© 2014 - Todos os Direitos Reservados ao Blog Negócios e Informes. Tecnologia do Blogger.

domingo, 11 de outubro de 2015

Cesta básica em Caruaru é mais barata do que em Recife

Imagem: Divulgação/Reprodução
Os Cursos de Ciências Contábeis e de Gestão Financeira do Centro Universitário do Vale do Ipojuca (UNIFAVIP) divulgam para o mês de setembro de 2015, o novo Valor da Cesta Básica para a Cidade de Caruaru – PE, seguindo a metodologia do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócioeconômicos). Segundo levantamento realizado em setembro, o custo da alimentação básica do caruaruense foi de R$ 226,49. A carne, o pão, o tomate e a banana, respectivamente, foram os itens que mais pesaram nos gastos alimentares na cidade e a cesta básica apresentou um valor menor que a de Recife. A diferença foi de R$ 72,09.

Vale reforçar que em setembro, comprar a maioria dos itens da cesta básica nos supermercados revelou-se a opção mais barata para o consumidor caruaruense, que gastaria a menos, em média, R$ 1,15, comparando com os preços dos mercadinhos.

Revelou-se ainda que a opção mais barata para o consumidor foi comprar carne e tomate nos supermercados. Adquirindo os quatro itens nos supermercados, o consumidor de Caruaru economizaria, em média, R$ 0,46. Para pagar o valor apresentado pela cesta básica em setembro, o assalariado caruaruense precisou trabalhar 63 horas e 14 minutos. Por fim, considerando o salário mínimo líquido, o trabalhador desembolsou 31,24% da sua renda apenas com as despesas de alimentação.

METODOLOGIA - O cálculo da cesta básica de Caruaru segue a metodologia oficial do Dieese. Para apurar o valor mensal desta cesta, observaram-se os seguintes passos:


I. Considerando os dados da contagem da população em 2010, a população caruaruense é de 314.912 habitantes. Para apurar os tipos de estabelecimentos de compra da população, selecionou-se uma amostra de 329 habitantes, levando em consideração um nível de confiança de 95% e margem de erro de 5% para mais ou para menos;

II. Foram elaborados e aplicados 329 questionários com trabalhadores sindicalizados e de associações de diversas categorias, selecionados por amostragem estratificada, representativa da classe de trabalhadores de Caruaru;

III. Os questionários foram tabulados e observaram-se os tipos de estabelecimentos que a população adquire os itens da cesta básica;

IV. Definida esta fase, foram computados os bairros destes estabelecimentos e selecionados os tipos mais procurados em cada bairro;

V. Posteriormente, os alunos pesquisadores foram aos estabelecimentos munidos de documentação da instituição para apurar as marcas mais vendidas de cada item;

VI. Após a aplicação deste questionário, foram determinadas as marcas que teriam seus preços pesquisados a cada mês;

VII. Definidos os estabelecimentos e as marcas mais procuradas, a pesquisa mensal de preços foi implementada e se repete a cada mês nos estabelecimentos determinados.

Com informações da Assessoria de Imprensa

Acompanhe-nos no Facebook


Publicidade


!

!
!
!

!

!

!

!

!

!

!

!
!
!
!
!

!

!
!

Você é o Visitante:

Acessos em Tempo Real

Previsão do Tempo em Surubim

Blogs e Sites Parceiros

Curta Nossa FanPage - Muito Obrigado!

Internautas On Line

(81) 9925.8297 // negocioseinformes@gmail.com