© 2014 - Todos os Direitos Reservados ao Blog Negócios e Informes. Tecnologia do Blogger.

terça-feira, 18 de fevereiro de 2020

Toritama | Xand e Mano Walter confirmados no Festival do Jeans

Promovido pela Associação Comercial e Industrial de Toritama (ACIT), a décima nona edição do Festival do Jeans tem duas atrações confirmadas: Xand Avião e Mano Walter. A programação completa ainda não foi anunciada. O evento acontecerá no período de 30 de abril a 2 de maio. A novidade deste ano fica para a inserção do dia 29 de abril na grade de shows.  As apresentações acontecem numa ampla estrutura montada na área externa do Parque das Feiras, as margens da Rodovia BR 104.

De acordo com a organização, o comandante Xand Avião abre a programação no dia 29 de abril. Já o vaqueiro Mano Walter tem agenda para o dia seguinte. Paralelo a grade artística, o FJT também conta com desfiles de diversas marcas, rodadas de negócios, palestras, stands de expositores e plataformas de crédito. Conhecida como “Capital do Jeans”, Toritama é o segundo polo de confecções “jeanswear” do País e o principal do Nordeste, sendo ainda responsável por 16% da produção nacional.

Do Blog do Agreste

Centro Esportivo da Gameleira derrota Vasco dos Pilões na final do Campeonato Municipal de Surubim da 1ª Divisão

Na tarde do último domingo (16), o Estádio Carlos Alberto de Oliveira foi palco de uma disputa emocionante: a Final da Primeira Divisão do Campeonato Municipal de Futebol de Campo.

A abertura do jogo contou com uma homenagem, na qual a cabine de Imprensa do Estádio foi batizada com o nome do radialista surubinense Sérgio Ricardo (in memmorian). Emocionada, a família também recebeu uma réplica da placa.

Na ocasião, o Centro Esportivo da Gameleira jogou contra o Vasco dos Pilões, sendo que a equipe da Gameleira levou o título pra casa, após um empate por 0 x 0 no tempo normal, seguido de vitória nos pênaltis, por 4 x 2.

Fotos: ASCOM Surubim
Após 5 meses de campeonato, foi uma satisfação para toda equipe da Secretaria de Juventude e Esportes e para a gestão Municipal ver uma festa tão bonita acontecendo no Coqueirão.

Da ASCOM Surubim

Intenção de consumo das famílias sobe em fevereiro, diz CNC

Foto: Divulgação/Reprodução | Frigolândia Alimentos
É o maior nível desde abril de 2015 e melhor para o mês em 5 anos

A Intenção de Consumo das Famílias (ICF), calculada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), atingiu 99,3 pontos em fevereiro de 2020.

De acordo com a entidade, é o maior nível desde abril de 2015, último mês em que o índice esteve no patamar de satisfação que é acima de 100 pontos. Ainda conforme a CNC, o resultado também é o melhor para um mês de fevereiro em cinco anos.

A CNC informou que após ajuste sazonal, a ICF registou elevação mensal de 1,2%, o que significa recuperação depois de duas quedas consecutivas. Na comparação anual a alta é de 0,8%.

Emprego
A pesquisa apontou também que grande parte dos entrevistados (39,1%) se sente mais segura em relação ao seu emprego atual. Esse patamar é o melhor desde abril de 2015, quando registrou 40%. O subíndice ficou em 119,9 pontos, que representam a melhor pontuação em fevereiro, entre os pesquisados. 38,1% das famílias fizeram avaliações positivas em relação à renda atual e alcançou 114,6 pontos, o que foi o melhor desempenho desde maio de 2015.

Consumo
Os indicadores de condições e perspectivas de consumo também melhoraram. O acesso ao crédito foi decisivo para esse desempenho positivo. 32,1% das famílias indicaram que comprar a prazo está mais fácil. Desde junho de 2015 não havia resultado tão favorável. No comparativo mensal, o item se destacou sendo o mais alto (+4,3%) e no anual registrou elevação de 6,7%, ficando no total com 95,4 pontos, o maior nível desde maio de 2015.

Para o presidente da CNC, José Roberto Tadros, o desempenho do índice de fevereiro indica recuperação gradativa do consumo. Contribuíram, ainda, fatores econômicos, como a redução do desemprego e o aumento das contratações líquidas e inflação baixa. “Os brasileiros estão mais confiantes com a atividade econômica em 2020, aumentando, assim, sua intenção de consumir tanto no curto quanto no longo prazo”, disse.

A economista da CNC, responsável pelo estudo, Catarina Carneiro da Silva, destacou que pela primeira vez, desde fevereiro do ano passado, a maior parte das famílias acredita que vai consumir mais no futuro.

Por: Agência Brasil 

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020

Prefeitura de Surubim faz entrega dos boletos para pagamento do Garantia Safra nesta terça-feira

A Prefeitura de Surubim, por meio da Secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Econômico, realizará nesta terça-feira (18), a entrega dos boletos para pagamento do Programa Garantia Safra. A entrega será destinada aos mais de 200 agricultores surubinenses que receberão o boleto no auditório da Prefeitura, a partir das 09h.

Imagem: Divulgação/Reprodução
Da ASCOM Surubim

Últimos dias: Escolha o curso superior e venha estudar na Faculdade Unicesumar

Faça sua matrícula até o dia 11 de março e garanta condições especiais para começar uma graduação na melhor EAD do Brasil, segundo o MEC. Ainda dá tempo de aproveitar os últimos dias. Na Unicesumar você pode ingressar por transferência, com nota do ENEM, como Portador de Diploma ou pelo vestibular próprio.

A Unicesumar tem mais de 50 cursos de graduação, aula ao vivo uma vez por semana e uma metodologia que se adapta a sua rotina. Além do mais temos cursos com promoções especiais, como é o caso de Design de Moda e Matemática, por apenas 186 para o curso todo, dentro do Programa Social da Unicesumar, Agora eu Posso.

Mais informações: Polo Unicesumar Surubim – 3634-2340| Whatsapp: 9.8982-5586 | Av. São Sebastião, 889 – Bairro São Sebastião.
Da Assessoria

Novos riscos e dados frustrantes aumentam desafio para investidor

Tecnologia e empreendedorismoFoto: Pexels/Divulgação
O Ibovespa - que se valorizou em 32% em 2019 e ganhou outros 2,53% já no primeiro dia de pregão deste ano - chega ao meio de fevereiro com queda de 1% no ano

Em pouco mais de um mês, riscos internacionais e domésticos mudaram o cenário positivo que a Bolsa de Valores brasileira vivia.

O Ibovespa -que se valorizou em 32% em 2019 e ganhou outros 2,53% já no primeiro dia de pregão deste ano- chega ao meio de fevereiro com queda de 1% no ano. Já o dólar, que subiu 4% em 2019, acumula quase o dobro de avanço em pouco mais de 40 dias.

O ano que era tido para as corretoras como de otimismo e de recuperação dos principais indicadores econômicos do país, com inflação controlada e juros em mínimas históricas, passou a ser descrito com afirmações menos calorosas e mais cautelosas.

Um dos motivos são os dados econômicos do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) para dezembro, que vieram piores do que o esperado pelo mercado. Enquanto o varejo interrompeu sete meses de alta e caiu 0,1% em dezembro ante novembro, o setor de serviços encolheu 0,4%.

O IBC-Br (Índice de Atividade Econômica do Banco Central) caiu 0,27% em dezembro. No ano, avançou 0,89%, após expansão de 1,34% em 2018. O boletim Focus esperava alta de 1,12%.

De acordo com a Modalmais, os dados deram fim ao momento positivo que se construía até outubro.

"Os fundamentos continuam favoráveis à continuidade da recuperação da atividade econômica, mas esses dados mais recentes colocam dúvida quanto ao ritmo dessa recuperação a curto e médio prazo", afirma relatório da corretora.

Além dos números fracos, analistas levam em conta nos cenários possíveis impactos de declarações polêmicas do ministro da Economia, Paulo Guedes, e do presidente Jair Bolsonaro na aprovação de reformas, como a administrativa e a tributária.

Somam-se às preocupações internas dúvidas sobre a economia global: os impactos do novo coronavírus e as incertezas com os Estados Unidos em ano de eleição presidencial.

Segundo o diretor de renda fixa e multimercados da BNP Paribas Asset Management, Gilberto Kfouri, o principal cenário brasileiro conta com uma redução nas expectativas de crescimento da atividade econômica e da inflação e um aumento da incerteza.

"De um lado, há um efeito de política monetária que demora para acontecer. De outro, os dados [econômicos] que saíram no início do ano foram abaixo da expectativa, e ainda há outras questões internacionais, como o coronavírus, que não deixam o investidor saber o que pode acontecer."

O risco mundial também influencia a saída de estrangeiros -maior fatia dos investidores na Bolsa. No ano, há um déficit de R$ 25,3 bilhões de investimento estrangeiro em ações brasileiras.

"Essa incerteza internacional já traz indicadores negativos para o mundo. Para o Brasil, ainda somam-se as falas desgovernadas de Guedes, que atrapalham ainda mais as reformas, que já estão mais lentas do que o esperado. Até os fundos imobiliários, que eram o charme do ano passado, se desvalorizaram. A vida do investidor está mais complexa", diz William Eid, coordenador do centro de estudos de finanças da FGV (Fundação Getulio Vargas).

O Ifix (índice de fundos imobiliários) da B3 desvalorizou 4,6% em 2020. Em 2019, subiu 36%. Já o índice de renda fixa S&P/B3 Inflação -que subiu 11,45% em 2019- acumula ganho de 1,25% neste ano.

Para Rodrigo Assumpção, planejador financeiro da Planejar, este ano deve ser mais difícil para os investimentos no geral, principalmente porque grande parte do otimismo de 2019 veio pelas medidas de controle da dívida pública e pela aprovação da reforma da Previdência.

"O investimento na Bolsa neste ano vai ter que ser mais selecionado. Agora, precisamos ver a economia crescer de fato e investir em empresas mais bem preparadas."

Ele afirma, também, que o ambiente de juros impulsiona o investidor de perfil mais conservador para a renda variável como forma de abranger mais risco a fim de ter maior rentabilidade.

"O perfil de risco [do investidor] não deve mudar conforme o cenário [econômico], mas tendemos a seguir muito o mercado e acaba que, quando o mercado sobe, o investidor vira agressivo, e, quando cai, vira conservador", afirma.

Já segundo o diretor-geral da Fator Administração de Recursos, Paulo Gala, há o risco de a Selic, hoje na mínima histórica de 4,25% ao ano, cair mais, mas são baixas as chances de a Bolsa subir em 2020 com a mesma intensidade do ano anterior.

"Agora, é preciso escolher as ações certas", diz o diretor, sugerindo os fundos de ações "stock picking" [papéis selecionados] para os investidores que aceitam mais risco. Esses fundos são geralmente mais caros -entre 1,5% e 2% de taxa de administração ao ano-, pois o gestor é mais criterioso na escolha dos papéis.

Para a renda fixa, Gala recomenda títulos do Tesouro Direto indexados à inflação. "Escolher o [papel com vencimento em] 2045 ou 2055 e deixar por cerca de 20 anos. Caso o dólar vá a R$ 6 e a inflação volte a 6% ao ano, esse investimento protege o capital."

Segundo o economista Alan Ghani, não basta ter o conhecimento sobre o que está acontecendo no mercado e no ambiente econômico brasileiro e mundial. Outros fatores como entender o objetivo do investimento, os prazos, o perfil de risco e as taxas também são importantes.

"O investidor que entra agora na Bolsa sem ter o conhecimento certificado não pode buscar o "day trading" [operações arrojadas na Bolsa, que buscam rendimentos com a compra e a venda de ativos no mesmo dia ou de um dia para o outro]. É importante ter em mente que, quanto maior for o horizonte de tempo, maior poderá ser o ganho", afirma.

De acordo com Ghani, um prazo razoável para deixar o dinheiro investido vai de cinco a dez anos. Para se proteger dos riscos, especialistas recomendam diversificar todos os tipos de investimento, tanto renda fixa quanto variável.

Dentre as opções com menos risco e ganho real (acima da inflação) estão títulos de dívidas privadas (debêntures), CRIs (certificado de recebíveis imobiliários) e CRAs (certificado de recebíveis do agronegócio). Já os ETFs (fundos baseados em determinados índices de ações, com cotas negociadas em Bolsa) e os fundos multimercado e de ações oferecem mais retorno, porém são mais arriscados.

Para especialistas, contudo, eles são preferíveis ao investimento direto em ações, pois são geridos por profissionais.

Da Folha de PE

domingo, 16 de fevereiro de 2020

Final do Campeonato Municipal de Surubim da 1ª Divisão acontece na tarde deste domingo

Imagem: Divulgação/Reprodução
O Campeonato Municipal de Futebol está chegando ao fim. Foram quase cinco meses de bola rolando, com muita emoção e participação. 


A Prefeitura de Surubim realizou um antigo sonho da população e recuperou totalmente o Coqueirão, com nova iluminação, gramado profissional, com sistemas de drenagem de primeiro mundo, novos vestiários e muito mais conforto para as torcidas.

Você é nosso convidado para a final do Campeonato Municipal de Campo Amador da 1ª Divisão, que acontece neste domingo, a partir das 15h. Venham com suas torcidas participar deste momento de alegrias e conquistas! Na ocasião, a prefeita Ana Célia também estará prestando uma homenagem ao radialista Sérgio Ricardo, já falecido.



Do Mais Casinhas

As Bonecas 2020: Gyl Masseta e Paredão Maracujá animarão foliões do mais autêntico bloco das Virgens de Surubim

O Bloco As Bonecas, o mais autêntico do tradicional Desfile das Meninas Virgens de Surubim, já anunciou suas atrações para o Carnaval deste ano: Gyl Masseta e o Paredão Maracujá. "No dia 01 de março de 2020 temos um encontro com você na Avenida São Sebastião! Concentração a partir das 9h da manhã, em frente à Escola Maria Cecília. Você é nosso convidado especial! Vem sentir essa energia contagiante!", anuncia a agremiação nas redes sociais.
Imagem: Divulgação/Reprodução
Do Mais Casinhas

Frei Miguelinho assume compromisso de regularizar pagamento de servidores

A Prefeitura de Frei Miguelinho assumiu o compromisso, perante o Ministério Público de Pernambuco (MPPE), a regularizar o pagamento dos servidores públicos ativos do município, sejam eles efetivos, comissionados ou contratados. Na recomendação, a promotora de Justiça Wanessa Kelly Almeida destacou a Notícia de Fato 02/2020, que está em tramitação no MPPE, na qual consta a informação de que a atual gestão do município vem atrasando o pagamento da remuneração mensal desses agentes. 

Cabe à prefeitura liquidar todos os débitos existentes com os servidores públicos municipais contratados, independentemente da natureza jurídica do vínculo funcional, em um mês, devendo efetuar o pagamento de todos os servidores até o dia 10 de março de 2020. Além disso, a prefeitura deve publicar o teor do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) em seu site de internet, com destaque na página inicial, bem como que no átrio do prédio da prefeitura. 

O descumprimento injustificado de qualquer das regras previstas no TAC servirá de fundamento à utilização de todas as medidas judiciais cabíveis, configurando improbidade administrativa. O Termo de Ajustamento de Conduta foi publicado no Diário Oficial Eletrônico do MPPE. Para consultar, o leitor deve acessar o portal www.mppe.mp.br.

Do Blog do Agreste

Bloco Levanta Defunto realiza prévia no Clube Independência, em Surubim

Bloco Levanta Defunto realiza seu desfile, no domingo
do Carnaval de Surubim,
que este ano será no dia 1.º de março
(Foto: Carlos Galhardo/ Blog Visão Surubim)
O Bloco Levanta Defunto realiza neste domingo (16), a sua tradicional prévia carnavalesca no Clube Independência, na Avenida São Sebastião. A programação começa ao meio-dia e contará com feijoada, bingo e  apresentação da Orquestra OIS no Frevo e Noé da Ciranda. O evento é promovido para arrecadar recursos para o desfile da agremiação que acontece no domingo, 1.º de março, às 7h, durante o Carnaval de Surubim.

A entrada na prévia e a feijoada são gratuitas. A renda para ajudar no desfile do bloco será obtida com a venda de camisas (R$ 20) e bebidas, explica a organização.

Do Correio do Agreste

Acompanhe-nos no Facebook


Publicidade


!

!
!
!

!

!

!

!

!

!

!

!

!
!
!
! !
!

!

!
! !

Você é o Visitante:

Acessos em Tempo Real

Previsão do Tempo em Surubim

Blogs e Sites Parceiros

Curta Nossa FanPage - Muito Obrigado!

Internautas On Line

(81) 9925.8297 // negocioseinformes@gmail.com