© 2014 - Todos os Direitos Reservados ao Blog Negócios e Informes. Tecnologia do Blogger.

terça-feira, 11 de dezembro de 2018

Instituto Roberto Mateus está com vaga de emprego para Recepcionista

Imagem: Divulgação/Reprodução
Em Surubim, o Instituto Médico Roberto Mateus está com oportunidade de emprego, a função será para Recepcionista. Requisitos: ambos os sexos, com ou sem experiência., sem restrição de idade. 

Os currículos devem ser enviados para o e-mail: contato@institutorobertomateus.com.br 

Com prazo limite de envio/entrega até 13/12.

O Instituto Médico Roberto Mateus

A performance no setor de saúde decorre de uma longa trajetória de trabalho, de pioneirismo pela busca da modernidade, solidificada através de constantes investimentos em qualidade e avanços tecnológicos. Embasado nesta filosofia foi que surgiu o INSTITUTO MÉDICO ROBERTO MATEUS focalizado no atendimento a pacientes e familiares de Surubim e região que, diariamente, procuram a assistência dos profissionais de saúde nas mais diferentes especialidades e modalidades de serviço, tendo como objetivo valorizar a pessoa humana e prezar pelo compromisso e qualidade com a saúde do paciente, aliando instalações modernas e profissionais altamente qualificados voltados a prestar os melhores serviços.

Da Redação (Negócios & Informes)

Educandário Santa Ana está com matrículas abertas para 2019, em Surubim


O Educandário Santa Ana informa que estão abertas o período de matrículas para o ano letivo de 2019. O Educandário faz parte da educação de Surubim desde 2013.

Sob nova administração, serão formadas turmas pela manhã, tarde e integral. Abaixo, confira a nota de divulgação:

Imagens: Divulgação/Reprodução
"Para o ano letivo de 2019, teremos um novo formato desde, Educação Infantil até os anos iniciais da Educação Básica que compreendem de 1° ao 5° ano. O Educandário realiza matrículas a partir de 01 ano de idade. Com Matrículas para o Berçário (01 ano), Material I (02 anos), Maternal II (03 anos), Infantil I (04 anos), Infantil II (05 anos), 1° ano (06 anos), 2° ano (07 anos), 3° ano (08 anos), 4° ano (09 anos) e 5° ano (10 anos).

Temos aulas de:  Ballet, Capoeira, Dança, Informática, Inglês e Libras. Dispomos de transporte escolar, espaço de lazer, biblioteca. Contaremos com Avaliação e Acompanhamento Psicopedagógico. Mensalidade a partir de R$ 130,00 reais e Matrícula R$ 110,00."

O Educandário Santa Ana fica localizado na Rua Jerônimo Heráclio, 269 centro, fones: (81) 9 8196-0357 / 9 8210-4698.

Da Redação (Negócios & Informes)

segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

Promocional | JH Eletro prepara Grande Feirão de Natal

As lojas JH Eletro, em Surubim, está preparando uma grande promoção para o período natalino. Se trata do Grande Feirão de Natal. Nas redes sociais da loja, a sugestão é que os clientes não comprem nada durante a semana.

Confira o recado: "Atenção 📣🗒

Confira esse importante recado: Não compre nada essa semana. Vem aí o Grande Feirão de Natal da JH Eletro. O Maior Melhor Feirão de todos os tempos. Aguarde!

JH Eletro com o cliente onde o cliente estiver!"

Vá até uma das lojas: Loja 01 - Rua 15 de Novembro, 50 - Fone: 3634.1780 / Loja 02 - Rua 15 de Novembro, 85 - Fone: 3634.3030 - Centro Surubim-PE. Fique sempre por dentro das grandes promoções da JH Eletro, para curtir a página no Facebook, clique no link:  www.facebook.com/lojasjheletro e Instagram: www.instagram.com/lojasjheletro

Da Assessoria / Imagem: Divulgação/Reprodução

Sesc Ler Surubim promove Feira de Orgânicos

Foto: Divulgação / Reprodução
Comercialização de frutas, verduras, hortaliças e legumes acontece todas as terças-feiras, a partir das 7h, no Pátio das Carretas da Unidade

O Sesc Ler Surubim incentiva o consumo de alimentos saudáveis, produzidos sem o uso de agrotóxicos, com a realização semanal da Feira de Orgânicos, que acontece todas as terças-feiras, sempre das 7h às 11h, no Pátio das Carretas da Unidade. A feira é realizada em parceria com a Associação dos Agricultores/as de Bom Jardim - Agroflor. No local, o público encontra tomate, cebola, cenoura, alface, couve, feijão verde, acerola, inhame, laranja cravo e banana dentro outros. Os produtos são comercializados a preços a partir de R$ 2. Também são vendidos produtos beneficiados e produzidos com aproveitamento integral dos alimentos, como pães sem glúten, bolachas e bolos, além de peças do artesanato, estimulando o desenvolvimento sustentável local.

A Feira compõe as ações do Programa ECOS de Sustentabilidade, que tem a missão de planejar, propor e apoiar ações que induzam a prática da sustentabilidade, difundindo práticas sustentáveis que incentivem a agricultura familiar, a qualidade de vida e o desenvolvimento sustentável. “Eles tratam a terra e produzem os alimentos com muito cuidado e não utilizam aditivos químicos, o que nos dá a oportunidade de consumir alimentos de ótima procedência, com preço justo, frescor, variedade e, claro, melhorar nossa qualidade de vida”, afirma Amanda Roberta de Souza, assistente social do Sesc Ler Surubim.

Sesc - O Serviço Social do Comércio (Sesc) foi criado em 1946. Em Pernambuco, iniciou suas atividades em 1947. Oferece para os funcionários do comércio de bens, serviços e turismo, bem como para o público geral, a preços módicos ou gratuitamente, atividades nas áreas de educação, saúde, cultura, recreação, esporte, turismo e assistência social. Atualmente, existem 20 unidades do Sesc do Litoral ao Sertão do estado, incluindo dois hotéis, em Garanhuns e Triunfo. Essas unidades dispõem de escolas, equipamentos culturais (como teatros e galerias de arte), restaurantes, academias, quadras poliesportivas, campos de futebol, entre outros espaços e projetos. Para conhecer cada unidade, os projetos ou acessar a programação do mês do Sesc em Pernambuco, basta acessar www.sescpe.org.br.

Serviço: Feira da Agricultura Familiar 
Data: toda terça-feira
Horário: das 7h às 11h
Local: Sesc Ler Surubim – Rua Frei Ibiapina, s/n, no bairro São José.
Entrada gratuita
Informações: (81) 3634-5280

Mercado reduz estimativa de inflação pela sétima vez

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil
Instituições financeiras consultadas todas as semanas pelo Banco Central (BC) reduziram mais uma vez a estimativa para a inflação este ano. A projeção para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPC-A) caiu pela sétima vez seguida, ao passar de 3,89% para 3,71%, neste ano. Para 2019, a projeção foi reduzida pela quinta vez consecutiva, de 4,11% para 4,07%. Em 2020, a expectativa é que a inflação fique em 4%, a mesma projeção há 75 semanas e, para 2021, houve ajuste de 3,78% para 3,75%.

As informações são do boletim Focus, publicado toda segunda-feira no site do BC, com estimativas do mercado financeiro para os principais indicadores da economia.

A revisão na estimativa para a inflação ocorreu após o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informar que o IPCA registrou deflação de 0,21% em novembro e acumulou alta de 4,05% em 12 meses, abaixo do centro da meta de inflação, que é de 4,5%. Essa meta tem limite inferior de 3% e superior de 6%. Para 2019, a meta é 4,25% com intervalo de tolerância entre 2,75% e 5,75%.

Reunião do Copom
Essa meta deve ser perseguida pelo BC, e o principal instrumento é a taxa básica de juros, a Selic. As instituições financeiras consultadas pelo BC esperam por manutenção da taxa básica de juros, a Selic, em 6,5%, nesta semana. O Comitê de Política Monetária (Copom) do BC reúne-se amanhã e quarta-feira (12) para definir a Selic.

Para as instituições financeiras, a Selic deve voltar a subir em 2019, encerrando o período em 7,5% ao ano. Na semana passada, a expectativa estava em 7,75% ao ano. A primeira reunião do Copom de 2019 ocorrerá em fevereiro.

A manutenção da Selic, como prevê o mercado financeiro, indica que o Copom considera as alterações anteriores nos juros básicos suficientes para chegar à meta de inflação, objetivo que deve ser perseguido pelo BC.

Ao reduzir os juros básicos, a tendência é diminuir os custos do crédito e incentivar a produção e o consumo. Entretanto, as taxas de juros do crédito não caem na mesma proporção da Selic. Segundo o BC, isso acontece porque a Selic é apenas uma parte do custo do crédito.

Para cortar a Selic, a autoridade monetária precisa estar segura de que os preços estão sob controle e não correm risco de ficar acima da meta de inflação.

Quando o Copom aumenta a Selic, o objetivo é conter a demanda aquecida, e isso causa reflexos nos preços porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança

Atividade econômica
A projeção para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) – a soma de todos os bens e serviços produzidos no país – caiu de 1,32% para 1,30%, na segunda redução seguida.

Para 2019, a estimativa segue em 2,53%. As instituições financeiras projetam crescimento de 2,50% do PIB em 2020 e 2021.

Cotação do dólar
A previsão do mercado financeiro para a cotação do dólar passou de R$ 3,75 para R$ 3,78 no fim deste ano e para 2019 permanece em R$ 3,80.

Da Agência Brasil

domingo, 9 de dezembro de 2018

Programa Ganhe o Mundo abre inscrições para 1.020 vagas de intercâmbio

Foto: Divulgação / Reprodução
Oportunidades são para a modalidade tradicional e musical e são voltadas para estudantes matriculados nos cursos de línguas do Programa; Inscrições seguem até janeiro
A Secretaria de Educação do Estado (SEE) inicia nesta terça (04) e sexta-feira (07) o processo seletivo para o Programa Ganhe o Mundo (PGM). São ofertadas 1.020 vaga, sendo mil para o PGM Tradicional e 20 para a modalidade Musical. As inscrições devem ser feitas  entre os dias 4 de dezembro e 3 de janeiro (Tradicional) e 7 de dezembro a 20 de janeiro (Musical) através do site da SEE. Para acessar o formulário de inscrição, bem como o edital com todas as informações sobre o processo, clique aqui.
Para participar da seleção, os estudantes precisam ter no mínimo 14 anos de idade até o dia primeiro de julho de 2019 e, no máximo, 17 anos até o dia 31 de janeiro de 2019. Eles também devem estar matriculados e cursando o 1º ano do ensino médio das escolas públicas estaduais em 2018, bem como inscritos nos cursos de línguas do Programa.
Na edição tradicional, o edital dispõe de mil vagas, sendo 700 para a língua inglesa, 295 para a espanhola e cinco para a alemã. Os estudantes convocados irão cursar um semestre letivo em escola de nível médio nos seguintes países: Argentina, Chile, Espanha, Colômbia, Canadá, Estados Unidos, Nova Zelândia, Austrália e Alemanha. O link para inscrição estará disponível a partir desta terça-feira (04), no site da SEE: www.educacao.pe.gov.br.
Por sua vez, a edição musical oferece dez vagas destinadas para intercâmbio na Espanha e dez no Canadá. Os estudantes selecionados irão vivenciar um semestre letivo do ensino médio na modalidade High School e receberão treinamento prático no instrumento musical ou canto para o qual foi selecionado. Em ambas as edições, os embarques estão previstos para acontecer em julho de 2019. O link para inscrição estará disponível a partir da sexta-feira (07), no site da SEE: www.educacao.pe.gov.br.
PROGRAMA GANHE O MUNDO - O PGM Foi criado em 2011 com o propósito de aumentar a proficiência das línguas inglesa e espanhola nos jovens estudantes da Rede. Mais de sete mil estudantes já fizeram o intercâmbio através da ação, que oferta, atualmente, as modalidades Tradicional, Musical e Esportivo nos seguintes países: Estados Unidos, Canadá, Nova Zelândia, Austrália, Chile, Espanha, Argentina, Uruguai, Alemanha e Colômbia.
SERVIÇO:
Programa Ganhe o Mundo 
Inscrições para o PGM tradicional: de 04 de dezembro a 03 de janeiro de 2019
Inscrições para o PGM Musical: de 07 de dezembro a 20 de janeiro de 2019
Mais informações para a imprensa: (81) 3183-9300

Do Governo de PE

Amigo secreto promete aquecer a economia

Gabriela Parisi, advogadaFoto: Brenda Alcântara/Folha de Pernambuco
Segundo dados da CNDL e SPC Brasil, expectativa é que a busca pelos mimos movimentem R$53,5 bilhões e levem 110 milhões de pessoas para as ruas

Mesmo depois de um ano difícil, em que os efeitos da crise econômica ainda são sentidos, o brasileiro não vai deixar de ir às compras neste Natal. Segundo pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), pelo menos 110,1 milhões de pessoas (72%) pretendem presentear alguém nas festas de fim de ano, gerando uma injeção de R$ 53,5 bilhões na economia. Nesse panorama de recessão, os consumidores encontram estratégias para gastarem menos com as compras. Para 47% dos que vão participar de pelo menos um Amigo Secreto, a tradicional brincadeira é uma delas. Afinal, ela permite que cada um compre apenas um presente, mas que, no final, todos sejam presenteados. De acordo com o levantamento, quem participar do sorteio deve desembolsar cerca de R$ 60.

Foi assim na casa da estudante e advogada Gabriela Parisi, 23. “Minha família é muito grande e todo mundo achava chato não poder dar presentes para todos. Antigamente se dava apenas para as crianças, mas os outros se sentiam desvalorizados por isso”, revelou. Em 2016, no auge da crise, a família decidiu incluir o Amigo Secreto nos festejos natalinos. 

“Assim todos participariam, inclusive as crianças, e não teríamos problema de gastar demais ou ter que dar algo muito simples. Também evitando ter um presente ‘melhor’ que outro, já que a faixa de preço é a mesma”, opinou. No Natal deste ano, os presentes da família custarão entre R$ 40 e R$ 80. Entre as amigas da jornalista Clara Amorim, 22, o cenário é o mesmo. “Essa é a brincadeira que a gente faz todo ano como uma forma de confraternizar e dar uma lembrancinha que seja mais a cara uma da outra”, disse ela. “É uma forma de todo mundo ser lembrado, e justamente sem ninguém ter que dar um presente para toda pessoa”, comentou. Clara conta que o valor mínimo estipulado foi de R$ 20, mas que deve chegar a gastar até R$ 50. 

O educador financeiro Arthur Lemos concorda que o Amigo Secreto funciona como estratégia para economizar. “É muito vantajoso porque você provoca uma grande economia na família inteira, e não só seu bolso”, afirmou. “Além disso, no final do dia, você acaba tornando a troca de presentes uma forma de entreter a família, acaba virando um grande jogo”, disse.

Lemos alerta, no entanto, para atentar para os valores mínimos e máximos acordados entre os participantes. “É valido destacar a importância de definir as regras da brincadeira e respeitá-las. Porque, mesmo recorrendo à estratégia do Amigo Secreto, é preciso não desrespeitar o orçamento. E também para preservar o clima da festa, pois eventualmente é desconfortável dar um presente muito econômico e receber algo de valor muito superior”, concluiu.

Da Folha de PE

sábado, 8 de dezembro de 2018

Faculdade Duarte Coelho realiza confraternização de fim de ano

Alguns colaboradores, professores e alunos da Faculdade Duarte Coelho, em Surubim, se reuniram para se confraternizarem na noite desta sexta-feira (07).  

Nas instalações da Faculdade, professores e alunos aproveitaram para se despedirem de algumas alunas que se formam em janeiro do próximo ano. Em seguida, todos se dirigiram para a Churrascaria Boi Carrapeta. 

Com show ao vivo de Ernandes Alcântara, o clima de animação tomou conta do ambiente. Para encerrar, aconteceu troca de presentes. 





Confira mais fotos, clique AQUI! (Da Redação - Blog Negócios & Informes)

Sustentabilidade | João Alfredo reutiliza tambores na instalação de baterias coletoras de lixo

Imagem: Divulgação/Reprodução
Dentro do plano de trabalho de preservação dos espaços públicos do município, a Prefeitura Municipal de João Alfredo (PMJA) renovou as baterias coletoras de lixo. Elas foram espalhadas em vários  pontos da cidade. As lixeiras são identificadas por cores, as quais indicam o tipo de cada material que deve ser depositado: verde (vidro), vermelho (plástico), azul (papel) e amarelo (metal).

"O zelo e o cuidado com o espaço em que vivemos também depende das nossas ações. Vamos colaborar colocando o lixo na lixeira. Renovamos as baterias coletoras de João Alfredo, para que, juntos, possamos manter um lugar limpo e agradável. Cuide do que é seu, do que é nosso. Sempre que possível, observe a informação no tambor e faça o descarte corretamente. Agindo assim, todos nós contribuímos", destacou a prefeita Maria Sebastiana em postagem nas redes sociais.

A confecção das baterias de lixeiras buscou a utilização de tambores de metal - promovendo a reciclagem desde o primeiro momento, além da economia financeira. Elas possuem hastes para facilitar o trabalho dos garis no momento da retirada do lixo para o caminhão coletor. No fundo, existem furos para evitar o acúmulo de água parada. "Estamos praticando cidadania, promovendo reciclagem e economizando", pontuou a gestora municipal.

Do Blog do Agreste

sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

Fazenda sugere fim do abono salarial e revisão do reajuste do mínimo

Foto: Marcos Santos/USP Imagens
A política de reajuste do salário mínimo deverá ser revista e o abono salarial extinto, para reequilibrar as contas do governo depois da aprovação da reforma da Previdência. As sugestões constam de documento do Ministério da Fazenda com o balanço da atual gestão e recomendações para o próximo governo, disponível na página da pasta na internet.

A pasta também recomenda o controle dos gastos públicos, com a redução de privilégios e incentivos fiscais para setores da economia, revisão dos gastos com o funcionalismo público e direcionamento dos benefícios sociais aos mais pobres para reduzir a desigualdade. Segundo o documento, o salário mínimo, cuja política de reajuste será substituída em 2020, deverá ser compatível com os salários do setor privado e o aperto nas contas públicas.

Desde 2011, o salário mínimo é reajustado com base na inflação dos 12 meses anteriores pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), mais a variação do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e serviços produzidos no país) de dois anos antes. Caso o resultado do PIB seja negativo, a correção se dá apenas pelo índice de inflação. Essa política vigorará até 2019, sendo substituída no ano seguinte.

Segundo o Ministério da Fazenda, cada R$ 1 de alta no salário mínimo aumenta os gastos da União em R$ 304 milhões. A maior parte desses gastos o impacto decorre do reajuste do piso pago pela Previdência Social. A nova política de cálculo do mínimo deverá ser encaminhada pelo futuro governo até 15 de abril, quando será apresentado o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2020.

Abono salarial

Em relação ao abono salarial, a Fazenda recomendou a extinção do benefício por entender que não atende à população em extrema pobreza, mas apenas empregados com carteira assinada. Previsto para consumir de R$ 19,2 bilhões no próximo ano, o abono é pago ao trabalhador que recebe até dois salários mínimos com carteira assinada, desde que tenha trabalhado pelo menos 30 dias no ano-base de apuração e tenha carteira de trabalho há pelo menos cinco anos. O valor varia de R$ 80, para quem trabalhou apenas por 30 dias, a um salário mínimo (R$ 954), para quem trabalhou por 12 meses no ano anterior.

Para aumentar a eficiência dos gastos sociais, o Ministério da Fazenda, que será transformado em Ministério da Economia em janeiro, recomendou medidas adicionais, em que também entram a revisão do Benefício de Prestação Continuada (BPC), concedido a idosos e a pessoas com deficiência, a transferência da aposentadoria rural da Previdência para a assistência social e mudanças no regime previdenciário dos militares, com a possível cobrança de contribuição sobre pensões e proventos de militares inativos.

Para a Fazenda, o BPC, que paga um salário mínimo a deficientes e a quem tem mais de 65 anos, é menos eficaz que o Bolsa Família na redução da pobreza e tem alto nível de judicialização (questionado com frequência na Justiça). O Orçamento do próximo ano reserva R$ 59,2 bilhões para o BPC, que será pago a 4,9 milhões de beneficiários. Enquanto o Bolsa Família, que paga um valor fixo por dependente e é menor que o salário mínimo, destinará R$ 29,5 bilhões a 13,6 milhões de famílias.

Segundo a Fazenda, o Bolsa Família é o programa mais eficaz para reduzir a pobreza porque 44,3% dos recursos são destinados aos 20% mais pobres da população. A Previdência Social vai na direção inversa: 40,6% dos benefícios pagos vão para os 20% mais ricos, contra somente 3,3% dos recursos para os 20% mais pobres.

FGTS

Por fim, a Fazenda propõe uma reforma no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), de modo a usar os recursos do fundo para financiar parcialmente o seguro-desemprego e aumentar a rentabilidade das contas, que atualmente pagam 3% mais Taxa Referencial ao ano, mais participação nos lucros. A pasta também sugere a extinção do Fundo de Investimento do FGTS (FI-FGTS), que financia projetos escolhidos pelo governo e foi foco de corrupção nos últimos anos, por entender que a livre alocação de recursos é mais eficiente.

Da Agência Brasil

Acompanhe-nos no Facebook


Publicidade


!

!
!
!

!

!

!

!

!

!

!

!

!
!
!
!
!

!

!
!

Você é o Visitante:

Acessos em Tempo Real

Previsão do Tempo em Surubim

Blogs e Sites Parceiros

Curta Nossa FanPage - Muito Obrigado!

Internautas On Line

(81) 9925.8297 // negocioseinformes@gmail.com