© 2014 - Todos os Direitos Reservados ao Blog Negócios e Informes. Tecnologia do Blogger.

sexta-feira, 31 de dezembro de 2021

Blog Negócios & Informes - Feliz Ano Novo: Até 2022!

Pelo segundo ano consecutivo, salário mínimo fica sem aumento real

O salário mínimo será de R$ 1.212 a partir de 1º de janeiro de 2022. O valor, que deverá ser estabelecido por medida provisória a ser publicada hoje no Diário Oficial da União, foi confirmado ontem pelo presidente Jair Bolsonaro durante a live semanal pela internet.



O novo piso salarial será R$ 112 maior do que o que vigorou em 2021, de R$ 1.100, numa alta de 10,18%. O valor será também mais elevado do que o previsto no Orçamento enviado ao Congresso em agosto, de R$ 1.169. Porém, o salário mínimo deve ficar mais uma vez sem aumento real, pois a correção não deve superar a inflação ocorrida desde o último aumento. Neste ano, até novembro, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que baliza os reajustes do salário mínimo, acumula alta de 10,96%.


O relatório do Orçamento de 2022, divulgado no último dia 20 pela Comissão Mista de Orçamento (CMO), previa um salário mínimo de R$ 1.210, considerando correção de 10,04% em relação ao valor atual. Essa taxa correspondia à previsão para a alta do INPC constante da última atualização de parâmetros macroeconômicos feita pelo Ministério da Economia. A estimativa, porém, está abaixo das projeções do mercado.

 

A variação do INPC em 2021, no entanto, só será conhecida na segunda semana de janeiro, quando o IBGE divulgar os dados.


Poder aquisitivo


O secretário-geral da Associação Contas Abertas, Gil Castello Branco, explica que o poder aquisitivo dos brasileiros que recebem o salário mínimo continuará o mesmo, já que, pelo segundo ano consecutivo, não haverá aumento real.


Sob o ponto de vista das contas públicas, o salário mínimo é referencial para a correção de vários itens das despesas. De acordo com o Ministério da Economia, cada R$ 1 de aumento no salário mínimo gera um incremento de R$ 350 milhões ao ano nas despesas do governo, como na Previdência Social, por exemplo.


André Braz, economista do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV/Ibre), aponta que na prática, o poder de compra da população continua baixo e mal dá acesso aos alimentos essenciais. "O que importa para as famílias que ganham salário mínimo é a inflação de alimentos e, nesse caso, a inflação geral desse ano está superior à dos alimentos. A de alimentação deve fechar em torno de 8% e a correção do piso está em torno de 10%", afirma. "Aquilo que a inflação comeu ao longo de 2021 vai ser devolvido em forma de reajuste do salário mínimo a partir de 2022. Aí é empate. Zero a zero. Ninguém fica mais rico e ninguém melhora nenhuma situação tendo salário corrigido pela inflação, que é o cupim do dinheiro. Ela vai comendo o dinheiro até que a cesta fica menor. Com o mesmo dinheiro, compra-se cada vez menos coisas", explica.


Segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o custo da cesta básica, em janeiro de 2022, deve ficar em torno de R$ 700 em São Paulo. Assim, o salário mínimo nacional de R$ 1.212 terá poder de compra equivalente a 1,73 cesta básica, relação menor que a média observada de 2008 a 2020.


Por: Correio Braziliense / Foto: Agência Brasil/Arquivo

Surubim | Secretaria de Educação e Cultura abre seleção para contratar 84 profissionais

A Prefeitura de Surubim, através da Secretaria de Educação e Cultura, está com inscrições abertas para a Seleção Pública Simplificada para contratação de profissionais. As inscrições seguem até o dia 11 de janeiro de 2022, com vagas para Professor, Auxiliar de Creche, Auxiliar de Educação Especial e Intérprete de Libras.

Entre os requisitos mínimos para a inscrição de todas as funções oferecidas no processo seletivo, é necessário que o(a) candidato(a) esteja em dia com as obrigações eleitorais; esteja apto(a) físico e mental para o exercício das atribuições; preencher os requisitos de formação e experiência contidos no Edital; e outras exigências direcionadas para cada opção.

O Edital e inscrição estão disponíveis no site da prefeitura de Surubim, ou clique AQUI!


Da ASCOM Surubim


quinta-feira, 30 de dezembro de 2021

Estado de Pernambuco divulga calendário do IPVA 2022; veja as datas

O Governo de Pernambuco divulgou o calendário de pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) para 2022. As datas foram publicadas no Diário Oficial do Estado nesta quinta-feira (30). 


A administração estadual definiu que os motoristas que fizerem o pagamento em cota única, no mês de fevereiro, terão desconto de 7%. Para aqueles que optarem pelo parcelamento em até três cotas, a primeira parcela também deverá ser quitada em fevereiro e nos meses subsequentes. As datas de vencimento variam de acordo com o número final da placa dos veículos.


Os carnês do IPVA serão enviados pelo Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE) a partir de janeiro ou poderão ser acessados no site do órgão, que estará fora do ar a partir das 14h desta quinta-feira (30) até o dia 2 de janeiro, para manutenção. 


O valor do IPVA é calculado a partir da variação de preços de mercado registrada nas vendas no varejo, segundo o levantamento da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) realizado entre setembro e outubro de 2020, além da composição da frota de veículos tributáveis de Pernambuco em setembro de 2020. 


Final 1 e 2


Para veículos com placas que terminam com os números 1 e 2, o limite de pagamento da cota única é até 9 de fevereiro de 2022. Para quem desejar parcelar, a 1ª cota fica também no dia 9, com 2ª e 3ª parcelas para os dias 9 de março e 7 de abril, respectivamente. 


Final 3 e 4


Para veículos com placas de final 3 e 4, o pagamento da cota única deverá ser feito no dia 15 de fevereiro. Parcelado, a 1ª cota também fica no dia 15 de fevereiro; a 2ª no dia 15 de março e a 3ª no dia 13 de abril.


Final 5 e 6


Os motoristas com veículos de placa final 5 e 6 poderão realizar o pagamento em cota única no dia 18 de fevereiro. Parcelado, a 1ª cota deverá ser paga no mesmo dia; a 2ª cota ficará para 18 de março e 3ª em 20 de abril.


Final 7 e 8


Já para os veículos com placa final 7 e 8, o prazo de pagamento em cota única é 22 de fevereiro de 2022. Parcelado, 1ª cota também fica para o dia 22, com 2ª e 3ª cota para os dias 23 de março e 26 de abril, respectivamente. 


Final 9 e 0


O pagamento da cota única, para os veículos com placa final 9 e 0, deverá ser feito no dia 24 de fevereiro. Parcelado, a 1ª cota também fica para o dia (24); a 2º cota para o dia 30 de março e a 3ª para o dia 29 de abril. 


Do Governo de PE /  (Foto: Divulgação)

quarta-feira, 29 de dezembro de 2021

Ocupação aumenta no mercado de trabalho, mas rendimento cai, diz IBGE

O nível de ocupação no mercado de trabalho cresceu no trimestre encerrado em outubro de 2021, mas houve queda na renda, segundo Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), divulgada hoje (28) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A população ocupada somou 94,0 milhões de pessoas, com o crescimento de 3,6% ou 3,3 milhões de pessoas, ante o trimestre anterior e frente ao mesmo período de 2020, a alta é 10,2% ou 8,7 milhões de pessoas.


A queda no rendimento real habitual é 4,6% frente ao trimestre anterior passando para R$ 2.449, mas em relação a igual trimestre de 2020, o recuo ficou em 11,1%. Já a massa de rendimento real habitual de R$ 225,0 bilhões não teve variações estatisticamente significativas em ambas as comparações. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua).


O IBGE estimou o nível da ocupação, que é o percentual de pessoas ocupadas na população em idade de trabalhar em 54,6%. Isso significa elevação de 1,8 ponto percentual (p.p) em relação ao trimestre de maio a julho de 2021, quando atingiu 52,8% e de 4,6 p.p. na comparação com o mesmo período do ano anterior, ou seja 50,0%.


Atividades


Seis dos dez grupamentos de atividades registraram crescimento na ocupação em comparação com o período anterior. A indústria geral subiu 4,6%, ou mais 535 mil pessoas, na construção civil foram 6,5%, ou mais 456 mil pessoas, no comércio, reparação de veículos automotores e motocicletas 6,4%, ou mais 1,1 milhão de pessoas, em alojamento e alimentação o índice avançou 11,0%, ou mais 500 mil pessoas, em Outros Serviços foram 7,1%, ou mais 304 mil pessoas e em Serviços Domésticos 7,8%, ou mais 401 mil pessoas.


Nove grupamentos registraram crescimento na ocupação em relação ao mesmo trimestre móvel de 2020. O grupo agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura registrou alta de 7,8%, ou mais 645 mil pessoas; o da indústria geral de 8,4%, ou mais 950 pessoas; da construção 19,2%, ou mais 1,2 milhão de pessoas; do comércio, reparação de veículos automotores e motocicletas de 10,9%, ou mais 1,8 milhão de pessoas; do transporte, armazenagem e correio 11,7%, ou mais 509 mil pessoas; do alojamento e alimentação 26,3%, ou mais 1,0 milhão de pessoas; no de informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias, profissionais e administrativas foram 8,4%, ou mais 861 mil pessoas; outros serviços 11,4%, ou mais 471 mil pessoas; e Serviços Domésticos de 21,1%, ou mais 1 milhão de pessoas.


Informalidade


Mesmo com o aumento de 4,1% no número de empregados com carteira de trabalho no setor privado, se comparado ao trimestre anterior, a taxa de informalidade ficou em 40,7% da população ocupada, ou 38,2 milhões de trabalhadores informais. No trimestre anterior, registrou 40,2% e, no mesmo trimestre de 2020, 38,4%.


Para a coordenadora de Trabalho e Rendimento do IBGE, Adriana Beringuy, a pesquisa mostra que se começa a perceber uma espécie de generalização do processo de recuperação dos contingentes populacionais e ocupados, mas o trabalhador informal tem menos salvaguardas para se manter fora do mercado. No entanto, embora essas pessoas tenham sido as mais afetadas logo no primeiro impacto da pandemia em 2020 por causa do isolamento social, foram as que retornaram mais rápido ao mercado. “A gente está diante de dois segmentos da ocupação que se recuperam, mas cada um em momentos e intensidade diferentes”. Para continuar lendo, clique AQUI! (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Pernambuco divulga concurso público com 200 vagas para policiais penais

O Diário Oficial de Pernambuco divulgou nesta quarta-feira (29) edital com 200 vagas para o cargo de policial penal.


A remuneração inicial é de R$ 3.900, referentes ao vencimento-base de R$ 1.950, acrescido da gratificação de risco pela função. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais.


A inscrição custa R$ 180 e deve ser feita de 5 de janeiro a 4 de fevereiro de 2022 no site do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe).


Para participar, é necessário ter o ensino superior completo. Das 200 vagas, 175 são destinadas para o público masculino e 14 para o público feminino. Há ainda oportunidades reservadas para candidatos com deficiência, sendo 10 para o sexo masculino e uma vaga para o sexo feminino.



O concurso público será realizado em duas etapas. Inicialmente, os candidatos se submeterão às provas escritas (objetiva e discursiva) e, em seguida, ao curso de formação.


A aplicação das provas objetivas e da prova discursiva acontece no dia 4 de abril de 2022. A divulgação dos gabaritos oficiais e do resultado final nas provas será feita no dia 6 de maio de 2022.


“O Governo do Estado ao longo dos últimos sete anos tem encampado o maior programa de geração de vagas já visto. Ao lado deste investimento, a abertura de concurso público qualifica todo esforço da gestão em garantir melhores índices de enfrentamento à violência.”, afirmou o secretário interino de Justiça e Direitos Humanos, Eduardo Figueiredo.


O candidato aprovado em todas as etapas poderá ser lotado em qualquer Unidade Prisional de Pernambuco, conforme critérios de necessidade da Secretaria Executiva de Ressocialização do Estado de Pernambuco.


Da Folha de PE / Arquivo/Seres

Materiais escolares podem ficar até 30% mais caros em 2022

Daqui a poucos dias 2022 inicia e com ele todas as despesas de começo do ano. E quem tem filhos na escola tem uma conta a mais: a compra do material escolar, que vai acompanhar a inflação e a alta do dólar. Segundo a Associação Brasileira de Fabricantes e Importadores de Artigos Escolares (ABFIAE), o aumento pode chegar a 30%.



“Para 2022, temos reajustes elevados em todas as categorias de materiais escolares, variando de 15% a 30%, em média”, afirmou o o presidente executivo da ABFIAE, Sidnei Bergamaschi.


De acordo com entidade, as indústrias e os importadores estão sofrendo esse ano um grande aumento de custos. “São aumentos elevados e frequentes nas diversas matérias-primas como, por exemplo, papel, papelão, plástico, químicos, embalagem, etc. Para os produtos importados, os principais impactos são a variação do dólar no Brasil, os aumentos de custos na Ásia e a elevação dos preços de fretes internacionais, decorrente da falta de containers. Além disso, as medidas antidumping para importações de lápis da China, adotadas pelo governo brasileiro este ano, aumentaram os custos na categoria de lápis”, observou Bergamaschi.


 

O executivo afirmou que nenhum produto escapará da alta de preços.  “Provavelmente todas as categorias de produtos sofrerão aumentos de preços”. E mesmo os produtos nacionais não terão tanta procura, por falta de opções. “Pode ocorrer alguma migração de volume de produtos importados para nacionais, mas em pequena escala. Para a maioria dos produtos atualmente importados, as opções de fornecimento nacional são pequenas”.


Este ano foi marcado por aulas híbridas em diversos estados, e com isso muitos estudantes reaproveitaram materiais escolares de 2020. Com o avanço da vacinação e a volta às aulas totalmente presencial, pelo menos na Educação Básica, a expectativa da entidade para 2022 é cautela.


“Acreditamos que a retomada das aulas presenciais na maioria dos locais no final de 2021 movimentou o setor, mas sem atingir os patamares pré-pandemia. Nosso mercado foi um dos mais atingido durante a pandemia, com escolas e comércio fechados, com uma queda no varejo de papelaria superior a 37%. Apesar de existir uma boa expectativa com o retorno das aulas presenciais em 2022, os comerciantes do setor de papelaria estão cautelosos, pois sofreram muito em 2021, quando não teve volta às aulas, muitas empresas estão em dificuldades financeiras e outras encerraram as suas atividades. Além disso, a degradação dos índices econômicos - dólar elevado, inflação em alta, desemprego e baixo crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), põe em risco os resultados para nosso segmento”, avalia o executivo.


Alternativas

E se os preços estarão nas alturas, o jeito é buscar alternativas para economizar, explica o economista Sérgio Tavares. “Em primeiro lugar, é importante pesquisar bastante os preços, seja em lojas de rua, nos shopping centers e lojas online. Os preços costumam oscilar muito e dado o volume de itens a serem comprados, a economia pode ser boa para quem tem organização e disciplina neste sentido”.


Para quem se organizou, pagar à vista, em dinheiro, pode render um bom desconto. “Uma segunda abordagem é a tentativa de desconto para pagamento à vista ou em dinheiro, por exemplo, caso a compra tenha valor relevante. O valor à vista nunca pode ser o mesmo do valor total parcelado. O cliente deve perguntar antes se o preço à vista e o mesmo do preço parcelado, o  estabelecimento tem o dever de dar desconto para pagamento à vista”, orienta o diretor da STavares Consultoria Financeira.


Outra forma de economizar é conversar com outros pais, seja através de grupos e fazer compras conjuntas em livrarias, editoras e no atacado. Isso aumenta a probabilidade de conseguir preços menores.


“Uma última alternativa é comprar diretamente da escola, desde que a comodidade não represente maior preço em relação às lojas. Mas, o que é primordial é pesquisar bastante item a item em maior número de estabelecimentos possível, listando os descontos e facilitadores na forma de pagamento para a tomada de decisão. Dependendo do resultado da pesquisa, pode haver casos em que é mais lucrativo dividir a compra dos itens em vários estabelecimentos”, finaliza o economista.


Da Agência Brasil / Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

terça-feira, 28 de dezembro de 2021

Sistemas e site do Detran-PE estarão suspensos para manutenção temporária a partir desta quinta (30)

De quinta-feira (30) até o domingo, 2 de janeiro, os sistemas para atendimento presencial e o site do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PE), terão o acesso suspenso para a realização de manutenção temporária.


De acordo com o gerente de Tecnologia da Informação do Detran-PE, João Martins, a parada é necessária para "deixar o sistema apto para realizar as rotinas relativas ao licenciamento/IPVA 2022".  



Atualmente, os atendimentos presenciais na sede do órgão ou em suas lojas só acontecem com agendamento feito pelo site, que estará indisponível nas datas de manutenção.


A recomendação é que os usuários que precisem acessar os serviços disponibilizados pelo Detran-PE tentem antecipar a solicitação. 


Na página do órgão na internet é possível imprimir boletos para pagamentos de taxas, agendar exames teóricos, práticos e psicológicos, acompanhar o andamento de processos para veículos, habilitação e protocolos, além de realizar a simulação de testes para aquisição da habilitação e acesso a apostilas/cartilhas voltadas para educação de trânsito.   


O órgão lembra que, além do agendamento, para ser atendido presencialmente da sede ou nas unidades do Detran-PE, o usuário precisa apresentar certificado de vacinação e um documento de identificação com foto.


Da Folha de PE / Foto: Paulo Maciel/Detran-PE

Estado de PE recebe autorização da União para concluir barragens de Gatos e Panelas II, na Mata Sul

As estruturas integram o sistema de contenção de cheias da bacia do Rio Una, mas também têm potencial para auxiliar na ampliação do abastecimento de água da região


O Governo de Pernambuco recebeu, neste mês de dezembro, as autorizações do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) para contratação das obras de conclusão das barragens de Gatos, no município de Lagoa dos Gatos, e de Panelas II, na cidade de Cupira, ambas na Zona da Mata Sul do Estado. Os editais para execução das intervenções estão previstos para serem publicados nos próximos dias.


Para Gatos, os investimentos previstos estão estimados em R$ 32 milhões. Já para Panelas, os recursos são de cerca de R$ 46 milhões, oriundos de emenda da bancada parlamentar federal com a contrapartida estadual. A expectativa é que as contratações ocorram em 90 dias e os trabalhos de construção das barragens sejam executados, respectivamente, nos prazos de um ano e de um ano e três meses.


Os empreendimentos integram o sistema de contenção de cheias na bacia do Rio Una. As obras nas duas barragens vão favorecer aproximadamente 200 mil pessoas dos municípios e de cidades vizinhos como Belém de Maria, Catende, Palmares, Água Preta e Barreiros. Com a conclusão das obras, as represas também poderão ser de uso múltiplo, auxiliando na ampliação dos sistemas de abastecimento de água na região.


Atualmente, o percentual de construção da barragem de Gatos, cuja capacidade de acumulação será de até 5,93 milhões de metros cúbicos, se encontra em 20%. Já a represa de Panelas II está neste momento com o percentual construtivo em 50%. Quando finalizado, o empreendimento terá a capacidade de acumular 16,89 milhões de metros cúbicos de água.



Da ASCOM (Imagem: Panelas II. Crédito: Flávio Japa/Seinfra)

Surubim recebe ambulância do Governo de Pernambuco

A prefeitura de Surubim recebeu hoje (28), do governo de Pernambuco, através de emenda do senador Humberto Costa, mais uma ambulância que vai reforçar e ampliar a capacidade do atendimento à população do nosso município. 


A prefeita Ana Célia reforçou a importância deste equipamento a população. “Este equipamento trará mais eficiência e amplitude de atendimento aos pacientes da nossa rede de saúde. É mais uma arma na luta diária pelo bem estar a população “, destacou.


Da ASCOM Surubim

Prejuízo do comércio com feriados será menor em 2022, diz CNC

O comércio varejista brasileiro deve ter, em 2022, um menor prejuízo causado por feriados nacionais, analisou pesquisa divulgada hoje (27) pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Dos nove feriados nacionais, dois vão cair em domingos: Dia do Trabalhador (1º de maio) e Natal (25 de dezembro). “Isso faz com que o comércio não incorra em um custo de operação maior”, disse à Agência Brasil o economista da CNC, Fabio Bentes, responsável pelo levantamento. A projeção é que as perdas no comércio com feriados sejam 22% menores em 2022, em comparação a 2021.



Fabio Bentes explicou que custo é esse: “Se houver uma compensação pelo trabalho no feriado, na semana subsequente, o comércio é obrigado a pagar hora trabalhada em dobro”. No caso do comércio, Bentes afirmou que, exceto o Natal, não vale a pena fazer esse regime de compensação na maioria dos feriados. Com sete feriados caindo em dias úteis e em sábados, dia de meio expediente no setor, o peso vai ser menor.


“Deve ser o menor prejuízo com feriados desde 2014, quando o comércio teve seis feriados caindo em dias úteis. Então, a principal razão para esse prejuízo menor é o custo menor da folha no dia trabalhado durante o feriado e a perda daquelas vendas casuais que, de alguma forma, acaba atrapalhando um pouco. Quanto mais feriados você tem caindo de segunda-feira a sábado, maior tende a ser o prejuízo do varejo”, informou o economista.


Efeito calendário


De acordo com a pesquisa, o comércio varejista sofreu um prejuízo de R$ 22,11 bilhões em 2021, com os nove feriados nacionais caindo em dias úteis ou em dias ponte, como terça-feira e quinta-feira. “Isso foi muito ruim para o comércio, que sofreu uma das maiores perdas da série histórica”. Para 2022, a previsão é que as perdas fiquem em torno de R$ 17,25 bilhões. “No ano que vem, acontece o inverso. O efeito calendário vai jogar alguns feriados para domingo, onde o comércio em sua maioria está fechado, e alguns aos sábados, onde o expediente é mais reduzido”.



Fabio Bentes explicou que esse prejuízo, geralmente, é maior nos segmentos altamente empregadores, como hiper e supermercados, que terão R$ 3,33 bilhões de prejuízo, do total de R$ 17,25 bilhões projetados. “Esse é o maior empregador do comércio”. Em segundo lugar, vem o segmento de vestuário e calçados, cuja perda deverá atingir R$ 2,83 bilhões. O terceiro maior prejuízo deve ser observado no comércio automotivo que, embora não seja tão grande empregador, tem o salário médio maior do que a média do varejo. O prejuízo nesse segmento deverá alcançar R$ 2,63 bilhões. “O trabalho durante um feriado ali acaba impactando a rentabilidade, a lucratividade do comércio”. Juntos, esses três segmentos concentram 55% das folhas de pagamento do comércio varejista brasileiro, respondendo por mais da metade (51%) das perdas.


Feriados


Atualmente, o calendário conta com nove feriados nacionais: Dia da Confraternização Universal (1º de janeiro), Paixão de Cristo (Sexta-feira Santa), Tiradentes (21 de abril), Dia do Trabalhador (1º de maio), Independência do Brasil (7 de setembro), Nossa Senhora Aparecida (12 de outubro), Dia de Finados (2 de novembro), Proclamação da República (15 de novembro) e Natal (25 de dezembro). Carnaval e Corpus Christi são considerados dias de ponto facultativo.



Em 2021, excetuando o Dia do Trabalhador e Natal (ambos celebrados em sábados, dia de expediente reduzido no varejo), os demais feriados nacionais ocorreram em dias úteis para o comércio, impactando a rentabilidade do setor. Em 2022, as duas datas cairão em domingos e o Dia da Confraternização Universal será em um sábado, reduzindo a sete o número de feriados em dias úteis.


De acordo com a CNC, cada feriado em dia útil gera um prejuízo R$ 2,46 bilhões ao varejo, reduzindo a rentabilidade anual média do setor comercial como um todo em 1,29%. Considerando todas as atividades econômicas, o feriado nacional provoca impacto de R$ 10,12 bilhões na geração do Produto Interno Bruto (PIB), ou o equivalente a 0,12% do PIB anualizado. Desse modo, a CNC avaliou que os feriados de 2022 deverão impactar o excedente operacional do comércio (lucro líquido) em 9%.


Por Agência Brasil / Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil


segunda-feira, 27 de dezembro de 2021

Procon orienta sobre troca de presentes; conheça as regras

O Procon de Pernambuco divulgou, nesta segunda-feira (27), orientações sobre a troca de presentes após o Natal. Com o passar da data, muitos consumidores precisarão realizar a troca, portanto, é importante conhecer os direitos e regras para a opção. O Procon recomenda que os consumidores optem pelas lojas que estipulam prazo de troca. 


O órgão ressalta que antes de comprar peças de vestuário, deve ser certificada a possibilidade de troca em caso de problemas com cor, tamanho ou modelo. A troca, nesses casos, é uma concessão da loja e deve constar de forma clara na nota fiscal de compra ou em etiqueta afixada na peça.


Nas compras pela internet, o Código de Defesa do Consumidor, em seu artigo 49, estabelece que o cliente tem direito a desistir da compra no prazo de sete dias, a contar da data de recebimento da mercadoria. É importante que o consumidor guarde e imprima todos os dados da compra, como nome do site, itens adquiridos, valor pago, número de protocolo do pedido e contrato. Também é necessário guardar os e-mails trocados com o fornecedor, que comprovem todas as transações da compra.


Sobre produtos adquiridos em lojas físicas que não apresentam defeito ou vício, a orientação é que o consumidor, ao realizar a compra, verifique a política de troca da loja, questionando ao vendedor se é possível fazer uma troca posteriormente, caso sim, o estabelecimento será obrigado a trocar.


Nos produtos que apresentarem algum defeito, o comprador tem o prazo de 30 dias para reclamar vícios aparentes ou de fácil constatação em produtos ou serviços não duráveis (como alimentos ou artigos de perfumaria) e 90 dias para os bens duráveis (para os que têm consumo prolongado, como eletroeletrônicos e eletrodomésticos).


O consumidor que se sentir prejudicado ou que tenha alguma dúvida, deve procurar uma das unidades do Procon-PE ou ligar para o 0800.282.1512.


Do Diario de PE

Agências bancárias funcionam para o público até quinta-feira (30)

Após o feriado de Natal, quando as agências trabalharam em horário reduzido, os bancos retomam nesta segunda-feira (27) o horário normal de funcionamento, das 10h até 16h. Segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), o último dia útil para atendimento ao público, com expediente normal para a realização de todas as operações bancárias solicitadas pelos clientes, será 30 de dezembro. No dia 31, as agências bancárias não vão abrir para atendimento.


A Febraban lembra que as agências bancárias não funcionam em feriados oficiais, sejam municipais, estaduais ou federais. Dessa forma, os bancos não funcionam nos dias de Natal e de ano-novo.



Nesses casos, a Febraban orienta a população a utilizar os meios eletrônicos de atendimento bancário, como mobile e internet banking, caixas eletrônicos, banco por telefone e correspondentes para fazer transações financeiras.


Além disso, os carnês e contas de consumo (como água, energia, telefone, etc.) vencidos no feriado poderão ser pagos sem acréscimo no dia útil seguinte. Normalmente, os tributos já estão com as datas ajustadas ao calendário de feriados, sejam federais, estaduais ou municipais.


Os clientes também podem agendar os pagamentos das contas de consumo ou pagá-las nos caixas automáticos. Já os boletos bancários de clientes cadastrados como sacados eletrônicos poderão ser agendados ou pagos por meio do Débito Direto Autorizado (DDA). 


Por Agência Brasil

Pernambuco atraiu R$ 669,2 milhões em investimentos

O Governo de Pernambuco atraiu 210 empreendimentos que representam R$ 669,2 milhões investidos no Estado em 2021, que devem gerar mais de 4 mil empregos nas futuras instalações industriais no Estado. Somente na última quinta-feira, durante a 117ª reunião do Conselho Estadual de Políticas Industrial, Comercial e Serviços (Condic), foram aprovados os 66 últimos projetos, que somam R$ 237,5 milhões em investimentos, e 968 postos de trabalho a serem criados.


Dos 66 projetos anunciados na última reunião, 47 fazem parte do Programa de Desenvolvimento de Pernambuco (Prodepe) e 19 do Programa de Estímulo à Indústria do Estado de Pernambuco (Proind), de acordo com a Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (Adepe).



Os projetos anunciados pelo Prodepe, relativos à expansão ou implantação de indústrias, centrais de distribuição e importadores atacadistas somam investimentos de R$ 205 milhões e cerca de 549 empregos. As empresas que fazem parte do programa vão receber incentivos fiscais de R$ 74,5 milhões. Já pelo Proind foram anunciados 19 projetos envolvendo investimentos de quase R$ 33 milhões e geração de mais de 400 postos de trabalho.



Entre os projetos de destaque está a manutenção do poder competitivo das Indústrias Raymundo da Fonte, em Paulista. São mais de R$ 122 milhões de investimentos e aproximadamente 84 novos postos de trabalho a serem gerados. Já o destaque do Proind fica por conta da Kulma Indústria e Comércio de Embalagens Ltda, de Jaboatão dos Guararapes, que deve investir R$ 10 milhões e gerar 60 novos postos de trabalho.


Do total de projetos do Programa aprovados na reunião, 24 são industriais.  No recorte dos projetos industriais, doze ficarão na Região Metropolitana do Recife (RMR), e a outra metade no interior do estado. Juntos, os projetos representam investimentos de R$ 204,8 milhões, sendo R$ 163,6 milhões na RMR e R$ 41,2 milhões no interior. Um total de 549 empregos serão gerados nas futuras operações, sendo 295 na RMR e 254 no interior. Completam o bloco de aprovados, 11 importadoras e 12 centrais de distribuição.


Segundo a Adepe, foram beneficiados 12 municípios foram beneficiados, sendo 3 na Região Metropolitana do Recife (Cabo de Santo Agostinho, Recife e Paulista) e 9 no interior (Caruaru, Feira Nova, Jaboatão dos Guararapes, Afogados da Ingazeira, Vitória de Santo Antão, Custódia, Garanhuns, Serra Talhada e Tacaimbó).



Segundo o presidente da Adepe, Roberto Abreu e Lima, neste ano 35% dos 210 projetos aprovados no Condic têm como destino o interior. Do total de R$ 669,2 milhões em investimentos aprovados em 2021, 41% correspondem a aportes destinados para o interior de Pernambuco. Já em número de empregos, os dados revelam equilíbrio entre RMR e interior. Dos 3.977 empregos projetados, 46% das vagas estão no interior.


“Levar o máximo de oportunidades de investimentos para todo o Estado é essencial. Os resultados de 2021 mostraram que, apesar das adversidades, o governo de Pernambuco continua trabalhando para estimular o desenvolvimento econômico”, declarou.


Da Folha de PE 

sábado, 25 de dezembro de 2021

sexta-feira, 24 de dezembro de 2021

Novo Caged: Pernambuco acumula saldo de 94.125 novas contratações em 2021

Encerrando o ano em pleno processo de retomada da economia, Pernambuco registrou um saldo positivo de 11.414 contratações formais no mês de novembro. Com o resultado, divulgado nesta quinta-feira (23) pelo Ministério da Economia por meio do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged), o estado acumulou um saldo positivo de 94.125 novas contratações neste ano, contra um desempenho negativo de -7.164 em 2020.


O resultado acumulado até o mês de novembro de 2021 coloca o estado em segundo lugar no Nordeste, atrás apenas da Bahia, que registrou um saldo de 137.702 contratações no mesmo período. Em terceiro lugar aparece o Ceará com 84.119. Na região, o total é de 489.219. Já em novembro, Pernambuco aparece em terceiro lugar no Nordeste, com 11.414 novas contratações. A Bahia lidera o ranking seguida pelo Ceará, com 16.285 e 12.653 de saldo, respectivamente.


No último mês, o setor de serviços foi responsável pela maioria das novas vagas geradas em Pernambuco, acumulando 6.547 novas contratações. Em seguida, aparecem o comércio e a construção, com 6.060 e 1.011, respectivamente. A indústria registrou um resultado mais discreto, com apenas 25 novas contratações no estado. Já a agropecuária, que no estado sofre forte influência da entressafra da cana de açúcar, foi o único setor a registrar queda, finalizando novembro com saldo negativo de -2.229 contratados. 


Entre os novos empregados no estado, 6.315 são homens, enquanto 5.099 são do sexo feminino. A maioria, 5.843 possui entre 18 e 24 anos. Entre os novos contratados, 10.363, o equivalente a 90,6% do total, possui o ensino médio completo. 


Do Diario de PE

quinta-feira, 23 de dezembro de 2021

15 dias de Descontos: Instituto Roberto Mateus celebra 15 anos em Surubim

Aconteceu nesta quarta-feira (22/12), o início das comemorações dos 15 anos de fundação do Instituto Roberto Mateus, em Surubim. 


A performance no setor de saúde decorre de uma longa trajetória de trabalho, de pioneirismo pela busca da modernidade, solidificada através de constantes investimentos em qualidade e avanços tecnológicos. Embasado nesta filosofia foi que surgiu o Instituto Roberto Mateus, focalizado no atendimento a pacientes e familiares de Surubim e região que, diariamente, procuram a assistência dos profissionais de saúde nas mais diferentes especialidades e modalidades de serviço, tendo como objetivo valorizar a pessoa humana e prezar pelo compromisso e qualidade com a saúde do paciente, aliando instalações modernas e profissionais altamente qualificados voltados a prestar os melhores serviços. 


"Valorizar e prezar pelo compromisso e qualidade com a saúde do paciente é o que move o nosso Instituto. Por isso achamos tão importante que você paciente, seguidor, parceiro e/ou colaborador do IRM celebre junto conosco". Divulgou o Instituto em uma das postagens nas redes sociais. Para celebrar a data,  nesse mês de dezembro, os 15 anos do IRM valem 15 dias de desconto nos seguintes exames*:

- Raio X; Densitometria Óssea; Tomografia; Mamografia; Mapa; Holter; Exames de sangue; Eletrocardiograma. (*Exame de Eco cardiograma e Ultrassom não entram nos descontos de aniversário.)


Fale com a equipe de atendimento pelo telefone ou WhatsApp e marque sua consulta ou exame no IRM: Telefone: (81) 3634-1390 / WhatsApp: (81) 99741-4610.

Iluminação natalina sofre ato de vandalismo na entrada de Surubim

A iluminação natalina instalada no Trevo Rodoviário de Surubim e na Rua Oscar Loureiro, sofreu atos de vandalismo esta semana. A gestão municipal só tomou conhecimento do fato na noite da quarta-feira (22), após frequentadores dessas áreas informarem que parte da iluminação não estava funcionando.


“Cabos foram rompidos, fiações e lâmpadas foram levadas dos locais, mangueiras e luzes foram arrancadas das grades e descoladas das árvores, além de os enfeites terem sido danificados”, informou a Prefeitura em uma nota publicada nas redes sociais.


A Prefeitura também divulgou que já está tomando as providências para identificar quem praticou o ato criminoso, uma delas é a busca por imagens de câmeras de segurança de imóveis, próximos a esses locais. O caso será encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil. A gestão municipal comunicou ainda que está “reinstalando e ajustando o que for possível para que a ornamentação da cidade não perca seu brilho”.


Do Correio do Agreste

Censo 2022: IBGE abre mais de 9 mil vagas em PE; Surubim tem 62

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) publicou último dia 15 de novembro, quatro editais de contratação temporária para o Censo 2022. Das 208.703 vagas oferecidas em todo o Brasil,  9.060 são para Pernambuco, distribuídas entre os cargos de Agente Censitário Municipal (ACM) e Agente Censitário Supervisor (ACS), recenseador, Agente Censitário de Administração e Informática (ACAI) e Coordenador Censitário de Área (CCA). O censo está previsto para ser realizado entre junho e agosto do próximo ano. 


Os recenseadores irão visitar todas as residências e serão remunerados por produtividade; é preciso ter ensino fundamental completo. Os ACMs têm como função coordenar as atividades do censo nas cidades onde foram aprovados e receberão salários de R$ 2.100. Já os ACS vão supervisionar as equipes de recenseadores, com remuneração de R$ 1.700. Além do salário, os aprovados terão direito a auxílio-alimentação, auxílio-transporte, auxílio pré-escola, férias e 13º salário proporcionais. Para os dois últimos cargos é preciso ter ensino médio completo. 


Para o município de Surubim, no Agreste, serão ofertadas ao todo 62 vagas, sendo: 01 vaga para agente censitário municipal (ACM) - R$ 2.100; 06 vagas para agente censitário supervisor (ACS) - R$ 1.700; 55 vagas para agente recenseador (remunerado por produção). O departamento de Jornalismo do IBGE preparou uma reportagem especial sobre a seleção para o Censo 2022, inclusive com detalhe sobre as provas, solicitação de isenção da taxa para baixa renda e formato de coleta dos dados. Clique neste link e confira.


Inscrições e data de prova

Para os cargos de recenseador, ACM e ACS, as inscrições devem ser feitas via internet no site da Fundação Getúlio Vargas, disponível em: https://conhecimento.fgv.br/concursos/ibgepss21, e estarão abertas até 29 de dezembro. A taxa de inscrição para as funções de ACM e ACS é de R$ 60,50 e para recenseador, de R$ 57,50. Os valores podem ser pagos em qualquer banco, casa lotérica ou pela internet. As provas estão previstas para serem aplicadas em 27 de março.


Já para Agente Censitário de Administração e Informática (ACAI) e para Coordenador Censitário de Área (CCA) seguem até 10 de janeiro de 2022 no site do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação, disponível em: https://www.ibfc.org.br/menus/inscricoes_online. Para o cargo de ACAI, a taxa de inscrição é de R . Para CCA, a taxa é de R$ 66. As provas ocorrerão em 20 de fevereiro.


Carnaval de 2022: Pernambuco estuda uso de clubes e estádios para promover apresentações

Vivenciando um cenário de incertezas em meio à pandemia da Covid-19, o governo de Pernambuco tem se movimentado em busca de alternativas para a realização do Carnaval de forma segura no próximo ano. De acordo com o secretário de Turismo do estado, Rodrigo Novaes, uma das saídas seria a apresentação de blocos carnavalescos em equipamentos distribuídos pelo estado, como o Centro de Convenções, a Arena de Pernambuco e o Geraldão, por exemplo. 


Segundo Novaes, a celebração da data nesses locais permitiria um controle de público, com limite de lotação e exigência de comprovação do esquema vacinal, o que seria inviável em blocos de rua, por exemplo. "No Marco Zero e em Olinda esse controle não seria possível", afirmou o secretário. 


A promoção da festividade, de forma gratuita para a população, contemplaria os pernambucanos que não tem condições de pagar pelos tradicionais camarotes privados realizados durante o Carnaval. Esses, deverão ser autorizados no próximo ano desde que sigam os protocolos de segurança definididos pelo estado. O secretário destacou que, até o início do Carnaval no próximo ano, a expectativa é de que mais de 90% dos pernambucanos já tenham completado o calendário vacinal contra à Covid-19. 


No entanto, Novaes afirmou que a decisão final deverá ser guiada pelo Comitê de Acompanhamento à Covid-19, que é responsabilidade da Secretaria Estadual de Saúde (SES). Mas, enquanto um posicionamento definitivo não é apontado, o estado se prepara para realizar a festa que, em sua última edição, registrou uma movimentação de R$ 2,3 bilhões. "Possivelmente, não vai acontecer no formato que a gente conhece", informou o secretário.


Do Diario de PE / Foto: Peu Ricardo/Arquivo DP

Surubim: Siga Bem Pneus realiza jantar de confraternização

Confraternizar é um gesto de gratidão, além de ser um gesto de esperança de que o ano que vem seja ainda mais próspero. Na noite de terça-feira (14), os sócios administradores da Siga Bem Pneus, Camilo Guedes e Manoel Vicente  se reuniram com parceiros, equipe de colaboradores e familiares, para jantar de confraternização, na Churrascaria Boi Carrapeta, em Surubim. 


A GT Radial Performance Center / Siga Bem Pneus é revendedora de várias marcas de pneus, jogo de rodas e atua com alinhamento, balanceamento, suspensão, troca de óleo e Freios. 


O endereço: é na Rua José Natal Carneiro da Cunha, 24, PE-90, Surubim-PE. Fone: (81) 3634.1822. E-mail: cmhpneus@hotmail.com.





Grupo JH: Armazém JH, JH Eletro e Tico Veículos realizam confraternização

No último domingo (20), foi dia de muito lazer, descontração, agradecimento e entrega de brindes aos colaboradores e parceiros do Grupo JH: Armazém JH, JH Eletro e Tico Veículos. A confraternização, aconteceu no sítio Manduri localizado no município de Santa Maria do Cambucá, as lojas realizaram um bingo para presentear de forma carinhosa os colaboradores, entrega de brindes, sem deixar de falar sobre o cardápio que dispensou comentários. Confira a Nota divulgada nas redes sociais pela JH Eletro:


"O talento vence jogos, mas só o trabalho em equipe ganha campeonatos." Parafraseando o ex-jogador norte-americano de basquete profissional, Michael Jordan, com o propósito de agradecer o empenho de todos, nos reunimos neste domingo (19/12) os 3 times campeões, leia-se as equipes do Armazém JH, JH Eletro e da Tico Veículos (Toritama). Momento de lazer com os colaboradores e seus familiares. Diariamente agradecemos à Deus pelo dom da vida. Nosso dia de lazer foi de muita alegria, karaokê, churrasco, feijoada, banho de piscina, corte do bolo, sem deixar de citar a entrega dos brindes personalizados para cada parceiro.


Valeu, turma, que em 2022 possamos estar todos juntos mais uma vez e celebrando novas conquistas 🙏.


O editor do Blog Negócios & Informes, Luís Fernando Germano, prestigiou e realizou a cobertura do evento. 


Confira todas as fotos e vídeos no Instagram: www.instagram.com/lojasjheletro / Fan Page da JH Eletro:  www.facebook.com/lojasjheletro


















quarta-feira, 22 de dezembro de 2021

CDL Surubim divulga horário de funcionamento no período natalino e fim de ano

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Surubim (CDL Surubim) comunica a todos os associados e comunidade em geral, os horários de funcionamento da Entidade durante o período natalino e fim de ano.


Dia 24/12: das 08h às 13h.


Dia 31/12: das 08h às 13h


Feira livre será antecipada para sexta-feira (24/12)


A tradicional feira livre de Surubim realizada aos sábados será antecipada essa semana para a sexta-feira (24).  A medida foi adotada pela Prefeitura, por causa do feriado de Natal.


Importante ressaltar que, os feriados não impedem que algum lojista possa abrir seu comércio, porém, os lojistas de Surubim podem abrir seus estabelecimentos desde que comuniquem previamente ao sindicato que representa os comerciários e obedeçam as regras para esses casos definidas em convenção coletiva de trabalho. 


Da ASCOM CDL / Foto: Danilo Andson 

Salário mínimo pode ser corrigido abaixo da inflação pelo 2º ano consecutivo

O substitutivo do relatório do Projeto de Lei Orçamentária Anual (Ploa) de 2022 apresentado pelo relator, o deputado Hugo Leal (PSD-RJ), prevê um salário mínimo de R$ 1.212. Esse valor considera uma correção no salário mínimo de 10,18%, proposta pelo parlamentar no documento enviado à Comissão Mista de Orçamento (CMO), que deve apreciar a matéria nesta terça-feira.



Apesar de a taxa prevista pelo parlamentar estar acima da nova estimativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) da Secretaria de Política Econômica (SPE), do Ministério da Economia, de 10,04%, ela deve ficar abaixo da variação integral do indicador que corrige o piso salarial em 2021, de acordo com estimativas de analistas. Logo, o trabalhador corre o risco de ver o salário mínimo sendo corrigido abaixo da inflação pelo segundo ano consecutivo.


 

O INPC mede a inflação para as famílias mais pobres, com renda de até cinco salários mínimos mensais. Em 2020, o INPC registrou alta de 5,45%, mas a correção do salário mínimo ficou em 5,26%, deixando o piso R$ 2 abaixo do valor com correção integral da inflação. Enquanto isso, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede o custo de vida para as famílias com renda acima de cinco salários mínimos, registrou alta de 4,52% em 2020.


Na proposta original do Ploa, a estimativa do INPC estava em 6,20%, e passou para 10,04% após a atualização da SPE no 5º relatório bimestral de avaliação de receitas e despesas do Ministério da Economia. Considerando essa correção, o salário mínimo passaria de R$ 1.169 para R$ 1.200. As estimativas de analistas ouvidos pelo Correio para o INPC deste ano são maiores e variaram de 10,2% a cerca de 11%.


"Como sabemos, o salário mínimo é corrigido pelo INPC até dezembro (do ano anterior). Em 2020, quando ficou evidente a diferença entre a variação real e a projetada, o governo corrigiu o valor do salário mínimo, mas não fez o mesmo em 2021", lamentou o especialista em contas públicas Gil Castello Branco, fundador e secretário-geral da Associação Contas Abertas. Para continuar lendo, clique AQUI!


Foto: Thiago Fagundes/CB/D.A Press

Procon Pernambuco orienta consumidores com dicas para compras de fim de ano

Pensando em auxiliar consumidores nas compras de fim de ano, o Procon Pernambuco divulgou algumas dicas para a população não ficar no prejuízo. 


Para o órgão, o primeiro passo antes da compra é o planejamento. É preciso saber o que deve ser comprado, estabelecendo um limite para gastos, e fazer pesquisa de preços.


"É muito importante que o consumidor compreenda o que ele pode ou não comprar, tendo consciência para não ficar endividado", ressalta a gerente Geral do Procon-PE, Danyelle Sena. 


Para compras em lojas físicas, o órgão orienta que o consumidor deve ficar atento às políticas de vendas, como condições de pagamento, prazos de entrega e de troca ou devolução de produtos. A nota fiscal deve ser sempre exigida e será necessária em casos de problemas futuros. 


Para as compras on-line, de acordo com o Procon-PE, é importante saber se a loja é de confiança e buscar avaliações de outros usuários que já realizam compras naquela plataforma. O consumidor deve verificar se o site é seguro, quando possui cadeado no canto superior esquerdo da tela, e se informa o CNPJ, endereço físico e outros dados da empresa.


O Procon-PE pede que a população fique em alerta ao comprar produtos baratos demais, visto que pode se tratar de uma página falsa ou de produtos piratas. O artigo 49 do Código do Consumidor garante o direito de desistência da compra em até sete dias da assinatura do contrato ou recebimento do produto.


Quem pretende adquirir eletroeletrônicos deve solicitar ao vendedor uma demonstração do funcionamento do produto. Caso haja preferência por aparelho celular, o consumidor deve avaliar não só o preço, mas os serviços oferecidos, como aplicativos, capacidade de memória, tarifas de operadoras, pacotes, promoções, garantia contratual e a rede de assistência técnica do fabricante.


Na compra de produtos de perfumaria ou alimentos, o Procon-PE pede que o consumidor verifique se a rotulagem/embalagem segue às exigências do Código de Defesa do Consumidor, informando o peso, volume, prazo de validade, composição, registro no Ministério da Saúde, dados (nome, endereço e CNPJ) do fabricante ou importador e tradução em língua portuguesa caso o produto seja importado.


Da Folha de PE / Foto: Divulgação/Procon PE

Acompanhe-nos no Facebook


Publicidade


!

!
!
!

!

!

!

!

!

!
!
!
!
!

!
! !

Você é o Visitante:

Acessos em Tempo Real

Previsão do Tempo em Surubim

Blogs e Sites Parceiros

Arquivo do blog

Curta Nossa FanPage - Muito Obrigado!

Internautas On Line

(81) 9925.8297 // negocioseinformes@gmail.com