© 2014 - Todos os Direitos Reservados ao Blog Negócios e Informes. Tecnologia do Blogger.

sábado, 30 de novembro de 2019

Revelação mirim do futebol casinhense é homenageado em sua escola após retorno de avaliação no Fluminense do Rio de Janeiro

O jogador mirim Reinaldo Lima, o "Rei", de 11 anos, foi recepcionado, na manhã deste sexta-feira (29), com uma linda e emocionante homenagem dos colegas, professores e funcionários da escola onde estuda, a Municipal Luiz Ventura, localizada na comunidade de Lagoa de Pedra, na Zona Rural de Casinhas.

É que o minicraque, revelado pela Escolinha Portuguesa dos Doquinhas, em Surubim, acaba de retornar de sua segunda avaliação no Fluminense, no CT Vale das Laranjeiras, em Xerém, no Rio de Janeiro.

A recepção foi organizada pelas professoras Edijane Diniz e Ane Costa, com direito a bolo, doces, salgados e refris, além dos cliques fotográficos da mãe coruja, Joana Darc. De acordo o pai do garoto, o comunicador Dadal Casinhas, que o acompanhou pessoalmente nas duas avaliações, o atleta segue em fase de monitoramento e poderá ser convocado a qualquer momento pela equipe carioca.
Fotos: Divulgação/Reprodução
Do Mais Casinhas

Brasil e PE no caminho da melhoria da cadeira produtiva do etanol

A indústria automotiva, no país, já está atuando
com estas novas perspectivas.
(Foto: Teresa Maia/DP/D.A.Press)
O Brasil possui um amplo volume na produção de biocombustíveis (34,7 bilhões de litros. Destes, 2,46 bi no Norte e Nordeste). Em Pernambuco, a cadeia produtiva do etanol envolve cerca de 12 mil fornecedores de cana e mais de 70 mil empregos, formais e diretos, estabelecidos em mais de 58 municípios. Em 2018, por exemplo, de acordo com a Agência Nacional do Petróleo (ANP), a demanda no Estado quase duplicou com um aumento de 79%. Um cenário propício a um novo ambiente, mais favorável, para produção de combustível veicular sustentável, já entre março e abril de 2020. Atualmente, cerca de 20 empresas nordestinas já estão no processo de consultas públicas junto à ANP para a etapa final do credenciamento de emissão de CBios (créditos de carbono estruturados e homologados por empresas de supervisão de processos limpos de produção). O objetivo é que as grandes distribuidoras que comercializam diesel e gasolina passem a pagar uma taxa (de valor ainda indefinido) para os protagonistas da produção de combustíveis limpos.

A indústria automotiva, por exemplo, já está atuando com estas novas perspectivas. A Toyota produziu o primeiro veículo híbrido do mundo (Novo Corolla) equipado com motor de combustão interna flexfuel , capaz de rodar com gasolina/ etanol brasileiro, ou apenas eletricidade. Investiu, ainda, R$ 1 bilhão em sua planta de Indaiatuba (SP), buscando torná-la mais flexível e competitiva. A FCA (Jeep), por sua vez, visa aumentar a eficiência energética da combustão do etanol, desenvolvendo um motor turbo que empregará o combustível. Ações que contam com o embasamento do Programa RenovaBio, destacado recentemente, por exemplo, em live nas mídias sociais do Governo pelo presidente Jair Bolsonaro. O programa prevê, inclusive, chegar aos 50 bilhões de litros de produção de etanol nos próximos 15 anos. Renato Cunha, presidente do Sindaçúcar de PE, analisa que é preciso ter cautela nas estimativas, mas acredita que elas podem se concretizar. “É importante que sejamos conservadores e verificar o andamento efetivo do programa. Há, entretanto, boas expectativas caso haja o mecanismo de precificação CBios em funcionamento com uma remuneração complementar para o produtor que efetuar um processo mais limpo da produção. Nos anos 70, por exemplo, o Brasil ganhou notoriedade com o Proálcool. Esta fase dois, agora, é muito importante e significativa sob o ponto de vista do aumento de metas de descarbonização”, analisa.

A meta da Política Nacional de Biocombusíveis (RenovaBio), definida pelo Conselho Nacional de Política Energética, para 2029, é de 11%. A partir desta data, os combustíveis consumidos pelos brasileiros poderão emitir, no máximo, 66,1 gramas de gás carbônico equivalente para cada megajoule de energia (gCO2eq/MJ). Número que representa uma redução de 11% em relação ao valor de referência anterior (74,25 g gCO2eq/MJ). O Conselho Nacional de Pesquisas Energéticas (CNPE) fixa estas metas com base em estudos da ANP e Ministério das Minas e Energia (MME). As medidas devem significar, ainda, a retirada de 700 milhões de toneladas de carbono da atmosfera do Brasil. Atualmente, estima-se que o consumo de biocombustíveis nas oito principais regiões metropolitanas do Brasil, onde vivem 50% da população brasileira, é responsável pela redução de 11,66% de carbono nas internações hospitalares e 6,77% na taxa de mortalidade. Renato Cunha acredita que o programa de descarbonização é o maior do mundo. “É, também, a maior política de transição energética. Abrange, inclusive, o etanol hidratado (usado diretamente nos automóveis flex) e o anidro (utilizado como mistura que favorece a qualidade das gasolinas). Então, na medida em que se misturam a estes combustíveis fósseis, melhoram sua qualidade e esta matriz energética também. Será, inclusive, a médio prazo, responsável pela melhoria, também, do combustível de aviação e navegação”, adianta.

Sobre o RenovaBio - O programa foi determinado como Lei 13576 em dezembro de 2017. Dispõe sobre a política nacional de biocombustíveis e visa remunerar serviços ambientais realizados pelo setor de biocombustíveis dentro da matriz veicular do país adequando a eficiência energética dos mesmos à redução da emissão dos gases de efeito estufa, de forma que esta matriz acarrete bônus e não ônus ambientais. A intenção do Governo é remunerar, por meio dele, a retirada de carbono no Brasil, pagar por eficiência, sem subsídio ou imposto, criando apenas mecanismos legais para fazer a compensação de carbono. A pretensão é que o trabalhador acabe optando por comercializar o crédito de carbono, o que deve ter como consequência também a redução do preço do biocombustível.

Do Diario de PE

Confira dicas de como aproveitar a primeira parcela do 13º

Foto: EBC
A segunda parcela poderá ser paga até o dia 20 de dezembro. Ao todo, mais de 80 milhões de brasileiros têm direito ao benefícios

A primeira parcela do 13° salário começa a ser paga nesta sexta-feira (29) pelas empresas. Ao todo, mais de 80 milhões de brasileiros terão direito ao beneficio que funciona como uma renda extra no fim do ano.

A segunda parcela do décimo pode chegar aos trabalhadores até o dia 20 de dezembro. Têm direito ao 13º salário todos os trabalhadores do serviço público e da iniciativa privada, urbano ou rural, avulso e doméstico que atuaram por pelo menos 15 dias ou mais durante o ano e que não tenha sido demitido por justa causa.


Por: Portal FolhaPE

sexta-feira, 29 de novembro de 2019

Dia Mundial contra a AIDS é lembrado com atividades no Sesc Ler Surubim

Foto: Divulgação/Reprodução
Serão realizadas orientações, distribuição de preservativo, aferição de pressão e teste de glicose neste domingo (1º/12) 

Diante de um cenário que registra 770 mil mortes causadas pela Aids, como ocorreu em 2018, de acordo com a UNAIDS Brasil, o Sesc Ler Surubim fará ação do Dezembro Vermelho neste domingo (1º/12), na unidade, a partir das 9h, com programação gratuita.

Durante o dia, até 13h, a população vai poder participar de orientações sobre as Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST’s) e AIDS, distribuição de preservativos, aferição de pressão arterial e teste rápido de glicose. “Mesmo com tantos avanços na medicina, não podemos descuidar. Queremos chamar a atenção da população, sensibilizá-la e orientar sobre prevenção”, destaca a assistente social do Sesc Ler Surubim, Amanda Roberta Souza.

Serviço: Dezembro Vermelho
Data: 1º de dezembro
Local: Sesc Ler Surubim – Rua Frei Ibiapina, s/n – Bairro São José
Horário: 9h às 13h
Entrada: Gratuita
Informações: (81) 3634-5280

Da Assessoria

Amupe realiza oficina de planejamento e regulamentação para conselhos em Surubim

Imagem: Facebook/Reprodução
A Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) promoveu na última quarta-feira (27), no prédio da Inspetoria Regional do Tribunal de Contas do Estado (TCE/PE), em Surubim, a oficina de planejamento e regulamentação para conselhos, por meio do projeto Gestão Cidadã, em parceria com a Escola de Contas Públicas do TCE.

Os presentes puderam estudar toda a estrutura dos órgãos públicos, conselhos municipais e gestão dos municípios. Confira tudo que rolou:


Do Mais Casinhas

Nascidos em agosto podem sacar até R$ 500 do FGTS a partir desta sexta

FGTSFoto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
O saque imediato faz parte de uma medida do governo Bolsonaro para tentar aquecer a economia e o consumo

Cerca de 4,6 milhões de trabalhadores nascidos em agosto poderão sacar até R$ 500 de contas ativas e inativas do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) a partir desta sexta-feira (29). Serão liberados aproximadamente R$ 1,68 bilhão.

O saque imediato faz parte de uma medida do governo Bolsonaro para tentar aquecer a economia e o consumo. Segundo a Caixa, entre 13 de setembro e 26 de novembro foram atendidos cerca de 46,3 milhões de trabalhadores, que receberam R$ 20,1 bilhões.

Cerca de 48% dos 96 milhões de trabalhadores com saldo no FGTS já sacaram aproximadamente 50% dos R$ 40 bilhões previstos para a ação.

A data limite para recebimento dos valores é 31 de março de 2020. Caso o saque não seja feito até lá, os valores retornam para a conta de FGTS do trabalhador, sem qualquer ônus.

Dúvidas sobre valores e direito ao saque podem ser consultadas pelo aplicativo oficial do FGTS (disponível para iOS e Android), pelo site fgts.caixa.gov.br ou pelo telefone 0800-7242019, disponível 24 horas por dia.

Para facilitar o atendimento, 2.383 agências da Caixa abrirão em horário estendido nesta sexta (29) e na segunda-feira (2). A lista das agências com horário especial de atendimento está disponível no site.

O banco recomenda que o trabalhador esteja com a carteira de trabalho em mãos para fazer o saque.

Os pagamentos são feitos na Caixa, nos correspondentes Caixa Aqui e nas lotéricas. Com o Cartão Cidadão, é possível sacar no caixa eletrônico. Retiradas inferiores a R$ 100 podem ainda ser realizadas nas casas lotéricas, com RG e CPF.

De acordo com a Caixa, são realizados, em média, mais de 650 mil pagamentos do saque Imediato por dia nos canais disponibilizados pela instituição.

Esta modalidade não tira do trabalhador o direito de sacar todo o saldo da conta do FGTS, caso seja demitido sem justa causa ou nas demais regras previstas em lei, como a aposentadoria ou a compra da casa própria.

Também não significa adesão ao saque-aniversário nem a perda do direito à multa rescisória de 40% paga na demissão sem justa causa.

Por: Folhapress

Prefeitura de Surubim em defesa do Sistema Único de Assistência Social

Aconteceu nessa terça-feira (26.11), na Câmara Municipal de Surubim, a Audiência Pública em Defesa do SUAS - Sistema Único de Assistência Social. A ação, que reuniu vereadores, autoridades no assunto e sociedade civil foi realizada pela Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, em parceria com o Conselho Municipal.

O encontro fez parte de uma mobilização nacional que defende a continuidade dos programas da assistência social, que fazem parte do Sistema de Seguridade Social garantidos pela Constituição Federal.

Fotos: Divulgação/Reprodução
 Da ASCOM Surubim


quinta-feira, 28 de novembro de 2019

Estado lança prêmio para reconhecer ações de turismo

Cerimônia ocorreu no Centro de Convenções de PernambucoFoto: Giovanna Carneiro/Portal FolhaPE
Iniciativa tem como objetivo reconhecer empresas, entidades e personalidades que promovem ações para fortalecer o turismo em Pernambuco

A Secretaria de Turismo e Lazer de Pernambuco lançou, nesta quinta-feira (28), a primeira edição do Prêmio Pernambuco de Turismo, iniciativa que tem como objetivo reconhecer empresas, entidades e personalidades que promovem ações para fortalecer o turismo no Estado. A cerimônia ocorreu no Centro de Convenções de Pernambuco, no Complexo de Salgadinho, em Olinda, Região Metropolitana do Recife.

As inscrições para a primeira edição do prêmio podem ser feitas desta quinta até o dia 8 de dezembro, no site da Secretaria de Turismo e Lazer. O edital também está disponível para download.

“É importante que a gente esteja sempre reconhecendo as belas iniciativas, as pessoas que trabalham e fortalecem o turismo, por isso a Empetur e a Secretaria de Turismo do Estado fazem esse enaltecimento às empresas e personalidades que se envolveram com o nosso turismo ao longo deste ano”, declarou o secretário de Turismo e Lazer do Estado, Rodrigo Novaes. 

A premiação conta com 13 categorias, segundo a pasta. Serão premiados representantes de: Agência de Viagem; Agência de Receptivo; Empresas Organizadoras de Eventos; Equipamentos Turísticos e Culturais; Estabelecimentos Gastronômicos; Inovação e Sustentabilidade no Turismo; Meios de Hospedagem; Municípios Destaques no Turismo; Turismo Criativo; Turismo Rural e Ecológico; Jornalismo de Turismo; Pessoa Amiga do Turismo; Entidade Amiga do Turismo.

Os vencedores receberão premiação simbólica, troféu e certificado em uma cerimônia solene que será realizada no dia 19 de dezembro, no Centro Cultural Cais do Sertão, instalado no Bairro do Recife, área central da capital pernambucana.

Da Folha de PE

Novos advogados fazem juramento de ingresso na OAB-Surubim

"Prometo exercer a advocacia com dignidade e independência, observando os preceitos da ética e defendendo as prerrogativas da profissão, não pleiteando contra o direito, contra os bons costumes e a segurança do país, e defendendo com o mesmo denodo, humildes e poderosos." Fazendo esse juramento, dois novos advogados assinaram a tomada de compromisso realizada na noite desta quarta-feira (27), na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Seccional de Surubim, no auditório Dra. Carlucia Barbosa Lapenda.

A cerimônia conduzida sob presidência do advogado Fredson Rodrigues e foi acompanhada por diretores da OAB, e convidados dos novos advogados. Os novos advogados são: Amanda Kelly Silvestre Arruda e Eduardo José de Albuquerque Fernandes (fotos abaixo).

"Passar na OAB sempre foi um sonho para mim e meus pais. E se consegui chegar até aqui, foi graças a Deus que me iluminou e me guiou. O apoio dos meus pais, onde deram todo o suporte necessário, aos meus familiares e amigos que sempre acreditaram no meu potencial e me incentivaram. O juramento da Ordem selou essa grande conquista e consagrou todo o esforço dessa longa trajetória, momento muito marcante e emocionante. Agora, inicia-se uma nova fase na minha vida, uma jornada cheia de desafios e repleta de novidades, onde presarei pelo cumprimento da justiça, buscando sempre o respeito e o cumprimento dos direitos fundamentais estabelecidos pela Constituição Federal de 1988, tudo conforme os preceitos éticos e morais da profissão." Declarou a advogada Amanda Kelly Silvestre Arruda, em contato com nosso Blog.


Amanda Kelly Silvestre Arruda.

Eduardo José de Albuquerque Fernandes.
Fotos: Divulgação/Reprodução


Etapa Final do Campeonato de Bicicross atrai dezenas de competidores para Surubim

Fotos: Divulgação/Reprodução
No domingo(24) a Capital da Vaquejada foi palco de um espetáculo esportivo um pouco diferente, foi a vez do Bicicross invadir Surubim trazendo dezenas de competidores de todo o Nordeste para a Etapa Final do Campeonato Pernambucano da modalidade.

Contando com a organização da APBX e da Liga Pernambucana de Bicicross a competição realiza várias baterias,para definir os 3 melhores de 19 categorias, nelas são inscritos atletas de ambos os sexos com idades entre 5 e mais de 50 anos de idade, demonstrando a diversidade e respeitando as diferenças.

Na categoria principal, denominada ELITE o 1º lugar foi do pernambucano de Santa Cruz do Capibaribe, Deivison Silva e os 2º e 3º lugares ficaram com os atletas Lucas Nunes e Jones Fonseca, ambos de Natal. 

O evento, que realizou sua 4º edição, contou com a organização de Zelenilton Lira, atleta surubinense, apoio da Prefeitura de Surubim e patrocínio de dezenas de comerciantes e prestadores de serviços de Surubim e região, que incentivam a prática na nossa cidade. Da Assessoria (Débora Lima)



quarta-feira, 27 de novembro de 2019

Alunos do Polo Unopar Surubim participam como monitores do I Pedal do Rotary

Para quem gosta de pedalar, o I Pedal do Rotary surgiu como opção no município de Surubim. No dia 15 de novembro (sexta-feira / feriado), o evento reuniu ciclistas para encarar 20 km pelas ruas da capital da vaquejada.  Alunos do Curso de Licenciatura em Educação Física participam a convite da Família Rotária de Surubim como monitores do I Pedal do Rotary. O evento contou com a participação dos ciclistas de Surubim e região, foram cerca de 150 participante e estimulou a prática esportiva, mais saúde e que conectou o Rotary aos ciclistas.
Imagens: Divulgação/Reprodução



Rádio Jornal Limoeiro realiza aniversário solidário na Praça da Bandeira


Neste sábado (30), a Rádio Jornal Limoeiro (AM 660) realizará uma programação especial para comemorar 67 anos, celebrado no dia 17 de outubro. No clima de idade nova, a partir das 6h, o comunicador Alfredo Neto apresenta o programa Revista da Manhã. Na pauta, entrevistas, reportagens, fatos marcantes e a participação do ouvinte por telefone.


Já no período das 9h às 11h terá o Super Manhã Especial, transmitido direto da Praça da Bandeira. Serão ofertados cortes de cabelo, limpeza de pele, maquiagem e distribuição de brindes. Em parceria com o Centro Universitário da Vitória de Santo Antão (UNIVISA), também serão prestados serviços de saúde, como aferição de pressão, teste de glicose, dicas de nutrição e orientação para atividades físicas. A programação ainda contará com apresentações de artistas locais.

Acompanhando gerações, a emissora se firmou no interior pernambucano ao longo dos anos pelo Jornalismo voltado à prestação de serviço e coberturas históricas, marcas que avalizam o slogan da empresa: Rádio Jornal, Rádio Notícia. Pioneira no Agreste Setentrional, a emissora integra o time de emissoras do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação.

Atualmente, a emissora conta com seis programas locais: Revista da Manhã, Super Manhã, Jornal Cidadania, Igreja, Comunhão e Missão, Debate, Arte na Jornal e Palavra da Verdade, os dois últimos veiculados nos fins de semana. A equipe é formada por Luciana de Paula (coordenação geral), Felipe Rocha (contato comercial), Almir Arruda (apoio logístico), Petrônio Portela (operador e áudio) e Alfredo Neto (locutor e produtor).

Pela internet, o ouvinte pode acompanhar a programação em qualquer lugar do mundo, através do site: www.radiojornallimoeiro.com.br. Hoje, a emissora está instalada na Galeria São José, na Rua Vigário Joaquim Pinto, no Centro de Limoeiro.  O primeiro prédio construído na Praça da Bandeira foi doado pelo Grupo JCPM ao município e o espaço foi transformado no Centro Cultural Ministro Marcos Vinícius Vilaça.

Do Blog do Agreste

Colégio Nossa Senhora do Amparo está com vaga para Coordenador Pedagógico, em Surubim

Em Surubim, o Colégio Nossa Senhora do Amparo está com oportunidade de emprego. A vaga disponível será para Coordenador Pedagógico. Interessados (a), devem enviar o currículo até o dia 13/12 do corrente ano através da área "Trabalhe Conosco" do site (CLIQUE AQUI) ou entregar na secretaria do Colégio, situada na Av. Agamenon Magalhães, 167, Centro. Mais informações sobre carga horária e remuneração devem ser adquiridas no momento da entrevista.

Imagem: Divulgação/Reprodução
Da Redação (Negócios & Informes)

LBV promove ação solidária para arrecadar alimentos

Imagem: Divulgação/Reprodução

A Legião da Boa Vontade promove, anualmente, a sua tradicional campanha Natal Permanente da LBV — Jesus, o Pão Nosso de cada dia!. A iniciativa visa angariar alimentos para compor as cestas que serão entregues a milhares de famílias em situação de vulnerabilidade social nas cinco regiões brasileiras. 


A ação complementa o trabalho que a LBV realiza ao longo do ano, por meio de serviços e programas socioeducacionais que promovem diariamente o desenvolvimento de crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos. 

Neste ano, a nossa meta é entregar mais de 40 mil cestas, e temos a certeza de que, com a sua doação, a LBV garantirá o alimento na mesa dessas famílias, proporcionando a elas um Natal digno, sem fome e feliz. Por isso, a sua Solidariedade é o maior presente que essas famílias podem receber, pois, em cada cesta, além do alimento fundamental para o sustento delas, há sorriso, amor e esperança, para que elas se sintam fortalecidas e possam lutar pelos seus direitos.

Sua atitude vale muito

O objetivo é entregar a cada família uma cesta contendo itens de acordo com os costumes de cada região, tais como: arroz, feijão, óleo, açúcar, leite em pó, macarrão, farinha de mandioca e de trigo, fubá, goiabada, massa para bolo, extrato de tomate, massa para cuscuz, carne de charque, entre outros. 

Quer saber como ajudar? Acesse agora www.lbv.org e doe quantas cestas puder! Siga, curta e compartilhe as ações da LBV nas redes sociais no endereço: LBVBrasil no Facebook, no Instagram e no YouTube.

O Centro Comunitário de Assistência Social da LBV está localizado na Rua dos Coelhos, 219 – Bairro dos Coelhos. Para mais informações, ligue: (81) 3413-8601.

Da Assessoria

Saque-aniversário do FGTS teve adesão de 1 milhão de trabalhadores

Foto: Divulgação/Caixa
O saque-aniversário, uma das modalidades previstas na Medida Provisória do Novo FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), que entrará em vigor a partir de 2020, já tem quase 1 milhão de adesões.

A informação é do secretário de Política Econômica (SPE) do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida, que, nesta terça-feira (26), participou Correio Debate: Desafios para 2020, realizado pelo Correio Braziliense em parceria com o Sebrae, a Faculdade Presbiteriana Mackenzie Brasília e a Buser.

"Já temos R$ 6 bilhões previstos nessa modalidade, que começa em janeiro de 2020. Algo que ainda nem começou ainda e já criamos um mercado de R$ 6 bilhões", destacou o secretário, em referência à Medida Provisória nº 889/2019, de 24 de julho, aprovada pelo Senado no fim do mês passado.

Os senadores aumentaram de R$ 500 para R$ 998 o valor do saque imediato das contas ativas e inativas, outra modalidade da MP 889, que vem injetando na economia R$ 15,6 bilhões e ainda deverá injetar mais R$ 20 bilhões na economia neste ano, pelas contas de Sachsida. Ele informou ainda que essa mudança vai ampliar esse valor em mais R$ 3 bilhões. A matéria ainda precisa ser sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro.

Como funciona o saque-aniversário
O trabalhador que fizer a adesão à modalidade de saque anual deixa de ter direito ao saque da multa de 40% no caso de recisão sem justa causa. Contudo, o governo defende que essa mudança poderá criar um novo mercado de recebíveis e crédito consignado com juros mais baixos para o trabalhador do setor privado, que mudar para o novo modelo de FGTS.

Segundo Sachsida, esse mercado vai conseguir que o recebível do saque anual do FGTS seja usado como garantia para crédito consignado. "O potencial desse mercado é de R$ 100 bilhões de três a quatro anos", destacou. 

Durante a sua apresentação, o chefe da SPE reforçou a melhor alocação dos recursos públicos e criticou mais uma vez os gastos de quase R$ 2 bilhões na construção do Estádio Mané Garrincha, em Brasília, usado como exemplo de desperdício dos recursos públicos. "Temos que tratar o dinheiro público com um pouco mais de respeito", defendeu. 

Nesse raciocínio, ele destacou que havia recursos no Fundo que estavam mal alocados e que podem ter uma nova destinação para estimular a economia. "Olhando para o FGTS, vemos que havia R$ 40 bilhões em excesso do que era necessário e num local que não parece a melhor escolha para o dono do dinheiro. Estamos dando a chance para o dinheiro ser investido onde ele tiver melhor retorno possível”, afirmou.

 Por: Correio Braziliense

terça-feira, 26 de novembro de 2019

Dívida Pública Federal cai para R$ 4,12 trilhões em outubro

Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas
A Dívida Pública Federal (DPF) chegou a R$ 4,120 trilhões em outubro. O indicador, que inclui o endividamento interno e externo, retraiu 0,84% em termos nominais em relação a setembro. Os dados foram divulgados hoje (26) pelo Tesouro Nacional, em Brasília.

Segundo o Plano Anual de Financiamento (PAF) da dívida pública, divulgado em janeiro pelo Tesouro, a tendência é que a DPF encerre o ano entre R$ 4,1 trilhões e R$ 4,3 trilhões.

A Dívida Pública Mobiliária Interna (DPMFi) (em títulos), em circulação no mercado nacional, caiu 0,68%, passando de R$ 3,993 trilhões para R$ 3,966 trilhões. No mês passado, houve mais resgates do que emissões, com saldo de R$ 51,57 bilhões, o que explica a redução da dívida. Por outro lado, houve apropriação de juros no total de R$ 24,41 bilhões.

A apropriação de juros representa o reconhecimento gradual das taxas que corrigem os juros da dívida pública. As taxas são incorporadas mês a mês ao estoque da dívida, conforme o indexador de cada papel.

A Dívida Pública Externa recuou em 4,79%, encerrando outubro em R$ 154,71 bilhões.

Por meio da dívida pública, o governo pega emprestado dos investidores recursos para honrar compromissos. Em troca, compromete-se a devolver o dinheiro com alguma correção, que pode ser definida com antecedência, no caso dos títulos prefixados, ou seguir a variação da taxa Selic, da inflação ou do câmbio.

Composição
A participação dos papéis corrigidos pela Selic passou de 38,36% em setembro para 39,38% em outubro. A fatia dos títulos prefixados (com taxas definidas no momento da emissão) caiu de 31,75% para 30,42%.

A participação dos títulos vinculados à inflação subiu de 25,78% para 26,27%. A parcela do câmbio, que inclui a dívida pública externa, caiu de 4,11% para 3,93%.

Impactos da alta do dólar
O coordenador de Operações da Dívida Pública, Roberto Lobarinhas, afirmou que o impacto da alta do dólar na administração da dívida é "muito pouco relevante".

"Toda a gestão de dívida é realizada de forma a minimizar quaisquer vulnerabilidades ou riscos. O impacto dessa elevação de dólar é muito pouco relevante", afirmou.

Acrescentou que "não há no radar" qualquer intenção de o Tesouro Nacional fazer atuação extraordinária conjunta com o Banco Central por conta da alta recente do dólar.

Por: Agência Brasil

Inadimplência das empresas cresce 5,55% em outubro; dívida média é de R$ 5.562, dizem CNDL/SPC Brasil

Crescimento em outubro é o segundo maior do ano; maioria das pendências é com setor de serviços

Dados da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostram que as empresas inadimplentes no país encerraram o último mês de outubro com uma dívida média de R$5.561,98. De modo geral, mais da metade (56%) das empresas que estão negativadas no Brasil possuem pendências que somadas superam a cifra de R$ 1.000,00. Cada empresa inadimplente tem, em média, dois compromissos não quitados.

Ainda de acordo com o levantamento, houve um aumento de 5,55% na quantidade de empresas com contas atrasadas no país em outubro, o que representa a maior alta desde janeiro deste ano, quando o crescimento observado havia sido de 5,91%. Por outro lado, o número de outubro deste ano é inferior ao do mesmo mês do ano passado, quando a alta fora de 7,26% no crescimento de empresas negativadas por falta de pagamento.

Na avaliação do presidente da CNDL, José Cesar da Costa, embora melhor do que no auge da crise, a atividade econômica segue enfraquecida, o que vem prejudicando o faturamento das empresas e, consequentemente, a sua capacidade de pagamento. “A dificuldade dos empresários em manter os compromissos financeiros em dia está relacionada ao crescimento modesto da economia. Apesar de a economia dar sinais de recuperação e a inflação se manter controlada, assim como os juros em menor patamar, há uma considerável distância entre os níveis atuais de atividade e os que antecedem a crise”, analisa Costa.

70% das pendências de empresas são devidas ao setor de serviços; Inadimplência cresce mais na região Sul

O indicador revela que o setor com maior crescimento no número de empresas negativadas foi o de serviços, cujo aumento visto em outubro foi de 8,51%. A segunda maior alta ficou com o comércio (2,90%), acompanhado de perto do setor industrial (2,89%).

No geral, a maior parte das dívidas que geraram a negativação foram contraídas no ramo de serviços, que engloba bancos e financeiras: o setor responde sozinho por 70% das pendências em nome de pessoas jurídicas. Já o comércio fica com a fatia de 17%, enquanto a indústria com 12% do total de dívidas não-pagas.

Os dados regionais mostram que houve alta no número de empresas inadimplentes nas cinco regiões pesquisadas. A liderança ficou com a região Sul. Na comparação com o mesmo mês do ano passado, o número de pessoas jurídicas negativadas nessa região cresceu 8,30%. O Sudeste ficou na segunda colocação do ranking de atrasos, com crescimento de 6,59%. Em seguida aparecem, Centro-oeste (2,84%) e Norte (4,24%).

Da CNDL

Emprego na indústria da construção alcança maior nível em sete anos

Pesquisa da CNI mostra que intenção de investimento também cresceuFoto: Antonio Cruz/ Agência Brasil
Pesquisa da CNI mostra que intenção de investimento também cresceu

Os indicadores de atividade e de emprego na indústria da construção brasileira alcançaram em outubro o maior nível dos últimos sete anos, revela pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgada nesta segunda-feira (25). O Índice de Nível de Atividade alcançou 49,9 pontos no mês passado, semelhante ao registrado no fim de 2012, enquanto o Índice de Número de Empregados ficou em 48,5 pontos, também o mais alto desde outubro de 2012.

A pesquisa foi feita de 1º a 12 de novembro com 483 indústrias da construção – 167 pequenas, 208 médias e 108 de grande porte. Segundo a CNI, os indicadores da pesquisa variam de 0 a 100 pontos e, quando estão abaixo de 50 pontos, mostram queda da atividade e do emprego. “Os resultados consolidam a tendência de crescimento do setor”, diz nota da confederação.

A utilização da capacidade operacional ficou em 62%, nível 3 pontos percentuais acima do o registrado há um ano e igual à média histórica do setor. Para a economista da CNI Dea Fioravante, a previsibilidade do setor aumenta em um contexto de inflação controlada e juros baixos. “Contribuindo para que os empresários fiquem mais propensos a investir e assumir riscos.”

O Índice de Confiança do Empresário da Construção (Icei-Construção) subiu para 62 pontos neste mês. Com o crescimento de 3,2 pontos em relação a outubro, o indicador está 8,4 pontos acima da média histórica, que é de 53,6 pontos. A confiança do setor aumentou, porque melhorou a percepção dos empresários sobre as condições atuais da economia.

Para os próximos seis meses, todos os indicadores de expectativas ficaram acima da linha divisória dos 50 pontos, mostrando que os empresários esperam o crescimento da atividade, do emprego, da compra de matérias-primas e de novos empreendimentos e serviços nesse período.

A disposição para fazer investimentos melhorou: o índice de intenção de investimentos – compra de máquinas e equipamentos, pesquisa, desenvolvimento e inovação de produto ou processo – aumentou para 37,9 pontos neste mês e está 5,4 pontos acima do registrado há um ano e 4,1 pontos acima da média histórica.

Por: Agência Brasil 

segunda-feira, 25 de novembro de 2019

Cantoras interpretam clássicos de Capiba em Surubim

Imagem: Divulgação/Reprodução

Projeto “Repertório Capiba” do Sesc será realizado sexta-feira, 29 de novembro, às 20h, no auditório da Escola de Referência em Ensino Médio Severino Farias. A entrada é gratuita


Criador de grandes clássicos da Música Popular Brasileira, Capiba, músico pernambucano nascido em Surubim, será mais uma vez homenageado pelo Sesc Ler da cidade, na sexta-feira (29/11), com o projeto Repertório Capiba. Nesta edição, o tema é “Elas Cantam Capiba”, em que cinco cantoras locais vão interpretar canções do compositor em uma apresentação gratuita, às 20h, no auditório da Escola de Referência em Ensino Médio Severino Farias.

A programação contará com as vozes de cantoras de Surubim que serão acompanhadas por Biuzinho, no violão de 7 cordas; Tontonho, no baixolão; Pedro Igor, no violão; e Tales Almeida, na percussão. “Será uma apresentação intimista em que as intérpretes darão uma nova roupagem a algumas das obras do Mestre Capiba”, afirma Igor Batista, instrutor de atividades artísticas do Sesc Ler Surubim.

Lourenço da Fonseca Barbosa nasceu em Surubim, em 28 de outubro de 1904. Escreveu mais de duzentas canções, sendo mais de cem frevos. Criou sambas, maracatus, valsas e músicas eruditas. “Maria Bethânia”, composta por ele, tornou-se um dos grandes sucessos de Nelson Gonçalves. Também são de Capiba “Madeira que Cupim não Rói”, “Linda Flor da Madrugada”, “Manda Embora essa Tristeza” e Nem que Chova Canivete”. Morreu em 1997, no Recife.

Serviço – Projeto Repertório Capiba – Elas Cantam Capiba

Data: 29 de novembro

Local: Auditório da EREM Severino Farias – Av. Severino Clemente de Arruda, 307 – Lot. da Exposição

Horário: 20h

Entrada gratuita

Informações: Sesc Ler Surubim - (81) 3634.5280

Da Assessoria

Surubinenses participam de evento voltado para concurseiros em Caruaru

Isabel Fyamma (E),  Evandro Guedes (C) e
Thayara Eunice. Foto: Divulgação/Reprodução
A cidade de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, recebeu neste domingo (24) um evento voltado para as pessoas que procuram a estabilidade do serviço público. O tema foi "Como estudar para concurso público" e o objetivo foi ajudar os jovens a mudarem de vida e realizarem sonhos através dos estudos.

Entre os palestrantes esteve o idealizador do Fábrica de Valores e dono da maior empresa de concursos públicos do Brasil, Evandro Guedes. As surubinenses Isabel Fyamma e Thayara Eunice prestigiaram o evento. 

A programação começou com uma corrida na Avenida Agamenon Magalhães, com concentração na Estação Ferroviária. Às 10h, houve um aulão sobre carreiras policiais com a equipe do professor Ewerton Mota. Às 16h, a aula foi sobre como estudar para concurso com Evandro Guedes.

Com informações do NE 10 Interior / Redação (Negócios & Informes)

Simples está fora da reforma agora, e cesta básica pode gerar repasse

(Foto: Roberto Ramos/Arquivo DP.)
Embora o Simples Nacional seja o benefício com maior impacto no Orçamento federal, ele deve ficar de fora da reforma tributária numa primeira etapa, segundo Vanessa Rahal Canado, assessora especial do ministro da Economia, Paulo Guedes. Secretária-executiva do grupo que desenha os projetos de reforma no Ministério da Economia, a advogada considera que o sistema é hoje ineficiente, mas só deve ser objeto de estudo depois que as outras alterações estiverem concluídas.

"Um dos principais motivos de existência do Simples é justamente a complexidade do nosso sistema", afirma Vanessa. "Com a tributação indireta como está hoje, é impossível uma empresa que fatura R$ 4,8 milhões apurar", diz a secretária-executiva. O primeiro passo, portanto, será "entregar um sistema regular acessível", para depois integrar a ele empresas menores.

Segundo estudo da Consultoria Legislativa da Câmara, o chamado gasto tributário (renúncia de arrecadação) com o Simples deve ser de R$ 306,40 bilhões neste ano.
O número total corresponde a 4,12% do PIB e a 21,05% das receitas administradas pela Receita, segundo os autores.

Outro gasto que deve escapar da reforma tributária no curto prazo é o dos incentivos regionais –como a Zona Franca de Manaus, cujas empresas deixam de pagar cerca de R$ 25 bilhões em tributos por ano– e setoriais, como os concedidos à indústria automobilística no programa Rota 2030.

Segundo Vanessa, como esses incentivos exigem como contrapartida investimentos de longo prazo, mudanças exigem uma transição mais longa e mais bem planejada. Dentre os gastos tributários, uma das principais mudanças em estudo é a da desoneração da cesta básica. A ideia é acabar com a isenção, mas compensar a cobrança de tributos com um reembolso mensal direto às famílias mais pobres.

Para Vanessa, isso é mais fácil de implantar no Brasil que em outros países, porque já existe o cadastro único das pessoas de baixa renda. "Vai custar muito mais barato, porque é focalizado, e será muito mais eficiente." Ainda não está definido como seria calculado o valor do dinheiro devolvido, mas uma ideia é fazer por estimativa, com base na proporção da renda gasta com, por exemplo, medicamentos e alimentos pelas famílias mais pobres. 

Vanessa argumenta que a isenção da cesta básica, com custo anual de R$ 18 bilhões, é um dos principais gastos tributários e tem três problemas: 1) os produtos são comprados tanto por ricos quanto por pobres; 2) não há como garantir que a desoneração seja repassada ao consumidor, já que é o mercado que regula os preços, e 3) há muita disputa jurídica sobre o que pode ser classificado como cesta básica. 

"Como definir que peixe faz parte da cesta? Arroz de risoto pode? Café em cápsula? Iogurte com sucrilhos é iogurte? Tudo isso gera contencioso e mais espaço para renúncia fiscal."

Por: FolhaPress

Micro e pequenas empresas geraram mais de 73 mil empregos em outubro

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil
Em outubro, as micro e pequenas empresas do país abriram mais de 73 mil novos postos de trabalho, melhor resultado para o mês nos últimos cinco anos, segundo levantamento feito pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério da Economia.

De acordo com o Sebrae, os pequenos negócios foram o único segmento a gerar novos empregos com carteira assinada em outubro. As médias e grandes corporações (MGE), por sua vez, tiveram saldo negativo de 2.119 empregos. Na administração pública o saldo também foi negativo, com a dispensa de 427 trabalhadores.

Uma dessas empresas que abriu novas vagas em outubro foi a Biosolvit, uma startup da área de biotecnologia aplicada especialista em remediação ambiental. Em entrevista à Agência Brasil, o fundador da empresa, Guilhermo Pinheiro de Queiroz, contou que, no mês passado, sua empresa contratou mais três pessoas. Para o ano que vem, ele estima contratar mais 50 pessoas. No entanto, diz ele, o número poderia até ser maior, se o cenário econômico brasileiro fosse melhor. “O ambiente econômico está desfavorável para todos, inclusive para as startups. Se estivéssemos em um ambiente favorável, as startups estariam contratando muito mais. A questão é que as startups, por definição, já crescem mais do que o normal. Isso é uma premissa de um modelo inovador”, falou.

De janeiro a outubro foram abertas 752,4 mil vagas em todo o país, o que corresponde a dez vezes mais que o saldo de empregos gerados pelas médias e grandes empresas e 10,5% superior ao saldo registrado pelasno mesmo período do ano passado. A expectativa é de que esse ano sejam geradas mais vagas nas micro e pequenas empresas do que em 2018. “Nossas pesquisas mostram que o empresário de pequeno negócio está retomando a confiança e o otimismo com a economia e isso se reflete na contratação de empregos. A proximidade com o Natal também já começa a aquecer o surgimento de vagas, principalmente no comércio e nos serviços”, disse Carlos Melles, presidente do Sebrae.

Comércio

No mês passado, os pequenos empresários do ramo do comércio foram os líderes da geração de emprego, sendo responsáveis pela criação de 32,5 mil novas vagas, seguidos pelos empresários do setor de serviços, com a criação de 22,8 mil postos de trabalho. Já os negócios relacionados à construção civil e à indústria de transformação geraram, respectivamente, 10,9 mil e 10,5 mil empregados. No acumulado do ano, o setor de serviços responde pela abertura de 408,8 mil vagas, seguido pelo setor de construção, que criou 121,7 mil vagas no ano.

Da Agência Brasil

domingo, 24 de novembro de 2019

Fiepe realiza 4ª edição do Dia Sem Imposto na quarta

Foto: Kleyvson Santos/Folha de Pernambuco
Além de palestra, consumidores poderão conferir em mini mercado montado na sede da Casa da Indústria, em Santo Amaro

Em meio às discussões sobre qual o melhor modelo tributário deve ser implantado no País, a Federação das Indústrias em Pernambuco (Fiepe) promove, próxima quarta, na Casa da Indústria, em Santo Amaro, a partir das 15h, mais uma edição do Dia Sem Imposto. Comercialização de comidas e bebidas com desconto equivalente aos seus impostos e palestra do economista Samy Dana, além de um mini mercado onde é possível fazer a comparação do preço do valor final com e sem imposto, fazem parte do evento.

“Estamos há quatro anos promovendo este evento que a cada edição não deixa de ser um sucesso pela importância de mostrar para a população o quanto se paga de tributo em cima de um produto. No mini mercado, estarão expostos os produtos com os preços normais e quanto é pago com ele por imposto para que ele venha entender na prática a alta carga tributária que se paga", explica o vice-coordenador do Comitê de Jovens Empresários (CJE) da Fiepe, Rubem Martins.

Ainda segundo Martins, o que torna o excesso de tributação pior é a falta de retorno dos impostos pagos. De acordo com recente pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT), entre os 30 países com maior carga tributária, o Brasil continua sendo o que proporciona o pior retorno dos valores para a população. Na comparação, a Irlanda segue, novamente, na liderança, seguida da Austrália, Suíça, Estados Unidos e Coréia do Sul, que são os que mais fazem a aplicação de maneira justa para a sociedade. Na colocação, o Brasil fica atrás do Uruguai e da Argentina. "Com base no estudo, é possível verificar o quanto a taxa de retorno desses impostos são tão irrelevantes. Afinal, mesmo pagando uma alta carga tributária, temos que custear nossa saúde, educação, segurança, entre outras obrigações que deveriam ser feitas com o resultado da arrecadação”, destaca o vice-coordenador do CJE.

Para o coordenador da CJE, Rodrigo Veloso, outro fator que agrava ainda mais a situação é o engessamento tributário. Por isso, ele defende uma reformulação urgente do modelo vigente do sistema. “Defendemos a necessidade de uma reforma tributária para estimular a produtividade e a competitividade das empresas. O atual sistema tributário brasileiro tem, por exemplo, vinte e sete diferentes legislações para o ICMS estadual e isso impacta consideravelmente a nossa capacidade de sobrevivência e expansão dos negócios”, acrescenta.

Inscrições
Para participar da palestra intitulada de “Conjuntura Econômica e Tendências Nacional e Mundial”, promovida a partir das 16h30 às 17h30, é necessário realizar, até o dia do evento, inscrição no site da Fiepe (www.fiepe.org.br). O valor da taxa, R$80, será disponibilizada para troca de até três produtos no mini mercado montado no espaço.

Da Folha de PE

Acompanhe-nos no Facebook


Publicidade


!

!
!
!

!

!

!

!

!

!
!
!
!
!

!
! !

Você é o Visitante:

Acessos em Tempo Real

Previsão do Tempo em Surubim

Blogs e Sites Parceiros

Curta Nossa FanPage - Muito Obrigado!

Internautas On Line

(81) 9925.8297 // negocioseinformes@gmail.com