© 2014 - Todos os Direitos Reservados ao Blog Negócios e Informes. Tecnologia do Blogger.

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Fraude | Os consumidores e Lojistas devem ficar atentos para o repasse de notas falsas nesse final de ano

Com a chegada do fim de ano, a Polícia Federal alerta a população para redobrar os cuidados em relação ao recebimento de notas falsas.  Por conta da movimentação de pessoas no comércio e a circulação de dinheiro aumenta. Pernambuco é o 8º estado com maior incidência de falsificação de notas no Brasil. Só este ano foram apreendidos mais de 9 mil reais e 7 pessoas foram presas.
Os consumidores e lojistas devem ficar atentos para o repasse de notas falsas nesse final de ano. Foto: Divulgação Polícia Federal.
Os consumidores e lojistas devem ficar atentos.  Uma das táticas mais utilizadas é utilizar notas falsas de valores altos para comprar itens baratos, em busca do troco 'limpo'. O perigo está aí, a pessoa que recebe uma nota falsa quase sempre terá de arcar com o prejuízo, porque não existe uma legislação que garanta a troca por dinheiro verdadeiro. Se o saque for feito em caixa eletrônico, a recomendação é que o consumidor tire um extrato que comprove o saque e procure o gerente da agência afim de que possa haver um entendimento mútuo acerca do ressarcimento dos valores.

O crime de moeda falsa está previsto no artigo 289 do Código Penal. Quem falsifica, fabrica, adquire, vende, troca, guarda ou tentar colocar uma cédula falsa em circulação está passivo de prisão com penas que variam de 3 a 12 anos de reclusão. Por isso, é importante não repassar a nota. A dinheiro falso deve procurar a Polícia Federal ou entregar a um banco, que encaminha ao Banco Central.

Confira as dicas de segurança da Polícia Federal

Acompanhe-nos no Facebook


Publicidade


!

!
!
!

!

!

!

!

!

!

!

!

!
!
!
!
!

!

!
! !

Você é o Visitante:

Acessos em Tempo Real

Previsão do Tempo em Surubim

Blogs e Sites Parceiros

Curta Nossa FanPage - Muito Obrigado!

Internautas On Line

(81) 9925.8297 // negocioseinformes@gmail.com