© 2014 - Todos os Direitos Reservados ao Blog Negócios e Informes. Tecnologia do Blogger.

terça-feira, 13 de novembro de 2018

Programa de cadastro de celulares será tema de reunião em Surubim

Imagem: Divulgação/Reprodução
Acontece no dia 27 de novembro, a partir das 15h, no auditório da Câmara de Dirigentes Lojistas de Surubim, reunião sobre programa de cadastro de celulares. O programa Alerta Celular, que cadastra aparelhos em um sistema da Secretaria de Defesa Social (SDS) para facilitar a localização em casos de roubo. 

A iniciativa é do 22.º Batalhão de Polícia Militar e conta com o apoio da CDL. 

O público alvo será todos os estabelecimentos comerciais que trabalham com vendas de aparelhos ou contratações de planos de celulares. 

Interessados (a), devem confirmar presença através dos fones (81) 3634.1607 / 3634.1608.

Da Redação (Negócios & Informes)

Celpe orienta sobre decoração natalina com economia e segurança

Foto: Reprodução/Internet
Celpe dá dicas de como caprichar na decoração de Natal sem que as luzes pesem na conta de energia e também orienta sobre os cuidados de segurança na hora de decorar

O Natal está chegando e, com ele, toda a energia e a magia que este período do ano proporciona. É no início de dezembro que começamos a ver as residências e comércios enfeitados com decorações natalinas. As luzes, conhecidas como pisca-pisca, são os enfeites favoritos. Mas eles também representam um incremento no valor da conta de energia. Por isso, a Celpe dá uma dica importante de como caprichar na decoração e, ainda assim, economizar.

O segredo é optar pelas luzes com lâmpadas de LED. A título de comparação, cerca de 100 mini lâmpadas convencionais possuem em média uma potência de 35W, enquanto a mesma quantidade de lâmpadas de LED possui potência média de 5W, sete vezes menor. Elas são um pouco mais caras, mas também duram até seis vezes mais e são mais eficientes, consumindo menos energia, o que impacta diretamente no bolso do consumidor. Outra dica bacana é desligar os pisca-piscas quando não tem ninguém em casa ou quando todos estiverem dormindo.

Decoração Segura

Ao decorar a casa, é preciso estar atento, principalmente, à segurança. “Em áreas externas, como fachadas de casas, é muito importante tomar cuidado ao subir em estruturas como escadas ou usar ferramentas com hastes metálicas durante a decoração, pois, o contato acidental com a rede elétrica pode provocar choques que levam à morte”, explica Rosylaina dos Santos, gerente  de Segurança do Trabalho e Saúde da Celpe. Uma regra simples: é nunca utilizar postes ou fiações para apoiar enfeites natalinos.

Dicas de Segurança

- Não utilize benjamins, nem sobrecarregue o circuito da tomada. Isso pode superaquecer os fios e causar incêndios ou curtos-circuitos;

- Não faça emendas nos fios da iluminação de Natal;

- Evite contato das lâmpadas com objetos e enfeites que podem ser inflamáveis ou metalizados;

- Mantenha a árvore natalina distante de objetos que possam pegar fogo, como cortinas, lareiras ou outras fontes de calor;

- Não feche portas e janelas sobre a fiação.

Da Assessoria de Imprensa

Inadimplência atinge 62 milhões de brasileiros e afeta 3% do crédito

Foto: Arquivo / Agência Brasil
A taxa de inadimplência ao crédito do sistema financeiro no Brasil chegou a 3,04%, ou em termos absolutos R$ 96,6 bilhões de um saldo total de R$ 3,168 trilhões. Os dados preliminares, relativos ao mês de setembro, são do Banco Central (BC). Os valores não discriminam as contas em vermelho de empresas e pessoas físicas. A inadimplência diz respeito a dívidas em atraso há mais de 90 dias. As informações são da Agência Brasil.

A dívida a bancos, operadores de cartão de crédito, financeiras e leasing aflige metade (52%) dos brasileiros com "nome sujo" no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). Conforme o birô de crédito, em setembro, 62,6 milhões de pessoas estavam "negativados", equivalente à população da Itália ou pouco menos de um terço da população adulta com 20 anos ou mais -conforme cálculo do IBGE, há 209 milhões de brasileiros,194 milhões com idade a partir de 20 anos.

Em relação às instituições financeiras, tabela das Estatísticas Monetárias de Crédito, disponível para download na página do BC, a inadimplência junto a essas instituições equivalem a 2,7% dos saldos. No caso das instituições financeiras privadas nacionais, a proporção é de 3,8%. Para as instituições financeiras estrangeiras, o percentual é de 2,6%.

A maior parte do montante da inadimplência é devida aos bancos públicos (46,27%). Em segundo lugar, às instituições privadas de capital nacional (41,28%). Em terceiro lugar, às instituições de capital estrangeiro (12,45%). "A inadimplência sempre cresce com o desemprego. Quando o país entrou em crise, a partir de 2014, nós tínhamos 51,8 milhões de CPF negativados. A crise, de 2014 pra cá, colocou mais 10 milhões na inadimplência", descreve Luiz Rabi, economista da Serasa Experian.

Marcela Kawauti, economista-chefe do SPC Brasil, confirma que a recuperação do trabalho, e portanto da renda, é o que faz com que quem esteja inadimplente possa colocar em dia as contas em atraso, especialmente os mais pobres. "Quando o consumidor que tem a renda menor voltar para o mercado de trabalho, ele vai pagar a dívida, resolver esse problema."

Da Agência Brasil

segunda-feira, 12 de novembro de 2018

Mercado reduz estimativa de inflação para 4,23% neste ano

Foto: Tânia Rêgo / Agência Brasil
A estimativa de instituições financeiras para a inflação este ano caiu pela terceira vez seguida. De acordo com pesquisa do Banco Central (BC), divulgada nesta segunda-feira (12), o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deve ficar em 4,23%. Na semana passada, a projeção estava em 4,40%. As informações são da Agência Brasil.

Para 2019, a projeção da inflação foi ajustada de 4,22% para 4,21%. Não houve alteração na estimativa para 2020: 4%. Para 2021, passou de 3,97% para 3,95%.

A meta de inflação, que deve ser perseguida pelo BC, é 4,5% este ano. Essa meta tem limite inferior de 3% e superior de 6%. Para 2019, a meta é 4,25% com intervalo de tolerância entre 2,75% e 5,75%.

Já para 2020, a meta é 4% e 2021, 3,75%, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para os dois anos (2,5% a 5,5% e 2,25% a 5,25%, respectivamente).

Segundo o mercado financeiro, a Selic (taxa básica de juros) deve permanecer em 6,5% ao ano até o fim de 2018. Para 2019, a expectativa é de aumento da taxa básica, terminando o período em 8% ao ano e permanecendo nesse patamar em 2020 e 2021.

As instituições financeiras ainda mantiveram a estimativa para o crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) em 1,36% em 2018, e em 2,50% nos próximos três anos.

Já a expectativa para a cotação do dólar segue em R$ 3,70 no fim deste ano, e passou de R$ 3,80 para R$ 3,76 no término de 2019.

Natal deve movimentar R$ 53,5 bi na economia, projetam CNDL/SPC Brasil

Foto: Reprodução/Internet
Este ano, mais de 110 milhões de brasileiros pretendem ir às compras e desembolsar, em média, R$ 116 por presente. Lojas de departamento, internet e shopping center são os principais locais de compra. Mais da metade dos consumidores pagarão à vista
Apesar da lenta recuperação da economia no país e do ambiente de incertezas, a maior parte dos brasileiros pretende manter a tradição e ir às compras neste Natal, movimento que promete aquecer as vendas do varejo em 2018. É o que revela pesquisa realizada em todas as capitais pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). As projeções permanecem no mesmo patamar do último ano e indicam uma injeção de aproximadamente R$ 53,5 bilhões na economia.
Além disso, espera-se que mais de 110,1 milhões de consumidores presenteiem alguém no Natal de 2018. Em termos percentuais, 72% dos brasileiros planejam comprar presentes para terceiros no Natal deste ano, número que se mantém elevado principalmente nas classes A e B (83%). Apenas 9% disseram que não vão presentear — 26% porque não gostam ou não têm o costume, 23% por estarem desempregados e 17% por não ter dinheiro — enquanto 19% ainda não se decidiram.
Na avaliação do presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro Junior, a injeção desse volume de recursos na economia reforça o porquê a data é a mais aguardada do ano para consumidores e comerciantes. “Embora o cenário econômico atual não esteja tão favorável, a expectativa positiva para o Natal dá indícios sobre a disposição dos brasileiros em consumir”, afirma Pellizzaro Junior.
Consumidor pretende comprar entre quatro e cinco presentes; ticket médio será de R$ 116 por item. Considerando os que realizaram compras no ano passado, 27% planejam gastar mais
Em média, os consumidores ouvidos na pesquisa devem comprar entre quatro e cinco presentesO valor médio com cada item será de R$ 115,90, sendo maior entre os homens (R$ 136,51). O levantamento também revela que o número dos que pretendem desembolsar entre R$ 101 e R$ 200 com presentes cresceu na comparação com 2017, passando de 10% para 16%. Esse percentual chega a mais de um terço (33%) na faixa acima de 55 anos. Há, contudo, uma parcela considerável de consumidores (33%) que ainda não decidiu qual ao valor a ser desembolsado.
Outro dado que sugere uma disposição maior de consumo para o Natal é que quase um terço (27%) dos entrevistados que compraram presentes em 2017 irá gastar um valor superior este ano — alta de oito pontos percentuais na comparação com o último Natal. Outros 30% planejam gastar a mesma quantia e 22% menos. Considerando os que vão gastar mais no Natal de 2018, 29% afirmam que vão adquirir um presente melhor, enquanto 25% reclamam do aumento dos preços, principalmente as classes A e B (41%). Há ainda, 22% de pessoas que economizaram ao longo do ano para poder gastar mais com os presentes natalinos, em especial as mulheres (33%).
Entre os que irão diminuir os gastos, a principal razão deve-se à situação financeira ruim e ao orçamento apertado (34%). Outros 30% afirmaram que querem economizar, enquanto 14% possuem outras prioridades de compra, como a casa própria ou um automóvel e 12% estão desempregados.
85% dos consumidores vão pesquisar preços antes de comprar presentes; lojas de departamento e internet são principais locais de compra 
Os reflexos da crise continuam sendo sentidos no bolso do consumidor, que enfrenta orçamento mais apertado e renda que não acompanhou ajustes de preço dos produtos. Tanto que a maioria dos consumidores ouvidos (56%) disseram que os presentes de Natal estão mais caros em 2018 do que no ano passado. Para 28%, os produtos estão na mesma faixa de preço, enquanto apenas 6% disseram que os preços estão menores.
Pesquisar preço antes de comprar já se consolidou como hábito entre os brasileiros: 85% dos entrevistados adotarão essa prática pensando em economizar e a internet (67%) será a principal aliada. O tradicional comércio de rua e as lojas de shopping são dois outros destinos de quem pretende comparar preços, com 49% e 47% das menções, respectivamente. Quanto ao local escolhido para as compras de Natal, este ano as lojas de departamento dividem a preferência dos consumidores (42%) com as lojas online (40%) — 75% desses consumidores virtuais farão, pelo menos, metade de suas compras neste canal.
Saiba mais, clique AQUI.

domingo, 11 de novembro de 2018

Período natalino | Vagas temporárias nas lojas Cacau Show de Carpina, Limoeiro e Surubim

Imagem: Divulgação/Reprodução
As lojas Cacau Show de Carpina, Surubim e Limoeiro abrem vagas temporárias para o período natalino e não exige experiência.


Os interessados (a), devem deixar os currículos nas respectivas lojas até o dia 17 de novembro. 

Confira os endereços:


Cacau Show Carpina: Avenida Pres. Getúlio Vargas, 110 - São José.


Cacau Show Limoeiro: Rua. Santo Antônio, 156 - Centro

Cacau Show Surubim: Rua Maria Rejane Germano, 55 - Centro.

Da Redação (Negócios & Informes)


Eleição da OAB Subseção de Surubim terá chapa única; Fredson Rodrigues será reconduzido ao cargo

Imagem: Divulgação/Reprodução
Findo o prazo regimental para apresentação de chapa concorrente à presidência da OAB Subseção da Surubim nas eleições do próximo 19 de novembro, a única chapa inscrita é a da situação encabeçada pelo advogado Fredson Rodrigues, atual presidente da entidade. O advogado será reconduzido ao cargo para o próximo triênio.  

A chapa "Avançando com a Ordem" conta com vice-presidência do advogado Alex Sandro Souza de Lima. Também são indicados para a diretoria: Karla Adriana Ribeiro de Araújo Lago (secretária-geral), Valquíria Oliveira Bezerra do Nascimento (secretário adjunto) e Fernando Barbosa de Brito Filho (tesoureiro).

"Queridos amigos, advogados e advogadas de Surubim e região, após alguns meses de diálogos, sempre escutando com carinho e atenção as inúmeras sugestões , elogios e críticas construtivas, é chegada a hora de renovarmos por mais três anos a nossa gestão institucional." Postou no Instagram, o advogado Fredson Rodrigues que será reconduzido ao cargo para os próximos 03 anos na OAB Surubim.

Da Redação (Negócios & Informes)

Surubim ganha Ellegance Noivas

Na noite deste sábado (10), aconteceu a inauguração da Ellegance Noivas, localizado na Rua Sete de Setembro, 70, 1º andar, Centro, Surubim-PE (local onde funcionava a antiga loja de Onilda Flores).

 A loja é especializada em aluguel de roupas para ocasiões especiais (formatura, noivado, casamento...), além de contar com equipe talentosa e especializada em ajustes de peças sob medida. 

A cerimônia de inauguração teve início com desfile a céu aberto com trajes para noivos, em seguida teve a benção proferida pelo Padre Cleydson Silva, em sequência, o casal Valéria Ribeiro e Edson Barbosa deu as boas vindas aos familiares e convidados presentes. O cerimonial foi conduzido pelo Mestre de Cerimônias, Roberto Pessoa.

Acompanhe pelas redes sociais:


Confira, vídeos e fotos:















Créditos fotos: Carlos Galhardo (Visão Surubim); Isabel Fyamma /  Negócios & Informes

II Fórum Municipal de Cultura é realizado em Surubim

Fortalecer a cultura já existente e incentivar a formação de novos artistas é uma ação contínua e que exige esforços de vários segmentos da sociedade.

Diante dessa realidade, a Prefeitura de Surubim, através da Secretaria de Educação e Cultura, promoveu o II Fórum Municipal de Cultura na tarde deste sábado (10).

Recebendo a Presidenta do Conselho Estadual de Cultura, Tereza França, e a Secretária Executiva Estadual de Cultura, Silvana Meirelles, o evento recebeu artistas e produtores de cultura de vários segmentos, não só de Surubim, como também da região.

Após a abertura oficial, os presentes puderam assistir à palestra "A Importância do Plano Municipal de Cultura" e, em seguida, passaram a discussões em grupos que foram divididos por eixos temáticos que englobam a cultura em nossa cidade.

Acabado esse momento, todos retornaram à plenária para discussão final e aprovação do Plano Municipal de Cultura, documento que oficializa as ações que serão realizadas pelo Poder Executivo Municipal e sociedade civil em compromisso com nossa cultura popular.

A Secretária de Educação e Cultura, Eklaydja Farias, e o Diretor de Cultura, Maurício Barbosa, reforçaram em suas falas a gratidão pelo interesse e participação de todos que estiveram no Centro Cultural Dr. José Nivaldo, integrando-se ao evento e engajados na luta pela sobrevivência das raízes e tradições de nosso povo.
Fotos: Alian Aragão/Divulgação
Da ASCOM Surubim

sábado, 10 de novembro de 2018

Boletos vencidos já podem ser pagos em qualquer banco

Foto: Agência Brasil
A partir de hoje (10), boletos vencidos poderão ser pagos em qualquer banco ou correspondente e não apenas na instituição financeira em que foram emitidos. Isso será possível com a conclusão da implementação da Nova Plataforma de Cobrança (NPC), sistema desenvolvido pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) em parceria com os bancos. Na última fase do processo, passa a ser obrigatório o cadastramento de títulos referentes a faturas de cartão de crédito e doações no novo sistema.

Segundo a Febraban, além da praticidade, a implementação da NPC torna o processo de pagamento via boleto mais seguro, sem risco de fraudes. Outra mudança diz respeito ao comprovante de pagamento, que será mais completo, apresentando todos os detalhes do boleto, (juros, multa, desconto, etc) e as informações do beneficiário e pagador.

O projeto da Nova Plataforma de Cobrança começou há quatro anos. Desde 2016, a medida vem incorporando à base de dados os boletos de pagamentos já dentro das normas exigidas pelo Banco Central, ou seja, com informações do CPF (Cadastro de Pessoa Física) ou CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) do emissor, data de vencimento e valor, além do nome e número do CPF ou CNPJ do pagador.

A Febraban diz que essas informações são importantes para checar a veracidade dos documentos na hora do pagamento. Caso os dados do boleto a ser pago não coincidam com os registrados na base da nova plataforma, o documento é recusado, pois pode ser falso.

Para fazer a migração do modelo antigo de processamento para o atual, os bancos optaram por incluir os boletos no novo sistema por etapas, de acordo com o valor a ser pago. Esse processo começou em meados do ano passado para boletos acima de R$ 50 mil (os de menor volume) e termina hoje, com a incorporação dos boletos de cartão de crédito e doações.

A previsão inicial era que o processo fosse concluído em 22 de setembro. Entretanto, em junho deste ano, após dificuldades de clientes para pagar boletos, a Febraban alterou o cronograma.

Última fase

Com uma participação de cerca de 40% do total de títulos emitidos no país, os boletos de cartões de crédito e doações têm uma característica em comum: o valor a ser pago pelo consumidor pode não ser exatamente o que consta em cada boleto. No caso dos cartões, porque há opções de pagamento, como valor mínimo, duas ou três parcelas. No caso das doações, o usuário também pode escolher um valor diferente do que está impresso no boleto.

Segundo a Febraban, da mesma forma que nas fases anteriores, se os boletos não estiverem cadastrados na base do novo sistema, os bancos irão recusá-los. Se isso ocorrer, o pagador deve procurar o beneficiário, que é o emissor do boleto, para quitar o débito ou solicitar o cadastramento do título.

Da Agência Brasil

Acompanhe-nos no Facebook


Publicidade


!

!
!
!

!

!

!

!

!

!

!

!
!
!
!
!

!

!
!

Você é o Visitante:

Acessos em Tempo Real

Previsão do Tempo em Surubim

Blogs e Sites Parceiros

Curta Nossa FanPage - Muito Obrigado!

Internautas On Line

(81) 9925.8297 // negocioseinformes@gmail.com