© 2014 - Todos os Direitos Reservados ao Blog Negócios e Informes. Tecnologia do Blogger.

domingo, 24 de novembro de 2019

Fiepe realiza 4ª edição do Dia Sem Imposto na quarta

Foto: Kleyvson Santos/Folha de Pernambuco
Além de palestra, consumidores poderão conferir em mini mercado montado na sede da Casa da Indústria, em Santo Amaro

Em meio às discussões sobre qual o melhor modelo tributário deve ser implantado no País, a Federação das Indústrias em Pernambuco (Fiepe) promove, próxima quarta, na Casa da Indústria, em Santo Amaro, a partir das 15h, mais uma edição do Dia Sem Imposto. Comercialização de comidas e bebidas com desconto equivalente aos seus impostos e palestra do economista Samy Dana, além de um mini mercado onde é possível fazer a comparação do preço do valor final com e sem imposto, fazem parte do evento.

“Estamos há quatro anos promovendo este evento que a cada edição não deixa de ser um sucesso pela importância de mostrar para a população o quanto se paga de tributo em cima de um produto. No mini mercado, estarão expostos os produtos com os preços normais e quanto é pago com ele por imposto para que ele venha entender na prática a alta carga tributária que se paga", explica o vice-coordenador do Comitê de Jovens Empresários (CJE) da Fiepe, Rubem Martins.

Ainda segundo Martins, o que torna o excesso de tributação pior é a falta de retorno dos impostos pagos. De acordo com recente pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT), entre os 30 países com maior carga tributária, o Brasil continua sendo o que proporciona o pior retorno dos valores para a população. Na comparação, a Irlanda segue, novamente, na liderança, seguida da Austrália, Suíça, Estados Unidos e Coréia do Sul, que são os que mais fazem a aplicação de maneira justa para a sociedade. Na colocação, o Brasil fica atrás do Uruguai e da Argentina. "Com base no estudo, é possível verificar o quanto a taxa de retorno desses impostos são tão irrelevantes. Afinal, mesmo pagando uma alta carga tributária, temos que custear nossa saúde, educação, segurança, entre outras obrigações que deveriam ser feitas com o resultado da arrecadação”, destaca o vice-coordenador do CJE.

Para o coordenador da CJE, Rodrigo Veloso, outro fator que agrava ainda mais a situação é o engessamento tributário. Por isso, ele defende uma reformulação urgente do modelo vigente do sistema. “Defendemos a necessidade de uma reforma tributária para estimular a produtividade e a competitividade das empresas. O atual sistema tributário brasileiro tem, por exemplo, vinte e sete diferentes legislações para o ICMS estadual e isso impacta consideravelmente a nossa capacidade de sobrevivência e expansão dos negócios”, acrescenta.

Inscrições
Para participar da palestra intitulada de “Conjuntura Econômica e Tendências Nacional e Mundial”, promovida a partir das 16h30 às 17h30, é necessário realizar, até o dia do evento, inscrição no site da Fiepe (www.fiepe.org.br). O valor da taxa, R$80, será disponibilizada para troca de até três produtos no mini mercado montado no espaço.

Da Folha de PE

Acompanhe-nos no Facebook


Publicidade


!

!
!
!

!

!

!

!

!

!

!

!

!
!
!
! !
!

!

!
! !

Você é o Visitante:

Acessos em Tempo Real

Previsão do Tempo em Surubim

Blogs e Sites Parceiros

Curta Nossa FanPage - Muito Obrigado!

Internautas On Line

(81) 9925.8297 // negocioseinformes@gmail.com