© 2014 - Todos os Direitos Reservados ao Blog Negócios e Informes. Tecnologia do Blogger.

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Em Caruaru, empresários do setor têxtil e Consulado Americano debatem propriedade intelectual na Acic

Imagem: Divulgação/Reprodução
Nesta quinta-feira (02), a Associação Comercial e Empresarial de Caruaru (Acic) sediou uma reunião entre associados do setor têxtil e o Consulado Americano que tratou do tema: Propriedade Intelectual. O presidente da Acic, Pedro Miranda, diretores da Instituição, representantes de outras entidades, empresários associados e demais convidados receberam a consulesa para Assuntos Políticos e Econômicos, Paloma Gonzalez, e dois especialistas americanos, Laura Hammel e Daniel Ackermam, para trocarem experiências sobre o assunto, na perspectiva da melhoria do segmento na região.

O coordenador de Aplicação da Lei de Propriedade Intelectual do Departamento de Justiça dos EUA, Daniel Ackerman, defendeu a importância do debate para chamar mais a atenção dos empresários e das autoridades políticas. “Não é somente uma questão de economia, é a proteção do futuro do Brasil, através das leis e dos direitos autorais. Infelizmente, as ações de punição não são muito rigorosas, mas, por momentos como esse, é possível conseguir mais envolvimento de todos, inclusive das entidades responsáveis. Precisamos contar com os empresários, que são líderes daqui, para propagar essa mensagem e contribuir com essa diferenciação entre um produto falso e um legítimo, por exemplo, para auxiliar nos laudos periciais”, disse.

Os representantes do Consulado Americano foram contextualizados sobre o Polo de Confecções do Agreste. O mediador da mesa, Wamberto Barbosa, forneceu dados oficiais do Polo, que é o segundo maior do País. 18.600 empresas fazem parte, a maioria configura-se como micro e pequena empresa, mas apenas 36% possuem marca própria, sendo que dessas, 40% não são registradas. Com o intuito de facilitar o contato entre os presentes, equipamentos de tradução simultânea estiveram à disposição. Os participantes também tiveram a palavra facultada para tirarem dúvidas e falarem dos seus desafios no setor.

A consulesa Paloma Gonzalez destacou: “a propriedade intelectual não é um assunto de interesse apenas das grandes marcas, é um problema de todos os empresários do Brasil. A parceria com a Acic para realização desse encontro é fundamental e nos faz pensar em outras ações conjuntas”. A adida em Propriedade Intelectual no Consulado dos EUA, Laura Hammel, fez uma palestra detalhada, explicando questões técnicas e jurídicas ligadas ao assunto.

O presidente da Acic, Pedro Miranda, ressaltou que este é um dos aspectos necessários à formalização no segmento. “Para nós, empresários do Arranjo Produtivo Local de Confecções, este é um momento significativo. A nossa realidade é bem diferente dos EUA, mas, há mais de dez anos, vimos que simples ações transformaram empresas com a criação da Rodada de Negócios da Moda Pernambucana. Dando uma oportunidade para alavancar as vendas, o evento trouxe outro benefício, o da profissionalização para todos. Hoje, 100% das empresas da Rodada de Negócios estão preparadas para vender nacional e internacionalmente. Estamos caminhando para que, cada vez mais, essa discussão seja familiarizada e que as empresas, de um modo geral, possam se organizar”.

Acompanhe-nos no Facebook


Publicidade


!

!
!
!

!

!

!

!

!

!

!
! !
!

!
!

Você é o Visitante:

Acessos em Tempo Real

Previsão do Tempo em Surubim

Blogs e Sites Parceiros

Curta Nossa FanPage - Muito Obrigado!

Internautas On Line

(81) 9925.8297 // negocioseinformes@gmail.com