© 2014 - Todos os Direitos Reservados ao Blog Negócios e Informes. Tecnologia do Blogger.

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021

Auxílio emergencial deverá ser declarado no IR; programa poderá ser baixado nesta quinta (25)

Os contribuintes que receberam o auxílio emergencial do Governo Federal e tiveram rendimentos acima de R$ 22.847,76 em 2020 deverão devolver os valores recebidos do benefício por ele e seus dependentes. Essa é uma das novidades apresentadas pela Receita Federal para o novo programa para entrega da Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física 2021. As regras vigentes na declaração de 2020 seguem mantidas, como o informe de quem recebeu mais de R$ 28.559,70 de renda tributável no ano passado. 


O prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda (IR) 2021 começa no dia 1° de março, seguindo até o dia 30 de abril. A partir de hoje, os programas de preenchimento da declaração já estão disponíveis para os contribuintes, no site da Receita Federal, o www.receita.fazenda.gov.br. 


Neste ano, a Receita espera receber cerca de 32,6 milhões de declarações, cerca de 1,7 milhão de contribuintes a mais prestando contas ao leão neste ano, comparado com 2020. Do total de declarações, a expectativa é de que 60% tenham imposto a restituir, 21% não tenham imposto a pagar ou restituir, e 19% de impostos a pagar. Até o dia 26 deste mês, as empresas, bancos e corretoras devem entregar aos funcionários o comprovante de rendimentos.


Desde o ano passado, as restituições são pagas em cinco lotes, e não mais em sete. Eles serão pagos a partir do dia 31 de maio, data correspondente ao primeiro lote. O segundo será em 30 de junho; o terceiro, em 30 de julho; o quarto, em 31 de agosto; e o quinto e último, em 30 de setembro.


De acordo com o técnico da Receita Federal, José Carlos Fernandes, quanto aos contribuintes que receberam o auxílio emergencial e devem declarar o IR, dos 68 milhões que tiveram acesso ao benefício, 3 milhões devem fazer a declaração. “Quem recebeu auxílio de qualquer valor, parcela, e, além disso, teve rendimento tributável superior a R$ 22.847,76 no ano passado, reunindo essas duas condições, deve apresentar declaração e devolver auxílio. Quem não recebeu qualquer quantia acima disso, não está obrigado a declarar e devolver, nem todos vão fazer a declaração”, disse. 


Quem realizou o saque emergencial de até R$ 1.045 do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) também precisará informar o recebimento do dinheiro.


Os criptoativos também deverão ser declarados este ano. Diferente do ano passado, agora esses bens contam com um código específico, sendo obrigatória a declaração de bitcoin, demais criptomoedas e criptoativos. Para continuar lendo, clique AQUI!  (Foto: Agência Brasil)

Acompanhe-nos no Facebook


Publicidade


!

!
!
!

!

!

!

!

!

!
!
!
!
!

!
! !

Você é o Visitante:

Acessos em Tempo Real

Previsão do Tempo em Surubim

Blogs e Sites Parceiros

Arquivo do blog

Curta Nossa FanPage - Muito Obrigado!

Internautas On Line

(81) 9925.8297 // negocioseinformes@gmail.com