© 2014 - Todos os Direitos Reservados ao Blog Negócios e Informes. Tecnologia do Blogger.

terça-feira, 17 de agosto de 2021

Ramal Suape da Transnordestina passará por nova concessão

Durante uma reunião realizada em Brasília na tarde desta segunda-feira (16), o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, garantiu ao governador Paulo Câmara que o Ramal Suape da Ferrovia Transnordestina será viabilizado. De acordo com Freitas, o trecho da linha que vai da cidade de Custódia, no Sertão, até Suape será desmembrado da atual concessão. Dessa forma, o estado poderá finalizar a obra por meio de uma nova concessão.


“O ministro deixou claro que sua declaração anterior, de que apenas o Ramal de Pecém da Transnordestina seria concluído, se referia ao que vai permanecer dentro do contrato de concessão com a TLSA. A intenção do governo federal é retirar o Ramal Suape do contrato existente e liberar o trecho para que possamos fechar uma nova concessão”, afirmou Paulo Câmara.


A alternativa encontrada pelo governo federal para dar seguimento ao projeto já havia sido antecipada pelo ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, na última semana. Na ocasião, ele afirmou que foram constatadas dificuldades para que a Transnordestina Logística S.A., empresa responsável pelas obras da Transnordestina, tocasse a obra nas duas vertentes.


"Se a empresa não pode tocar essa outra vertente, entregue para alguém que possa para que o governo realize a relicitação e permita que uma outra concessionária conclua o serviço. O que não podemos fazer é ficar observando inertes a obra que não se desenvolve”, afirmou. 


Se antecipando a decisão do governo federal, Paulo Câmara já havia enviado na semana passada um projeto de emenda à Constituição Estadual para a Assembleia Legislativa que prevê a possibilidade de o governo estadual explorar o serviço ferroviário no seu território.


“Temos conversas avançadas com investidores interessados em concluir a ferrovia e explorar esse novo modal logístico através de Suape, um porto campeão nacional em movimentação de cargas”, informou o governador.


Outro pleito pernambucano também foi atendido pelo ministério da Infraestrutura, que assegurou a retirada da Ilha de Cocaia da poligonal do Porto Organizado de Suape. Dessa forma, ela poderá ser utilizada como terminal de uso privativo para exportação de minérios.


Além de Paulo Câmara, participaram da reunião no Ministério da Infraestrutura o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Geraldo Julio, o presidente de Suape, Roberto Gusmão, e o diretor de Planejamento do Porto, Francisco Martins.


Do Diario de PE / (Foto: Divulgação/Governo de Pernambuco)

Acompanhe-nos no Facebook


Publicidade


!

!
!
!

!

!

!

!

!

!
!
!
!
!

!
! !

Você é o Visitante:

Acessos em Tempo Real

Previsão do Tempo em Surubim

Blogs e Sites Parceiros

Arquivo do blog

Curta Nossa FanPage - Muito Obrigado!

Internautas On Line

(81) 9925.8297 // negocioseinformes@gmail.com