© 2014 - Todos os Direitos Reservados ao Blog Negócios e Informes. Tecnologia do Blogger.

sábado, 19 de setembro de 2020

Compesa divulga calendário de abastecimento para setembro em Surubim

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) divulgou o calendário de abastecimento de água para o mês de setembro/2020 em Surubim. 

Neste modelo de cronograma, para o leitor identificar quais serão os dias que o seu bairro ou comunidade receberão água, é preciso verificar o número da área que a localidade está inserida e em seguida ver os dias no calendário.  Confira clicando AQUI!

Foto: Genival Paparazzi

sexta-feira, 18 de setembro de 2020

Passeio gratuito pela Arena de Pernambuco neste fim de semana

Edição de retorno do Tour na Arena, neste fim de semana, será aberta ao público. É preciso agendar a visita e obedecer o protocolo de segurança, com uso de máscara e checagem de temperatura na entrada

O Governo do Estado preparou um retorno bem especial para o Tour na Arena. Suspenso desde março em virtude do isolamento social, causado pela pandemia da Covid-19, o atrativo volta neste fim de semana em dose dupla, com visitações no sábado e domingo, das 9h às 16h. Nesta edição especial de retorno, o Tour será gratuito mediante agendamento prévio. Para reservar a vaga, o visitante deve telefonar para o (81) 3319-7900 até as 16h da sexta-feira. 

Como medida de proteção contra o novo Coronavírus, a Arena de Pernambuco montou um protocolo específico para o Tour, elaborado com base nas recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS), Ministério da Saúde e Secretaria Estadual de Saúde, Protocolo Setorial do Governo do Estado de Pernambuco para visitações guiadas e ainda os protocolos recomendados pelo Conselho Internacional de Museus - a visita inclui parada na ExpoArena, a exposição do complexo.

Entre as medidas a serem tomadas estão: restrição de 12 pessoas por turma, distanciamento de 1,5 metro entre os visitantes e horários dedicados a grupos especiais (como idosos). Também será obrigatório o uso de máscara e, na chegada dos visitantes, será aferida a temperatura. Para desinfecção das mãos, dispensers com álcool em gel estarão distribuídos pelo equipamento.

Durante os 40 minutos do passeio, o público terá acesso à exposição Pernambuco Imortal, espaço dedicado aos atletas de destaque do esporte no Estado, ExpoArena, Foyer, vestiários, Zona Mista, gramado e banco de reservas.

“O projeto, já consolidado entre o público local, volta a operar neste fim de semana, dando oportunidade para os visitantes conferirem de perto a história do nosso equipamento turístico. É uma bela oportunidade de lazer para a família pernambucana”, pontua o secretário de Turismo e Lazer de Pernambuco, Rodrigo Novaes.

Para esquentar o público para a volta, os artigos que compõem a exposição da Arena de Pernambuco vêm sendo publicados nas redes sociais através da hashtag #AcervoArena. Nas páginas do Facebook e Instagram do complexo multiuso, os seguidores conferem itens de coleção, como a camisa usada pelo Barcelona Legends, em jogo realizado na Arena em 2018, a bola da Copa das Confederações 2013 e a da Copa do Mundo 2014, e muito mais. Sucesso nos últimos anos, o Tour na Arena registrou visitação recorde em 2019, tendo recebido quase 11 mil pessoas.

SERVIÇO:

Local: Arena de Pernambuco

Ingresso: especialmente nos dias 19 e 20 de setembro, o Tour na Arena será gratuito, das 9h às 16h, mediante agendamento

Agendamento: deverá ser feito até sexta-feira, dia 18/09, às 16h

Contato: (81) 3319-7900 / atendimento@arena.pe.gov.br

Acesso: portão L

Estacionamento: Amarelo

Do Governo de PE

Grupo de Jovens do Sesc Ler Surubim abre vagas para novos integrantes

Foto: Divulgação/Reprodução

Inscrições podem ser feitas no Ponto de Atendimento da unidade. Encontros são presenciais e seguem normas de segurança sanitária contra o novo coronavírus

 

O Sesc Ler Surubim abriu inscrições gratuitas para novos integrantes do Sesc Jovem, o grupo que reúne jovens de 15 a 29 anos em encontros semanais na unidade. Os interessados precisam ir até o Ponto de Atendimento do Sesc, na Rua Frei Ibiapina, s/n, no bairro São José, de segunda a sexta, das 8h às 12h. Para reservar a vaga, é necessário levar documentos como RG, CPF, comprovante de residência e uma foto 3x4 para a emissão do Cartão do Sesc.

 

Os encontros são realizados todas as segundas-feiras, às 17h. Nas reuniões, os jovens, sob a orientação da assistente social do Sesc Amanda Roberta, participam de palestras com especialistas em assuntos relacionados à saúde, autoconhecimento, mercado de trabalho, empreendedorismo e o papel da juventude na sociedade. Os integrantes também recebem orientação vocacional e promovem passeios e atividades esportivas.

 

“Neste período de pandemia, retornamos com as atividades presenciais, seguindo os protocolos de segurança sanitária recomendados pelas autoridades de saúde como a aferição da temperatura corporal na chegada ao Sesc, o uso de máscaras durante toda a reunião, distanciamento de um metro e meio entre as pessoas e o uso de álcool em gel. Tudo para garantir a saúde de todos os envolvidos no grupo”, explica Amanda Roberta.

 

Serviço: Inscrições para o Grupo de Jovens do Sesc Ler Surubim

Local da inscrição: Ponto de Atendimento da unidade (Rua Frei Ibiapina, s/n, São José)

Documentos necessários: RG, CPF, comprovante de residência e uma foto 3x4

Inscrição gratuita

Idade: de 15 a 29 anos

Reuniões: toda segunda-feira, às 17h

Informações: (81) 3634.5280


Da ASCOM

Governo já desembolsou R$ 197 bilhões em auxílio emergencial


Quase metade do valor foi para beneficiários do Norte e Nordeste

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, disse nesta quinta-feira (17) que já foram transferidos R$ 197 bilhões em auxílio emergencial para 67,2 milhões de beneficiários do programa em todo o Brasil. Segundo ele, cerca de 45% dessas pessoas vivem nas regiões Norte e Nordeste do país.

"Desses R$ 197 bilhões, R$ 68 bilhões foram para o Nordeste e R$ 21 bilhões para a Região Norte", destacou, durante live semanal do presidente Jair Bolsonaro transmitida pelas redes sociais. Guimarães também lembrou que as primeiras cinco parcelas do auxílio emergencial, no valor de R$ 600, foram pagas a 45 milhões de pessoas e que integrantes do Bolsa Família já começaram a receber a sexta parcela, num valor menor, de R$ 300, que corresponde ao auxílio residual. 

Decreto do presidente publicado esta semana no Diário Oficial da União detalha as regras para a concessão do auxílio residual. As parcelas serão pagas apenas a quem já têm o auxílio emergencial, ou seja, trabalhadores que não são beneficiários do programa não poderão solicitar o auxílio residual.

Instituído em abril para conter os efeitos da pandemia sobre a população mais pobre e os trabalhadores informais, o auxílio emergencial começou a ser pago com parcelas mensais de R$ 600 a R$ 1.200 (no caso das mães chefes de família) a cada beneficiário. Inicialmente projetado para durar três meses, o benefício foi estendido para um total de cinco parcelas. A partir de hoje, o auxílio residual passa a ser pago em até quatro parcelas mensais.

Volta às aulas

Ainda durante a live, Bolsonaro voltou a defender o retorno das aulas presenciais no país e disse que já acionou o ministro da Educação para tratar do assunto. "Hoje, até mandei mensagem para o ministro Milton [Ribeiro], da Educação, para que se volte as aulas no Brasil", afirmou.

Hoje durante audiência pública com deputados e senadores, Milton Ribeiro disse que, se dependesse dele, as aulas presenciais nas escolas de todo o país “voltariam amanhã", mas que ainda há riscos sanitários. O ministro informou também que a pasta está elaborando um protocolo de biossegurança para a retomada do funcionamento das escolas, com foco na educação básica. 

Da Agência Brasil (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)


quinta-feira, 17 de setembro de 2020

Credimóveis Novolar abre processo seletivo para Atendente de Vendas em Surubim

Imagem: Divulgação/Reprodução

Com Casinhas, Vertente do Lério e Surubim, projeto Cidade Pacífica fecha ano com adesão de 37 municípios

Foto: Divulgação/Reprodução - Ana Célia
O projeto Cidade Pacífica, do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), tem a adesão de mais três municípios: Casinhas, Vertente do Lério e Surubim, todos localizados no Agreste Setentrional. A assinatura do Convênio de Cooperação Técnica pelos prefeitos Renato Sales (Vertente do Lério), João Camelo (Casinhas) e Ana Célia Farias (Surubim) deu-se nesta quarta-feira (16), em cerimônia transmitida pela plataforma virtual Google Meet. Com eles, o projeto fecha o ano com 37 municípios inscritos, pois, devido ao período eleitoral, as adesões só retornarão em 2021.

Ao aderirem ao projeto, os municípios se comprometem a implantar os eixos disponíveis no projeto - que visam melhoria da segurança pública com soluções simples de infraestrutura, prevenção e combate à criminalidade -, que cada um escolheu que melhor se adaptava à sua realidade. "A segurança é dever do Estado, mas é uma obrigação de todos. Também dever do prefeito promover segurança para seus cidadãos. Basta ter vontade política. Em cidades pequenas do interior, um crime chega a abalar toda a população", ressaltou o procurador-geral de Justiça, Francisco Dirceu Barros.

"O objetivo do Ministério Público de Pernambuco é atuar junto às Prefeituras para atingirmos uma redução nos indicadores de violência. Cada cidade conhece seus fatores de violência. Uma pode ser droga, outra crimes contra a população indígena, outra por excesso de armas nas mãos do povo. Trata-se de uma responsabilidade de todos, promotor de Justiça, juiz, prefeito, servidor, delegado, líder comunitário, identificar seus próprios problemas. Unidos em combate à criminalidade", complementou ele.

O MPPE tem conhecimento de que para pequenas cidades é complicado fazer novos investimentos. Por isso, o Cidade Pacífica propõe sugestões baratas e realizáveis, com medidas distribuídas em 15 eixos temáticos. Os eixos são: Guarda Municipal pacificadora; Segurança nos estabelecimentos comerciais; Mesa municipal de segurança; Iluminação pacificadora; Pacificando bares e similares; Proteção integrada/ pacificando escolas; Pacificação das comunidades; Cuidando dos egressos; Esporte/Cultura/Lazer pacificador; Tecnologia e mobilidade urbana; Pacificando os estabelecimentos bancários; Empresas solidárias; Transporte pacificador; Inovação/ Consórcio; e o Juntos pela segurança na saúde – Covid-19.

De hoje por diante, o MPPE se compromete com Casinhas, Vertente do Lério e Surubim a acompanhar e fiscalizar o cumprimento dos eixos e das metas escolhidas. E cada Prefeitura deve repassar ao MPPE o nome de servidores que formarão a equipe responsável pelo Cidade Pacífica em seu município. Essa equipe receberá treinamento, informações, assim como vai tirar dúvidas, repassar dificuldades e sucessos obtidos. O MPPE, inclusive, está aberto a sugestões dos municípios, que vivem realidades diferentes e podem perceber algo novo. As propostas são, assim, colhidas e analisadas.

“O MPPE será o ponto de apoio e de informações para que o êxito ocorra. Com o aumento da sensação de segurança pelo cidadão ocorre a tendência de inibir os crimes e, como consequência, a pacificação da cidade”, afirmou o assessor técnico da procuradoria-geral de Justiça e coordenador do projeto, o promotor de Justiça Luís Sávio Loureiro. "Contamos com a sensibilidade das Prefeituras para que a nossa parceria com elas se solidifique e se estenda cada vez mais. Após a assinatura, o MPPE interage frequentemente com os municípios para facilitar a implantação dos eixos, capacitando servidores de modo online e assessorando de forma constante", assegurou ele.

Segundo o promotor de Justiça Garibaldi Cavalcanti Gomes, que atua nos três municípios recém-ingressos no Cidade Pacífica, o projeto prima justamente pela parceria. "Não somente cobramos, mas auxiliamos as Prefeituras a cumprir as metas e os eixos. Cada eixo cumprido é um avanço na pacificação e ganhamos todos", destacou ele.

Da ASSESSORIA DO MMPE


Memória: Renato do Sapato foi o 1.° presidente da Liga Desportiva de Surubim

Renato do Sapato faleceu na terça-feira, 15/9
menos de um mês após completar 95 anos
(Foto: Reprodução/ Facebook)
Renato Spósito de Oliveira, mais conhecido por Renato do Sapato,  que morreu na última terça-feira (15), aos 95 anos, foi o primeiro presidente da Liga Desportiva de Surubim (LDS), fundada em dezembro de 1979. O atual presidente da entidade, Valdemiro Severino Jerônimo, o Sargento Vavá, relembrou o início da trajetória da LDS. “A instituição foi criada para que o Sport Club Surubim, disputasse a Copa Arizona, porque para competir, cada cidade tinha que ter sua Liga. Renato foi o primeiro a assumir, depois veio o advogado Dr. Amaro e em seguida eu, que estou no cargo há 37 anos”, explicou o dirigente.

O professor e ex-atleta Raimundo Jorge, também comentou o início das atividades da Liga, sob o comando de “Seu Renato”. “O primeiro campeonato oficial pela Liga Desportiva de Surubim aconteceu em 1980, quando o Sport Club Surubim foi campeão invicto até 1984, que acaba culminando com a nossa conquista da Copa do Interior de Seleções. Antes, os jogos eram marcados pelos próprios desportistas e a partir de 1980 passaram a ser pela Liga”.

Renato havia aniversariado no dia 20 do mês passado e faleceu no Hospital Pelópidas Silveira, em Recife. Ele se submeteu a uma angioplastia, mas no período pós-operatório acabou broncoaspirando a alimentação da sonda o que lhe causou uma infecção pulmonar.

O velório ocorreu na residência em que ele morava na Rua João Batista, no Centro de Surubim e o sepultamento no Cemitério São José, na tarde desta quarta-feira (16). Renato era viúvo e deixa dois filhos, além de netos.

Do Correio do Agreste

Unicesumar lança cursos de pós-graduação para atender novas demandas do mercado

Divulgação/Reprodução
É fato que muitas das mudanças que a pandemia trouxe para o mercado de trabalho vieram para ficar. Estamos vivendo novas relações de trabalho, utilizando novas tecnologias, mudamos o nosso comportamento como consumidores, e o ensino está dentro da nossa casa. Mas, enquanto profissionais, estamos preparados para todas essas mudanças?

Pensando neste novo cenário, a Educação a Distância da Unicesumar através da plataforma Universo EAD, lançou cinco novos cursos de Pós-Graduação para atender as novas demandas do mercado de trabalho. “Os cursos foram estruturados para que os alunos se tornem protagonistas de sua carreira, independente do segmento ou hierarquia de atuação. O objetivo é que o estudante desenvolva competências e habilidades para as transformações profissionais do novo mercado”, explica Kátia Coelho, diretora de graduação e pós-graduação.

Com uma metodologia dinâmica e inovadora, as pós-graduações são estruturadas com o conceito Aprender Fazendo. “Ensinar conteúdos aos quais os estudantes possuem facilmente acesso na internet não é um diferencial. É preciso agir e levar o conhecimento para a ação, e é isso que estamos propondo”, destaca Kátia.

O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) também passou por mudanças e foi substituído pela disciplina Learning by Doing (aprendendo na prática), que proporciona aos estudantes prática, experiência e vivência de mercado. O objetivo é: menos teoria, mais experiência.

Conheça os novos cursos:

Pós-Graduação em Negócios Ágeis
A pós em Empreendedorismo traz como proposta conhecimentos fundamentais para aplicação em empresas, além de modelos e metodologias para aplicação em negócios, por meio de disciplinas que abordam gestão e liderança e, ainda, conteúdos que ensinarão o estudante a formatar estratégias de inovação que auxiliarão nas tomadas de decisões.

Pós-Graduação em Desenvolvimento Profissional
É voltada a profissionais de todos os níveis hierárquicos (assistentes, analistas, supervisores, gerentes, empreendedores), de qualquer segmento de atuação, e aborda temas como: coaching, administração de conflitos e negociações, desenvolvimento de equipes, coaching aplicado ao desempenho, gestão e liderança.

Pós-Graduação em Metodologia e Processos em EAD
Essa especialização é voltada para o profissional, que quer aprofundar seus conhecimentos sobre a modalidade e as metodologias utilizadas no Ensino a Distância. O curso desenvolve competências e habilidades no uso de tecnologias para a utilização de recursos educacionais.

Pós-Graduação em Didática Inovadora na Educação Básica
Dedicado a professores de Educação Infantil ao Ensino Médio, o curso aborda conceitos sobre a forma de ensinar e estudar processos de aprendizagem e ensino, além de promover o desenvolvimento de competências e habilidades docentes no que se refere à constituição da didática e elaboração de planejamentos, materiais e atividades a partir de metodologias ativas e inovadoras para a educação básica.

Pós-Graduação em Pedagogia: a sala de aula no ambiente familiar
Atualmente, estamos vivendo um cenário completamente diferente em relação à atuação pedagógica: o ensino presencial migrou para o on-line sem tempo de planejamento, sem o preparo ideal aos mestres e também às famílias, que precisaram se adaptar ao novo formato de aula. O curso traz respostas sobre qual a melhor forma de o pedagogo conduzir esse novo cenário na educação, conciliando o ambiente da escola e o ambiente da casa do aluno.

Ao todo, o Universo EAD oferece mais de 90 pós-graduações, totalmente online. São cursos nas áreas de Negócios, Educação, Direito, Inovação, Criatividade, Moda, Design, Saúde, Tecnologia, entre outros. Com matriz flexível, os estudantes podem escolher as disciplinas que mais convém com seus objetivos profissionais. Das 10 matérias estudadas, cinco são obrigatórias e cinco optativas. Além disso, em sua organização pedagógica, o aluno tem a possibilidade de concluir o curso em no mínimo oito meses, ou no máximo em 24 meses.

Da ASCOM 

quarta-feira, 16 de setembro de 2020

Sesc promove lives sobre Acessibilidade e Superação e Mal de Alzheimer

Divulgação/Reprodução
Conversas virtuais do programa “Assistência e Bem-Estar” acontecem nas quintas de setembro (17 e 24), com transmissão pelo canal oficial do Sesc no Youtube  

A história de superação de uma pessoa com deficiência, relacionada ao processo de acessibilidade a eventos culturais, e a discussão sobre a prevenção do Mal de Alzheimer são os temas das duas lives que o Sesc Pernambuco promove nas quintas-feiras de setembro (17 e 24), dando sequência ao programa “Assistência e Bem-Estar”. A primeira será com a artista Ariadne Antico e a segunda com a psicanalista Shayenne Torres. Ambas serão transmitidas pelo canal oficial do Sesc no Youtube (www.youtube.com/sescpernambuco), às 17h.  

Na live do dia 17, Ariadne Antico conversa com a assistente social do Sesc Amanda Roberta sobre o tema “Acessibilidade e Superação”. A artista, que interpreta a Palhaça Birita, vai fazer uma reflexão sobre o Dia Nacional da Luta pelo Direitos das Pessoas com Deficiência, celebrado, anualmente, no dia 21 de setembro. Ariadne nasceu com um tipo de paralisia cerebral e o diagnóstico médico dizia que ela não conseguiria andar e nem falar. Porém, a artista aprendeu a usar as limitações a seu favor, transformando limites, dificuldades e crises em realizações.

No dia 24, o tema será “Como prevenir o Alzheimer – os cuidados com a saúde e a estimulação cognitiva”, com a psicanalista Shayenne Torres, co-fundadora da AtivaMente. No bate-papo com a assistente social do Sesc Nayrlla Sousa, a especialista vai tratar da necessidade de conscientizar a sociedade sobre a importância da prevenção, do diagnóstico precoce e do cuidado ofertado, assim como do apoio e suporte aos familiares e cuidadores das pessoas que vivem com a doença que atinge cerca de 50 milhões de pessoas no mundo. 

“Esses dois temas são de grande relevância porque, no caso do primeiro tema, o Sesc tem como uma de suas propostas dar notoriedade para a diversidade e inclusão de pessoas com deficiência em todas as suas atividades; e em relação ao segundo, transmitir à sociedade a preocupação com a saúde dos pacientes de Alzheimer e das pessoas que lidam com eles, pois só quem vivencia essa temática possa compreender de fato como é importante a discussão”, pontua Talita Ferreira, assistente social do Sesc.

Serviço: Lives do Programa Assistência e Bem-Estar do Sesc PE
Transmissão: canal oficial do Sesc PE no Youtube (www.youtube.com/sescpernambuco)

Programação
Quinta (17/09), às 17h
live “Acessibilidade e Superação”
Com Ariadne Antico (artista, palhaça, ativista da causa e palestrante)  
Mediação: Amanda Roberta (assistente social do Sesc PE)

Quinta (24/09), às 17h
live “Como prevenir o Alzheimer – os cuidados com a saúde e a estimulação cognitiva”
Com Shayenne Torres (psicanalista, co-fundadora da AtivaMente)  
Mediação: Nayrlla Sousa (assistente social do Sesc PE)

Da Assessoria

Educação de Casinhas avança no ranking do IDEB

Foto meramente ilustrativa registrada antes da
pandemia do Covid 19. : Divulgação/Reprodução
O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) publicou, nesta terça-feira (15/09), os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) do ano de 2019.  O índice é divulgado a cada dois anos e foi formulado para medir a qualidade do aprendizado nacional, além de estabelecer metas para a melhoria do ensino.

De acordo com o Ministério da Educação, a meta projetada para 2019 dos anos iniciais do Ensino Fundamental do município de Casinhas foi 4,8, já para 2021 seria 5,1. Casinhas atingiu a nota 6.8, ultrapassando a média da meta.

Os resultados do IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) saíram e com eles a comprovação de que Casinhas têm uma educação de qualidade. Contra os fatos não há argumentos. É motivo para cada Casinhense se orgulhar. Que cada professor, que cada estudante, que cada gestor escolar, coordenador e cada profissional da educação receba nosso reconhecimento e gratidão, que bata no peito, se sinta feliz e vitorioso. As lutas para se conseguir alcançar as metas ou não regredir, são gigantes. O trabalho não é fácil. É preciso ter uma gestão estratégica, responsável, com compromisso e responsabilidade. É preciso ter como propósito uma educação que transforma e edifica valores para a vida sempre. Nossos parabéns e obrigado! Compartilhou o secretário de Educação de Casinhas, Givanildo Melo.

 Confira abaixo os resultados por Escolas:




Clique nas imagens para ampliar (Imagens:IDEB/Reprodução)




PIB de Pernambuco acumula queda de 4,5% em 2020

Reprodução
Impacto esperado pela pandemia da Covid-19 se confirmou e Produto Interno Bruto (PIB) de Pernambuco acumula queda de 4,5% em 2020. O índice, que tem influência negativa dos setores da indústria (-14,7%) e de serviços (-8,9%), foi menos negativo que o resultado nacional, de -5,9%. Os resultados foram detalhados ontem pela Agência Condepe/Fidem.

O setor da agropecuária que teve rendimento positivo de 4,5% no período, arrefecendo a queda, especialmente pelo desempenho das lavouras temporárias, 
que tiveram alta de 13,9% com as safras de cana-de-açúcar, milho, abacaxi e melancia. Já na pecuária, o desempenho positivo de 2,4% está relacionado ao setor avícola.

Com relação à indústria, o diretor de Estudos e Pesquisas Socioeconômicas da Agência, Rodolfo Guimarães, relembrou que a economia do estado, que tinha passado por mudanças com a implantação do polo automotivo da Fiat Chrysler Automobiles (FCA) e com o refino de Petróleo (no complexo de Suape) sofreu com as quedas das duas atividades. “No segundo trimestre deste ano, a indústria de transformação sofreu queda de 14,7%, acima da nacional, de 12,7%, depois de ter se mantido ainda positivo no primeiro tri. Nossa dinâmica industrial vinha acima da do Brasil desde a recuperação da crise de 2016”, explicou.

Com relação ao segundo trimestre de 2019, o recorte de 2020 mostra o quanto as economias nacional e pernambucana perderam com a pandemia. Enquanto o Brasil teve queda de 11,4%, o estado ficou negativo em 9,6%.

Queda histórica
“A queda registrada é a maior dentro da série desde 2002, quando a gente teve esse número detalhado trimestralmente. Veio dentro das expectativas, os números já vinham indicando nas análises mensais. E a queda não se dá apenas no segundo trimestre do ano, mas começa já em março”, pontuou a consultora da Condepe/Fidem, Cláudia Pereira.

Segundo o diretor Executivo de Estudos, Pesquisas e Estatística, Maurílio Soares, já se observa alguma reação, com a reabertura gradativa. “Os resultados alcançados vão depender de outras medidas adotadas pelos governos estadual e federal de estímulo às atividades que ainda precisem de apoio. Todo gestor espera fazer que a economia cresça para que se volte a gerar empregos”.

Do Diario de PE

terça-feira, 15 de setembro de 2020

MPPE recomenda ao município de Orobó que suspenda prazo de validade de concurso público durante pandemia

11/09/2020 - De acordo com o artigo 10 da Lei Complementar nº 173/2020, que disciplina os concursos públicos, está determinada a suspensão dos prazos de validade dos concursos públicos que tenham sido homologados até 20 de março de 2020, em todo território nacional. Por isso, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE), por meio da Promotoria de Justiça de Orobó com atuação na Defesa do Patrimônio Público, recomendou ao prefeito do município que suspenda o prazo de validade do concurso público realizado pela Prefeitura, durante o período de vigência do Decreto Legislativo nº 6, de 20 de março de 2020, até o término do estado de calamidade pública estabelecido pela União.

Após busca no Portal da Transparência de Orobó, o MPPE constatou a existência de concurso público vigente homologado em 14 de fevereiro de 2020, pelo Decreto nº 05, com previsão para expirar em 13 de fevereiro de 2024. Dessa forma, a Promotoria de Justiça de Orobó, por meio do Inquérito Civil, verificou que o prazo de validade não foi suspenso e transcorre sem nomeações, para a maioria dos cargos.

“Embora o art. 10 da Lei Complementar nº 173/2020 aplique-se somente a certames promovidos pela União, a suspensão do prazo de validade dos concursos deve servir de diretriz aos Municípios, em observância ao princípio da eficiência e ao princípio da boa-fé administrativa. E, como o objeto do concurso é o preenchimento das vagas existentes, de modo que não se afigura razoável deixar transcorrer o prazo de validade do certame, sem que exista a possibilidade de efetivar as nomeações necessárias. Além disso, a medida de suspensão do prazo de validade do concurso vigente minimiza os prejuízos que a própria Administração terá ao realizar despesas e envidar tempo para realização de novo certame, garantindo a solução de continuidade do serviço público”, destacou o promotor de Justiça Tiago Meira de Souza.

O prefeito tem o prazo de 10 dias para informar ao MPPE acerca do acatamento ou não desta recomendação, que está disponível no Diário Oficial Eletrônico do MPPE do dia 10 de setembro.

(Informações do Portal do MPPE)

IBGE: Covid-19 afeta 38,6% das empresas na 1ª quinzena de agosto

Foto: Fernando Frazão / Agência Brasil
Dos 3,2 milhões de empresas em funcionamento na primeira quinzena de agosto, 38,6% indicaram que a pandemia afetou negativamente suas atividades. Já para 33,9%, o efeito foi pequeno ou inexistente e para 27,5% o efeito foi positivo. Empresas de maior porte e intermediárias foram as que mais sinalizaram melhora de percepção.

Os resultados da quinta rodada da Pesquisa Pulso Empresa: impacto da Covid-19 nas empresas, divulgados hoje (15) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), refletem as percepções das empresas em funcionamento ao final da primeira quinzena de agosto, frente à segunda quinzena de julho. A pesquisa acompanha os principais efeitos da pandemia do novo coronavírus sobre as empresas não financeiras.

Segundo o IBGE, a percepção de impacto negativo mantém-se e é maior entre as empresas de pequeno porte, de até 49 funcionários (38,8%), e melhora na percepção das empresas intermediárias (de 50 a 499 funcionários) e de maior porte (acima de 500 empregados), que indicaram maior incidência de efeitos pequenos ou inexistentes na quinzena – respectivamente 44,7% e 46,6%.

“A cada quinzena aumenta a percepção de efeitos pequenos ou inexistentes ou positivos entre as empresas de maior porte”, disse, em nota, o coordenador de Pesquisas Conjunturais em Empresas do IBGE, Flávio Magheli.

As empresas dos setores de construção (47,9%) e comércio (46,3%) reportaram as maiores incidências de efeitos negativos na quinzena. Por outro lado, no setor industrial, 38,9% relataram impactos pequenos ou inexistentes e, no setor de serviços, a incidência foi de 41,9%, com destaque para os segmentos de informação e comunicação (61,5%) e serviços profissionais e administrativos (45,6%).

Entre as grandes regiões, o Nordeste destaca-se pela menor incidência de efeitos negativos (20,4%), e a região é onde ocorre a maior percepção de impactos positivos, passando de 35,3% para 52%. Os maiores percentuais de impactos negativos foram no Sudeste (43,6%) e no Norte (41,9%), enquanto Sul (39,9%) e Centro-Oeste (39,8%) têm percepção semelhantes.

Segundo a pesquisa, a percepção de redução nas vendas afetou mais o comércio, que passou de 29,5% na segunda quinzena de julho para 44,5%, com destaque para o comércio varejista que subiu de 29,7% para 48,9%; seguidos por construção (36,2%), indústria (30,8%) e serviços (29,7%).

“Por setores, o comércio varejista e a atividade de construção são os mais afetados na quinzena. Dentre as regiões, o Nordeste destaca-se com 52% de efeitos positivos relacionados às medidas de flexibilização do isolamento. Já em relação às vendas, a percepção de redução atinge 36,1% das empresas, afetando principalmente o comércio varejista”, afirmou Magheli.

Empregos

Quase 9 em cada dez empresas (86,4%  ou cerca de 2,7 milhões de companhias) mantiveram o quadro de funcionários ao final da primeira quinzena de agosto em relação à quinzena anterior. Apenas 8,7% (277 mil empresas) indicaram redução no quadro, sendo que 146 mil (52,6%) diminuíram em até 25% seu pessoal, com destaque para as empresas de menor porte, onde 140 mil (51,6%) reduziram nessa faixa de corte.

A realização de campanhas de informação e prevenção e a adoção de medidas extras de higiene continuam sendo as principais iniciativas para enfrentar a pandemia, sendo adotadas por 92,9% das empresas.

Outros 32,3% de empresas adotaram o trabalho remoto e 15,3% anteciparam férias dos funcionários. Já 30,6% das empresas alteraram o método de entrega de seus produtos ou serviços, enquanto 13,2% lançaram ou passaram a comercializar novos produtos e/ou serviços na primeira quinzena de agosto.

O adiamento de pagamento de impostos foi adotado por 32% das companhias e o acesso à linha de crédito emergencial foi a medida tomada por 10,9% das empresas.

Por: Agência Brasil

segunda-feira, 14 de setembro de 2020

Unopar Surubim retoma encontros presenciais

O Polo Unopar Surubim retomou os encontros presenciais na última quarta-feira (09). Os alunos foram recepcionados ao som do artista surubinense Tales Almeida. A Unopar destaca que está seguindo os protocolos de segurança sanitária, pois são vitais para o retorno e segurança de todos os envolvidos à Instituição. “Estamos felizes com o retorno dos alunos aos encontros presenciais, pois é importante a interação entre os educandos com o tutor. Vale ressaltar, que estamos atentos às medidas de segurança e seguindo todos os protocolos que são exigidos pelo Governo do Estado, para segurança de toda a nossa comunidade acadêmica." - frisou Raquel Campos (Coordenadora do Polo Unopar Surubim).

Confira o post das redes sociais:

"Cumprimentos, músicas, reencontros... Foi assim a nossa volta! Depois de tanto tempo, recebemos os nossos alunos com muito carinho e cuidado.

Reforçamos todos os cuidados, espalhando avisos de conscientização por todo o polo! Estamos felizes por estar com você novamente."









Artista surubinense Tales Almeida. Fotos: Divulgação/Reprodução




Lucas, o pagador de promessas, inicia caminhada carregando cruz nas costas até Recife

Lucas iniciou a caminhada na manhã desta segunda-feira (14),
debaixo de chuva (Foto: Fernando Guerra)
O aposentado Roque José da Silva, de 64 anos, conhecido como Lucas da Compesa, iniciou nesta segunda-feira (14), debaixo de chuva, uma longa caminhada com uma cruz de madeira nas costas até a Igreja das Graças em Recife, como agradecimento por graças alcançadas. Ele passou por três cirurgias bem sucedidas, a primeira de uma úlcera e duas no cérebro.

Não é a primeira vez que Lucas paga promessas carregando cruzes. Em 2013, ele foi até Juazeiro do Norte (CE), distante cerca de 580 km de Surubim, onde aos pés da estátua do Padre Cícero, no dia 3 de março daquele ano, deixou uma cruz de madeira pesando 54 kg. Levou-a sozinho, numa moto, dormindo pelo mato.

No dia 2 de dezembro de 2019, a cruz era mais pesada, 67 kg. Saiu a pé de Surubim carregando em seus ombros o símbolo da cristandade, dia e noite, dormindo pela estrada. Cinco dias depois subiu o Morro da Conceição em Recife, onde deixou aos pés da representação da Imaculada Conceição essa cruz, pagando sua promessa.

Agora ele reafirma o agradecimento pelas graças que recebeu. O longo trajeto a pé, de 115 km, teve início às 6h30, de hoje na Praça Irmão Bernardo Aguiar, em frente ao Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Surubim. O roteiro foi divulgado em matéria deste Correio do Agreste há exatamente um mês.

A previsão de chegada é na sexta-feira (18). Na última vez que Lucas fez contato com a nossa redação, 9 horas e meia após ter começado a caminhada, informou que já estava em Freitas, comunidade da zona rural de Bom Jardim, a cerca de 25 km do local da partida.

Lucas não precisa de apoio financeiro para realizar sua firme determinação, mas diante de tantas pessoas que o procuram para oferecer ajuda disponibilizou uma conta bancária para receber depósitos. Quer reverter esse dinheiro em cestas básicas para ajudar os pobres que, hoje mais do que nunca, tiveram suas dificuldades aumentadas por conta da pandemia.

Pede que destinem essas doações para a Conta – 13995-5 em nome de Roque José da Silva, Agência do Bradesco – 835-4 / Surubim. Ao retornar caminhada prestará contas do valor arrecadado.

Do Correio do Agreste

90% dos casos de Covid-19 em Surubim estão curados

Crédito: Bill Oxford/istock
Há três dias consecutivos, de acordo com os últimos boletins divulgados pela Prefeitura de Surubim, o número de pessoas recuperadas da Covid-19 no município está na faixa dos 90% dos casos confirmados. O mais recente deles, publicado neste domingo (13), informa 1.076 confirmações desde o começo da pandemia em março, até agora. Desse total, 70 pessoas estão em tratamento da doença, (6,51% dos casos) incluindo 4 profissionais de saúde. Já são 28 dias de queda na quantidade de casos ativos, ou seja, de pacientes que estão em isolamento.

Os recuperados chegam a 977 (90,80%), e os óbitos a 29 (2,69%). A morte mais recente foi de uma moradora do Sítio Furnas, Marli Reis, esposa do ex-vereador Dedé de Furnas. Ela era diabética, havia passado recentemente por duas cirurgias e faleceu na sexta-feira (11), em Recife.

O município tem ainda 71 casos suspeitos, são pessoas que estão aguardando o resultado do exame para detecção da doença.

Do Correio do Agreste

CDL Surubim emite primeiro Certificado Digital e-Saúde do SPC Brasil para Médica Estrangeira

Como forma de agradecimento aos profissionais da área de saúde, em especial no período de pandemia, o SPC Brasil lançou o produto Certificado Digital e-Saúde, com preço super acessível. A CDL Surubim e o SPC Brasil acreditam que a colaboração é fundamental e fará toda a diferença para a sociedade.

Na última semana, atendemos a Médica Estrangeira Raiza Martin (foto), a profissional atua no município de Casinhas, Agreste Setentrional. Deixamos nossos agradecimentos à ela por ajudar nosso país.

Fotos: Divulgação/Reprodução
Saiba mais:

O Certificado Digital e-Saúde do SPC Brasil é a identidade digital de profissionais da saúde que buscam mais segurança e agilidade no dia a dia. Com ele, o profissional otimiza a rotina no ambiente hospitalar criando prontuários eletrônicos, receitas, atestados e laudos com valor legal, sem precisar acumular papéis.

Reduza burocracia e otimize seu tempo. Aproveite as condições especiais que a CDL Surubim preparou. Mantenha contato através dos fones (81) 3634.1608 / 3634.1607, ou através do WhatsAPP (81) 9 9236.3897. Adquira já o seu, profissional da área de saúde!

Da CDL Surubim

domingo, 13 de setembro de 2020

Exportação, consumo e produção criaram tempestade perfeita, diz produtor de arroz

Foto: Igo Estrela/Especial para o CB/D.A Press
A disparada de preços do arroz é resultado de uma "tempestade perfeita", segundo produtores. Segundo eles, o aumento decorre de mudanças no mercado externo, com aumento das exportações, e no interno, com brasileiro comendo mais em casa durante a pandemia.

O preço baixo nos últimos anos também é parcialmente culpado, uma vez que levou ao encolhimento da produção.

A avaliação é de produtores do Rio Grande do Sul ouvidos pela reportagem. O estado é o maior produtor do país e estima semear cerca de 970 mil hectares na safra 2020/2021, aumento de 3,5% em relação à área colhida na safra anterior.

"Aconteceu a tempestade perfeita. Pouco produto, a pandemia, aumento de consumo, desvalorização do real. Deu a explosão na cadeia", diz André Ceolin, sócio-proprietário do Grupo Ceolin, que produz e compra o grão. "Há anos o produtor vem se endividando e foi abandonando a lavoura porque não sobrava dinheiro no preço pelo qual era negociado o arroz."

O grupo não teria estoque até o fim do ano se seguisse vendendo na média de 80 mil a 100 mil fardos por mês (cerca de 190 toneladas), segundo ele.

Enquanto em 2019 o Brasil exportou 269.164,9 toneladas de arroz, segundo dados do Comex Stat, do Ministério da Economia, entre janeiro e agosto de 2020 o montante chegou a 487.428,8 toneladas.

Davenir Santos, de Eldorado do Sul (RS), conta que vendeu parte da produção logo no início da safra para pagar contas, quando o preço do saco variava entre R$ 48 e R$ 52.

Pouco tempo depois, com a abertura para exportação, 20% da produção de 2019/2020 foi vendida à Guatemala ao preço de R$ 61 por saco. Agora, ainda com estoque, ele consegue mais de R$ 100 por saco no mercado interno. Segundo o Cepea, na quinta (10) a cotação era de R$ 105.

"A gente vinha sofrendo há anos, arroz não dava mais lucro, só prejuízo", diz. "O preço está bom agora, mas o custo para produzir um saco aumentou bastante."
Segundo Ivo Mello, diretor técnico do Instituto Riograndense do Arroz, o número de produtores no estado caiu pela metade nos últimos 20 anos –hoje, são cerca de 7.000.

Apesar de a produção se manter em índices semelhantes, houve ainda redução na área plantada –ação recomendada pela autarquia para garantir preços melhores.

"Quem mais ganhou com esse valor e com exportação foram os grandes conglomerados. Quando chegou a R$ 70, R$ 80, o produtor médio e pequeno já tinha vendido para a indústria", diz Mello.

Raul Borges, presidente dos sindicatos rurais de Itaqui e Maçambará, avalia que o momento é bom para quem ainda tem produto e para quem já não tem estoque, porque pode balizar o preço futuro.

"O governo tirou a TEC (Tarifa Externa Comum) para importação, mas para os nossos insumos temos ainda várias TECs, em vários produtos que não podemos importar. Faz anos que reivindicamos isso no Mercosul", afirma.

A medida foi anunciada pelo Ministério da Agricultura para conter a alta dos preços, limitando a isenção de taxas de importação a 400 mil toneladas de arroz em casca e beneficiado até 31 de dezembro.

Silvio Farnese, diretor de comercialização e abastecimento da pasta, estima que o Brasil tenha ainda entre 4 milhões e 4,5 milhões de toneladas de arroz no mercado, e que por isso a retirada da tarifa deve garantir abastecimento ao país.
Ele diz ainda que não há previsão para retirada de tarifas para insumos e que o preço do arroz pode se manter alto pelos próximos meses.

"Depende do que vier de fora. Se os importadores trouxerem um produto mais barato –por exemplo, arroz parboilizado–, pode gerar tendência de redução", avalia.

Por: FolhaPress

sexta-feira, 11 de setembro de 2020

Eventos em massa ainda sem previsão em Pernambuco

(Foto: Peu Ricardo/Arquivo DP)
Depois da liberação dos eventos corporativos na etapa oito do plano de flexibilização das atividades econômicas em Pernambuco, os eventos sociais e culturais estão previstos para serem retomados na etapa nove. Inicialmente, eles seguem as mesmas regras dos corporativos, com capacidade limitada a 100 pessoas ou 30% do espaço. Na etapa 10, está prevista a ampliação da capacidade para 300 pessoas ou 50% do estabelecimento. Porém, eventos maiores ainda não têm previsão para liberação em Pernambuco.

"Colocamos cada atividade para funcionar dentro dos novos protocolos e analisamos os dados que trazem para a pandemia. Quando chegar na etapa 10 e todas as atividades tiverem voltado, vamos para a etapa 11, que será o nosso novo normal. Vamos continuar avaliando semanalmente e estudando possibilidades de ampliação de horário e capacidade, mas dentro de um cenário de pandemia ativa e vamos ter que aprender a conviver com o coronavírus", disse Bruno Schwambach, secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco.

Porém, segundo André Longo, secretário de Saúde de Pernambuco, ainda é cedo para falar em eventos de massa. "Sejam eventos ou fechados com grande público, a gente precisa ainda evoluir no tempo com as atividades iniciadas para vencer as etapas para continuar dar passos adiante", conclui.

Do Diario de PE

Vendas do comércio crescem 5,2% de junho para julho, diz IBGE

Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

O volume de vendas do comércio varejista teve alta de 5,2% na passagem de junho para julho deste ano, segundo dados da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), divulgados nesta quinta-feira (10) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Essa é a terceira alta consecutiva do indicador, que cresceu 8,5% em junho e 13,3% em maio, e o melhor resultado para o mês, desde o início da série histórica, em 2000.

Segundo o IBGE, depois das quedas de 2,4% em março e de 16,6% em abril, devido à pandemia de covid-19, os três resultados positivos (maio, junho e julho) conseguiram recuperar as perdas com o isolamento social provocado pela doença.

O volume de vendas também teve altas de 8,7% na média móvel trimestral, de 5,5% na comparação com julho de 2019 e de 0,2% no acumulado de 12 meses. No acumulado do ano, no entanto, ainda apresenta queda (-1,8%).

Em julho, houve alta no volume de vendas em sete das oito atividades pesquisadas: livros, jornais, revistas e papelaria (26,1%), tecidos, vestuário e calçados (25,2%), equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (11,4%), artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (7,1%), combustíveis e lubrificantes (6,2%), outros artigos de uso pessoal e doméstico (5,0%) e móveis e eletrodomésticos (4,5%).

O setor de supermercados, alimentos, bebidas e fumo manteve-se estável em relação ao mês anterior.

O varejo ampliado, que inclui também os segmentos de materiais de construção e de veículos e peças, cresceu, 7,2% na passagem de junho para julho. O setor de veículos, motos, partes e peças teve alta de 13,2%, enquanto material de construção avançou 6,7%.

“Como o indicador despencou de fevereiro até abril, a base ficou muito baixa e essa recuperação vem trazendo todos os indicadores para os níveis pré-pandemia. Alguns setores estão bem acima dos níveis de fevereiro, como móveis e eletrodomésticos (16,9% acima), hiper e supermercados (8,9%) e artigos farmacêuticos (7,3%), além dos materiais de construção (13,9%), no varejo ampliado”, afirma o gerente da pesquisa, Cristiano Santos.

O varejo ampliado também teve crescimentos de 11,2% na média móvel trimestral e de 1,6% na comparação com julho de 2019. Nos acumulados do ano e dos últimos 12 meses, no entanto, houve perdas de 6,2% e 1,9%, respectivamente.

A receita nominal do varejo teve altas de 5,7% na comparação com junho deste ano, de 8,6% na média móvel trimestral, de 8,8% em relação a julho do ano passado, de 1,4% no acumulado do ano e de 3% no acumulado de 12 meses.

Já a receita do varejo ampliado teve altas de 8,4% na comparação com junho deste ano, de 11,3% na média móvel trimestral, de 4,9% na comparação com julho de 2019 e de 0,7% no acumulado de 12 meses. No acumulado do ano, houve queda de 3,1%.

Da Agência Brasil

quinta-feira, 10 de setembro de 2020

Recife é a cidade mais inteligente e conectada do Norte e Nordeste, diz estudo

Foto: Andréa Rêgo Barros/Arquivo PCR.
Na 6ª edição do Ranking Connected Smart Cities, divulgada nessa quarta-feira (9), o Recife consolidou sua posição de liderança como cidade mais inteligente e conectada na Região Norte e Nordeste. A cidade ainda avançou 8 posições em relação ao último levantamento, saltando da 23ª para a 15ª em um total de 673 municípios analisados. O prefeito Geraldo Julio fez uma análise do resultado, que coloca o Recife como a única cidade do Norte e Nordeste entre os 26 primeiros colocados.

Para o prefeito, o resultado do ranking é fruto de uma estratégia de desenvolvimento que envolve a atuação decisiva do poder público e a atuação dos diversos setores da sociedade. “Está na estratégia de futuro do Recife uma cadeia econômica que inclua as pessoas e sua capacidade de criar, inovar e se conectar. Costumo dizer que somos uma cidade sem petróleo, terras para agricultura ou grandes plantas industriais, mas temos na capacidade da nossa gente, nossa maior riqueza e o potencial é enorme ”, disse o prefeito.

“Também fizemos uma série de soluções nos serviços públicos e programas da Prefeitura em áreas como Educação, com a Escola do Futuro a robótica, Mobilidade, invertendo prioridades e incluindo as pessoas, Ciência Tecnologia e Inovação em parceria com o nosso parque tecnológico, entre tantas outras, que consolidaram esse avanço. Um Recife conectado e gerando oportunidades e renda para sua gente sempre foi o objetivo”, concluiu.

No ranking que avalia todos os municípios brasileiros com mais de 50 mil habitantes, o Recife despontou nas áreas de Empreendedorismo com a 8ª posição, Mobilidade e Acessibilidade, em 9º lugar, Tecnologia e Inovação em 11º e Saúde, com a  12ª posição em todo o país.

“O mais interessante deste ranking de cidades inteligentes e conectadas é que o processo considera a cidade inteligente como uma cidade sustentável. Uma cidade que pensa e que coloca as pessoas em primeiro lugar, e não apenas a tecnologia. Uma cidade inteligente não é uma cidade que usa intensivamente os recursos tecnológicos, mas que usa a tecnologia em favor das pessoas, pensando em oferecer melhores serviços e qualidade de vida para os cidadãos”, disse o secretário de Desenvolvimento Econômico Ciência, Tecnologia e Inovação do Recife, Guila Calheiros.

Este ano, as cidades consideradas as mais inteligentes e conectadas no ranking Connected Smart Cities foram São Paulo (SP), em primeiro lugar, Florianópolis (SC), em segundo, e Curitiba (PR), em terceiro. Fazendo o recorte nordestino da pesquisa, após o Recife temos Salvador (BA) e Fortaleza (CE), que aparecem em 27º e 29º, respectivamente. Os indicadores do Ranking Connected Smart Cities 2020 estão disponíveis no site: http://ranking.connectedsmartcities.com.br/.

Do Diario de PE

Agências do INSS reabrem na próxima segunda após seis meses fechadas

Agência do INSS - Foto: Agência Brasil
Após ficarem fechadas por quase seis meses, as agências da Previdência Social deverão começar o processo gradual de reabertura na próxima segunda-feira (14), confirmou o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

O órgão afirma que, por enquanto, o horário de funcionamento dos postos será reduzido, das 7h às 13h, e que o atendimento será exclusivo aos segurados e beneficiários com agendamento prévio pelo Meu INSS ou pelo telefone 135.

O INSS diz ainda que, como forma de prevenção à Covid-19, providenciou materiais de segurança e higiene, tais como equipamentos de proteção individual (luvas, máscaras, escudos faciais, aventais e toucas), álcool em gel, lixeiras com tampa e pedais (para que não haja contato com materiais descartados) e barreiras de acrílico nos guichês de atendimento. 

Protocolos como medição de temperatura na entrada das agências e intensificação da limpeza dos ambientes também foram adotados.

"As agências que reabrirão seguirão todos os protocolos de distanciamento, com a devida sinalização nos pisos e demais orientações. Em cartazes, constarão todos os protocolos de segurança e a sinalização por cor em cada área das agências, alertando segurados e servidores de que, naqueles locais, é obrigatório o uso de determinados equipamentos de proteção", afirma o órgão, que diz que também adotou a medição de temperatura obrigatório na entrada.

As tentativas de retomada do atendimento presencial, que foi suspenso devido à pandemia da Covid-19, já vinham se arrastando há meses. Em meio a resistência e ameaças de greve por parte dos servidores da Previdência, a reabertura chegou a ser adiada sete vezes. Representantes da categoria queixavam-se da falta de segurança e higiene nos postos.

O atendimento, durante o período em que os postos estão fechados, está sendo feito de forma remota, exclusivamente pelo telefone, na Central 135, ou pelo portal Meu INSS e aplicativo para celular.

Enquanto aguarda, o segurado tem, além do telefone e da internet, a opção de atendimento pelo sistema drive-thru, no qual é possível entregar cópias de documentos em urnas colocadas na frente das agências em todo o país.

Por Folhapress

Acompanhe-nos no Facebook


Publicidade


!

!
!
!

!

!

!

!

!

!

!

!

!
!
!
! !
!

!

!
! !

Você é o Visitante:

Acessos em Tempo Real

Previsão do Tempo em Surubim

Blogs e Sites Parceiros

Curta Nossa FanPage - Muito Obrigado!

Internautas On Line

(81) 9925.8297 // negocioseinformes@gmail.com