© 2014 - Todos os Direitos Reservados ao Blog Negócios e Informes. Tecnologia do Blogger.

terça-feira, 18 de maio de 2021

Polo de confecções do Agreste tem funcionamento alterado a partir desta terça (18)

Com as novas regras de restrição para o Agreste de Pernambuco, que possuem o objetivo de conter o avanço da Covid-19 na região, o triângulo têxtil do estado, composto por Caruaru, Santa Cruz do Capibaribe e Toritama, não terá feira de confecções aos sábados, domingos e segundas. A medida atinge em cheio o início da alta temporada do polo de confecções, que acontece nos meses de maio e junho e é responsável pelo segundo maior faturamento anual, perdendo apenas para o Natal.



A decisão pelo endurecimento das medidas restritivas foi justificada pelo crescimento do número de casos. O patamar de crescimento das demandas do Agreste superavam os 44%, enquanto no restante do estado esse número era de aproximadamente 9%. Sendo assim, foi decidido que de segunda a sexta-feira as atividades econômicas devem ser encerradas às 18h; nos fins de semana apenas serviços considerados essenciais podem funcionar, como supermercados e farmácias; e as feiras de confecções de Caruaru, Santa Cruz do Capibaribe e Toritama estão vedadas aos sábados, domingos e segundas.


Segundo o presidente da Associação dos Sulanqueiros de Caruaru, Pedro Moura, apesar de necessárias, as medidas afetam muitos trabalhadores informais que dependem das feiras. “Os prejuízos econômicos dessa medida são terríveis. Nós temos aproximadamente 10 mil pessoas vendendo em Caruaru, 5 mil em Toritama e uns 12 mil em Santa Cruz. Cada box contrata em média duas pessoas para auxiliar em dia de feira. São muitos empregos diretos e indiretos afetados pelas restrições, incluindo feirantes, carroceiros, fretistas, entre outros”, comenta o representante.


Para o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Santa Cruz do Capibaribe, Bruno Bezerra, a medida já era esperada e as lideranças locais já se articulavam para a medida. “Governos normalmente são pesados para tomar decisões e se mexer. Nós não ficamos inertes esses dias, estávamos aguardando o decreto ser publicado para validar o que já havíamos decidido em conjunto com a Prefeitura de Santa Cruz e o Moda Center: o dia da feira nesse período será a terça-feira”, explicou Bruno Bezerra.


“Teremos feira. Haverá uma mudança no dia, que exigirá uma adaptação de produtores, vendedores e compradores com dinâmicas de produção e viagens, por exemplo. Essa possibilidade ajuda a diminuir os possíveis impactos negativos das novas regras. Não é o formato ideal, mas é o que temos, então precisamos nos adaptar a essa nova realidade e ainda procurar fazer valer os protocolos de convivência com a real ameaça que o vírus representa para que possamos preservar vidas”, completou.


Até o fim do decreto as feiras dos três municípios devem acontecer nas terças. Tanto Pedro Moura, quanto Bruno Bezerra, acreditam que o dia em comum não é ideal, mas é uma solução que atende, ao menos em partes, às demandas das três cidades. “Cada cidade tem seus clientes específicos. Algumas pessoas compram mais em Caruaru, outras em Toritama, outras em Santa Cruz, algumas compram em mais de uma cidade. Isso por si só não deve prejudicar muito o desempenho”, finalizou Pedro Moura.


Do Diario de PE / (Divulgação/Moda Center Santa Cruz)

Acompanhe-nos no Facebook


Publicidade


!

!
!
!

!

!

!

!

!

!
!
!
!
!

!
! !

Você é o Visitante:

Acessos em Tempo Real

Previsão do Tempo em Surubim

Blogs e Sites Parceiros

Arquivo do blog

Curta Nossa FanPage - Muito Obrigado!

Internautas On Line

(81) 9925.8297 // negocioseinformes@gmail.com