© 2014 - Todos os Direitos Reservados ao Blog Negócios e Informes. Tecnologia do Blogger.

quarta-feira, 8 de janeiro de 2020

Alerta: não caia no golpe do boleto falso

Boletos bancáriosFoto: Flávio Japa/Folha de Pernambuco
Como as despesas de início de ano trazem mais faturas para o consumidor pagar, o Procon dá dicas para ajudar o consumidor a evitar problemas

Todo começo de ano é igual. A maioria das pessoas acumula mais boletos a pagar devido a despesas extras e típicas da época, como impostos, matrícula da escola dos filhos, entre outros. Pensando nisso, o Procon Recife está alertando os consumidores para que não caíam em golpes de boletos falsos.

De acordo com a presidente do Procon Recife, Ana Paula Jardim, a população precisa prestar mais atenção nos sites que emitem os boletos, mas o primeiro passo é ter um bom antivírus no computador, para evitar problemas.

Segundo a Febraban, esses golpes aumentaram em mais de 55% desde 2018. “Para fazer um pagamento não precisa necessariamente ter conta em banco e muitas pessoas utilizam boletos para quitar as contas. O que a gente orienta o consumidor é para que quando for tirar um boleto pela internet, ele deve manter ativo e atualizado o antivírus do computador. Alguns golpistas utilizam um vírus que aparece na hora que você imprime. Ele modifica a agência e a conta do boleto, fazendo com que o dinheiro não vá para a conta correta”, afirmou.

A presidente do órgão recomenda que as pessoas utilizem ferramentas como a Nova Plataforma de Cobrança (NPC), desenvolvida pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) em parceria com as instituições bancárias, que pode aderir ao Débito Direto Autorizado (DDA). Nele, ao se cadastrar, o cliente recebe a versão eletrônica de todos os boletos emitidos em seu nome. “Conferir o boleto é fundamental. A Febraban desenvolveu essa plataforma, e tem o DDA, onde a pessoa tem como conferir os boletos registrados no CPF. São opções de prevenção”, destacou.

O que requer muita atenção do consumidor, de acordo com Ana Paula Jardim, é a questão dos boletos com impressos com falha no código de barras, onde os números podem vir adulterados e o pagamento não ser feito da forma correta. “Outra coisa que chama a atenção é quando o boleto vem com falha no código de barras. É muito difícil modificar código de barras. Quando ele vem apagado e o consumidor é obrigado a digitar o número, muitas vezes ele acaba indo para uma conta diferente. Conferir todos os números e nomes do banco, para não ir pra uma conta errada, é preciso atenção”, disse.

Além de chegar ao consumidor como uma correspondência comum e pela internet, a presidente do Procon aconselha que as pessoas desconfiem quando encontrarem grandes lojas que vendem somente pelo boleto. Segundo ela, essa característica representa um golpe para o consumidor. “Pessoas caem porque golpistas fazem sites parecidos, e não tomam cuidado. Orientamos a ter mais cuidado. Na hora que ver uma promoção em rede social, deve-se digitar o nome da empresa pra ver se ela existe. Empresas grandes não recebem só em boleto, recebem em cartão. É bom sempre desconfiar”, contou.

O Procon recomenda que as pessoas vítimas desses golpes devem fazer um boletim de ocorrência, procurar o banco responsável e a empresa que adquiriu o produto ou o serviço para solucionar o problema. Caso não consiga uma solução, o órgão entrará como um mediador.

Da Folha de PE

Acompanhe-nos no Facebook


Publicidade


!

!
!
!

!

!

!

!

!

!

!

!

!
!
!
! !
!

!

!
! !

Você é o Visitante:

Acessos em Tempo Real

Previsão do Tempo em Surubim

Blogs e Sites Parceiros

Curta Nossa FanPage - Muito Obrigado!

Internautas On Line

(81) 9925.8297 // negocioseinformes@gmail.com