© 2014 - Todos os Direitos Reservados ao Blog Negócios e Informes. Tecnologia do Blogger.

sexta-feira, 24 de setembro de 2021

Mulheres são destaque na Mostra Orobó de Cinema

Os filmes ficam disponíveis até próximo domingo (26)


Últimos dias para assistir aos filmes selecionados para a II Mostra Orobó de Cinema, a OroCine. A edição desse ano trouxe uma surpresa para o organizador Carlos Kamara, a participação feminina. Dos 30 filmes selecionados, 15 foram feitos por mulheres. “Realmente, eu não esperava essa expressividade. Para mim, foi um sentimento misto de surpresa e de felicidade em saber que as mulheres estão mandando ver na cena do audiovisual e que elas estão em conexão com a nossa proposta de diálogo com as coisas do interior de Pernambuco. Sejam coisas da gema, feito da gente mesmo, ou coisas de fora, que trouxeram mensagens muito grandiosas para o fortalecimento de tudo”, explicou Kamara.


Verônica Valente é psicóloga e mora em Orobó desde os dois anos. Na segunda edição do OroCine, ela está envolvida em dois filmes: “Eu Sou Claudeanny” e “ Monga”. Mulher trans, ela considera o audiovisual um importante espaço de fala. “Enquanto mulher trans, por sermos tão poucas no audiovisual, de estar colocando nossas vivências, as vivências de mulheres como um todo, mas a de mulheres trans também. A arte acabou sendo uma ferramenta, o audiovisual acaba sendo uma ferramenta para estar contando essas histórias, estar realizando essas denúncias”, explicou a cineasta. 


Sobre a participação feminina na OroCine, Verônica Valente ressalta a importância desse espaço: “Essa mostra tem uma importância política, social, histórica, cultural muito grande. Porque ela vem dar espaço para quem não tinha. É promover a equidade entre os gêneros”, destacou. Há filmes dirigidos por mulheres em todas as seis mostras, com produções de capitais e de fora dos centros urbanos, como Recife/PE, Natal/RN, Curitiba/PR, Salvador/BA, Juiz de Fora/MG. 


Interior – A produção interiorana foi outro destaque para a segunda edição da OroCine com 14 filmes, dos 30 selecionados. Além de Orobó, há filmes de Arcoverde, Orocó, Carpina, Nazaré da Mata, Surubim e Petrolina. Já de outros estados brasileiros, há produções de Juiz de Fora/MG, Remígio/PB, Santa Maria/RS e Silvânia/GO. E ainda tem os filmes produzidos em capitais, mas que foram filmados no interior, como “Tupinambás”, de São Paulo-SP, mas filmado em Ilhéus-BA; “Marie”, de Recife-PE e filmado no Congo-PB; “Sobre Olga”, de Recife-PE, mas filmado no interior de Minas Gerais; e “Olhar Surdo”, de Recife-PE e filmado em Petrolina-PE.


Os filmes da II Mostra OroCine estão disponíveis no site www.mostraorocine.com.br


Serviço

II Festival de Cinema de Orobó – Orocine

23 a 26 de setembro de 2021 - (www.mostraorocine.com.br)


Da ASCOM / Foto: Verônica Valente - Acervo Pessoal

Acompanhe-nos no Facebook


Publicidade


!

!
!
!

!

!

!

!

!

!
!
!
!
!

!
! !

Você é o Visitante:

Acessos em Tempo Real

Previsão do Tempo em Surubim

Blogs e Sites Parceiros

Arquivo do blog

Curta Nossa FanPage - Muito Obrigado!

Internautas On Line

(81) 9925.8297 // negocioseinformes@gmail.com