© 2014 - Todos os Direitos Reservados ao Blog Negócios e Informes. Tecnologia do Blogger.

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Grupo InBetta investe R$ 100 milhões em nova fábrica no município de Paulista-PE

Imagem: Divulgação/Reprodução
O Grupo gaúcho InBetta - integrado por seis empresas dos segmentos de utensílios de limpeza para o lar, utensílios domésticos e ferramentas para pintura - vai ampliar sua participação em Pernambuco com a inauguração e uma nova fábrica. A companhia vai investir R$ 100 milhões na construção de uma planta no município de Paulista (na Região Metropolitana do Recife), que vai gerar 300 empregos diretos. A previsão é iniciar as obras num prazo de seis meses e entrar em operação no final de 2017. Ontem o governador Paulo Câmara e representantes da InBetta assinaram protocolo de intenção para instalar o empreendimento.

“Assim que as obras forem iniciadas, a nossa equipe de RH vai entrar em contato com a Prefeitura de Paulista para iniciar um programa de qualificação. Vamos precisar de operadores de máquinas, profissionais de produção e técnicos de manutenção. Os locais de qualificação serão divulgados numa etapa posterior”, diz o diretor Financeiro Corporativo da InBetta, Alexandre Tulini. Os funcionários selecionados também vão fazer treinamento na sede da empresa, em Esteio (Região Metropolitana do Rio Grande do Sul).

A história da InBetta em Pernambuco começou em 2000, com a instalação de uma central de distribuição em Jaboatão dos Guararapes. Em 2008, o grupo construiu uma fábrica para produzir utensílios domésticos como potes, baldes e itens de cozinha da marca Sanremo. O complexo de Paulista vai fabricar produtos das seis empresas do grupo (Bettanin, Atlas, Sanremo. Primafer, Ordene e SuperPro) que, juntas, produzem mais de 4.500 itens vendidos no mercado brasileiro e exportado para 50 países.

Com a inauguração da fábrica de Paulista, a unidade de Jaboatão será descontinuada e a expectativa é realocar os 100 funcionários da planta. A nova unidade vai fabricar as vassouras, rodos, esponjas, desentupidores e outros itens da Bettanin; os pincéis, rolos e trinchas da Atlas; os potes de cozinha e lavanderia da Sanremo; os utensílios profissionais de limpeza da Primafer e os organizadores da Ordene. A planta vai aumentar em 20% a capacidade de produção do grupo, que faturou R$ 1 bilhão em 2015 e cresceu 3% mesmo em ano de crise.

“O Nordeste é a segunda região em vendas para o grupo, depois do Sul, com 20% de participação. Como temos um produto leve e volumoso, o transporte se torna dispendioso, sendo mais interessante ter uma fábrica local para atender ao mercado nordestino”, explica Tulini. A Bettanin detém a maior parte do faturamento, com 35% de participação, seguida pela Atlas (27%) e pela Sanremo (20%).

Durante a assinatura do protocolo de intenções, o governador Paulo Câmara destacou a importância do investimento num cenário de recessão. “Pernambuco continua tentando manter a captação de investimentos num ano de incertezas, com previsão de queda no PIB, aumento do desemprego e persistência da inflação”, afirmou. O prefeito de Paulista, Junior Matuto, comemorou a implantação e espera que outras cinco empresas se juntem a ela e integrem um novo polo industrial no município.  

Do JC Online

Acompanhe-nos no Facebook


Publicidade


!

!

!

!

!

!

!

!

!

!

!

!

!

!
!
!

Você é o Visitante:

Acessos em Tempo Real

Previsão do Tempo em Surubim

Blogs e Sites Parceiros

Curta Nossa FanPage - Muito Obrigado!

Internautas On Line

(81) 9925.8297 // negocioseinformes@gmail.com