© 2014 - Todos os Direitos Reservados ao Blog Negócios e Informes. Tecnologia do Blogger.

quarta-feira, 20 de janeiro de 2021

Surubim inicia vacinação contra Covid-19

Foto: Divulgação/Prefeitura de Surubim
A Prefeitura de Surubim iniciou na Policlínica Estefânia Farias a vacinação contra a Covid-19, nesta quarta-feira (20). A profissional técnica de enfermagem Maria Auta (foto), que trabalha há 50 anos no Hospital São Luiz, foi a primeira surubinense imunizada contra a COVID-19 na Capital da Vaquejada.

Surubim recebeu nesta terça-feira (19) um total de 756 doses da Coronavac. O total representa duas doses, ou seja, serão imunizados inicialmente 378 pessoas. De acordo com informações da Prefeitura, primeiramente, serão vacinados os profissionais de saúde, que ficam na linha de frente no combate à pandemia. É importante dizer que os idosos e o restante da população serão imunizados em etapas posteriores, assim que o Ministério da Saúde encaminhe o número suficiente de doses.

95.ª Festa de São Sebastião termina nesta quarta-feira (20) em Surubim

Imagem de São Sebastião exposta na
igreja durante o novenário deste ano.
Será encerrada nesta quarta-feira (20) a 95.ª Festa de São Sebastião. Este ano, por causa da pandemia do novo coronavírus, o evento não contou com parques de diversões e barracas que nas edições anteriores lotavam grande parte da avenida que leva o nome do santo. Shows e apresentações culturais também foram cancelados. Ainda devido à pandemia, as celebrações do novenário seguiram medidas de prevenção à Covid-19 como limitação de público por cerimônia. Por dia, eram celebradas missas às 6h e às 19h, sendo que na da noite, apenas 150 pessoas podiam participar e ainda assim apresentando senhas distribuídas antecipadamente.


Por causa da pandemia do novo coronavírus,
missas tiveram público limitado
a 150 pessoas.
Para o  dia do encerramento, serão realizadas três missas nos seguintes horários: 7h, 10h e 17h. A celebração das 10h, conhecida como Missa Solene, será presidida pelo bispo da Diocese de Nazaré, dom Francisco de Assis Dantas de Lucena. Ainda seguindo as normas sanitárias, não haverá procissão com o público acompanhando o andor. A imagem do santo será levada em um carro após a missa das 17h e vai percorrer bairros como Chã do Marinheiro, Coqueiro, Centro e Cabaceira (confira o roteiro clicando aqui). Segundo a organização da festa, não será permitido que os fiéis sigam o andor nem mesmo em veículos. As missas serão transmitidas pelas redes sociais da Paróquia.


São Sebastião não é o padroeiro de Surubim, mas este dia 20 de janeiro é feriado na cidade em homenagem ao mártir. As repartições públicas são fechadas e os estabelecimentos só funcionam se tiverem autorização do sindicato dos comerciários. 


Do Correio do Agreste / (Fotos: Reprodução/ Paróquia de São Sebastião)

Morre aos 57 anos o empresário surubinense "Ná do Frigorífico e Mercadinho Surubim"

Faleceu na madrugada desta quarta-feira (20), o empresário Inaldo Barbosa da Silva, de 57 anos, mais conhecido como "Ná do Frigorífico e Mercadinho Surubim." Inaldo estava hospitalizado num hospital da capital pernambucana. 

A informação foi divulgada agora há pouco, através de nota no Facebook do Frigorífico e Mercadinho, confira: "É com imensa tristeza, que viemos tornar público, o falecimento do Sr.Inaldo Barbosa, proprietário do Frigorífico e Mercadinho Surubim, ocorrido nesta madrugada. À todos só nos resta saudades desta pessoa maravilhosa que sempre foi."




CDL Surubim emite nota de pesar, confira:

"A Câmara de Dirigentes Lojistas de Surubim, em
nome de seu presidente, Ilário Pio, diretores e colaboradores, torna público os sentimentos de pesar pelo falecimento do empresário Inaldo Barbosa da Silva, de 57 anos, mais conhecido como "Ná do Frigorífico e Mercadinho Surubim," ocorrido nesta quarta-feira (20). A CDL aproveita a oportunidade para agradecer a importante colaboração de Inaldo Barbosa ao movimento lojista do município, associado à nossa Instituição. Muito respeitosamente, prestamos as nossas condolências e deixamos os nossos mais sinceros pêsames à toda família e amigos."

terça-feira, 19 de janeiro de 2021

Petrobras anuncia aumento de mais de 8% na gasolina a partir de hoje

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
A nova estratégia da Petrobras é não divulgar o percentual de reajuste dos combustíveis, mas apenas o preço praticado nas refinarias, distante da realidade das bombas. Segundo anunciou nesta segunda-feira (18/1), a partir de terça-feira (19), “o preço médio de venda de gasolina da Petrobras para as distribuidoras passará a ser de R$ 1,98 por litro, refletindo um aumento médio de R$ 0,15 por litro no preço de venda”. Apesar de questionada pela reportagem sobre o percentual de reajuste, a Petrobras não respondeu.


O cálculo sobre a alta de R$ 1,83 por litro para R$ 1,98, considerando os R$ 0,15 médios de aumento médio informados pela petroleira, é de um salto de quase 8,2% no preço do combustível. Apesar de não informar o percentual, em nota, a empresa argumenta que “contribui para a transparência de preços para a sociedade" ao publicar, em seu site, "dados referentes aos seus preços de venda às distribuidoras dos seus principais produtos”.


Desde 7 de agosto de 2019, os preços passaram a ser publicados, por local e modalidade de venda, no formato determinado pela Resolução ANP nº 795/2019. “Os novos preços são acrescentados no arquivo disponibilizado a partir da sua data de vigência, sem exclusão da vigência anterior. Dessa forma, é possível acompanhar a evolução dos preços por local”, explicou.


Vale lembrar que a empresa não dá a informação voluntariamente, apenas em resposta a um pedido formal, o que é feito diariamente pela reportagem do Correio/Diario. 


A estatal disse, ainda, que “os preços praticados têm como referência os preços de paridade de importação e, desta maneira, acompanham as variações do valor do produto no mercado internacional e da taxa de câmbio, para cima e para baixo. No ano de 2020, o preço médio da gasolina comercializada pela Petrobras atingiu mínimo de R$ 0,91 por litro.”


Gasolina vendida na bomba


A empresa ressaltou que o preço da gasolina vendida na bomba do posto revendedor é diferente do valor cobrado nas refinarias pela Petrobras. “Até chegar ao consumidor são acrescidos tributos federais e estaduais, custos para aquisição e mistura obrigatória de biocombustíveis pelas distribuidoras, além das margens brutas das companhias distribuidoras e dos próprios postos revendedores de combustíveis”.


Para justificar a afirmação, a companhia publicou um gráfico no qual apresenta os preços médios ao consumidor e sua composição nas 13 principais capitais do país para as semanas de 29/12/2019 a 04/01/2020 e de 03/01/2021 a 09/01/2021. “Pode-se observar que a participação dos preços de realização da Petrobras na composição de preços ao consumidor de gasolina caiu de 31% para 29%”, alegou.


No gráfico, o valor da gasolina era de R$ 4,58 na primeira semana de avaliação e passou a R$ 4,62 na segunda semana, terminada em 9 de janeiro. As variações mais significativas entre um período e outro, segundo o levantamento informado pela Petrobras, foram o aumento de 11% para 12% nas margens das distribuidoras e revendedoras e a elevação de 14% para 15% no etanol anidro, que é acrescentado na proporção de 27% na gasolina.


A Petrobras também fez questão de divulgar que, segundo dados do Global Petrol Prices, em 11 de janeiro de 2021, o preço médio ao consumidor de gasolina no Brasil era o 52º mais barato dentre 165 pesquisados, estando 21,6% abaixo da média de US$ 1,05 por litro.


Por: Correio Braziliense

Varejo vê vacinação com expectativa

Com a redução de 4,2% para 3,9% da previsão de expansão do setor de comércio pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), a expectativa do segmento em Pernambuco é de incertezas e de um 2021 com muitas dificuldades. Para o setor, a melhora depende do avanço da vacinação da Covid-19, já que auxílios financeiros dos governos foram cortados. 


O cenário também é preocupante para o setor no que diz respeito ao varejo ampliado, onde a projeção é de queda, chegando a -5,2%. As estimativas apontadas pela CNC, têm como base os dados da Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) de novembro, realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).


Em Pernambuco, mesmo com o início da vacinação contra à Covid-19, a expectativa de uma melhora na economia não é tão grande no varejo a curto prazo. O segmento espera um primeiro trimestre com desafios, já que incentivos dos governos foram suspensos, por exemplo. 


“Você começa 2021 com a expectativa não muito boa, porque vai ser um trimestre muito difícil. Primeiro de tudo, você não vai ter ajuda emergencial do governo, todas as expectativas mostraram que o Nordeste foi muito beneficiado pelo auxílio emergencial. Fundamentalmente para Recife, não vai ter mais Carnaval, isso é muito ruim para a economia como um todo. Uma coisa é certa, sem vacina não há crescimento da economia.”, disse o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas do Recife, Fred Leal. 


Para o presidente da Federação das Câmaras dos Dirigentes Lojistas de Pernambuco (FCDL-PE), o empresário Eduardo Catão, caso a vacinação não tenha boa adesão e outras datas importantes para o comércio sejam canceladas, o segundo semestre pode ser com dificuldades. “A expectativa ainda é preocupante, o vírus ainda tem força e afasta o consumidor, só vai quem precisa. O que gera movimentação no comércio está sendo cancelado, como o carnaval, então para o segundo se houver contribuição da vacinação, acreditamos em uma melhora”, afirmou.


Já de acordo com o economista da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Pernambuco (Fecomércio-PE), Rafael Ramos, a expectativa é de que o comércio só demonstre uma recuperação no segundo trimestre deste ano. “A partir do segundo trimestre a expectativa é de uma recuperação, então é provável que a gente tenha respostas e incentivos de setores como construção civil e indústria, que já estão bem e provavelmente vão se manter e isso possibilita a geração de empregos, com consequências positivas para o comércio”, contou. 


Rafael aponta ainda que entre os setores da economia, o que precisa mais da vacinação, é o do comércio, para que as pessoas possam voltar às compras com mais segurança. “Em termos de recuperação, o setor de comércio e serviço precisa ser visto com bastante carinho, porque é um dos que mais precisam da vacina, porque entra a questão de as pessoas estarem na rua atrás dos serviços e elas precisam estar seguras. A vacina vai acelerar essa segurança e fazer com que o setor de serviço tenha uma recuperação mais rápida este ano”, destacou o economista. 


Da Folha de PE / Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco


segunda-feira, 18 de janeiro de 2021

Celpe amplia prazo para negociação e evitar corte de energia de baixa renda

Consumidores com a faturas em aberto têm até o próximo dia 25 para regularizar a situação. Exclusivamente para baixa renda, a empresa zerou os juros de financiamento 


A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou, desde o dia 1º de janeiro, o corte de energia por inadimplência de clientes classificados baixa renda. No entanto, a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) decidiu adotar a ação apenas a partir do próximo dia 25. Os consumidores com faturas em aberto com a empresa estão sendo reavisados e, portanto, têm a oportunidade de negociar os débitos durante esta semana e evitar a suspensão do fornecimento. Como forma de facilitar a quitação de dívidas, a concessionária está oferecendo condições diferenciadas. Exclusivamente para os clientes baixa renda, a empresa zerou os juros de financiamento. 


Como forma de assegurar mais comodidade e segurança para os clientes, as condições especiais também estão oferecidas no Portal de Negociação da Celpe, disponível no site www.celpe.com.br. No ambiente online, o usuário encontra uma série de vantagens no pagamento de faturas, tais como quitação à vista, pagamento integral no débito com o cartão virtual Caixa Elo (Auxílio Emergencial) ou parcelamento em até 12 vezes no cartão de crédito. Na negociação, são aceitos os cartões das bandeiras Master, Visa, Hiper, Elo e Amex.  


Para utilizar os serviços do portal e ter acesso às opções de negociação, é necessário realizar o acesso informando o CPF e a conta contrato do cliente. Depois desse primeiro passo, é possível visualizar o débito e as condições de pagamento disponíveis. A empresa salienta ainda que as lojas de atendimento presencial e o atendimento telefônico, também estão preparados para informar aos clientes a situação do débito e concluírem a negociação. 


“O corte de energia é o último recurso utilizado pela empresa, antes são adotadas todas as medidas administrativas para a quitação da dívida que o cliente é informado através de carta, e-mail ou telefone, desde que estejam atualizados na Celpe. Para evitar a suspensão do fornecimento, a empresa está disponibilizando condições, realmente, diferenciadas aos clientes nesse momento de dificuldade”, comenta a superintendente de Relacionamento com Cliente, Pablo Andrade.  


Para utilizar os serviços do portal e ter acesso às opções de negociação, é necessário realizar o acesso informando o CPF e a conta contrato do cliente. Depois desse primeiro passo, é possível visualizar o débito e as condições de pagamento disponíveis.  


Pela internet, a empresa está preparada para atender os clientes com a mesma qualidade e rapidez, por meio dos canais digitais. São mais de 30 opções de serviços disponíveis, tais como: solicitar segunda via de conta, trocar titularidade e pedir religação do serviço. 


A empresa reforça que todos os clientes que possuam e-mail, SMS e WhatsApp, podem solicitar a modalidade de conta digital, reduzindo a necessidade de entrega presencial das contas, e tendo a sua conta de energia sempre à mão.  


Da ASCOM /  Foto: Flávio Japa/Arquivo Folha

Nova pesquisa do Procon-PE confirma queda nos preços de materiais escolares

 (Foto: Pixabay/Reprodução)
Uma nova pesquisa do Procon Pernambuco sobre os valores de materiais escolares no estado confirmou que a maioria dos itens solicitados pelas escolas teve manutenção ou queda de preço. O levantamento, divulgado nesta segunda-feira (18), foi feito entre 21 a 23 de dezembro e de 12 a 14 de janeiro. Os preços das duas pesquisas foram comparados. Dos 34 produtos observados pelo Procon, 14 caíram de preço, 15 mantiveram os valores e cinco tiveram aumento.


Os produtos que registraram as maiores quedas foram a caixa de lápis de cor ecológica, com 12 unidades, passou de R$ 11,59 para R$ 6,60 (43,05%); a mochila escolar, de R$ 39,90 foi para R$ 24,00 (39,85%); e a caneta esferográfica Cristal BPS GRIP 07mm, que saiu de R$ 3,20 para R$ 2,60 (18,75%).


Os fiscais pesquisaram 72 itens, divididos entre as seguintes categorias: lápis preto; lápis de cor; canetas esferográficas comum e cristal, giz de cera; borrachas branca e bicolor; massa de modelar; tintas; apontador de lápis; tesoura; cadernos espiral e brochura; agendas, lancheira; mochila e papelaria.


No último dia 4, o Procon havia divulgado pesquisa onde eram comparados os preços dos materiais escolares de 2021 e os valores praticados em 2020. Dos 31 produtos pesquisados, 12 tiveram queda no preço; 11 registraram manutenção dos valores e nove apresentaram aumento em relação ao ano anterior.


Os itens que mais tiveram queda de preço entre 2020 e 2021, segundo o órgão estadual, foram caneta esferográfica, passou de R$ 6,50 para R$ 3,20 (redução de 50,77%); caixa de lápis de cor ecológica, com 12 unidades, de R$ 19,99 foi para R$ 11,59 (queda de 42,02%), e apontador de lápis de metal, que saiu de R$ 1,90 para R$ 1,25 (diminuição de 34,21%).


O Procon-PE ressalta que os resultados mostram que, mesmo com a queda de valor na maioria dos itens em relação a pesquisa do ano anterior, é fundamental pesquisar antes de comprar, pois há diferenças significativas de preço entre os estabelecimentos visitados. O apontador de lápis com depósito, por exemplo, foi o produto que apresentou a maior divergência de uma loja o para outra. O mesmo produto pode ser encontrado por R$ 1 e por R$ 4,80, uma diferença de 380%. Para continuar lendo, clique AQUI!

Prefeitura divulga Plano de Vacinação contra a Covid-19 em Surubim

A Prefeitura de Surubim anunciou, após reunião na tarde desta segunda-feira (18), que o município está pronto iniciar a campanha de vacinação contra a Covid-19 tão logo as doses do imunizante cheguem à cidade, localizada no Agreste Setentrional de Pernambuco.


"Saí há pouco de uma reunião com a equipe da secretaria de Saúde, na qual foi concluído e aprovado o plano municipal de vacinação contra a COVID-19. Tratamos sobre toda a logística para darmos início a vacinação, que seguirá as orientações do Ministério da Saúde. O governo federal disponibilizará as doses da vacina para o governo do estado que fará a distribuição para os municípios," , reforçou a prefeita, Ana Célia.

Seguindo as orientações do Governo Federal, nesse primeiro momento, serão vacinados os trabalhadores da área da saúde, idosos a partir de 75 anos de idade, pessoas com 60 anos o mais que vivem em instituições de longa permanência (abrigos, instituições psiquiátricas), serão os primeiros contemplados com a imunização.  Confira o Plano de Vacinação contra a Covid-19 em Surubim :


Covid-19: Surubim recebe mais de 10 mil seringas no primeiro lote

Na manhã desta segunda-feira (18), a Prefeitura de Surubim recebeu o primeiro lote (corresponde a pouco mais de 10 mil unidades) de seringas que serão usadas na vacina para imunização contra o COVID-19. O material foi enviado pelo Governo do Estado, através da II Gerência Regional de Saúde (Geres-Limoeiro). 


Na última segunda-feira (11) a prefeita Ana Célia (PSB) reuniu a equipe da secretaria de Saúde para o planejamento da imunização da população, que será inicialmente com os grupos prioritários estabelecidos pela Secretaria Estadual de Saúde (SES). "Com entusiasmo tivemos ontem a aprovação do uso emergencial de duas vacinas contra a COVID-19. E na manhã de hoje (18/01), com muita esperança, Surubim recebeu do governo do Estado o primeiro lote de seringas que serão utilizadas no plano municipal de vacinação contra o COVID-19," postou a prefeita em seus canais nas redes sociais.



Sesc promove oficina cultural de férias em Surubim

Com o tema “Introdução à Narrativas Virtuais”, atividade acontece de 25 a 29 de janeiro, com transmissão pela plataforma Google Meet. Inscrições estão abertas



O Sesc Ler Surubim abriu inscrições para a oficina “Introdução à Narrativas Virtuais” que acontece de 25 a 29 de janeiro. Os interessados podem se inscrever no portal de cursos do Sesc, pelo link https://cursos.sescpe.com.br/turma/introducao-a-narrativas-virtuais/narrativasvirtuais-2118304. As aulas serão transmitidas pela plataforma Google Meet, das 19h às 22h. A inscrição custa R$ 50, mas os trabalhadores do comércio e seus dependentes com o Cartão do Sesc têm desconto e pagam R$ 25. O aluno precisa ter idade mínima de 14 anos e uma conta no Gmail.



 

A oficina ministrada por André Chaves (artista da cena, produtor, gestor cultural do Reduto Coletivo e professor de teatro do Sesc) visa investigar as possíveis contribuições da tecnologia digital em processos de criação e fruição em arte, experimentar e desenvolver narrativas virtuais, tendo as tecnologias como dispositivos de suporte à composição dos trabalhos. “Com um formato 100% online, a ideia é que o aluno se aproprie das ferramentas digitais disponíveis para produzir uma nova forma de construção coletiva, pensando em ações e poéticas específicas para o espaço virtual”, explica Igor Alexandre, professor de artes do Sesc Ler Surubim.



 

No conteúdo programático, serão abordados tópicos como “Noção e conceito de tecnologia e tecnologia na arte”; “Diálogos possíveis em arte e tecnologia digital”; “Gambiarras como forma de suporte e potência da subsistência na criação/composição”; “Relação entre o artista, a criação e os dispositivos de suporte/execução”; “A presença da arte no espaço virtual: canais, suportes e ferramentas”; “Noção e conceito de narrativas”; e “Reflexões sobre vida real versus vida virtual/digital: tensões estéticas, sociais, éticas e políticas”; entre outros.

 


 

Serviço: Oficina “Introdução à Narrativas Virtuais”

Realização: Sesc Ler Surubim

Data: de 25 a 29 de janeiro

Inscrição: R$ 25 (trabalhadores do comércio e dependentes) e R$ 50 (público geral), pelo link:

https://cursos.sescpe.com.br/turma/introducao-a-narrativas-virtuais/narrativasvirtuais-2118304

Informações: (81) 3634.5280



Da ASCOM

Acompanhe-nos no Facebook


Publicidade


!

!
!
!

!

!

!

!

!

!
!
!
!
!

!
! !

Você é o Visitante:

Acessos em Tempo Real

Previsão do Tempo em Surubim

Blogs e Sites Parceiros

Curta Nossa FanPage - Muito Obrigado!

Internautas On Line

(81) 9925.8297 // negocioseinformes@gmail.com