© 2014 - Todos os Direitos Reservados ao Blog Negócios e Informes. Tecnologia do Blogger.

quarta-feira, 30 de abril de 2014

01 de maio, Dia do Trabalho: nossa homenagem, Blog Negócios e Informes


Na zona rural de Surubim segue distribuição de sementes

Distribuição de sementes segue na zona rural. Foto: Simone Bernardo - IPA Surubim

Depois da comunidade de Tatus, nesta segunda-feira (28), foi a vez dos agricultores do Sítio Pinhões receberem sementes selecionadas para o plantio.
Foram distribuídos 400 kg de milho, 180 kg de feijão carioquinha e 70 kg de feijão macassar, totalizando 650 kg de grãos. A entrega aconteceu para 140 famílias na Associação de Moradores da comunidade.
O evento contou com a presença dos técnicos  do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), Simone Bernardo e Elias Moura. Também estiveram presentes os secretários municipais, José Geraldo Neto (Agricultura, Indústria e Comércio) e Eva Pessoa (Orçamento Participativo), além do coordenador do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável de Surubim (CMDRS), José Inácio da Silva.
Os grãos são doados pelo Programa Terra Pronta e Distribuição de Sementes Governo do Estado.

Confira algumas imagens.






Fonte: Prefeitura de Surubim


terça-feira, 29 de abril de 2014

Montadora da Fiat em PE ainda tem mais de 350 vagas em aberto


Montadora da Fiat em PE ainda tem mais de 350 vagas em aberto. Foto: Diário de PE

A Fiat Chrysler está em busca de funcionários para a unidade de Goiana, Zona da Mata Norte pernambucana. Até o fim do ano, a montadora italiana espera contratar 850 pessoas. Até agora, foram contratados 482. Deste total, 92 estão trabalhando na unidade e 390 estão em treinamento. As seleções devem ser aceleradas. A operação começa no próximo ano. E até 2016, quando estiver a todo vapor, o Polo Automotivo vai precisar contar com um total de 8 mil trabalhadores.


As oportunidades estão distribuídas nas áreas especializada (nível superior completo), técnica (curso técnico completo) e operacional (nível completo ou técnico em andamento). Os interessados em trabalhar na unidade devem conferir as oportunidades e encaminhar os currículos pelo site oficial da Fiat Chrysler (o www.fiat. com. br). As vagas estão disponíveis por meio do link “Trabalhe Conosco”.

Segundo informações da montadora, do atual quadro, 93% são nordestinos, 71% pernambucanos e 40% são de Goiana e região. Além disso, dos 390 funcionários em treinamento, 120 estão no exterior (Itália, Sérvia e Estados Unidos). Já os que estão sendo capacitados em solo pernambucano contam com uma mini fábrica piloto, onde aprendem na prática o processo de produção de veículos.

O Polo Automotivo em implantação em Goiana terá investimento da ordem de R$ 7 bilhões, incluindo o valor aplicado pelas sistemistas, que são as empresas fornecedoras. O projeto como um todo, o que inclui essas empresas, irá gerar 12 mil empregos. A montadora terá capacidade de produção de até 250 mil automóveis por ano e será a mais moderna do Grupo Fiat Chrysler no mundo.

O parque de fornecedores ocupará 12 edifícios, onde serão produzidas 17 linhas de componentes. Com isso, o grupo pretende atingir a marca de 80% de nacionalização nos veículos produzidos em Pernambuco. Deste total, 40% dos itens serão fabricados pelo parque instalado em Goiana.

Segundo o cronograma divulgado pela Fiat Chrysler, as obras do polo já estão 80% concluídas. Além disso, a primeira linha de prensas, equipamentos responsáveis por transformar as chapas de aço em peças para a carroceria do automóvel, já foi montada e está em fase de testes. Pelo cronograma oficial, a previsão é de que todos os prédios que integram o projeto sejam finalizados até agosto, incluindo os que serão ocupados pelas fornecedoras. A partir daí será realizada a montagem do maquinário e, em seguida, será dada a largada na fase de testes da operação.

Saiba mais

Oportunidades de trabalho no polo automotivo de Pernambuco

Área especializada (Escolaridade: superior completo)
Engenheiro mecânico
Engenheiro eletrônico
Engenheiro eletricista
Engenheiro de automação
Engenheiro de segurança do trabalho
Engenheiro químico
Engenheiro ambiental
Engenheiro de produção
Engenheiro de materiais
Engenheiro civil
Médico do trabalho
Supervisor de saúde
Segurança e meio ambiente
Analista e supervisor de logística
Analista e coordenador de qualidade
Analista e supervisor de produção
Analista de recursos humanos
Analista de tecnologia da informação
Analista de comunicação corporativa
Analista de projeto
(economia administração e ciências contábeis)
Enfermeiro

Área Técnica (Escolaridade: técnico completo)
Técnico em mecânica
Técnico em eletrotécnica
Técnico em eletromecânica
Técnico em eletroeletrônica
Técnico em automação
Técnico em instrumentação
Técnico em segurança
do trabalho
Técnico em enfermagem
Ferramenteiro
Técnico em nutrição

Área Operacional (Escolaridade: médio completo ou técnico em andamento)
Líder de Equipe
Inspetor de qualidade
Bombeiro civil
Encarregado de serviços
Vigilante
Motorista
Controlador de estoque
Operador de linha de produção
Operador logístico
Auxiliar de serviços gerais

Fonte: Diário de Pernambuco

I Simpósio de Gestão do Agreste - 8 de maio


IFPE abre nesta terça (29), inscrições para 880 vagas em cursos técnicos

Taxa é de R$ 20 e deve ser paga até o dia 12 de maio apenas nas agências do Banco do Brasil


IFPE abre nesta terça (29), inscrições para 880 vagas em cursos técnicos

Começam nesta terça-feira (29), as inscrições para os cursos técnicos do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE). São 880 vagas nos seis novos câmpus da instituição. Deste total, metade será oferecida aos cotistas. Os cursos serão para as unidade dos municípios do Cabo de Santo Agostinho, Igarassu, Jaboatão dos Guararapes, Olinda e Paulista, no Grande Recife, e Palmares, na Zona da Mata Sul. As incrições podem ser feitas até o dia 11 de maio pelo site Clicando aqui.

É cobrada uma taxa de R$ 20 que deve ser paga até o dia 12 de maio apenas nas agências do Branco do Brasil. Os candidatos que não tiverem condições de pagá-la podem solicitar isenção na próxima segunda (28) e terça-feira (29), também através do site do instituto. O requerimento deverá ser impresso e entregue juntamente à documentação comprobatória nos câmpus Recife, Ipojuca ou Barreiros, entre os dias 29 e 30 de abril, das 9h às 12h e das 14h às 17h.

A prova está marcada para o dia 8 de junho e terá 30 questões, sendo 10 de português, 10 de matemática e outras 10 de conhecimentos gerais. As aulas estão marcadas para começar no segundo semestre letivo.  Os câmpus vão oferecer nove cursos na modalidade Subsequente, a qual exige ensino médio completo e tem duração de dois anos. A unidade do Cabo vai ofertar os curso de técnico em logística e técnico em meio ambiente; em Igarassu, de técnico em informática para internet e técnico em logística; em Jaboatão, técnico para informática para internet e técnico em qualidade; em Olinda, técnico em artes visuais e técnico em computação gráfica; em Palmares, técnico em manutenção e técnico suporte em informática e técnico em rede de computadores; e em Paulista, técnicos em manutenção e suporte em informática. 

Fonte: JC Online

Educandos da ETE Surubim participam de Congresso da FEMICRO PE

Educandos da ETE Surubim participam de Congresso da FEMICRO PE

No último dia 03 de abril os educandos do 3º Módulo do Curso Técnico em Informática para Internet na modalidade Subsequente se fizeram presentes ao 19º Congresso Brasileiro das Micro e Pequenas Empresas, realizado pela COMICRO, FEMICRO e AMICRO no Centro de Convenções do Recife-PE. O congresso objetivou aprimorar os mecanismos atuais da Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas, os benefícios e as propostas de alterações que estão no Congresso Nacional.
Tal oportunidade vem de encontro as práticas pedagógicas existentes nesta instituição de educação técnica que em todo o tempo busca desenvolver o espírito empreendedor dos nossos educandos, incentivando-os no aprimoramento de seus negócios atuais e na criação de novos negócios.


Foto: Blog Negócios e Informes

Foto: Blog Negócios e Informes
Fonte: ETE Surubim

segunda-feira, 28 de abril de 2014

Os Sete Pecados no Atendimento - Desrespeito

O Pecado do DESRESPEITO

Começamos esta série de textos (Os Sete Pecados no Atendimento) com música. Vamos concluir da mesma forma, afinal, quem canta os males espanta. Então vamos unir o útil ao agradável e cantar com alegria porque sorrir é o melhor remédio e tem um excelente custo benefício.

Para o Pecado do Desrespeito, nada melhor do que lembrar o velho Gonzagão...


“Luíz respeita Januário
Luíz, tu pode ser famoso, mas teu pai é mais tinhoso
E com ele ninguém vai, Luíz
Respeita os oito baixo (sic) do teu pai!”


Trazendo estes versos para a nossa discussão, empreendedores podem até pensar que são os ban-ban-bans, mas a verdade incontestável é que o Cliente é o verdadeiro patrão. Desde os primórdios do Marketing, na Era do Produto, quando um carro podia ter qualquer cor, desde que fosse preto, Henry Ford já dizia: “Não é o empregador que paga os salários, mas o Cliente”. Passando pela Era do Consumidor encontramos um dos maiores varejistas do mundo reforçando esta premissa. Sam Walton registrou para a eternidade o seu postulado sobre atendimento: “Existe apenas um chefe: o Cliente. Ele pode demitir todos de uma empresa, até o dono, simplesmente gastando seu dinheiro em outra coisa”. Na Era do Marketing 3.0, voltado para os valores, cujo objetivo é fazer do mundo um lugar melhor, considerando um mercado de seres humanos com coração, mente e espírito, com uma proposição de valor funcional, emocional e espiritual, Philip Kotler encerra as discussões com a sua visão de Mestre: “A organização de marketing terá de redefinir seu papel: em vez de administrar as interações com os clientes, deverá integrar todos os processos de interface com os clientes”.

“Redefinir seu papel”, “integrar todos os processos de interface com os clientes”, na prática, é o que estamos propondo nesta série de textos. Para reforçar a necessidade e urgência na tomada de decisão para a mudança, vamos destacar dois célebres exemplos de Respeito ao Cliente.

Comecemos pelas regras gravadas na Pedra do Compromisso na entrada das lojas Stew Leonard’s, consideradas como a Disney do Varejo, popularizadas por Tom Peters:

Regra 1 - O Cliente está sempre certo!
Regra 2 - Se o Cliente estiver errado, aplique a Regra 1.

E para finalizar as avaliações dos Mestres, não poderíamos deixar de mencionar o mais emblemático exemplo de respeito ao Cliente. Walt Disney foi determinante ao destacar o papel essencial do Cliente. Para ele, “você pode sonhar, criar, desenhar e construir o lugar mais maravilhoso do mundo, mas é necessário ter pessoas (Clientes Internos e Externos) para transformar seu sonho em realidade”.

Meu caro Empreendedor; meu caro Atendente; se esses argumentos, ainda, são insuficientes para promover a mudança no atendimento do seu ponto de vendas, sugerimos sentar e assistir o aparecimento e crescimento de seus concorrentes e o encolhimento das suas vendas.

Qualquer que seja o desenho do processo de atendimento no seu ponto de vendas, se eles não atenderem, minimamente, os pressupostos acima apontados, ele estará promovendo, em menor ou maior grau, os Pecados no Atendimento ao Cliente. Cometa todos os Pecados no Atendimento, mas nunca, jamais, em hipótese alguma, cometa o pecado de “ler o livro pela capa”, julgar pelas aparências. Lembre-se: VOCÊ NÃO ESTÁ NO COMANDO!!! 

A Excelência no Atendimento começa com o reconhecimento de que o Cliente é o INÍCIO, MEIO e FIM;RAZÃO de tudo: RESPEITE O CLIENTE!!!


Vital Sousa
CEO integrum Consultoria

Jucepe e Receita agilizam processo de registro comercial

Jucepe e Receita Federal tiveram reunião no início do mês. Foto: Jucepe/Divulgação

A Junta Comercial de Pernambuco e a Receita Federal estão unindo esforços no sentido de agilizar ainda mais o processo de registro, alteração e cancelamento de empresas. Em reunião realizada na Jucepe, dirigentes das duas instituições iniciaram entendimentos para alinhar os procedimentos que irão viabilizar a eliminação da necessidade de análise dos dados do Documento Básico de Entrada (DBE) por parte dos técnicos da Junta.
Isso será possível porque, com a utilização de um novo sistema, a verificação dos dados passará a ser feita de forma automática. Com a adoção desse novo procedimento, haverá um significativo ganho de produtividade, uma vez que a Jucepe eliminará um ciclo de verificação dos documentos e assim poderá realocar os analistas, que cuidam atualmente desse serviço, para o setor de análise dos mais de 1.200 processos que dão entrada todos os dias na Junta.
Participaram da reunião Flávio Vilela Campos, coordenador geral de Cadastro da Refeita Federal; Clóvis Caminha, gerente de cadastro da divisão de integração com o cidadão da Receita Federal; o presidente da Jucepe, Luís Lima; o vice João de Moura; o secretário geral Alexandre Britto; o coordenador técnico, Philipe Jardelino e o coordenador de Registo, Expedito Bandeira, além de outros servidores dos dois órgãos.
Fonte: Assessoria de Imprensa da Jucepe

Conta de luz vai subir nesta terça-feira, economizar vai ser a única saída

Aneel autoriza a Celpe a reajustar tarifas nesta segunda-feira. Ao consumidor, resta economizar


Lâmpada. Crédito: Gil Vicente/DP/D.A Press

Economizar vai ser a única saída se o consumidor quiser diminuir o impacto que o próximo aumento terá na conta de energia, que vai entrar em vigor na próxima terça-feira. Amanhã, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) definirá o reajuste da conta de luz dos pernambucanos. A expectativa é de que seja um percentual de dois dígitos como ocorreu com outras distribuidoras do Nordeste que tiveram reajustes que variaram de 11% a 18%. 

“O desperdício de energia tem a ver com hábitos, que podem ser alterados sem custo para o consumidor”, lembra o coordenador geral de Eficiência Energética do Ministério de Minas e Energia, Carlos Alexandre Principe Pires. Ele está se referindo a atitudes simples (veja dicas ao lado).

A outra forma de economizar é bancar um investimento que reduza o consumo de energia. Entre os clientes residenciais, um dos grandes vilões é o chuveiro elétrico, que chega a consumir 18% da energia do Brasil entre as 18h30 e 20h30. Um aquecedor a gás ou a energia solar pode ser uma das soluções para diminuir o impacto do eletrodoméstico na conta. Em média, um investimento desse tipo é compensado em três anos.
Há equipamentos que até desligados consomem energia, caso estejam ligados na tomada, como a televisão, box de TV a cabo, computador, aparelho de som, laptop, segundo a gerente de Eficiência Energética do Grupo Neoenergia, Ana Mascarenhas.

O consumidor deve ficar atento a esses detalhes porque a falta de chuvas e as iniciativas do governo federal (como a lei 12.783) criaram mais despesas com o funcionamento das térmicas (que produzem uma energia mais cara). As distribuidoras tiveram que comprar a energia com o preço em alta e, por isso, estão contraindo empréstimos bilionários. O impacto dessas medidas vão deixar a conta de luz mais alta nos próximos três a cinco anos, segundo especialistas do setor. 

“Os consumidores residenciais não estão mais economizando da mesma forma que faziam na época do racionamento”, diz Ana. O racionamento ocorreu em 2001 e na época até os equipamentos que ficavam em stand by eram desligados da tomada. Na época, o governo obrigou as famílias a reduzirem 20% do seu consumo.

domingo, 27 de abril de 2014

Primeiro Simpósio de Gestão do Agreste em Caruaru será promovido pela FIEPE


FIEPE - Unidade Regional do Agreste. Foto: Skyscrapercity

No dia 8 de maio, Caruaru, no Agreste do Estado, vai receber o 1º Simpósio de Gestão do Agreste. O encontro vai debater a gestão organizacional das indústrias, estimulando-as a desenvolver uma gestão profissional, focada em resultados e processos. O simpósio é destinado a empresários, executivos, gestores e supervisores. 


Para abordar temas atuais e relevantes, foram convidados nomes de sucesso no mundo empresarial: Walter Longo, Roberto Shinyashiki e Cristiane Correa. O evento é realizado pela Federação das Indústrias de Pernambuco (Fiepe) e vai ocorrer na Unidade Regional Agreste da Fiepe.

A capacitação empresarial busca apresentar novas práticas gerenciais, visando a maximização do tempo de vida das micro e pequenas empresas, a  troca de informações entre empresários e ampliar a percepção mercadológica. Cada palestra terá tempo médio de duração de uma hora. Também haverá a apresentação de exemplo de sucesso de uma empresa nacional, com foco em marketing e vendas.

Formado em administração de empresas com MBA na Universidade da Califórnia, Walter Longo irá debater o tema 'Inovação em Marketing – A necessidade de mudanças na relação como consumidor'.

Conferencista de renome internacional, Roberto Shinyashiki irá discursar sobre 'Liderança em tempo de velocidade'. O consultor é pós-graduado em administração de empresas, MBA pela Universidade de São Paulo (USP), além de possuir doutorado em administração e economia pela Faculdade de Administração e Economia da (USP).

Já a jornalista especializada em negócios e gestão, Cristiane Correa, irá relatar casos do seu livro 'Sonho Grande', que narra a trajetória e as ferramentas de gestão utilizadas pelos empresários Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Beto Sicupira, donos da AmBev, Lojas Americanas, Burger King e Heinz.

O Simpósio de Gestão do Agreste ocorre a partir das 16h, no teatro do Shopping Difusora. Outras informações e inscrições através dos telefones: (81) 3722-5667 e 3722-5702 ou pelo e-mail regional.agreste@fiepe.org.br.

Fonte: NE 10

Os Sete Pecados no Atendimento - Desinformação

Sempre que penso em informação, lembro um Chefe / Guru que incessantemente repetia a frase: “informação é poder”. Particularmente eu prefiro a frase: “informação é vital”, mas essa é outra história. No contexto da nossa atividade – Sistemas de Informações Gerenciais - ele tinha plena razão. A frase pode ser usada, também, para tratarmos do atendimento ao cliente. Aliás, considero a desinformação o maior pecado de todos. Talvez por essa base experiencial, talvez pelos pressupostos de criação de nossa empresa, considero a desinformação o Pecado Capital no Atendimento ao Cliente.

Mesmo que este artigo esteja focado no ponto de vendas físico, no atendimento presencial, é imprescindível lembrar que atendimento tem origem na mesma fonte das relações humanas. No momento que duas pessoas se encontram, desenvolvem-se as relações e o atendimento, considerando a comunicação como uma forma de “transação comercial”, onde a troca de informações pode ser caracterizada como troca de produto por uma remuneração, que pode ser a própria informação, dependendo da relevância de cada parcela trocada.

Qualquer que seja o empreendimento, algumas perguntas terão de ser respondidas antes do atendimento do primeiro cliente. A própria definição de quem é o cliente é uma informação que terá que ser determinada no início do negócio. O empreendedor se debruçará sobre os levantamentos de informações – sejam de que tipo for – que o levaram a empreender. Tipo de negócio, Localização, Clientes, Mix de Produtos, Estrutura do Ponto de Vendas, Concorrência, são algumas informações que deverão ser levantadas e estudadas.

Num mundo cada vez mais conectado em Redes, é imprescindível que o empreendedor tenha uma atenção especial no levantamento de informações sobre o seu negócio. A velocidade com que ocorrem mudanças nos fatores decisivos para a sua manutenção e sucesso; a necessidade de criar estratégias para se diferenciar de seus concorrentes e se destacar no mercado transformam a desinformação num verdadeiro pecado, desde a criação do negócio até o momento de estar frente a frente com o cliente. Neste momento voltamos à Gestão de Clientes ou se preferirem CRM – Customer Relationship Management.

De maneira geral este processo inclui a obtenção de informações por meio dos canais de comunicação com os clientes, armazenamento em bancos de dados, tratamento e análise destes dados para obter a customização do atendimento ao cliente. Destaca-se nesse processo a utilização de ferramentas como Data Warehouse, Data Mining e Engenharia Social.  Essas ferramentas auxiliam a Gestão de Clientes a conhecer e entender melhor os seus clientes. Com o Data Mining e a Engenharia Social, pode-se identificar problemas, encontrar soluções, prever tendências e comportamentos futuros, permitindo que gestores tomem decisões proativas dirigidas pelo conhecimento e pela informação.

Nos dias de hoje, as informações dos clientes têm valor que vai muito além dos controles operacionais, elas são utilizadas para segmentar o público alvo, gerar estatísticas, informes gerenciais e estratégias para tornar a empresa mais ágil e flexível; mais adaptável às mudanças no mercado e no comportamento dos clientes. A Gestão de Clientes representa a evolução do foco NO produto para o foco NO cliente e, finalmente para o foco DO cliente.

“Informação é poder”; “informação é vital” para a manutenção e sucesso de qualquer empreendimento. Desta forma, resta-nos dizer que a (Des)informação é um pecado Mortal!!!


Vital Sousa

CEO integrum Consultoria 

sábado, 26 de abril de 2014

Histórico do município de Surubim de acordo com o IBGE

Histórico do município de Surubim. Foto: Edvaldo Clemente

Surubim 
Pernambuco - PE 

Histórico 

O município de Surubim foi a princípio uma fazenda de criação de gado. Lourenço Ramos da Costa, que construiu uma casa de oração, em 1864, e tomou por capelão para missas dominicais o Padre Português Antônio Alves da Silva. Depois, foram-se edificado algumas casas de rancho e descanso para viajantes. Em 1870, o oratório que tinha a invocação de São José, foi substituído por uma capela. Crescido o povoado, a lei provincial nº 1565, de 6 de junho de 1881, criou a freguesia de São José de Surubim, que foi canonicamente instalada em 1885, sendo seu primeiro Vigário o Padre José Francisco Borges, vindo de Bom Jardim, interinamente começou a rege-la. O topônimo teve origem no fato de uma onça penetrado na fazenda de Lourenço Ramos Costa, onde comeu um boi pintado a que chamavam Surubim. 

Gentílico: surubinense 

Formação Administrativa 

Distrito criado com a denominação de Surubim, pela lei municipal nº 3, de 27-04-1893, subordinado ao município de Bom Jardim. 

Elevado à categoria de vila com a denominação de Surubim, pela lei estadual nº 991, de 01-07-1909, desmembrado de Bom Jardim. 

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o distrito de Surubim figura no município de Bom Jardim. 

Elevado à condição de cidade e sede do município com a denominação de Surubim, pela lei estadual nº 1931, de 11-09-1928, Constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-1929. 

Pelas leis municipais nºs 46, de 16-12-1925, e 2, de 16-11-1929, é criado o
distrito de Casinhas e anexado ao município de Surubim. 

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído de 2 distritos: Surubim e Casinhas. 

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1950. 
Pela lei municipal nº 17, de 22-05-1953, é criado o distrito de Vertentes do Lério e anexado ao município de Surubim. 

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 3 distritos: Surubim, Casinhas e Vertente do Lério. 

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1988. Pela lei estadual nº 10622, de 01-10-1991, desmembra do município de Surubim o distrito de Vertente do Lério. Elevado à categoria de município. 

Em divisão territorial datada de 1993, o município é constituído de 2 distritos: Surubim e Casinhas. 

Pela lei estadual nº 11228, de 12-07-1995, desmembra do município de Surubim o distrito de Casinhas. Elevado à categoria de município. 

Em divisão territorial datada de 1999, o município é constituído do distrito sede. Pela lei nº municipal 47, de 27-10-2000, é criado o distrito de Chéus e anexado ao município de Surubim. 

Em divisão territorial datada de 2003, o município é constituído de 2 distritos: Surubim e Chéus. 

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2009. 

Fonte: IBGE

sexta-feira, 25 de abril de 2014

Os Sete Pecados no Atendimento - o Pecado da Insensibilidade

Esse é de arrepiar!!!

Tão importantes quanto os fatores emocionais, os fatores sensoriais podem ser considerados como “gatilhos” para ativar a memória e, consequentemente, as emoções dos clientes. Criar uma atmosfera de compra é, ou pelo menos deveria ser, o principal objetivo na hora de se montar uma loja. Promover “Experiências Sensoriais” é a tendência Super-Hiper-Ultra-Mega-Power do varejo mundial na atualidade.


Peca o lojista que desconsiderar a relevância dos sentidos nas experiências de compras de seus clientes, porque o Mundo dos Sentidos é a própria vida dos seres humanos. Os cheiros, as imagens, as texturas, os sons, os gostos – tudo que experienciamos com o nosso corpo – dão substância à nossa existência.

Mesmo quando fantasiamos, sonhamos e criamos, não nos desconectamos das amarras do físico. Qualquer elemento que utilizamos para fantasiar, sonhar ou criar, possui origem nas nossas experiências sensoriais. Neste sentido, se almejamos uma vida plena é preciso viver o Mundo dos Sentidos: uma condição essencial para a felicidade. Não é a toa que a felicidade faz parte dos slogans de grandes redes varejistas.

Sem dúvidas, podemos descrever, em detalhes, as mais remotas experiências sensoriais armazenadas em nossas memórias, tal é a força com que as mesmas são registradas. Da minha memória, por exemplo, posso recuperar um ícone de consumo da minha infância, que usarei como produto emblemático para essa discussão. Um produto que oferecia a possibilidade de exercitar todos os sentidos, que demonstra de que forma usar as sensações para compor o universo de cada Produto e Marca. Estou me referindo à Camisa Volta ao Mundo.

Visão: Azul ou Rosa Bebê era inconfundível;
Audição: O barulhinho que fazia com o movimento (roçar) dos braços;
Tato: o tecido sintético (Rhodia) pinicava loucamente;
Olfato: embora fosse vendida como arejada, o tecido sintético provocava um cecê da ‘muléstia’!!!
Paladar: não lembro alguém ter tentado comer a camisa - talvez algum bode  no roçado – mas o gosto de plástico seria horrível!!!

O Marketing Sensorial sendo bem introduzido em um ponto de vendas, sem exageros, pode se tornar um grande aliado na conquista e retenção de clientes e no aumento de vendas. Mas onde está o pecado da Insensibilidade? 

- Elementar, meu caro leitor. Desconsidere as experiências sensoriais no ponto de vendas ou pior, permita que experiências negativas aconteçam; ofereça aos seus clientes um ponto de vendas desorganizado, sujo, barulhento e você irá direto para o inferno da falência, sem nem mesmo passar pelo purgatório da recuperação judicial.


Vital Sousa
CEO integrum Consultoria

MPPE publica edital para concurso com 15 vagas e salários de R$ 19 mil


MPPE publica edital para concurso. Foto: MPPE/Divulgação


O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) publicou nesta sexta-feira (25) o edital do novo concurso do órgão. O certame é para preenchimento de 15 vagas nos cargos de promotor de Justiça e promotor de Justiça substituto. As inscrições podem ser feitas a partir das 10h do dia 6 de maio e seguem até às 14h do dia 27 de maio, exclusivamente pelo site da Fundação Carlos Chagas (http://www.concursosfcc.com.br/). A taxa de inscrição é de R$ 250.


O salário inicial da função, uma das mais concorridas na área jurídica, será de R$ 19.383,87 mil para um expediente de seis horas diárias. Para concorrer, o candidato precisa, inicialmente, comprovar que é brasileiro nato ou naturalizado e que é bacharel em Direito com registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Além disso, o cargo exige, no mínimo, três anos de experiência de atuação como advogado ou de prática jurídica geral. 

Após a comprovação dos dados, os inscritos serão submetidos a uma prova com 100 questões de múltiplas escolhas sobre conhecimentos gerais do Direito. Os aprovados passarão para a segunda etapa, que é uma prova discursiva. Por fim, é realizada uma prova oral. O processo seletivo ainda inclui comprovação da idoneidade moral, entrevista, exames médico e psicotécnico e prova de títulos.

Segundo a assessoria de comunicação do MPPE, o último concurso para cargo realizado em Pernambuco ocorreu em 2008 e todos os 74 aprovados foram chamados pelo órgão. No entanto, o déficit de promotores no estado ainda é considerado alto, em torno de 200 profissionais. Três anos atrás, a carência ultrapassava a marca de 300.

Fonte: Diário de Pernambuco

quinta-feira, 24 de abril de 2014

Gestão de Atendimento


Mil vagas de emprego em Pernambuco para o Dia das Mães

Shoppings oferecem oportunidades tanto temporárias quanto fixas para vendedores e profissionais da área administrativa


Foto: Alexandro Auller/Acervo JC Imagem 



Segunda melhor data para o varejo brasileiro, o Dia das Mães (comemorado no próximo dia 11) deve gerar cerca de mil vagas de trabalho, temporárias ou não, nos shoppings de Pernambuco. A maioria deve ser para a função de vendedor, mas também haverá opções para a área administrativa.

Este ano, as oportunidades foram reforçadas pela inauguração, ontem, da segunda etapa do Tacaruna, que colocará no mercado mais 47 lojas, sendo que 40% delas devem ser inauguradas até o fim do ano. Por isso, também haverá mais vagas de emprego (leia mais sobre a expansão na página 4).

“O Dia das Mães não se contrata tanto quanto no Natal, que é a data mais forte do varejo. Alguns lojistas preferem pagar hora extra à equipe já existente ou negociar folgas, mas estimamos que haverá mil vagas”, comenta o diretor-executivo da Associação Pernambucana de Shopping Centers (Apesce), Raimundo de Almeida.

A dica dele para quem quer uma oportunidade é procurar o departamento de recursos humanos das lojas e agências de emprego. No Recife, a Agência do Trabalho da Prefeitura fica na Rua da Aurora, 425, Boa Vista, na área central.

Os setores mais aquecidos no período são os de eletrodomésticos, telefonia celular, roupa, acessórios, perfumaria, sapatos e floriculturas.

O perfil para atividades no varejo é, em geral, de profissionais proativos, dinâmicos, que se comuniquem bem e tenham bom relacionamento interpessoal. Os salários variam. No caso das vagas temporárias, o contrato dura geralmente um mês, entre abril e maio.

A Yes Cosmetics, que abriu uma unidade ontem no Tacaruna, está com dez vagas de emprego abertas para vendedores e gerentes em diversas lojas. As exigências são experiência na função e, no mínimo, ensino médio completo. O salário é de R$ 1.500, para vendedores. Os currículos devem ser enviados para o e-mail rh@yescosmetics.com.br.

Não há data limite para o encaminhamento. Segundo a assessoria de imprensa da empresa, quando existem vagas, há semanas em que oito pessoas são contratadas. Além disso, os currículos podem ficar no cadastro reserva, pois a empresa, que já tem 31 unidades em Pernambuco, pretende chegar a 100 lojas até o próximo ano na Região Metropolitana do Recife e no interior.

VENDAS - De acordo com Raimundo de Almeida, os shoppings do Estado esperam um crescimento de pelo menos 10% nas vendas do Dia das Mães em relação ao mesmo período de 2013. O Shopping Recife, por exemplo, ainda prevê incremento de 5% no movimento. Para atrair clientes, o mall preparou uma promoção. Entre os dias 23 de abril e 11 de maio, os clientes que fizerem compras a partir de R$ 300 em notas fiscais (cumulativas, válidas a partir de R$ 20) poderão levar para casa um pingente da marca Swarovski. São três modelos, disponíveis no balcão de trocas, localizado no segundo piso da quinta etapa, durante o horário de funcionamento do centro de compras ou enquanto durar o estoque.

Geralmente, o Dia das Mães dá início a um período considerado bom para o comércio, após a “ressaca” do início do ano – quando há gastos com matrículas, material escolar e seguros, por exemplo –, emendando com o Dia dos Namorados e os festejos de São João. Entretanto, este ano, o mês de junho será uma incógnita, segundo o diretor executivo da Associação Pernambucana de Shopping Centers.

“As vendas estão indo bem, mas precisamos ver como será em relação ao Dia dos Namorados e São João por causa da Copa do Mundo. Ao mesmo tempo em que pode haver fortalecimento do movimento, haverá feriados e, consequentemente, lojas fechadas em dias de jogos”, observa.

Fonte: Editoria de Economia JC Online

O Custo do Lápis!


Quando se fala em ética, um de seus maiores antônimos é a Lei de Gerson: “Levar vantagem em tudo. Certo?” Na outra ponta temos o que considero como melhor definição de ser ético: “Não faça aos outros, o que não quer que seja feito a você”. Ser ético é respeitar os limites; saber onde termina os seus direitos e começam os direitos dos outros.

Esta abertura poderia ser encarada como um conselho. Assim, lembremos a máxima sobre esta situação: “Se conselho fosse bom não se dava, se vendia”. Mas não pretendo dar conselhos. Quero discutir o real valor de um conselho, tanto para quem pede, como para quem o oferece. Meu principal objetivo nesta discussão é fundamentar minha argumentação sobre a venda de conselhos, visto que minha atividade profissional é Consultoria.

Sim, Consultores vendem conselhos; mas em qualquer atividade econômica, principalmente na prestação de serviços, sempre há quem queira levar vantagem; sempre há quem queira argumentar que algumas palavras não poderiam ter custo, tomando como base de avaliação o fato de que, na atividade de Consultoria, não vendemos “algo físico”, um “objeto” que o Cliente leva para casa: vendemos conhecimento; vendemos a transferência de conhecimento. Simplificando a argumentação, ao invés de vendermos o peixe, ensinamos a pescá-lo.

É neste ponto que nossa discussão converge para a ética. Muitas vezes, as análises de custo dos conselhos, deixam o campo da desinformação (inconsciente) e invadem o campo da esperteza (intencional). Estou falando dos pseudoclientes: “amigos”, “colegas” e “parceiros” que insistem em inventar historinhas muito bem elaboradas e recitadas com indisfarçada cara de pau para conseguirem conselhos gratuitos ou obterem dicas de processos, estratégias e informações de mercado referente aos seus negócios.

Esta atitude poderia ser classificada por inúmeros adjetivos, mas, para manter o bom tom da discussão, vou classificá-la, simplesmente, como antiética e desrespeitosa.

Amar a profissão não significa trabalhar de graça. Trabalho pressupõe uma relação financeira entre o tomador e o prestador dos serviços. No jargão corporativo: “não existe almoço grátis”.

Mas atire a primeira pedra quem nunca acabou trabalhando de graça por confiar em quem não deveria? Oportunistas, travestidos de Clientes, atrás de consultoria gratuita são muitos e representam o que há de pior no mundo corporativo. Essa atitude, antiética e desrespeitosa, me causa um tremendo sentimento de repulsa: recuso, terminantemente, quaisquer possibilidades de trabalho com esse tipo de “Clientes”, que são facilmente identificados, pois fogem de um contrato como o diabo foge de uma cruz.

Alguém, por um acaso, entra num ponto de vendas, enche as sacolas com produtos e sai sem pagar? Há alguma possibilidade de pagarmos nossas contas com sorrisos, abraços e tapinhas nas costas? Não. Absolutamente, não!

Esta analogia pode ser simples, mas é a síntese da situação. Da mesma forma, Consultores não estão disponíveis para bate-papos informais, recheados de valiosas dicas de Marketing, Estratégias e Soluções para quaisquer negócios. Transferência de conhecimento deve ser respeitada e pactuada, nos mínimos detalhes, antes de acontecer.

Agora sim, estou no ponto em que posso dar conselhos, mas antes vamos analisar a etimologia da palavra respeito. Respeito vem do latim ‘respectus’, particípio passado de ‘respicere’: “olhar outra vez”. Neste sentido, aconselho:

1 – que Empreendedores, Gestores e afins dediquem algum tempo para “olhar outra vez” e rever suas relações com os Consultores com os quais pretendem trabalhar. Isso, trabalhar, não “trocar ideias”; “bater papo” ou ter uma “conversa amistosa”;

2 – que Colegas de profissão dediquem algumas horas do seu tempo para uma reflexão e uma autoavaliação e “olhem outra vez” para suas propostas de trabalho: valorizem a si mesmos e não caiam na tentação do oportunismo da concorrência desleal.

As situações, onde estas atitudes antiéticas e desrespeitosas são largamente praticadas, são inúmeras e quem chegou até este ponto da discussão, seja Consultor ou não, mentalmente já relacionou inúmeros casos que se encaixam como uma luva no que estou colocando.

Para não cair na armadilha da “Consultoria Grátis” e acabar de vez com as desculpas de, apenas, um “bate-papo”, desenvolvi uma argumentação que, até o momento, revelou-se infalível: ao invés de vender Conselhos eu vendo Lápis.

Assim, quando um Cliente pergunta o que estará levando para casa, independente do Custo deste “objeto”, avaliado, criteriosamente, de acordo com as reais necessidades de cada Cliente e o tempo de trabalho que será demandado, eu respondo:

- Um Lápis e algumas folhas de papel onde estarão redigidos todos os conselhos que serão oferecidos gratuitamente!


Vital Sousa
CEO integrum Consultoria

Acompanhe-nos no Facebook


Publicidade


!

!
!
!

!

!

!

!

!

!

!
! !
!

!
!

Você é o Visitante:

Acessos em Tempo Real

Previsão do Tempo em Surubim

Blogs e Sites Parceiros

Curta Nossa FanPage - Muito Obrigado!

Internautas On Line

(81) 9925.8297 // negocioseinformes@gmail.com