© 2014 - Todos os Direitos Reservados ao Blog Negócios e Informes. Tecnologia do Blogger.

quarta-feira, 10 de junho de 2020

Pesquisa nacional aponta baixa contaminação no setor da construção civil

O número de infectados pela Covid-19 no setor chegou a 640 trabalhadores

Com a interrupção da atividade produtiva em razão da Covid-19 há mais de 70 dias, o setor da construção civil de Pernambuco se engaja neste momento para retomar a produção, sobreviver às estatísticas e mostrar que, tomando as precauções, a retomada das atividades não oferecerá maiores riscos aos trabalhadores. Essa constatação se baseia no estudo realizado pela Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc), que mostra que o número de infectados atingiu apenas 1,15% do total de 55 mil trabalhadores presentes nos canteiros do País durante o isolamento.

A conclusão da pesquisa aponta ainda que os números de trabalhadores recuperados foi de 1,47% ou de 819 casos, resultado superior ao número de infectados. Já o levantamento dos casos por internação hospitalar atingiu 13 pessoas, o que representou 0,02% do total, e o dos óbitos se mantiveram em 8 casos, ou seja, representando 0,01% dos trabalhadores presentes nos canteiros. Importante ponderar também que não há como afirmar se os casos confirmados foram provenientes de contaminação nos canteiros das obras. A amostra contou com a participação de 36 empresas e representa grande parte das incorporadoras do setor.

“Isso, sem dúvidas, legitima as ações que estão sendo feitas pelo segmento no sentindo de preservar a vida e garantir que o local de trabalho esteja apto para essa retomada”, explicou o presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de Pernambuco (Sindiscon-PE), Érico Furtado, que destacou ainda que, localmente, o setor já preparou uma cartilha em que sugere cuidados e métodos de prevenção contra a doença.

Esse raio X aconteceu em todos os estados do País, exceto em Pernambuco e no Piauí – pois foram impedidos pelos governos de continuar com a operação durante a pandemia. “A conclusão que tiramos é que o pequeno índice de contágio nos canteiros das obras não aconteceu em razão apenas do isolamento, mas de ações efetivas de prevenção. Com a economia estagnada, precisaremos conviver com a doença sem esquecer da vida e também dos milhares de empregados pelos quais somos responsáveis”, complementou o presidente da Associação das Empresas Imobiliárias de Pernambuco (ADEMI), Gildo Vilaça. A mesma pesquisa sinalizou que 55 mil trabalhadores seguiram ativos nos canteiros durante a pandemia.

DADOS DO SETOR

A retomada em sua plenitude da construção civil é fundamental para evitar o efeito dominó do desemprego. Dados do Caged revelam que o setor sofreu com um saldo negativo de 3.047 postos de trabalho em Pernambuco, apenas no mês de abril. Vale reforçar que a indústria da construção civil no Estado vem sofrendo bastante com os efeitos da pandemia, tendo em vista que foi o único setor impedido de atuar durante o isolamento por ser considerado um serviço não essencial, penalizando mais 11 setores produtivos do Estado.

Da Assessoria

Acompanhe-nos no Facebook


Publicidade


!

!
!
!

!

!

!

!

!

!

!

!

!
!
!
! !
!

!

!
! !

Você é o Visitante:

Acessos em Tempo Real

Previsão do Tempo em Surubim

Blogs e Sites Parceiros

Curta Nossa FanPage - Muito Obrigado!

Internautas On Line

(81) 9925.8297 // negocioseinformes@gmail.com