© 2014 - Todos os Direitos Reservados ao Blog Negócios e Informes. Tecnologia do Blogger.

segunda-feira, 3 de agosto de 2020

Dia dos Pais promete melhorar vendas em Pernambuco

Pesquisa revela que 64% dos pernambucanos
pretendem comemorar, mas de forma simples.
(Foto: Tarciso Augusto/Esp. DP)
Apesar de não ser uma data tão relevante para o varejo brasileiro como o Dia das Mães ou o Dia dos Namorados, o Dia dos Pais deste ano promete se beneficiar por conta da flexibilização das atividades econômicas em Pernambuco. Segundo pesquisa do Instituto Fecomércio-PE, 64% dos pernambucanos pretendem comemorar a data, porém o percentual é abaixo dos 76% de 2019. A expectativa, de acordo com a Câmara de Dirigentes Lojistas do Recife (CDL-Recife), a expectativa é que o fluxo de vendas tenha o mesmo aumento percentual apresentado no mesmo período do ano passado, entre 10% e 20%. Porém, o volume de vendas será menor, já que a base de comparação é em cima de uma semana normal e que está baixa durante a pandemia.

O comércio de Pernambuco amargou as perdas nas vendas dos dias das mães e namorados, já que as medidas restritivas ao comércio ainda estavam válidas. Para o São João, a flexibilização estava em seu início de curso, porém o festejo não aconteceu. "Por isso o Dia dos Pais com as lojas funcionando é um fator de motivação. As vendas devem ser melhores na semana da data em relação a uma semana normal durante a pandemia. O aumento deve ser entre 10% e 20%, mas em cima de uma base baixa com vendas menores na pandemia", afirma Cid Lobo, presidente da CDL-Recife. O Dia dos Pais não é uma data que remete a um investimento alto nos presentes, situação que se agrava pelas incertezas econômicas do momento e baixa intenção de consumo. "Esta data não é igual ao Dia dos Namorados ou das Mães. O foco do tíquete médio é baixo, mais voltado para lembrancinhas", complementa.

O levantamento da Fecomércio-PE mostrou que a maioria pretende comemorar de forma simples, sendo 67% em casa, com almoço ou jantar, e com 28% comprando presente, com tíquete médio de R$ 129,65. Apenas 2% responderam que devem comemorar em bares, restaurantes e lanchonetes. A flexibilização das atividades econômicas refletem na preferência dos canais de vendas, já que o comércio tradicional ficou em primeiro (39%), seguido de comércio eletrônico (27,3%) e shoppings (24,8%).

Para Paulo Carneiro, presidente da Associação Pernambucana de Shoppings Centers (Apesce), o clima é de otimismo para o crescimento das vendas, contemplando o período de Dia dos Pais. "O aumento da frequência dos clientes vem ocorrendo a cada dia e observa-se que as pessoas estão indo com maior objetivo de efetuar compras. Os shoppings e os seus lojistas estão preparados para o aumento da demanda, mantendo ativos alguns canais online de vendas implantados antes da reabertura. Os protocolos de segurança sanitária implantados vêm sendo cumpridos por clientes, lojistas e demais colaboradores, sendo muito bem aceitos, reforçando o conceito de que os shoppings são ambientes seguros", informou, por meio de nota.

Do Diario de PE

Acompanhe-nos no Facebook


Publicidade


!

!
!
!

!

!

!

!

!

!
!
!
!
!

!
! !

Você é o Visitante:

Acessos em Tempo Real

Previsão do Tempo em Surubim

Blogs e Sites Parceiros

Curta Nossa FanPage - Muito Obrigado!

Internautas On Line

(81) 9925.8297 // negocioseinformes@gmail.com