© 2014 - Todos os Direitos Reservados ao Blog Negócios e Informes. Tecnologia do Blogger.

quinta-feira, 18 de março de 2021

Consumo no varejo em Pernambuco tem alta em fevereiro sobre janeiro

O consumo do varejo em Pernambuco reverteu uma tendência negativa ao abrir o ano com queda de 5,6%, mas mostrar recuperação em fevereiro, quando registrou alta de 23,3%, segundo dados do IGet (Índice Getnet de Vendas do Comércio Varejista Brasileiro). Esse foi o maior aumento entre os estados brasileiros, seguido do Amazonas (6,4%) e Pará (5,8%). Oito estados registraram queda na variação mensal, com os maiores recuos observados no Acre (-8,9%), Amapá (-3,5%) e Paraíba (-1,8%). O IGet é medido pelas transações das máquinas da Getnet, empresa de tecnologia do grupo Santander, em 150 mil estabelecimentos comerciais do país.


Apesar da alta no consumo do varejo na maioria dos estados brasileiros, os dados não significam, necessariamente, uma grande variação positiva. "Assim como no total, os estados também apresentam uma base de comparação baixa, não representando de fato recuperação do varejo no período", argumenta Gustavo Bahia, diretor financeiro da Getnet.


O crescimento entre janeiro e fevereiro deste ano no Brasil ficou abaixo do registrado em Pernambuco, com 4,5%. Em janeiro, a média nacional tinha sido de recuo de 9,4%. No comparativo anual, os índices foram negativos em 16,2% (restrito) e em 13,5% (ampliado). Em Serviços, o crescimento foi de 3%, mas com queda anual significativa de 34,2%.


Segundo o economista do Santander, Lucas Maynard, "para os dois casos, como houve quedas acentuadas nos últimos meses, conclui-se que o resultado do mês não reflete recuperação, apontando para um cenário de deterioração no primeiro trimestre do ano. As razões disso são o recrudescimento da pandemia e a materialização do fim do auxílio emergencial", explica.


Entre as categorias do varejo restrito, houve incremento em Vestuário (17,2%), Móveis e Eletrodomésticos (7%), Livros (13,5%) e Materiais para escritório (23,9%). Já as quedas atingiram Supermercados (-4,7%) e Artigos Farmacêuticos (-1,4%). No conceito ampliado, Materiais de Construção e Partes e Peças Automotivas também fecharam o mês com crescimento de 3,4% e 5,3%, respectivamente. Levando em consideração o IGet Serviços, Hotelaria e Food Service apontaram alta de 2,7% e Outros, que inclui cultura e lazer, 7,4%.


Do Diario de PE /   (Foto: Freepik/Divulgação)

Acompanhe-nos no Facebook


Publicidade


!

!
!
!

!

!

!

!

!

!
!
!
!
!

!
! !

Você é o Visitante:

Acessos em Tempo Real

Previsão do Tempo em Surubim

Blogs e Sites Parceiros

Arquivo do blog

Curta Nossa FanPage - Muito Obrigado!

Internautas On Line

(81) 9925.8297 // negocioseinformes@gmail.com