© 2014 - Todos os Direitos Reservados ao Blog Negócios e Informes. Tecnologia do Blogger.

segunda-feira, 30 de setembro de 2019

Utilidade Pública | Bandidos roubam veículo nesta segunda-feira (30), no Sítio Chatinha, em Casinhas

Foto: Divulgação/Reprodução

Um carro foi roubado na tarde desta segunda-feira (30), no Sítio Chatinha, zona rural de Casinhas. De acordo com o eletrotécnico Leonardo Retetel, o mesmo estava retornando para Surubim, quando um veículo Palio ultrapassou o mesmo, em seguida dois assaltantes desceram armados e anunciaram o assalto. Levaram o veículo da marca Fiat, modelo Linea, cor cinza, placa KKA-9278. 


Informações sobre o veículo podem ser repassadas para o telefone 9 9909.1802, falar com "Erick Info".

Da Redação (Negócios & Informes)

Alzheimer: “Setembro Roxo” alerta para doença que tem proporções de epidemia

Foto: Divulgação/Reprodução
A estimativa da Organização Mundial da Saúde (OMS) é que, em 2040, 80 milhões de pessoas em todo o mundo serão afetadas pelo mal, cerca de 16% da população com mais de 65 anos

Setembro volta suas atenções para trazer à tona diversos temas importantes no quesito saúde. Neste período, vivencia-se, por exemplo, o “Setembro Amarelo”, o “Setembro Verde”; e o “Setembro Vermelho”. Não menos importante, o Mal de Alzheimer (MA) também tem espaço nesta lista e ao longo do mês é vivenciado o “Setembro Roxo”, que alerta para o combate da doença que, em 2040, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), deverá acometer cerca de 16% da população com mais de 65 anos, algo em torno de 80 milhões de pessoas no mundo inteiro, em 2050.

Com proporções de epidemia, o Alzheimer ganha ainda mais notoriedade se levado em consideração o fato de que, no Brasil, assim como em outras partes do mundo, a população idosa, público mais afetado pela doença, tem aumentado significativamente ao longo dos anos. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) afirmam que, em 2060, o número de pessoas com mais de 60 anos deverá mais que duplicar. Atualmente, representa cerca de 13% do total de brasileiros, podendo bater a marca dos 32%.

O envelhecimento da população não só preocupa, ele reforça a importância de se falar, entre muitas questões, sobre o Alzheimer. A terceira idade traz consigo algumas limitações, dentre as quais físicas, motoras e psicológicas e realizar tarefas comuns ganha um grau de dificuldade. A locomoção, a fala, a audição e a memória tendem a se comportar com mais limitações. Não é via de regra, mas toda essa realidade costuma fazer parte da vida das pessoas mais velhas, porém é importante ficar atento a alguns sinais emitidos pelo corpo, uma vez que podem indicar não somente a velhice, mas problemas sérios, como o Mal de Alzheimer.

Sobre o Alzheimer
É a principal doença degenerativa do cérebro, da mesma forma que é a principal causa de demência e não tem cura, por isso, o alerta para a prevenção. “Uma vez o paciente recebendo um diagnóstico de Alzheimer, nós não temos, à luz do conhecimento atual, nenhuma terapia com vistas a cura. Trabalhamos terapias sintomáticas (remédios e terapia ocupacional) que melhoram o desempenho cognitivo do doente para que ele melhore sua funcionalidade e qualidade de vida ”, pondera Paulo Henrique Fonseca, neurologista que atende no Núcleo de Oncologia do Agreste (NOA). 

O esquecimento aliado a mudanças repentinas de comportamento, como agressividade, teimosia, falta de senso de direção, dificuldades no aprendizado e alterações constantes na atenção podem ser sinais de doença de Alzheimer. “Faz-se necessário investigar caso a caso, principalmente se esses esquecimentos venham associados a prejuízos nas suas funções do dia-a-dia, como, por exemplo, quando o paciente paga a mesma conta várias vezes ou vai comprar algo barato, dá uma cédula de R$ 100 e não pede o troco ou uma pessoa que é muito responsável com suas contas e passa a esquecer de pagá-las”, explica Fonseca.

O Alzheimer age da seguinte forma: “o cérebro vai criando uma série de toxinas, e estas toxinas dificultam a comunicação dos neurônios e literalmente os matam. Chega um momento em que a doença perde o freio e os neurônios não param mais de morrer e o paciente vai perdendo as funções cognitivas, dentre elas se destaca a memória, mas não é apenas a memória”, pontua o médico. 

“É importante destacar que a doença começa 20 ou 30 anos antes do seu diagnóstico. Assim sendo nós deveríamos estar nos preocupando ainda na juventude com a promoção de uma boa saúde para investirmos em um envelhecimento saudável, uma vez que já estamos sendo submetidos a fatores de risco que, eventualmente, farão desenvolver a doença”, orienta.

*Sinais importantes que ajudam na identificação precoce da doença: *
1. Perda de memória (acontecimentos recentes);
2. Dificuldade em realizar tarefas do dia-a-dia, como fazer uma ligação, amarrar o cadarço do sapato ou cozinhar;
3. Desorientação, não identificando a data, a estação do ano, o local onde se encontra;
4. Problemas de discernimento, como dificuldade em se vestir de acordo com a estação do ano, por exemplo;
5. Problemas de linguagem, como esquecimento de palavras simples associado à dificuldade de compreensão da fala e da escrita;
6. Repetir conversas ou tarefas, devido ao esquecimento constante;
7. Trocar o lugar das coisas, como colocar o ferro de passar roupa na geladeira, por exemplo;
8. Alteração brusca do humor sem razão aparente;
9. Alteração na personalidade de modo a se identificar na pessoa apatia, confusão, agressividade ou desconfiança;
10. Perda de iniciativa, com características de desinteresse pelas atividades habituais, apresentado apatia.

Fonte: site da ABRAz

Prefeitura de Surubim reinaugura estádio Carlos Alberto de Oliveira

Na tarde deste domingo (29) os desportistas e toda cidade de Surubim estavam em festa. Em uma cerimônia digna da importância da comemoração, a Prefeitura de Surubim, através da Secretaria de Juventude e Esportes, entregou o Estádio Carlos Alberto de Oliveira reformado e requalificado para os surubinenses.

Na ocasião, autoridades, atletas e cidadãos participaram de uma tarde de homenagens, festa, cultura e muita animação nas dependências do tão querido Coqueirão, como é conhecido.

Entre as obras de revitalização estão o muro, alambrado, gramado, sistema de drenagem, sistema de irrigação com aspersores, gramado, bilheteria, cabine de imprensa, reforma dos vestiários e toda iluminação. A entrega desse equipamento foi um marco para as dezenas de equipes que mantêm a prática do futebol viva em nossa cidade. As 18 equipes participantes da 1a Divisão do Campeonato Municipal também prestigiaram o momento, representadas por suas delegações.

Após a cerimônia de abertura que contou com apresentação do Balé da Soft Academia, Balé Municipal e foi animada pela Banda Marcial da Escola Municipal Lourenço Ramos, os atletas das Equipes Caninha da Gameleira e Vasco dos Tatus fizeram as honras do jogo inaugural do campeonato.

Mais uma ação da Prefeitura de Surubim, apoiando a prática esportiva saudável, dando oportunidade aos nossos jovens e principalmente resguardando nossas tradições. É com trabalho que se constrói o futuro.

Imagens: Divulgação/Reprodução
Da ASCOM Surubim

Mais de 270 mil trabalhadores devem ser capacitados em Pernambuco

Produção industrialFoto: Amanda Oliveira/GovBA
Mapa Industrial realizado pelo Senai revela que, até 2023, trabalhadores em ocupações de todos os níveis vão precisar de aperfeiçoamento para atender as demandas do setor produtivo

Pernambuco vai precisar capacitar 270.982 trabalhadores em ocupações industriais nos níveis superior, técnico, qualificação e aperfeiçoamento entre 2019 e 2023. Os dados são do Mapa do Trabalho Industrial, elaborado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) com o objetivo de alertar o setor sobre a necessidade de aperfeiçoar o trabalho do profissional atuante, estar atento aos processos inovadores e subsidiar a oferta dos cursos.

De acordo com o estudo, a demanda prevista inclui em sua maioria o aperfeiçoamento de trabalhadores que já estão empregados no segmento industrial, seguido da formação inicial para ingressar no mercado de trabalho, exigindo uma atualização profissional tanto para os que já atuam, quanto para os que ainda vão entrar no mercado.

O estudo detectou que os cursos que vão demandar maior capacitação de profissionais com formação técnica em Pernambuco são as áreas transversais, metalmecânica, energia e telecomunicações, logística e transporte e informática.

O Mapa aponta ainda que entre as ocupações que exigem cursos de qualificação e que mais vão demandar profissionais capacitados estão operadores de máquinas para costura de peças de vestuário, padeiros e confeiteiros. Já em relação ao nível superior o estudo do Senai coloca as áreas de informática, gestão e construção com as que mais vão precisar de qualificação profissional no período.

Segundo a diretora regional do Senai Pernambuco, Camila Barreto, o Mapa Industrial é elaborado como uma projeção para o setor, se baseando também no cenário político e destaca que o estudo não representa o surgimento de novas vagas. “Ele é feito a partir dos cenários que são elaborados a partir do futuro, analisamos todo o cenário da economia e os tipos de ocupação que o mercado irá absorver entre 2019 e 2023. Nele foi identificado a necessidade de formação e capacitação desses profissionais, para garantir um melhor crescimento da indústria. Isso necessariamente não é um aumento de vagas, é uma necessidade da indústria de qualificar uma mão de obra já existente e dos que podem contratar”, destacou.

Camila Barreto destaca que além de subsidiar a oferta de cursos do Senai, o Mapa do Trabalho pode apoiar jovens na escolha da profissão e trabalhadores que desejam retornar ao mercado de trabalho. “O Senai qualifica a mão de obra com cursos técnicos, formação profissional e em consultoria para aumentar a produtividade da indústria, tem o instituto Senai de inovação, para contribuir com a produtividade da indústria local. O Senai hoje tem 11 escolas de Recife até Araripina, no agreste, sertão e Região Metropolitana do Recife”, disse.

A diretor regional do Senai reforça que a instituição disponibiliza cursos para formação e capacitação, e os interessados podem entrar em contato por meio do telefone 0800 600 9606, conferindo também maiores informações no site www.pe.senai.br.

FUTEBOL: Cruzeiro e Juventus dividem título na final da 2ª divisão do Campeonato de Casinhas

Foto: Joana Darc/Reprodução
Cruzeiro da Chatinha e Juventus do Diogo acabaram dividindo o título de campeão na final do Campeonato Municipal de Futebol de Campo de Casinhas da Segunda Divisão, Edição 2019, ocorrida na manhã deste domingo (29). É que no finalzinho do segundo tempo da partida, após o árbitro conceder acréscimo de 3 minutos, o Juventus, que perdia o jogo pelo placar de 1 x 0, conseguiu o gol de empate, fato que acabou gerando uma invasão da torcida adversária dentro de campo. Na sequência, não houve entendimento para a disputa da cobrança de pênaltis e nem para realização de uma nova partida.

Por fim, em comum acordo entre a organização do Campeonato e as duas equipes finalistas, o título da competição e a premiação em dinheiro de R$ 4 mil ofertada pela Prefeitura de Casinhas acabou sendo dividida entre os dois times. Quem também foi premiado com R$ 200,00 foi o atleta Marcelo, da equipe do Nacional de Casinhas, artilheiro da competição com 12 gols marcados, e os goleiros das equipes finalistas, que receberam igualmente o valor de R$ 100,00 cada um. O evento futebolístico foi um sucesso de público, com a presença de mais de 1.500 torcedores no Estádio Milton Neto.

Do Mais Casinhas

domingo, 29 de setembro de 2019

Exportações de Pernambuco dependem da Argentina e eleições dificultam cenário

Foto: Divulgação/Reprodução - Internet
A eleição presidencial da Argentina está marcada para acontecer daqui a um mês, no dia 27 de outubro, e o resultado das urnas no país vizinho ao Brasil tem mais a ver com Pernambuco do que se possa imaginar. O desempenho da economia argentina pode ter influência direta com a situação econômica local, principalmente levando em consideração que, hoje, 24% de tudo que o estado exporta vai para a Argentina. Se a instabilidade sentida por lá já está refletindo aqui, com queda de 60% na exportação para a Argentina e de 41% no geral entre janeiro e agosto deste ano, o cenário não tende a ser mais favorável após a votação em terras portenhas, podendo se complicar ainda mais a depender de quem vença a eleição.

As exportações de Pernambuco ainda são muito dependentes do mercado argentino. "Somos o estado do Brasil mais dependente de exportações para a Argentina, seguido do Amazonas e de São Paulo. A gente não consegue uma retomada porque tem uma cultura exportadora muito forte que depende de um mercado que está em baixa. Nossa exportação para a Argentina caiu 60% de janeiro a agosto em relação ao mesmo período do ano passado e as exportações do estado caíram 41% de uma forma geral", explica Rafael Araújo, analista do Centro Internacional de Negócios da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (Fiepe).

E o cenário não tem expectativa de melhora a curto prazo, podendo, inclusive, ficar pior dependendo do resultado das eleições. Ainda que a Argentina enfrente uma forte recessão econômica, com depreciação do peso e inflação alta, que chegou a 55% no acumulado dos últimos 12 meses, segundo o Fundo Monetário Internacional (FMI), a reeleição de Maurício Macri desponta como um cenário menos negativo, mas ainda assim longe do ideal. Porém, nas eleições primárias, realizadas em agosto e que servem como prévia, a chapa de oposição formada pelo candidato de centro-esquerda Alberto Fernández e a ex-presidente Cristina Kirchner, investigada por corrupção, venceu de lavada.

"A eleição traz um cenário ruim. Se Macri vencer, pode trazer algum mínimo de estabilidade, mas nenhuma melhora em pelo menos um ano. Depois, só se ele implementar reformas mais duras e, por ser um segundo mandato, ele pode até fazer. Já com a eleição do candidato de Kirchner, a curto e médio prazos a expectativa é muito ruim. O risco de calote é alto, vão embora as reservas internacionais e o valor do peso dispara", afirma Araújo.

Desta forma, a tendência é de uma queda mais acentuada das exportações, já que o poder aquisitivo dos argentinos tende a diminuir, o que impacta diretamente nas remessas de Pernambuco para o país vizinho, já que os produtos exportados são de alto valor agregado. A indústria automotiva é um alvo relevante. Mais de 60% dos carros comprados na Argentina são do Brasil e, de janeiro a julho deste ano, a exportação de veículos brasileiros caiu 41%. Segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), a queda se deve principalmente pela crise no país vizinho. No âmbito estadual, de tudo que Pernambuco exporta para os hermanos, 69% correspondem a veículos.

Apesar disso, a Jeep afirma que a sua fábrica instalada no polo automotivo de Goiana, na Mata Norte do estado, ainda não sentiu os efeitos, já que uma possível queda na demanda dos argentinos foi suprida pelo aumento do consumo no Brasil, e garante que a planta opera com a capacidade máxima de produção de mil carros por dia. "A FCA acompanha com interesse a evolução da situação na Argentina, que é o segundo maior mercado automotivo da América Latina. A economia argentina está retraída no momento, mas isso não afetou nosso nível de produção, uma vez que o mercado brasileiro cresceu e absorve nossos volumes", informou em nota.

PERSPECTIVAS
Se o cenário se mostra negativo independentemente do resultado das eleições, para Pernambuco reverter as expectativas instáveis das exportações, seria preciso uma mudança de cultura nas próprias empresas. "É preciso que elas se voltem para outros mercados. Elas têm clientes já consolidados em alguns países e não investem em novos, não estudam o mercado, não conhecem novos clientes ou buscam informações. Esse seria o único jeito de mudar o cenário da exportação do estado a curto prazo", concluiu o analista da Fiepe.

Turismo também sente efeitos

A instabilidade econômica na Argentina também afeta outro setor da economia Brasileira e também pernambucana: o turismo. O país vizinho é o que mais envia turistas para o Brasil. No ano passado, 2,5 milhões de argentinos visitaram cidades brasileiras, número muito acima dos Estados Unidos, segundo colocado do ranking, com 538 mil turistas, segundo dados do Ministério do Turismo. Só em Porto de Galinhas, foram 100 mil visitantes argentinos ao longo de 2018, número que já apresentou queda nos primeiros meses deste ano e que pode ser ainda mais afetado com o resultado das eleições.

Segundo Brenda Silveira, diretora executiva do Porto de Galinhas Convention Bureau, a queda neste ano no número de argentinos na praia do Litoral Sul foi de 12%, mas que, ainda assim, o número de turistas hermanos ainda é muito alto. "A Argentina tem uma peculiaridade que é um povo que ama muito viajar. Tudo gira em torno do dólar, teve uma desaceleração pequena, mas continua vendendo muito bem. A Argentina é o principal país emissor para Porto de Galinhas", afirma. Porém, existe um receio por conta das eleições. "O que a gente teme é que, com as eleições, haja uma mudança cambial maior e, se ela acontecer, a gente começa a se preocupar", acrescenta.

Do Diario de PE

Informalidade no país atinge quase 40 milhões de pessoas, diz IBGE

Foto: Arquivo/Agência Brasil
A informalidade no mercado de trabalho brasileiro bateu recorde no trimestre encerrado em agosto.

Ao todo, foram 38,8 milhões de pessoas nessas condições, informou nesta sexta-feira (27) o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

O número considera empregados do setor privado e trabalhadores domésticos sem carteira assinada, trabalhadores por conta própria e empregadores sem CNPJ e trabalhadores familiares auxiliares.

Esse contingente representa 41,4% da população empregada no país, a maior taxa desde que o IBGE passou a calcular esse indicador, em 2016.

O número de trabalhadores por conta própria chegou a 24,3 milhões, novo recorde na série histórica da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra Domiciliar) Contínua, iniciada em 2016.

Também houve recorde no número de empregados da iniciativa privada sem carteira assinada: 11,8 milhões.

A analista do IBGE Adriana Beringuy diz que o aumento da informalidade ocorre até em setores em tradicionalmente se contrata com carteira assinada, como a indústria e a as atividades de informação.

"Temos um mercado de trabalho que absorve pessoas, mas essa inserção não se dá pelos vínculos tradicionais da carteira", diz.

O recorde na informalidade ajudou a baixar a taxa de desemprego do país para 11,8% no trimestre encerrado em agosto, contra 12,3% no trimestre encerrado maio. No mesmo trimestre do ano anterior, a taxa era de 12,1%.

Aplicativos e construção
Em relação ao trimestre anterior, houve aumento do emprego na indústria e na construção. Segundo Beringuy, nos dois casos, o crescimento está ligado a trabalhadores por conta própria - com confecções, beneficiamento de alimentos e construção de imóveis.

Já comparação com o ano anterior, os setores que se destacam são transporte, armazenagem e correio, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias profissionais e administrativas e outros serviços.

No caso do transporte, a alta foi provocada pela busca pela renda como motorista de aplicativos, diz a analista do IBGE. Foram 226 mil novos trabalhadores nesse setor em um ano.

Com o aumento do emprego informal, a população ocupada bateu recorde no país, chegando a 93,6 milhões de pessoas. São 604 mil pessoas a mais do que no trimestre anterior.

Deste total, 596 mil (ou 87,1%) são trabalhadores considerados informais. Dentre eles, 411 mil começaram a trabalhar sem carteira assinada para o setor privado.

Na comparação anual, o número de brasileiros que conseguiu ocupação informal chegou a 1,8 milhão. Neste caso, houve grande influência também de empregadores sem CNPJ (749 mil pessoas a mais).

"Do ponto de vista quantitativo, temos a expansão, sim, da ocupação. No entanto, do ponto de vista qualitativo, o processo de inserção desses trabalhadores tem sido em função da informalidade", disse Beringuy.

De acordo com ela, a maior informalidade pode explicar também por que o aumento da população empregada não se reflete em crescimento no contingente de contribuintes ao INSS, que está perto do piso histórico, em 62,4% do total.

"Normalmente, com mais trabalhadores [ocupados], seria de se esperar aumento no contingente que contribui", comentou a analista, ressaltando que os novos empregos são sem carteira ou de empregadores sem CNPJ, grupos que não costumam contribuir.

O maior número de informais pressiona ainda o rendimento médio do trabalhador, que fechou o trimestre em R$ 2.298, que vem se mantendo estável apesar da queda do desemprego.

Nesta semana, o governo Jair Bolsonaro comemorou a retomada do emprego com base em dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), que mostrou saldo positivo de 121 mil vagas formais em agosto. Foi o quinto mês seguido de alta.

De acordo com o IBGE, o número de trabalhadores com carteira ficou estável, em 33 milhões de pessoas.

A taxa de subutilização da força de trabalho ficou em 24,3%, estável em relação ao mesmo trimestre do ano anterior. No trimestre, houve recorde no número de pessoas subutilizadas por insuficiência de horas -isto é, trabalham menos do que gostariam. São 7,2 milhões de pessoas.

Da FolhaPress

Tecnologia amplia produção de cana

cana-de-açúcarFoto: Divulgação
Muda pré-brotada que vem sendo implantada no Nordeste aumenta em torno de 20% produtividade da cana

Uma inovação no plantio da cana-de-açúcar tem gerado resultados positivos para o setor. A chamada tecnologia de muda pré-brotada apresenta um aumento em torno de 20% na produtividade da cana. Por resultar em um crescimento do canavial mais homogêneo e mais rápido, a inovação pode facilitar na colheita. No Nordeste, a novidade ainda está em fase de experimentação, em algumas regiões. No entanto, ela já está mais acelerada no Sudeste e Centro-Oeste, em estados como Goiás e Minas Gerais.

Na prática, para realizar a técnica de muda pré-brotada, o agricultor faz o plantio das mudas em tubetes e, depois, leva ela para o campo já brotada. “É colocada uma mudinha por vez no campo, com uma máquina que vai plantando. A partir disso, elas já vão crescendo sozinhas e ao mesmo tempo. Ou seja, o resultado é que elas amadurecem juntas, uniformes, mais rapidamente e praticamente na mesma altura”, explicou o assessor técnico da Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária (CNA), Rogério Avellar, ao complementar que essa forma também evita proliferação de doenças. “Como você trata ela no viveiro, não leva pragas para o campo”, acrescentou.

Apesar de existir um custo maior para produzi-la, já que precisa de equipamentos, o plantio diminui a quantidade de cana utilizada de 18 a 20 toneladas por hectare no plantio convencional para 2 toneladas por hectare na nova técnica. “No plantio convencional, é colocado a cana deitada na terra para esperar ela brotar, por isso utiliza uma área maior”, disse Avellar. Recentemente, há cerca de dois anos, a nova técnica foi colocada no mercado e começou pelas regiões Sudeste e Centro-Oeste. “No Nordeste, chegou há menos tempo e está em fase de experimentação. Mas não há impedimentos em termos de topografia para a região. É preciso adapar a tecnologia para saber como ela ficará no campo”, contou Avellar.

Algumas empresas, inclusive, já estão desenvolvendo máquinas específicas para facilitar o plantio dessas mudas. “O mercado começou a utilizar a plantação com máquinas de mandioca ou equipamentos de horticultura. Agora, como foi atestado o aumento de produtividade nesta nova técnica, empresas estão criando máquinas especializadas”, disse Avellar.

Da Folha de PE

sábado, 28 de setembro de 2019

Curso de chocolates e doces finos é encerrado na CDL Surubim

Foto: Divulgação
A Câmara de Dirigentes Lojistas de Surubim, em parceria com o Senac/PE e Sebrae/PE, realizou nesta sexta-feira (27), o encerramento do curso de chocolates e doces finos. O curso capacitou mais de trinta pessoas para o mercado de trabalho, com duração de 20 horas e ministradas pela consultora Daniele Nunes, no auditório da CDL. 

Não é à toa que os doces finos estão entre as principais atrações de casamentos, bodas e formaturas, entre outros eventos.  Além de trazer a sofisticação como a sua principal marca, eles inovam nas combinações, utilizando ingredientes diferenciados que, por sua vez, conferem experiências de sabor marcantes. 

Em forma de incentivo e agradecimento para os participantes, aconteceu sorteio de 01 batedeira Planetária e 01 cortesia para o próximo curso, as contempladas foram Zenaide Silva e Gorete Pimentel, respectivamente.

O curso encerrou o cronograma de capacitação da área gastronômica na CDL Surubim no corrente ano. O Coordenador de Cursos do Senac, Hugo Santiago, marcou presença. De acordo com Hugo, o Senac planeja mais ações em parceria conjunta com a entidade local para o ano de 2020.

Da Assessoria

Festa da Padroeira de Limoeiro celebra 240 anos da Paróquia da Apresentação

Foto: Divulgação
Entre os dias 15 e 24 de novembro, Limoeiro, no Agreste Setentrional de Pernambuco, vivenciará a Festa de Nossa Senhora da Apresentação, padroeira do município. Este ano, em comemoração aos 240 anos da “paróquia mãe”, o tema geral será Batizados e enviados: 240 anos de história, fé e missão. Uma ampla programação está sendo vivenciada nas comunidades que integram a área da Paróquia Nossa Senhora da Apresentação.

Desde o dia 24 de agosto, uma réplica da imagem da padroeira tem visitado as comunidades. Entre sítios, bairros, paróquias, entidades públicas e comércio, a peregrinação seguirá até o dia 17 de novembro, quando acontece a procissão motorizada. Em cada comunidade acontece a divulgação da festa, devoção à padroeira, terço, celebração da palavra, visita às escolas e aos doentes, além de formação mariana.

Coordenada pelos padres Elias Roque e Amaro Manoel, uma comissão composta por voluntários tem organizado os detalhes da festa. Os juízes foram definidos: Irmãs Franciscanas e Colégio Regina Coeli (Bandeira); Pastoral das Viúvas (Altar); Roberta Muniz (Andor da Carreata), Todos os grupos, pastorais, movimentos e comunidades da Paróquia (Andor do Encerramento).

A festa dos 240 anos da Paróquia também contará com o Bingo da Festa, no dia 22 de novembro, após a missa, na frente da Igreja Matriz. Já no dia 23 será realizado o Baile da Pastoral Familiar, a partir das 22h, no Colombo Sport Club, na Praça da Bandeira, Centro de Limoeiro. Diariamente, durante o evento, barracas de lanches e lembranças também estão montadas na área externa da Matriz.

Participação – Mais de 30 famílias confirmou participação nas noites de festa (noiteiros). Outros interessados devem procurar a secretaria da Paróquia de Nossa Senhora da Apresentação para confirmar e definir a data. Confira abaixo a animação litúrgica:

Dia 15 (18h30) – Procissão da Bandeira saindo do Colégio Regina Coeli em direção à Igreja Matriz. Apostolado da Oração, PASCOM, Pastoral da Catequese, Irmãs Franciscanas de Maristella, Terço dos Homens e Terço das Mulheres; Dia 16 – Grupo Trilha, Oficinas de Oração e Vida e Comunidades do Setor Duas Pedras (Duas Pedras, Ribeiro do Mel, Salobro, Esperança e Lajes); Dia 17 – Carreata às 16h30, saindo da Paróquia Nossa Senhora do Carmo (retorno da Imagem Peregrina). TLC, Pastoral Carcerária, SSVP (Vicentinos), Pastoral da Criança, Pastoral Social e Motoristas; Dia 18 – Movimento Apostólico da Mãe Rainha, Pastoral do Dízimo, OVS, Pastoral do Batismo, Sopão Solidário e Comunidades do Setor Mendes (Mendes, Cabeça de Vaca 1, Cabeça de Vaca 2, Bom Sucesso de Baixo, Bom Sucesso de Cima e Lagoa do Couro); Dia 19 – Paróquia São Sebastião; Dia 20 – Paróquia Nossa Senhora do Carmo; Dia 21 – Missa da Manhã: Secretaria de Educação de Limoeiro, GRE Vale do Capibaribe, Escolas Municipais, Estaduais e Particulares e Instituto Pe. Luis Cecchin. Missa da Noite: RCC, Pia União das Filhas de Maria, Orando por Nossos Filhos, Prefeitura Municipal de Limoeiro e Câmara Municipal de Limoeiro; Dia 22 – MECE's, Ressonância da Palavra, Encontro de Irmãos e Comunidades Setor Centro (Santo Antônio, São João Batista, Nossa Senhora de Fátima, Frei Estevão, Barriguda, Vila da Paz, São Jorge e São Francisco de Assis); Dia 23 – EJC, Infância e Adolescência Missionária, Coroinhas, Pastoral Criança e Comerciantes; Dia 24 – Missa Solene (09h): Pastoral das Viúvas, Assessoria Paroquial de Eventos, Pastoral da Música e Pastoral Familiar. Procissão (16h): Equipe de Liturgia. 

Assessoria de Comunicação da Festa da Padroeira - Alfredo Neto / (81) 9 9743 3072

sexta-feira, 27 de setembro de 2019

Sesc Ler Surubim encerra setembro com programação de lazer

Foto: Divulgação/Reprodução

Recreação aquática e esportiva serão realizadas neste domingo (29/09)


Neste domingo (29/09), o Sesc Ler Surubim realiza nova edição do projeto Sesc Lazer. Esta é uma opção para se despedir de setembro e dar as boas-vindas a outubro de forma leve e descontraída. A programação começa a partir das 9h, e vai contar com recreação aquática e esportiva, jogos de salão, além de música ambiente.

O valor para participar é de R$ 8 para o público geral, enquanto os trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo têm desconto e pagam R$ 4. O Sesc Ler Surubim fica na rua Frei Ibiapina, sem número. A lanchonete comercializará bebidas e petiscos a preços acessíveis. 

Serviço: Sesc Lazer

Data: 29 de setembro (domingo)

Local: Área de lazer do Sesc Ler Surubim – Rua Frei Ibiapina, sem número – Bairro São José

Horário: 9h às 15h

Entrada: R$ 8 (público geral) | R$ 4 (trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo)

Informações: (81) 3634-5280

Da Assessoria

Planalto anuncia obras para Pernambuco

Porto do RecifeFoto: Anderson Stevens / Folha de Pernambuco
Obras de infraestrutura importantes para o desenvolvimento do Nordeste devem ser destravadas nos próximos meses. É que, quinta-feira, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, apresentou aos representantes das bancadas da região os serviços prioritários para o Nordeste. Em Pernambuco, quatro obras estão selecionadas na lista do ministério: a BR-104 com adequação de trecho do entroncamento PE-160 e entroncamento PE-149; duplicação da BR-428; a dragagem do Porto do Recife; e a requalificação da pista de pouso e decolagem do Aeroporto de Fernando de Noronha.

De acordo com a pasta, os aportes devem ser destravados por dois caminhos: um seria os recursos previstos no Projeto de Lei Orçamentária Anual 2020 (PLOA 2020) e outra parte seria por meio de emendas. Isso porque o dinheiro previsto no PLOA 2020 é insuficiente para essas obras. “Estão previstos R$ 144,7 milhões no Orçamento do próximo ano para a manutenção de rodovias no Estado, obras na BR-104/PE, duplicação da BR-428/PE, dragagem do Porto de Recife e obras de melhoria no Aeroporto de Fernando de Noronha. São necessários, no entanto, mais R$ 146 milhões para a realização dos trabalhos referidos, que poderão ser obtidos por meio das emendas impositivas”, disse o ministério.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Bruno Schwambach, a expectativa é que o Governo Federal cumpra a prioridade da dragagem do berço do Porto do Recife. “Fizemos um estudo e pleiteamos R$ 50 milhões para obras no Porto, que incluem manutenção, recuperação do cais, dragagem do canal externo. Mas esse valor não será possível. Então, refizemos o plano e apresentamos a prioridade de R$ 23 milhões para a dragagem do berço. Acreditamos que pelo menos esses R$ 23 milhões sejam disponibilizados porque essa obra é necessária para o desenvolvimento do Porto”, disse Schwambach.

Ainda segundo o secretário, a equipe do Governo de Pernambuco estará sempre próxima ao ministério para validar esse valor. “Sabemos que tem uma parte burocrática, de assinatura de termo de compromisso, processo licitatório. Mas a intenção é que comecemos a licitação até o fim deste ano”, disse. Para a secretária de Infraestrutura de Pernambuco, Fernandha Batista, a discussão com deputados pernambucanos foi feita ao longo dos últimos meses. “Esse é um reflexo da redução do que foi apresentado no PLOA. Então, o Governo Federal pleiteou com parlamentares voltados para o setor para poder dar início a essas obras”, explicou Fernandha.

Ao todo, para obras de todos os estados do Nordeste, a pasta prevê mais de R$ 2,5 bilhões em investimentos públicos, sendo parte significativa vinda de emendas parlamentares.

Da Folha de PE

Prefeitura de Surubim faz entrega de kits de irrigação

Foto: Divulgação/Reprodução
A Prefeitura de Surubim, em parceria com o Governo do Estado, entregou nessa quarta-feira-feira (25) 20 kits de irrigação, que foram direcionados às mulheres das Associaçôes do Tamanduá, Gangungo e Pinhões, fortalecendo essas trabalhadoras, além de proporcionar melhores condições de cultivo dentro das suas propriedades. A entrega aconteceu na comunidade do sítio Tamanduá de Cima.

Os equipamentos foram adquiridos por meio de uma solicitação da Prefeitura de Surubim, por meio da Secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Econômico e a Coordenadoria da Mulher, junto à Secretaria Estadual de Recursos Hídricos e à Secretaria Estadual da Mulher. Cada kit possui capacidade para irrigar uma área de 500 metros quadrados, sendo composto por caixa d’água, tubos de plástico, rolo de cabo elétrico, peça de gotejamento, entre outros.

Participaram da entrega técnica dos kits a prefeita Ana Célia, representantes da Secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Econômico, Coordenadoria da Mulher, técnicos do IPA e produtores rurais.

Da ASCOM Surubim

quinta-feira, 26 de setembro de 2019

"Tia Fabulosa canta histórias" inicia projeto 2019, em Santa Maria do Cambucá

Imagem: Divulgação/Reprodução


Nesta sexta-feira (27) em Santa Maria do Cambucá, a Secretária Municipal de Educação estará iniciando oficialmente o projeto 2019 “Tia Fabulosa canta histórias”, tendo como público alvo alunos da Educação Infantil ao 5º ano, de escolas públicas e particulares, com estimativa de público de aproximadamente 2.000 pessoas no decorrer do projeto (outubro a dezembro de 2019). 

O personagem Tia Fabulosa, ao longo desses 4 anos, vem realizando um trabalho sócio educativo onde leva o incentivo a leitura através de contação de histórias fabulosas e músicas, bem como um olhar mais crítico e consciente no meio em que vivemos.

Por Zenaide Alves

País gera 121,4 mil empregos formais em agosto, maior resultado para o mês em seis anos

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil
O país gerou 121.387 vagas com carteira assinada em agosto, resultado de 1.382.407 admissões e 1.261.020 desligamentos. Esse é o maior resultado líquido para o mês em seis anos.

O resultado também supera as expectativas dos analistas, que projetavam a criação de 100 mil postos com carteira assinada para o mês.

Os números são do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), divulgado pelo Ministério da Economia, e estão sem ajuste - ou seja, não consideram informações entregues fora do prazo.

Com o resultado de agosto, o país continua o movimento de criação de vagas observado desde abril. Considerando ainda dados sem ajuste, foram criadas 34.313 vagas em janeiro e 173.139 em fevereiro. Março foi o único mês com fechamento de vagas em 2019, com 43.196 postos encerrados. Depois, houve resultado líquido em abril, (129.601), maio (32.140), junho (48.436) e julho (43.820).

Tradicionalmente, o período entre agosto e outubro concentra a maior parte de contratações de temporários nas fábricas para produzir as demandas das festas de fim de ano. Depois, principalmente em dezembro, o resultado costuma ser negativo devido à dispensa desses trabalhadores.

No acumulado do ano, já considerando dados com ajustes (exceto agosto, que ainda não tem dados atualizados), o saldo está positivo em 593.467 empregos. O número está acima de 2018, quando o resultado foi de 568.551.

Os dados mostram que o Sudeste lidera a geração de vagas ao ser responsável por 42% do saldo do país. A região teve saldo líquido de 51.382 postos (só o estado de São Paulo abriu 33.298 vagas no mês). Em seguida, estão Nordeste (34.697), Sul (13.267), Centro-Oeste (11.431) e Norte (10.610).

Tanto no mês como no acumulado do ano, a expansão do emprego no país é puxada pelos serviços. O setor criou 61.730 vagas líquidas em agosto, impulsionado pelas contratações em segmentos como comercialização e administração de imóveis, alimentação e serviços médicos.

Em seguida, está o comércio (que abriu 23.626 vagas em agosto), impulsionado pelas contratações no setor varejista. Já a indústria abriu 19.517 vagas no mês, graças principalmente às admissões nos segmentos de alimentos e bebidas e na indústria química de produtos farmacêuticos, veterinários e de perfumaria.

Também contrataram no mês os setores de construção civil (17.306 postos), administração pública (1.391) e extração mineral (1.235). Por outro lado, apresentaram saldo negativo no mês agropecuária (com fechamento de 3.341 postos) e serviços industriais de utilidade pública (corte de 77 postos).

No ano, os serviços abriram 354.638 vagas. Em seguida, ficaram as contratações nos setores de construção civil (96.575), indústria (94.425), agropecuária (79.329), administração pública (16.594), extração mineral (5.497) e serviços industriais de utilidade publica (5.302). O comércio é o único a registrar saldo negativo no ano, com fechamento de 58.893 vagas.

Os dados do Caged também dão uma amostra do nível salarial das contratações. A média na admissão em agosto foi de R$ 1.619,45. Em termos reais, houve aumento de 1,97% no indicador em relação ao mesmo mês de 2018. A inflação acumulada em 12 meses até agosto está em 3,43%.

Da FolhaPress

Gestor da Frigolândia Alimentos marca presença na Feira Super Mix 2019

Arinaldo Filho no stand da São Braz. Fotos: Divulgação/Reprodução

O Gestor da Frigolândia Alimentos, o surubinense Arinaldo Filho marcou presença na Feira Super Mix 2019, considerada a maior feira do setor atacadista e supermercadista do Norte e Nordeste e a terceira maior do País no setor.  


A feira acontece desde terça-feira (24), no Centro de Convenções de Pernambuco. O evento anual reúne expositores dos setores de alimentos e bebidas, higiene pessoal, limpeza doméstica, perfumaria, cosméticos, miudezas, utilidades para o lar, equipamentos, tecnologia, transporte de cargas e segurança, entre outros segmentos. 


"A Super Mix é muito importante para nossa atividade, pois apresenta muitas novidades das indústrias e fornecedores, onde estreitamos nossas parcerias comerciais. Vale ressaltar do conhecimento adquirido, através das  palestras, workshops a feira traz inovações sobre tecnologia, gestão, entre outros temas. O setor de supermercados é muito dinâmico, então precisamos nos atualizar para oferecer o melhor para nossos clientes."


Na oportunidade, Arinaldo, concedeu entrevista para os canais de comunicação da empresa São Braz, uma das principais indústrias de alimentos do nordeste do Brasil, a São Braz está entre as seis maiores torrefações de café do Brasil, parceira da Frigolândia Alimentos, confira:



Incentivado pela indústria da cana, Pernambuco tem saldo positivo no Caged

Cana de Açúcar, produção do plantioFoto: Cultivar/Divulgação
A criação de vagas com carteira assinada segue um histórico positivo de cinco meses no Brasil. No mês passado, o País conseguiu criar 121,4 mil vagas formais de emprego. Em Pernambuco, após de sete meses oscilando entre saldos negativos e positivos sem expressividade para reduzir o número do desemprego que atinge 671 mil pernambucanos, o Estado conseguiu se destacar na criação de postos formais em agosto.

Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados ontem pelo Ministério da Economia, no mês passado, o saldo entre admissões e demissões em Pernambuco foi positivo em 10.431 mil postos formais.

De acordo com os números do Caged, grande parte do saldo positivo foi reflexo das contratações da indústria da cana-de-açúcar, que iniciaram, mês passado, o período anual da safra 2019/2020. “Historicamente nós temos no segundo semestre do ano os melhores resultados na geração de emprego influenciados pelo setor. Na indústria da transformação, onde se encontra a indústria da cana, por exemplo, do saldo total de 4.472 empregos, 4.485 foi da indústria da cana”, explica o coordenador do núcleo de economia da Fiepe, Cezar Andrade.

Confirmando a tendência de criação de postos, o presidente da Usina Coaf, Alexandre Andrade Lima, que já iniciou no fim de agosto o período de moagem, revela que mais de três mil e quinhentas pessoas foram contratadas. “Como a expectativa dessa safra é maior que a do ano passado, além de ter uma contratação maior, terá um prolongamento do período contratado por mais um mês do que o normal”, comenta.

Segundo o presidente do Sindicato da Indústria do Açúcar de do Álcool no Estado (Sindaçúcar-PE), Renato Cunha, a indústria da cana no Nordeste tem um modelo socioeconômico que dialoga bastante com a empregabilidade. “Sempre no período de safra e durante todo ano a indústria é geradora de empregos. Para essa safra deveremos gerar cerca de 70 mil empregos diretos e formais. O que é um número muito consistente para a empregabilidade fazendo com que a cana proporcione um meio de vida eficiente e produtivo para o trabalhador de Pernambuco”, destaca Cunha.

Com exceção dos setores da administração pública e do serviço industrial de utilidade pública, que fecharam com saldo negativo de 403 e 19, respectivamente, os resultados desta edição foram positivos em todos os outros cinco setores. Para os demais, os destaques ficam para os setores do da construção civil (430), comércio (401) e o de serviços (1.805). Esses dois últimos, começam a retomar um ritmo gradual de crescimento nas contratações. “Visualizo como o principal incentivador das contratações mais cedo e em maior proporção em 2019 a liberação do FGTS já em setembro”, analisa o economista da Fecomércio em Pernambuco, Rafael Ramos.

No que tange ao setor de serviços, Ramos acredita que como o maior gerador tenha sido o subsetor de ensino. É que só ele, respondeu por um saldo positivo de 659 dos 1.805 postos criados no período. “O que pode ser explicado por contratação para o segundo semestre em faculdades e universidades, visto que é o resultado de agosto”, pondera o economista.

Segundo os especialistas consultados pela reportagem, até o fim deste ano, pelo cenário geral, a tendência é que Pernambuco permaneça entre os três estados que mais devem abrir postos de trabalho formais no País.

Da Folha de PE

quarta-feira, 25 de setembro de 2019

Operários que trabalham na recuperação da Barragem de Jucazinho estão de aviso prévio

Operários trabalham na construção da nova bacia de dissipação
da barragem, tipo “Salto de Esqui”.
Serviço pode parar nos próximos dias
(Foto: Divulgação/ Reprodução)
Os operários que prestam serviço à construtora Sucesso S/A, na obra de recuperação e modernização da Barragem de Jucazinho, localizada entre os municípios de Surubim e Cumaru estão de aviso prévio. A informação foi repassada por representantes da empresa ao vereador de Cumaru, Gilvan da Malhadinha (PSC), durante visita na semana passada ao canteiro de obras da barragem. O motivo da demissão é o atraso na liberação de verbas pelo Governo Federal.

“O serviço que começou com 95 trabalhadores, atualmente está com 66 pessoas e todas já assinaram o aviso prévio”, afirmou o vereador em entrevista na Rádio Integração FM, no sábado (21). Diante dessa informação, o parlamentar, que reside na comunidade de Malhadinha, próxima do manancial, e diretamente afetada com um possível rompimento da barragem, esteve na sexta-feira (20), na sede do Ministério Público Federal (MPF), em Caruaru, para relatar a situação ao órgão, que desde 2016 vem acompanhando o estado de risco que se encontra o reservatório.

O parlamentar esteve no MPF ao lado do também vereador, Luiz Antônio Teobaldo (PTB), da cidade de Limoeiro, irmão do deputado federal Ricardo Teobaldo (Podemos). Luiz Antônio é engenheiro civil e pôde fazer considerações técnicas sobre a obra, durante a reunião.

Os dois parlamentares foram recebidos pelo procurador da República, Luiz Antônio Miranda Amorim Silva, que ao final do encontro expediu um despacho cobrando informações e providências à empresa e aos órgãos públicos responsáveis pelo projeto.
“A situação que se apresenta é extremamente grave a merecer pronta atuação das autoridades públicas, dado que se trata de obra que passou a ser realizada por verificação de sérios riscos relacionados à estrutura da Barragem de Jucazinho. (…) considerando já o grande atraso para a realização das obras, não parece aceitável que as autoridades públicas não zelem pelo regular pagamento da empresa, de modo que a obra, tão importante para assegurar a segurança da Barragem e das populações de sua área de influência, sofra com atrasos de pagamentos por parte do DNOCS. Uma vez mais, parece que os cidadãos possivelmente afetados por um problema na barragem são deixados à própria sorte.”, diz o procurador no despacho.
O documento dá um prazo de 10 dias para que a construtora Sucesso S/A preste informações sobre o andamento das obras. Já o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), deve informar a situação atual em relação aos pagamentos, apontando quais “providências foram tomadas para honrá-los” e assim evitar a desmobilização da empresa responsável. O Dnocs terá ainda a incumbência de apresentar no prazo de 20 dias, entre outros esclarecimentos, informações atualizadas sobre o Plano de Ação Emergencial (PAE) de Jucazinho, “inclusive demonstrando que está seguindo o cronograma de implantação”, previsto para ser concluído no próximo mês de novembro.
O Ministério do Desenvolvimento Regional e o ministro da Economia, Paulo Guedes, também receberão cópias do despacho para esclarecer a razão dos atrasos nos pagamentos e quais as medidas a serem adotadas para solucionar a situação.
Se os repasses de verbas não forem regularizados, será a segunda vez que a obra sofrerá interrupção. Os serviços foram suspensos no final de 2018, por recomendação do Tribunal de Contas da União (TCU), que havia solicitado complementações ao projeto. Em fevereiro deste ano, o TCU autorizou o reinício dos trabalhos que foram retomados após o Carnaval.
Para ler o despacho na íntegra clique aqui.
Do Correio do Agreste

Musa, Mano Walter, Cavaleiros e Túlio Milionário no Festival da Cultura de João Alfredo

Imagem: Divulgação/Reprodução

A espera acabou! A Prefeitura Municipal de João Alfredo (PMJA) divulgou no início da tarde desta quarta-feira (25), a programação completa da décima sétima edição do Festival da Cultura. O evento acontecerá no período de 9 a 13 de outubro, contemplando praças, avenidas e ruas da cidade. Paralelamente, o município também vivenciará a VI Feira de Artesanato, a Emancipação Política e a Semana Literária. Durante cinco dias, a “Cidade Feliz” reunirá dezenas de representantes da cultura popular e grandes nomes da música nacional. 


A diversidade e a qualidade do artesanato local dividirão espaço com grupos de artesãos convidados, além das variadas opções da gastronomia regional. “Serão cinco dias de festa, alegria, artes e aquecimento da economia local. A população sempre aguarda com muita expectativa o Festival de Cultura de João Alfredo. Além de oferecer diversão e oportunidades aos artistas locais, o evento é uma importante ferramenta de aquecimento do nosso comércio”, declarou a prefeita Maria Sebastiana.

A abertura das festividades, na quarta (9), contará com homenagens na Câmara de Vereadores, às 15h. Personalidades que contribuíram para o desenvolvimento de João Alfredo receberão placas de reconhecimento. No mesmo dia, a partir das 16h, ocorrerá a abertura da Feira de Artesanato. Este ano, serão 46 barracas, totalizando 123 artesãos dos mais variados segmentos. A movimentação segue com a abertura oficial do Festival da Cultura, às 21h, no palco principal. Na sequência acontecerão os shows de Adilson Ramos e a Banda O Disco.

Na quinta (10), às 5h, tem alvorada festiva para celebrar 84 anos de Emancipação Política com a Banda 10 de Outubro. Uma missa em Ação de Graças será celebrada às 9h, na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição. A tradição do Desfile de Aniversário de João Alfredo será mantida, a partir das 14h, com pelotões das forças armadas, escolas e fanfarras na Praça Calumbi. Após o desfile tem corte do bolo com a participação de moradores e convidados. No palco principal, a grade de apresentações tem início às 22h com shows de Giannini Alencar e Mano Walter.

A sexta-feira (11) de festa segue com mais apresentações no palco principal. Foram confirmados os cantores Túlio Milionário e Priscilla Sena (A Musa). Os shows começarão às 22h. Já o sábado (12) tem festa especial para comemorar o Dia das Crianças, a partir das 15h, com a presença da Caravana do Palhaço Xililique. No período da noite, a partir das 22h, tem Victor Santos e Cavaleiros do Forró. Durante todos os dias, manifestações da cultura popular se apresentarão pelos espaços do Festival. Os visitantes poderão interagir com os grupos, a exemplo de Bois de Caboclinhos, Maracatus, Violeiros, Cirandeiros e Emboladores.

Fechando a programação, no domingo (13), a partir das 11h, está confirmado o Motofest João Alfredo. São aguardados grupos de motociclistas de várias regiões do Estado. No palco principal, a partir das 20h, a alegria e irreverência ficam por conta do Show de Calouros, com apresentação de Marcílio Monthier.

Segurança – A comissão organizadora do Festival da Cultura de João Alfredo confirmou reforço na segurança do evento para manter a tranquilidade dos moradores e visitantes. Os dias de festa contarão com a Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar, seguranças particulares, agentes de trânsito e orientadores espalhados em vários pontos da cidade. Equipes da Secretaria Municipal de Saúde também estarão de plantão em um posto médico montado na área da festa, além do SAMU.

Da Assessoria

terça-feira, 24 de setembro de 2019

Começa nesta terça-feira a 14ª edição da Super Mix

Super Mix será realizada no Centro de ConvençõesFoto: Divulgação
Feira é considerada a maior do setor atacadista, supermercadista e de food service do Norte e Nordeste

Com expectativa de movimentar R$1 bilhão em negócios, começa nesta terça-feira (24) e segue até a próxima quinta-feira (26), das 15h às 21h, no Centro de Convenções de Pernambuco, a 14ª edição da Super Mix.

Considerada a maior feira do setor atacadista, supermercadista e de food service do Norte e Nordeste, o grande destaque desta edição é o número de expositores, um total de 148. Expectativa é que 25 mil pessoas circulem pela feira durante os dias de realização do evento.

Além dos principais lançamentos nos estandes dos expositores, paralelo ao evento ocorre a ExpoBrasil, voltada aos lojistas do mercado de variedades, e o 1º Fórum de Segurança dos Alimentos. Neste último, o destaque fica por conta da participação da palestra do biomédico Roberto Figueiredo, mais conhecido como o Dr. Bactéria, do Fantástico, logo mais, às 17h, na abertura das palestras da feira.

“Todos os anos nos preocupamos em trazer o que há de mais novo em tendências do mercado para nossos expositores e visitantes. Teremos palestras sobre perdas e riscos, fóruns sobre segurança dos alimentos e o Varejo do Futuro, talkshow em que empresários de sucesso vão contar suas trajetórias. Teremos, sem dúvida, mais uma grande Super Mix para todos os atacadistas que prestigiarem nosso evento”, afirma o presidente da Associação Pernambucana de Atacadistas e Distribuidores (Aspa), José Torres.

A entidade, em parceria com a Associação Pernambucana de Supermercados (Apes), são responsáveis pela promoção do evento. “Sem dúvidas, quem for conferir essa edição vai encontrar um espaço além de com muitas novidades, também repleto de informações técnicas para auxiliar na promoção do seu negócio, em especial, dos pequenos mercados de bairros”, completa a superintendente da Apes, Silvana Buarque.

A edição 2019 da feira está dividida em cinco espaços: Auditório Central, Sala Trend, Academia da Bunge, Cozinha da Mesa Brasil e Mercado Modelo. Neste último, o público poderá conferir as tendências em tecnologia e equipamentos para o setor supermercadista.

Da Folha de PE

Acompanhe-nos no Facebook


Publicidade


!

!
!
!

!

!

!

!

!

!

!

!

!
!
!
! !
!

!

!
! !

Você é o Visitante:

Acessos em Tempo Real

Previsão do Tempo em Surubim

Blogs e Sites Parceiros

Curta Nossa FanPage - Muito Obrigado!

Internautas On Line

(81) 9925.8297 // negocioseinformes@gmail.com