Receita Federal, Conceição Jacó, é importante que os empresários que estão com débitos se regularizem para ter direito aos benefícios do Simples. “As pessoas que estão com débitos precisam se regularizar, se tem um débito com qualquer órgão público elas devem fazer com antecedência o pagamento dos débitos através da cota única ou da parcelada, e entrar no Simples. É fazer a quitação, não perder os benefícios e não ter prejuízo”, disse. 

Conceição Jacó destacou também que os benefícios que o Simples concede a uma empresa são fundamentais para o andamento da mesma. “São muitas importâncias em estar no Simples, entre elas está a unificação dos impostos, reduzindo os tributos, a possibilidade de concorrer a uma licitação pública e facilidade nos financiamentos”, contou. Para aderir ou retornar ao Simples, o empresário precisa acessar o Portal do Simples Nacional para solicitar o enquadramento. 

Outra obrigação que o Microempreendedor Individual que já faz parte do Simples deve cumprir está no envio da Declaração Anual do Simples Nacional (DASN), até o dia 31 de maio para o Portal do Empreendedor. 

Segundo o Secretário de Trabalho Emprego e Qualificação, Alberes Lopes, é importante que o empreendedor envie a declaração para comprovar os gastos do último ano. “A importância dessa declaração é de não levar multa, ele pode ser prejudicado, podendo ficar sem fazer empréstimos por exemplo. Essa declaração confirma os gastos”, disse. 

Na declaração deve ser informado o faturamento bruto de 2018, o que corresponde ao valor total das vendas de mercadoria e prestação de serviço, sem descontos. Caso não respeite o prazo, o empreendedor estará sujeito a pagamento de multa a partir de R$ 50, e terá dificuldades para conseguir empréstimos, certidões negativas, entre outros. 

Atualmente, mais de 12,3 milhões de empresas são optantes pelo Simples Nacional em todo o Brasil, sendo mais de 345 mil somente em Pernambuco. A Secretaria de Trabalho Emprego e Qualificação está dando suporte aos empreendedores que irão fazer o envio da declaração e a Jucepe fará palestra do dia 30.

Da Folha de PE

domingo, 27 de janeiro de 2019

Investimentos no Tesouro Direto superam resgates em dezembro

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Os investimentos em títulos do Tesouro Direto chegaram R$ 1,88 bilhão, em dezembro de 2018. Durante o mês, os resgates somaram R$ 1,09 bilhão (recompras) e venda líquida de R$ 790,35 milhões. O estoque fechou em R$ 54,23 bilhões, um crescimento de 2,02% com relação ao mês anterior, de R$ 53,16 bilhões. As informações foram divulgadas hoje (25) pela Secretaria do Tesouro Nacional.

No ano de 2018, o número total de operações foi de 2,68 milhões, uma média de 224 mil operações por mês, um recorde do programa. Em 2017, foram 2,17 milhões de operações, uma média 181 mil por mês.

Em dezembro, foram realizadas 210.767 operações de até R$ 1 mil, o que representa 63,13% do total de operações no mês, o maior percentual da série histórica. Além disso, o valor médio por operação foi de R$ 5.638,97, o menor desde julho de 2018.

O título mais demandado pelos investidores em dezembro foi o Tesouro Selic, representando 49,8% das vendas, com R$ 937,63 milhões. Em seguida, as vendas de títulos remunerados por inflação (Tesouro IPCA+ e Tesouro IPCA com Juros Semestrais) somaram R$ 570,74 milhões, ou 30,32% do total, enquanto as de prefixados (Tesouro Prefixado e Tesouro Prefixado com Juros Semestrais), totalizaram R$ 374,24 milhões, ou 19,88%.

Nas recompras, predominaram os títulos remunerados por índices de preços (Tesouro IPCA e Tesouro IPCA com Juros Semestrais), totalizando R$ 441,39 milhões (40,41%), seguidos por títulos indexados à Taxa Selic, que somaram R$ 458,06 milhões (41,94%), e R$ 192,34 milhões (17,61%) em prefixados.

Quanto ao prazo, 54,69% dos investimentos realizados no mês foram de títulos com vencimento entre 1 e 5 anos. Os investimentos em títulos com prazo entre 5 e 10 anos responderam por 25,83% do total, enquanto as aplicações em títulos com vencimentos acima de 10 anos representaram 19,48%.

No ano de 2018, os títulos com vencimento entre 1 e 5 anos corresponderam a 45,82% do total. Em seguida, os títulos com vencimento entre 5 e 10 anos tiveram participação de 22,90%, seguidos pelos títulos com vencimento acima de 10 anos, com 20,27% do total no ano.

Confira na íntegra, clique AQUI!

Carnaval 2019 | Prefeitura de Surubim abre inscrições para blocos, troças e agremiações

(Foto: Reprodução/ Divulgação)
A Prefeitura de Surubim abre nesta segunda-feira (28), as inscrições para os blocos, troças e agremiações carnavalescas que pretendem participar do carnaval de Surubim 2019. 

As inscrições serão realizadas de 28 de janeiro a 01 de fevereiro, nas diretorias de Turismo e Eventos, que ficam localizadas no antigo CVT, em cima do auditório Nelson Barbosa, das 8h às 13h. Tanto para as troças quanto para os blocos, são exigidas documentações para a efetivação das inscrições.

TROÇAS - Histórico da troça
- RG e CPF do presidente ou responsável
- Comprovante de residência

BLOCOS - Projeto para realização do carnaval do bloco
- RG e CPF do presidente ou responsável
- Cópia da Ata da eleição da diretoria da agremiação
- CNPJ
- Estatuto da agremiação

Da ASCOM Surubim

sábado, 26 de janeiro de 2019

Jucazinho, em Surubim, está entre as 45 barragens em risco no país

Preocupação só não é maior porque reservatório tem
ficado com água abaixo da sua capacidade
e o nível vem sendo monitorado
 (Foto: Aluisio Moreira / Divulgação)
Rompimentos de barragens no Brasil, tal como aconteceu com a de Brumadinho ontem, em Minas Gerais, têm sido tragédias anunciadas. O último Relatório sobre Segurança de Barragens, divulgado no fim de novembro do ano passado pela Agência Nacional de Águas (ANA), listava pelo menos 45 barragens com grande risco de rompimento, quase o dobro do número registrado no ano anterior. Em Pernambuco, Jucazinho, em Surubim, é a única no documento em situação de alerta de risco. 

O problema é que Jucazinho é o maior reservatório para abastecimento humano do Agreste, com capacidade para armazenar mais de 327 milhões de metros cúbicos de água, e o terceiro do estado. Segundo o corpo técnico do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), num cenário de rompimento de Jucazinho, o estrago poderia se propagar até o Recife com o reservatório cheio, mas o volume atual é de apenas 3,2% de sua capacidade diminuindo o risco de tragédia. 

De acordo com o relatório, entre os problemas estruturais importantes identificados em Jucazinho, que impactam na segurança do reservatório, foram observadas fissuras nos vertedouros laterais e nas ombreiras e a bacia de dissipação não é capaz de sustentar a vazão de água do rio. Ou seja, em períodos de chuvas intensas, há grande possibilidade de rompimento da barragem. O relatório também identificou que o Dnocs não tem Plano de Ação de Emergência para o caso de uma possível tragédia e que a situação de risco da barragem já é conhecida pela diretoria-geral do Dnocs desde 2004, inclusive com a demonstração de dados de engenheiros da própria autarquia. Outros órgãos também estão cientes da situação de Jucazinho como a Compesa, a Secretaria estadual de Recursos Hídricos e a Agência Pernambucana de Águas e Climas (Apac), responsável pela fiscalização. 

A situação, não apenas de Jucazinho como de outras barragens em situação de risco, chegou a ser debatida, no fim do ano passado, em audiência pública pelo Senado Federal. A ideia era buscar uma alternativa para colocar em prática a Política Pública Nacional de Segurança de Barragens, já que, segundo o mesmo documento, apenas 24% do orçamento do país disponível para segurança das barragens foram usados e apenas 3% das estruturas são vistoriadas por ano. Ou seja, na maioria dos casos, baixo nível de conservação, insuficiência do vertedor e falta de documentos que comprovem a estabilidade da barragem estão entre os principais responsáveis por tragédias. 

O Relatório de Segurança de Barragens também obriga que os donos dos equipamentos e os órgãos fiscalizadores tenham um plano de ação emergencial para casos de acidentes e incidentes. “Os órgãos brasileiros não têm a cultura da manutenção e conservação das estruturas de engenharia. E o melhor remédio para evitar tragédias é a prevenção, inspeções rotineiras que detectem falhas para impedir o progresso delas e a correção a tempo hábil. A avaliação em conjunto das barragens com riscos altos mostra que 222 barragens (ou 30%) são de entidades públicas, das quais 71 delas pertencem ao Dnocs, 25 à Secretaria estadual de Infraestrutura da Paraíba, 21 à Compesa, 21 à Secretaria estadual de Meio Ambiente do Rio Grande do Norte e 15 ao Incra. As ações de acompanhamento, fiscalização e recuperação devem ser priorizadas junto a esse grupo”, disse a coordenadora de Regulação de Serviços Públicos e da Segurança de Barragens da Agência Nacional de Águas (ANA), Fernanda Laus. 

Sobre Jucazinho, o Dnocs informou que parte das obras de recuperação já foram implementadas, “mas ainda não finalizadas”, por isso ela ainda consta na lista das que mais preocupam. No entanto, o corpo técnico da autarquia afirmou que apenas 8% da obra avançou até agora. A recuperação de Jucazinho prevê um investimento de R$ 28 milhões. “É importante destacar, antes de tudo, que todas as inspeções previstas na Lei de Segurança de Barragens são realizadas sistematicamente pelo Dnocs nas 327 barragens sob responsabilidade do órgão. Para os 23 barramentos inseridos no Projeto de Integração do São Francisco de execução física, por exemplo, são aproximadamente R$ 267 milhões de recursos federais assegurados para a recuperação e modernização dessas estruturas. Já por meio do Programa de Reabilitação de Barragens (PROSB), mais R$ 60 milhões da União também foram disponibilizados para intervenções em outros barramentos”, disse em nota a comunicação do Dnocs. 

Questionado, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) disse estar “analisando o tema, que envolve diversos setores Institucionais, como Meio Ambiente, Patrimônio Público e Cidadania. Além disso, algumas barragens contidas no Relatório da ANA são federais, sendo atribuídas ao Ministério Público Federal (MPF)”.

Este é o segundo documento produzido pela agência desde o acidente com a barragem de Fundão, administrada pela Samarco, no município de Mariana, Minas Gerais. O objetivo era o de priorizar as barragens que mais apresentavam comprometimento de sua segurança, tanto para ações de fiscalização como para investimentos em manutenção e recuperação.

Do Diario de PE

Começa o prazo para a declaração anual do MEI

Foto: SEBRAE MG
Já começou o prazo para entrega da Declaração Anual do Simples Nacional (DASN) do Microempreendedor Individual (MEI).  A afirmação foi repassada na palestra "MEI: para começar bem". O evento, que acontece semanalmente no auditório da Junta Comercial de Pernambuco (Jucepe), é realizado pelo Expresso Empreendedor do Recife, da Secretaria de Trabalho, Emprego e Qualificação.

Na DASN, o microempreendedor precisa informar o faturamento bruto do ano anterior (2018), isto é, o valor total das vendas de mercadoria e prestação de serviço (em dinheiro, cheque e cartão), sem descontar nenhuma despesa. "O empreendedor deve respeitar o prazo, pois a não apresentação da declaração anual no tempo hábil implica em pagamento de multa, fora as dificuldades para conseguir empréstimo para empresa, certidão negativa, dentre outros, por exemplo", ressaltou Rafaela Airola, supervisora da Unidade do Expresso Empreendedor no Recife.

Os empresários que não entregarem a declaração até as 23h59 do dia 31 de maio serão penalizados com uma multa no valor mínimo de R$ 50. O MEI que deseja ficar em dia com a Receita Federal poderá enviar as declarações de faturamento que estiverem em atraso, mas por tempo limitado. É uma obrigação crucial do MEI" afirmou o palestrante Luis Alencar, contador e consultor do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Saber a intenção no mercado é muito importante e através da palestra temos a possibilidade de aumentar nossos conhecimentos e tomar um norte para evitar decisões erradas que afetem nossa saúde financeira?, contou o autônomo Juliano Pereira.

A próxima palestra destinada aos Microempreendedores Individuais será na quarta-feira, 30 de janeiro, no auditório da Jucepe, das 9h às 11h. Os interessados podem se inscrever no local (Rua Imperial, 1600) ou antecipadamente pelo telefone (81) 3182-2800.

Da Assessoria

Índice de Confiança do Consumidor avança pelo quarto mês em janeiro

Foto: EBC
O Índice de Confiança do Consumidor, medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), avançou 3,6 pontos de dezembro para janeiro e atingiu 96,6 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos. Essa foi a quarta alta consecutiva do indicador, que atingiu o maior nível desde fevereiro de 2014 (97,3 pontos).

O índice está 8 pontos acima de janeiro do ano passado. Em janeiro, os consumidores melhoraram suas avaliações tanto sobre a situação atual e quanto em relação às expectativas para os próximos meses.

O Índice de Situação Atual, que mede a confiança no presente, subiu 1,2 ponto, para 76,8 pontos, mantendo a trajetória de alta pelo terceiro mês consecutivo e atingindo o maior nível desde maio de 2018 (77,2). O componente de satisfação com a situação econômica no momento subiu 2,4 pontos, já a satisfação com a situação financeira das famílias ficou estável.

O Índice de Expectativas, que mede a confiança nos próximos meses, avançou 5,1 pontos, passando para 110,7 pontos, o maior valor desde junho de 2012 (111,8 pontos). O componente de situação financeira das famílias nos próximos meses subiu 7,4 pontos, enquanto o componente de situação da economia no futuro cresceu apenas 3,8 pontos.

Da Agência Brasil

Casinhas | Gegê Bismarck anima tradicional Festa de Oratório que acontece neste sábado (26)

O talentoso e carismático cantor campinense Gegê Bismarck é a grande atração musical da tradicional Festa de Oratório, no município de Casinhas, que acontece na noite deste sábado, dia 26 de janeiro, a partir das 22h, em praça pública. O evento conta com o apoio total da Prefeitura de Casinhas. Um show imperdível! Vem curtir com a gente!
Imagem: Divulgação/Reprodução Internet
Do Mais Casinhas

sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

Oficial | Manduri Park Show divulga premiação de mais de 200 MIL e shows gratuitos com Bonde do Brasil, Edyr Vaqueiro e Davi Firma

Imagem: Divulgação/Reprodução

O Manduri Park Show, localizado no município de Surubim, Agreste Setentrional de Pernambuco, promoverá a 6ª Grande Vaquejada. O evento acontece de 04 a 07 de abril de 2019, a premiação será mais de 200 mil.

A animação ficará por conta de Bonde do Brasil, Edyr Vaqueiro e Davi Firma. A produção do Parque reforça que os shows serão totalmente gratuitos, porém, será preparado uma área vip, com mais conforto e comodidade. O preço para área vip será R$25,00. 

Acompanhe a página Oficial do Manduri Park Show, clique AQUI.

Da Redação (Negócios & Informes)

Acic tem nova diretora executiva

Imagem: Divulgação/Reprodução
O ano começou repleto de novidades na Associação Comercial e Empresarial de Caruaru (Acic). A administradora Carolina Campos é a nova diretora executiva da Acic. Atuando há mais de 10 anos na área comercial e administrativa de indústrias, multinacionais, agentes de integração e entidades de classe, a profissional chega para agregar sua vasta experiência ao corpo funcional da Acic.

“A Acic conta com forte engajamento de empresários dos diversos segmentos de Caruaru e região e se tornou uma referência para as associações do País inteiro. Trabalhar com foco nos resultados esperados pela nova gestão é o desafio da direção executiva que assumo com comprometimento para desempenhar minha função da melhor maneira possível”, afirma Carolina Campos.

Formada em Administração pela Faculdade de Ciências Humanas (Esuda), ela é pós-graduada em Planejamento e Gestão Organizacional pela Faculdade de Ciências da Administração de Pernambuco (FCAP) e cursa pós-graduação em Gestão de Pessoas e Relações Trabalhistas pelo Centro Universitário do Vale do Ipojuca (Unifavip – Wyden).  Em Caruaru, atuou como gerente regional da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (Fiepe) e do Instituto Euvaldo Lodi (IEL).

Da Assessoria

Calcinha Preta e Maria Clara estão na programação da festa de Bom Jardim

Foto: Divulgação/Reprodução Instagram
A prefeitura de Bom Jardim divulgou nessa quarta-feira (23) as atrações que vão animar a tradicional Festa de São Sebastião. A programação artística contempla os dias 26 e 27 de janeiro, e primeiro e 02 de fevereiro. Todas as apresentações acontecerão no pátio de eventos da cidade, a partir das 22h. No sábado (26) tem Maria Clara, Gleydson & Henrique e DJ Hevin. No domingo (27) será a vez da Banda Sedutora e Marcílio Arruda. Já na sexta (01), a noite será dedicada ao Brega com os shows de Conde Só Brega, Os Reginaldos e Ademir Galeno. Finalizando, no sábado (02) foram confirmados Kiko Chicabana e a Banda Calcinha Preta (foto). 

Do Blog do Agreste

Saneamento Básico | Além de transtornos, obras da Compesa trazem risco à saúde e prejuízo financeiro para moradores de Surubim

Morador observando atento um “reparo” feito por operários
da empresa terceirizada, contratada pela Compesa, na
Rua Severina Irene da Silva, Centro, Surubim.
Foto: Lulu/Surubim News
Recentemente, denúncias de moradores da Rua Severina Irene da Silva (o popular, Beco da Coreia), despertaram atenção e revolta em grande parte da população de Surubim. Tudo motivado por serviços mal feitos da empresa terceirizada ligada às obras de saneamento da Compesa, que culminaram na contaminação da água voltada à utilização caseira.

O fato – muito grave por sinal! –, possibilita o pedido de indenizações àqueles que se sentiram lesados e, mais do que isso, trouxe à tona sérios ricos à saúde. Algo inadmissível!

Vale frisar que a lamentável ocorrência, já foi registrada também em outros locais, como em vias do bairro São José (Cascão). Indicando assim que o problema é recorrente.

Mediante tal situação, é preciso exigir das autoridades fiscalizações eficientes e melhorias imediatas, não abrindo mão de eventuais denúncias. Pois estamos enfrentando uma infraestrutura urbana muito aquém da ideal. Que tende a continuar nas mesmas condições precárias por meses a fio, talvez anos.


Do Surubim News (Luiz Carlos Mota)

quinta-feira, 24 de janeiro de 2019

Governo de Pernambuco prepara Plano de Conservação das rodovias estaduais

Foto: Divulgação/Reprodução
Em elaboração pela Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos, documento vai trazer diagnóstico e proposições para a malha viária estadual

O Governo de Pernambuco está preparando um Plano de Conservação para as rodovias estaduais. Em elaboração pela Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos juntamente com o Departamento de Estradas e Rodagem (DER), o documento prevê o diagnóstico das condições de trafegabilidade da malha viária e proposições para os serviços de manutenção nas vias. Nesta quinta-feira (24/1), a titular da pasta e engenheira civil, Fernandha Batista, esteve em Arcoverde, no Sertão, onde se reuniu com a equipe do DER responsável pelos distritos rodoviários para tratar das especificações e alinhamentos técnicos, a fim de garantir uniformidade no tratamento dos dados.

Atualmente, Pernambuco conta com cerca de 10 mil km de rodovias estaduais. Dessas, cerca de 5 mil km são pavimentadas. O Plano tem o intuito de garantir adequadas condições de trafegabilidade e segurança para a população e deve ser finalizado até o dia 28 de fevereiro. Nesta etapa, os trabalhos serão focados em ações de conservação como tapa-buraco, sinalização e capinação e roço. O objetivo especificamente é, a partir de critérios técnicos, definir quais serviços serão executados para as diferentes patologias identificadas no pavimento.

A secretária explica que a avaliação prioritária pode variar de acordo com cada região. "Além da análise de engenharia propriamente dita, serão levadas em conta questões sociais, climáticas, de rotas turísticas e econômicas, a exemplo da necessidade de melhorias para impulsionar o escoamento de produção, fortalecendo polos como o gesseiro, o têxtil e a bacia leiteira”, explica Fernandha. Dessa maneira, ainda segundo a gestora, “é possível reduzir custos de frete, aumentar a produção e, consequentemente, gerar mais emprego e renda”. “É importante ressaltar que essa é uma iniciativa que faz parte do modelo de integração entre as Secretarias, que foi estabelecido pelo governador Paulo Câmara", reforçou.

Da Assessoria

Bom Jardim, Casinhas, Frei Miguelinho, João Alfredo, Surubim e Vertente do Lério entre os 62 municípios do Agreste em estado de emergência pela ausência de chuva

Foto: Google Imagens/Reprodução
Por causa do farto período de estiagem na região do Agreste, o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, decretou por um período de 180 dias estado de emergência em 62 municípios afetados pela ausência de chuva. No Agreste Setentrional, as cidades de Casinhas, Vertente do Lério, Surubim, Bom Jardim, Santa Maria do Cambucá, Orobó, Frei Miguelinho e João Alfredo estão entre os municípios afetados.

Na publicação do diário Oficial desta quinta-feira (24), o socialista afirma "os órgãos estaduais localizados nas áreas atingidas e competentes para a atuação específica adotarão as medidas necessárias para o combate à 'Situação de Emergência', em conjunto com os órgãos municipais". No último mês de setembro, Paulo Câmara também decretou estado de emergência em 54 cidades do Sertão, sobre a mesma situação, falta de água.

MUNICÍPIOS AFETADOS

Agrestina, Águas Belas, Alagoinha, Altinho, Angelim, Belo Jardim, Bezerros, Bom Conselho, Bom Jardim, Bonito, Brejão, Brejo da Madre de Deus, Buíque, Cachoeirinha, Caetés, Calçados, Jupi, Jurema, Lagoa do Ouro, Lajedo, Limoeiro, Orobó, Panelas, Paranatama, Passira, Pesqueira, Pedra, Poção, Riacho das Almas, Salgadinho, Saloá, Canhotinho, Capoeiras, Casinhas, Cumaru, Cupira, Feira Nova, Frei Miguelinho, Garanhuns, Gravatá, Iati, Ibirajuba, Itaíba, Jataúba, João Alfredo, Jucati, Sanharó, Santa Maria do Cambucá, São Caetano, São João, São Joaquim do Monte, São Vicente Férrer, Surubim, Tacaimbó, Taquaritinga do Norte, Terezinha, Tupanatinga, Venturosa, Vertente do Lério e Vertentes.

Do Mais Casinhas, com JC ONLINE

Clientes da Celpe poderão pagar conta de energia com aplicativo

Foto: Divulgação/Celpe
Mais facilidade para pagar a fatura de energia. A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), empresa do Grupo Neoenergia, está apresentando mais uma alternativa para que o cliente possa realizar o pagamento da sua fatura de energia com mais facilidade, comodidade e rapidez. O aplicativo Ewally já está disponível para download e permite a quitação da conta num ambiente digital, porém sem a necessidade de vínculo com qualquer instituição bancária. A novidade, que deve incentivar os clientes a migrarem para um método mais seguro e prático de pagamento, está disponível na App Store (iOS) e Play Store (Android).

O funcionamento é simples, o aplicativo opera como uma “carteira virtual”, onde o cliente pode depositar um determinado valor, que fica registrado como crédito, podendo ser utilizado para pagar a fatura de energia. A comodidade é que o cliente não precisará se deslocar, evitando filas para conseguir pagar a sua conta, além de não necessitar ter uma conta corrente ou poupança em uma instituição financeira. Outra facilidade é que o aplicativo pode ser utilizado para pagamento mesmo por quem possui restrição financeira, permitindo ao cliente a continuidade de sua adimplência com a Celpe. 

Para utilizar a novidade, basta o cliente acessar as lojas de aplicativos App Store ou Play Store, buscar pelo nome “Ewally”, baixar o app e realizar um rápido cadastro com seus documentos de identificação e comprovante de residência. Pronto! A partir daí, é só recarregar a conta por meio de depósito, em uma agência ou correspondente bancário do Banco Bradesco, pagando um boleto, emitido no próprio aplicativo e pago em qualquer rede bancaria e seus correspondentes,  utilizando o cartão de crédito ou ainda no agente Ewally mais próximo - que pode ser localizado no próprio app. Depois da recarga, o cliente já pode utilizar o saldo para pagar a fatura de energia com praticidade e segurança.

A nova modalidade de quitação possibilita que os clientes que não possuem conta em bancos tenham mais agilidade, evitando as filas nos locais físicos de pagamento. “A proposta do aplicativo é oferecer uma ganho em comodidade para nossos clientes que ainda preferem se deslocar até um ponto físico para realizar o pagamento da fatura de energia. Com a modalidade, eles terão mais praticidade, agilidade e segurança. A novidade já está disponível nas lojas de aplicativos para facilitar o cotidiano do nosso cliente”, comenta Gustavo Santos, gestor de Arrecadação da Celpe. 

Além do Ewally, os clientes também podem contar com o aplicativo Jeitto, que também deve facilitar a quitação das faturas de energia da Celpe. O download pode ser feito na App Store e Play Store.

Da Assessoria

Acompanhe-nos no Facebook


Publicidade


!

!
!
!

!

!

!

!

!

!

!

!

!
!
!
!
!

!

!
! !

Você é o Visitante:

Acessos em Tempo Real

Previsão do Tempo em Surubim

Blogs e Sites Parceiros

Curta Nossa FanPage - Muito Obrigado!

Internautas On Line

(81) 9925.8297 // negocioseinformes@gmail.com